30/06/15

Desporto Futebol - Portugal voltou a falhar, esta terça-feira, o título de campeão europeu em Sub-21 ao perder (4-3) a final nas grandes penalidades com a Suécia, depois de as duas seleções terem terminado os 120 minutos sem golos, que se disputou no Estádio Eden, em Praga.



«21 Anos depois, Portugal volta a falhar título de campeão europeu

Campeão europeu encontrou-se através da marca das grandes penalidades. Esgaio e William falharam os remates para Portugal.

Portugal voltou a falhar, esta terça-feira, o título de campeão europeu em Sub-21 ao perder (4-3) a final nas grandes penalidades com a Suécia, depois de as duas seleções terem terminado os 120 minutos sem golos, que se disputou no Estádio Eden, em Praga.

Vinte e um anos depois, o cenário pesado de uma derrota na final voltou a assombrar a seleção Sub-21 de Portugal.

A goleada (5-0) frente à Alemanha nas meias-finais deram garantias de sucesso ao selecionador Rui Jorge, que voltou a utilizar a mesma equipa inicial que iria 'lançar' contras os germânicos. Isto porque Tiago Ilori seria titular ao lado de Paulo Oliveira, mas devido a problemas físicos Tobias Figueiredo entrou em ação.Esta noite não houve dúvidas e Ilori regressou à titularidade.

Logo aos dois minutos de jogo surgiu o primeiro lance de perigo, favorável a Portugal. Ricardo Pereira rematou, já na área, e a bola saiu ligeiramente ao lado da baliza sueca. A bola ainda foi às malhas laterais.

Os jovens lusos continuaram a pressionar e, aos sete minutos, Sérgio Oliveira assumiu a marcação do livre levando a bola a embater na barra da baliza sueca.Caso a bola fosse ao alvo, Carlgren estava batido. O capitão de Portugal voltou a tentar a sua sorte aos 36 minutos, mas num lance que levou menos perigo para a baliza sueca.

Uma primeira parte equilibrada, com maior tendência ofensiva para os portugueses, mas sem golos, pecando na finalização. Os Sub-21 de Portugal apresentavam 68 por cento de posse de bola.

No segundo tempo, Sérgio Oliveira voltou a apostar num remate forte de fora da área, levando a bola a passar muito perto do poste. Depois deste lance, Tozé entrou para o lugar de Oliveira. Minutos depois saiu Ivan Cavaleiro e Iuri Medeiros entrou em ação.

Bastaram poucos minutos em campo para Medeiros mostrar todo o seu potencial como avançado. O jogador do Sporting emprestado ao Arouca na última época entrou de rompante na área e desferiu um potente remate em arco, falhando o alvo por pouco. Nota para o passe soberbo de William a desmarcar Iuri.

Com o jogo a aproximar-se do minuto 90, Portugal e Suécia jogaram agora com mais cautela, para não serem apanhados desprevenidos e deitarem tudo a perder. Gonçalo Paciência entrou (70’) para dar alento ao ataque português.

Aos 87 minutos foi a vez de José Sá brilhar, uma vez mais, mas num lance que poderia ditar a derrota de Portugal. O guarda redes do Marítimo B venceu o duelo com Guidetti ao fechar a baliza portuguesa, depois de se ter gerado uma grande confusão na área. Nota muito positiva para José Sá nesta final.

Portugal e Suécia terminaram os 90 minutos de tempo regulamentar sem conseguir marcar. Por isso, as duas seleções finalistas foram obrigadas a jogar mais meia-hora. No primeiro tempo do prolongamento, os jogadores portugueses acusaram, e muito, o cansaço físico, algo que se prolongou nos últimos minutos. E os suecos tornaram-se mais perigosos, mas sem marcar.

E chegaram as grandes penalidades.

Nas grandes penalidades, Gonçalo Paciência, Tozé e João Mário marcaram para Portugal. Esgaio e William falharam os remates.

