16/05/16

Arte Pintura - ‘Christina’s World’ (1948) é uma obra icónica da arte norte-americana, em que no quadro, exposto no Museum of Modern Art (MoMa), em Nova Iorque, pode ver-se uma mulher sentada de lado, no campo, que parece estar a arrastar-se pelo chão.



«Cientista descobre doença rara de mulher retratada em quadro famoso

‘Christina’s World’ (1948) é uma obra icónica da arte norte-americana. No quadro, exposto no Museum of Modern Art (MoMa), em Nova Iorque, pode ver-se uma mulher sentada de lado, no campo, que parece estar a arrastar-se pelo chão. O autor da obra, Andrew Wyeth, retratou a sua vizinha, Christina Olson, depois de a ter visto arrastar-se pelo campo, através da janela de sua casa.

Segundo a Discovery News, Marc Patterson, professor de neurologia e genética na Mayo Clinic em Rochester, diz ter descoberto qual o problema de saúde desta jovem. A revelação foi feita no passado dia 6 de maio, na 23rd Annual Historical Clinicopathological Conference, em Baltimore.

O cientista defende que Christina Olson sofria da síndrome de Charcot-Marie-Tooth, uma doença neurológica hereditária que afeta os nervos motores e sensitivos.

“Este quadro é um dos meus favoritos, e a questão da doença de Christina sempre foi um mistério. Acho que o problema dela enquadra-se mais síndrome de Charcot-Marie-Tooth”, afirma Marc Patterson.

Já outro especialista tinha avançado que Christina tinha poliomielite, mas o professor argumenta que se trata de uma doença que debilita quase de imediato as pessoas.

“Os membros, em particular os braços, são muito magros”, acrescenta o cientista, que analisou tanto o quadro como a história clínica de Christina Olson.

Ainda na infância, a vizinha de Andrew Wyeth perdeu a força nos tornozelos. Quando chegou aos 26 anos, a jovem deixou de conseguir mexer os braços e precisava de ajuda para andar, até chegar ao ponto de ter de rastejar para se descolar, com cerca de 50 anos – recusava-se a usar cadeira de rodas.

Apesar de ter sido analisada por médicos do hospital de Boston, não conseguiram diagnosticar o seu problema de saúde. Disseram-lhe apenas que tinha de viver com o problema, como tinha feito desde sempre. Christina Olson acabou por morrer aos 74 anos.» in http://sol.sapo.pt/noticia/510365/Cientista-descobre-doenca-rara-de-mulher-retratada-em-quadro-famoso

Sem comentários:

Enviar um comentário