A Suécia sucede assim a Espanha como campeão europeu Sub-21.» in http://desporto.sapo.pt/futebol/seleccao/euro_sub_21/artigo/2015/06/30/cronica-final-euro-sub-21-portugal-suecia

Associação para a Criação do Museu Eduardo Teixeira Pinto - Exposição " Sensibilidades" de Eduardo Teixeira Pinto em Vila Nova de Foz Côa.



«Associação para a Criação do Museu Eduardo Teixeira Pinto

Exposição " Sensibilidades" de Eduardo Teixeira Pinto em Vila Nova de Foz Côa.

Inauguração 1 de Julho - 17:30 - Sala de Exposições do Centro Cultural de V. N. Foz Côa» in https://www.facebook.com/eduardoteixeirapinto/photos/a.341794845972540.1073741832.330393387112686/506299779522045/?type=1&theater


(Inauguração exposição de fotografias de Eduardo Teixeira Pinto em Ourense)

Espaço - O segundo intercalar de 2015, que hoje é introduzido, foi anunciado em janeiro pelo International Earth Rotation Service (IERS) que, na descrição do Observatório Astronómico de Lisboa, "estuda com rigor a rotação do planeta Terra em relação a referenciais astronómicos e à escala do Tempo Atómico Internacional (TAI)".



«O dia de hoje tem mais um segundo. Não parece importante... mas é!

Logo em janeiro foi anunciado que o segundo extra seria acrescentado à meia-noite do último dia de junho. E apesar de ser uma alteração impercetível para os humanos, o mesmo não se pode dizer em relação aos computadores

A última vez que um "segundo intercalar", assim se denomina este segundo extra, foi acrescentado aos relógios foi em 2012. Sites como o popular fórum Reddit e a rede de ligações profissionais LinkedIn estiveram entre os numerosos que experimentaram sérias dificuldades provocadas pelo aparentemente "simples" segundo a mais. As companhias aéreas australianas Qantas e Virgin Australian viram mesmo alguns dos seus voos afetados devido a uma falha num importante sistema de reservas.

E tudo porque muitos sistemas informáticos não reconhecem dois segundos ao mesmo tempo.

A Google, no entanto, encontrou uma solução: vai acrescentando milésimos de segundo ao longo do dia para que, quando chegar a hora, não seja necessário acrescentar o segundo inteiro.

O segundo intercalar de 2015 foi anunciado em janeiro pelo International Earth Rotation Service (IERS) que, na descrição do Observatório Astronómico de Lisboa, "estuda com rigor a rotação do planeta Terra em relação a referenciais astronómicos e à escala do Tempo Atómico Internacional (TAI)".

O segundo intercalar visa corrigir uma ligeira anomalia entre os relógios atómicos e o tempo astronómico, baseado na rotação da Terra. A técnica visa manter alinhado o Tempo Universal Coordenado (UTC) com as escalares astronómicas variáveis GMT e Hora Universal (UCI). Os sismos de grande intensidade são um dos fatores que podem acelerar a rotação da Terra.

Desde 1972 já foram acrescentados segundos 25 vezes.

A sequência desta noite será, assim, segundo a informação disponível no site do Observatório Astronómico de Lisboa :

UTC e Açores: 

30 Junho, 23h 59m 59s

30 Junho, 23h 59m 60s

1 Julho, 00h 00m 00s

Portugal continental e na Madeira:

1 Julho, 00h 59m 59s

1 Julho, 00h 59m 60s

1 Julho, 01h 00m 00s» in http://visao.sapo.pt/o-dia-de-hoje-tem-mais-um-segundo-nao-parece-importante-mas-e=f806775

29/06/15

Amarante Aboboreira - A Dolmen e a Associação Viver Canadelo e Serra do Marão vão promover, no próximo domingo, a caminhada da Expo Aboboreira "Por Caminhos da Aboboreira".



«Amarante: Caminhada "Por Caminhos da Aboboreira" vai explorar património natural e cultural da serra
29/06/2015, 14:46

A Dolmen e a Associação Viver Canadelo e Serra do Marão vão promover, no próximo domingo, a caminhada da Expo Aboboreira "Por Caminhos da Aboboreira".

Segundo a organização, a iniciativa, a decorrer dia 5 de julho, “trata-se de um convite à contemplação e descoberta do património natural e cultural que a serra da Aboboreira encerra”.

A caminhada insere-se no projeto ‘Aboboreira Ativa - Economias de Montanha’, desenvolvido no âmbito do PROVERE - Programa de Valorização Económica de Recursos Endógenos em territórios de baixa densidade, e tem como objetivo principal “potenciar o desenvolvimento económico, social e ambiental deste território de montanha de reconhecido valor”.

Entre as 9h00 e as 12h30, os participantes vão percorrer um percurso com cerca de 12 km, com grau de dificuldade baixo. O local de encontro será a junta de freguesia de Carvalho de Rei, Amarante.

As inscrições devem ser feitas até dia 4 de julho, através do número 910409162 e tem o valor de 8€ (inclui seguro, cabaz de produtos locais e almoço no recinto da Expo Aboboreira, que decorre entre 3 e 5 de julho em Carvalho de Rei).» in http://www.averdade.com/pagina/seccao/19/noticia/10714

Amarante Mancelos - A minha Mãe e a prima Júlia no Convento de Mancelos em Amarante.


(Mãe e Prima Júlia no Convento de Mancelos)

Amarante Poesia - António Sérgio, por altura da homenagem da Academia de Coimbra, em Maio de 1951, dedica soneto ao homenageado, o Grande Poeta de Amarante, Teixeira de Pascoaes.



António Sérgio, por altura da homenagem da Academia de Coimbra, em Maio de 1951, dedica soneto ao homenageado, o Grande Poeta de Amarante, Teixeira de Pascoaes, embora defendessem versões antagónicas sobre a questão Saudosista:

«As pessoas são nada, e as cousas tudo:
Ah, se o pensaste assim, e se o disseste,
É que infundindo-lhe a alma, às cousas deste
Um coração represo, arfante e mudo!

O penumbroso monte, o tronco rudo,
Vivem na névoa humana em que os puseste;
Tornaste irmão ansioso o vento agreste
E carinhosa a relva em seu veludo.

Bendito o canto teu, porque desperta
Essa visão de uma alma já liberta
Das cadeias da luta e da miséria.

E ao paraíso ao cabo regressada,
- Porque viu, ao fulgor da «"Vida Etérea"»
Que as pessoas dão tudo e as cousas nada!»

António Sérgio

Música Portuguesa - Dead Combo é uma banda portuguesa cujas principais influências musicais são o Fado, o Rock, as bandas sonoras dos Westerns, bem como música da América do Sul e de África.



DEAD COMBO - "Povo Que Cais Descalço"


DEAD COMBO - "Esse Olhar Que Era Só Teu"


DEAD COMBO - "Cuba 1970"


DEAD COMBO - "O assobio"


Dead Combo - "A Bunch of Meninos"


Camané e Dead Combo - "Inquietação"


"Inquietação
José Mário Branco

A contas com o bem que tu me fazes 
A contas com o mal por que passei 
Com tantas guerras que travei 
Já não sei fazer as pazes 

São flores aos milhões entre ruínas 
Meu peito feito campo de batalha 
Cada alvorada que me ensinas 
Oiro em pó que o vento espalha 

Cá dentro inquietação, inquietação 
É só inquietação, inquietação 
Porquê, não sei 
Porquê, não sei 
Porquê, não sei ainda 

Há sempre qualquer coisa que está pra acontecer 
Qualquer coisa que eu devia perceber 
Porquê, não sei 
Porquê, não sei 
Porquê, não sei ainda 

Ensinas-me fazer tantas perguntas 
Na volta das respostas que eu trazia 
Quantas promessas eu faria 
Se as cumprisse todas juntas 

Não largues esta mão no torvelinho 
Pois falta sempre pouco para chegar 
Eu não meti o barco ao mar 
Pra ficar pelo caminho 

Cá dentro inquietação, inquietação 
É só inquietação, inquietação 
Porquê, não sei 
Porquê, não sei 
Porquê, não sei ainda 

Há sempre qualquer coisa que está pra acontecer 
Qualquer coisa que eu devia perceber 
Porquê, não sei 
Porquê, não sei 
Porquê, não sei ainda 

Cá dentro inquietação, inquietação 
É só inquietação, inquietação 
Porquê, não sei 
Mas sei 
É que não sei ainda 

Há sempre qualquer coisa que eu tenho que fazer 
Qualquer coisa que eu devia resolver 
Porquê, não sei 
Mas sei 
Que essa coisa é que é linda"

Vila de Celorico de Basto - No próximo dia 1 de julho, os Paços do Concelho da Câmara Municipal de Celorico de Basto irão acolher uma conferência de imprensa, onde será tornada pública a tomada de posição dos autarcas das câmaras de Celorico de Basto, Cabeceiras de Basto, Mondim de Basto, Ribeira de Pena e Amarante relativamente ao aproveitamento hidroelétrico da Barragem de Fridão, “tendo em conta a indefinição deste processo público”.



«Aproveitamento hidroelétrico da Barragem de Fridão motiva conferência de imprensa em Celorico
28/06/2015, 21:22

No próximo dia 1 de julho, os Paços do Concelho da Câmara Municipal de Celorico de Basto irão acolher uma conferência de imprensa, onde será tornada pública a tomada de posição dos autarcas das câmaras de Celorico de Basto, Cabeceiras de Basto, Mondim de Basto, Ribeira de Pena e Amarante relativamente ao aproveitamento hidroelétrico da Barragem de Fridão, “tendo em conta a indefinição deste processo público”.

A sessão está agendada para as 14h30.» in http://www.imprensaregional.com.pt/averdade/index.php?info=YTozOntzOjU6Im9wY2FvIjtzOjExOiJub3RpY2lhX2xlciI7czo5OiJpZF9zZWNjYW8iO3M6MToiMyI7czoxMDoiaWRfbm90aWNpYSI7czo1OiIxMDcwOCI7fQ==

Amarante Arte - Vinte e cinco violas amarantinas de cor marfim, desenhadas à mão, estão a ser usadas pela artista Cristina Rodrigues, no seu atelier situado num espaço anexo ao Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso, para a sua próxima instalação, intitulada "A Gaiola".



«Amarante: Cristina Rodrigues constrói “A Gaiola” com 25 violas amarantinas
29/06/2015, 09:44

Vinte e cinco violas amarantinas de cor marfim, desenhadas à mão, estão a ser usadas pela artista Cristina Rodrigues, no seu atelier situado num espaço anexo ao Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso, para a sua próxima instalação, intitulada "A Gaiola".

Apaixonada pela etnografia de Amarante, Cristina Rodrigues criou recentemente “A Manta Amarantina”, uma instalação em grande escala, executada em conjunto com as tecedeiras da freguesia de Fridão, no âmbito de uma parceria estabelecida com o Município. A peça integrada na exposição “O Céu desde à Terra”, e realizada a propósito das comemorações dos 25 anos da classificação, pela UNESCO, do Mosteiro de Alcobaça como Património da Humanidade, estará patente ao público até 31 de agosto.» in http://www.imprensaregional.com.pt/averdade/index.php?info=YTozOntzOjU6Im9wY2FvIjtzOjExOiJub3RpY2lhX2xlciI7czo5OiJpZF9zZWNjYW8iO3M6MjoiMTkiO3M6MTA6ImlkX25vdGljaWEiO3M6NToiMTA3MTAiO30=

Desporto Atletismo - 1 Trail Solstício de Verão, Aboboreira-Marão dia 26 de Julho de 2015.


(Um Trail numa paisagem deslumbrante, por terras de Amarante)

28/06/15

Amarante Santa Luzia - Com este calor não está fácil, nem para o pónei, para aguentar com a sua cabeleira...


(Até o Pónei quer uma sombra nestes dias mediterrânicos que Amarante tem vivido)

F.C. do Porto Atletas Internacionais - Com um “bis” de Rafa e golos de Jorge Silva e de Hélder Nunes, Portugal venceu a Alemanha por 7-3, conquistando a terceira posição no Mundial de 2015, em partida que se realizou no pavilhão Vendéspace, em La Roche-sur-Yon, em França.



«TRÊS DRAGÕES DERAM CARTAS NA VITÓRIA DE PORTUGAL

​Argentina, de Reinaldo Garcia, sagrou-se campeã do Mundo após vencer a Espanha (6-1).

​​Com um “bis” de Rafa e golos de Jorge Silva e de Hélder Nunes, Portugal venceu a Alemanha por 7-3, conquistando a terceira posição no Mundial de 2015, em partida que se realizou no pavilhão Vendéspace, em La Roche-sur-Yon, em França. Na final da competição, também disputada neste sábado, a Argentina sagrou-se campeã do Mundo, ao vencer a Espanha por 6-1, com o reforço portista Reinaldo Garcia a iniciar a partida pela equipa das pampas.

O triunfo de Portugal nunca esteve em causa frente aos teutónicos, chegando ao intervalo a vencer por 4-0, sendo que os três primeiros golos foram marcados por Jorge Silva, Rafa e Hélder Nunes. Um certo “desacelerar” na segunda metade permitiu a aproximação dos alemães para o 4-3, mas os portugueses puxaram dos galões e fizeram o 7-3 final, com um dos golos a ser novamente marcado por Rafa.

Na final da competição, a Argentina bateu a Espanha por 6-1, com Reinaldo Garcia a começar o jogo a titular pela equipa sul-americana. A equipa ibérica até se adiantou no marcador, aos cinco minutos, mas a reacção argentina foi devastadora e, ao intervalo, o resultado já estava em 3-1, favorável à Argentina. No final do jogo, o 6-1 reflectia a eficácia ofensiva da formação do novo reforço portista e consagrava um novo campeão do Mundo, sucedendo precisamente à Espanha, que era pentacampeã mundial e havia derrotado a Argentina em quatro dessas finais.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/portugal-alemanha-mundial-2015.aspx

Amarante Acidentes - Hoje ao final da tarde em Lufrei foi assim, o Opel Corsa, ao que parece, saiu em frente na curva contra um poste de eletricidade.


(Um acidente que veio estragar o final de tarde de Domingo em Lufrei Amarante, espero que a pessoa ou pessoas envolvida estejam bem, isso é o que mais importa; ao que parece ter-se-á sentido mal antes de embater no poste.)

Desporto Futebol de Praia - A medalha de bronze da seleção de futebol de praia deu hoje um brilho especial à missão de Portugal na primeira edição dos Jogos Europeus, já que atingiu os 10 pódios em Baku.



«Bronze do futebol de praia para terminar em beleza

Portugal fez festa pela conquista de uma medalha que toda a equipa fez por justificar.

A medalha de bronze da seleção de futebol de praia deu hoje um brilho especial à missão de Portugal na primeira edição dos Jogos Europeus, já que atingiu os 10 pódios em Baku.

Depois de ter falhado a final, após derrota imerecida com a Rússia, campeã mundial (2-1), o bronze era a medalha para que Portugal concluísse os Jogos Europeus em festa, com um resultado que lhe vale, para já, o 18.º posto no medalheiro.

O desafio decisivo era contra a Suíça, que os lusos tinham batido na fase de grupos, pelo mesmo resultado que agora valeu o pódio, 6-5.

Se no primeiro embate a equipa de Mário Narciso recuperou de desvantagem de 4-2, desta vez Portugal esteve prestes desperdiçar liderança por 4-1, pois permitiu a reviravolta aos helvéticos, antes de Belchior resolver, com um golo de livre e outro de ‘bicicleta’.

No fim, Portugal fez festa pela conquista de uma medalha que toda a equipa fez por justificar.

O último dia teve também judo, com a prova de equipas masculinas: Portugal partiu com esperanças reduzidas, nomeadamente devido à lesão de Jorge Fonseca (-100 kg), que o impediu de competir.

Após a natural derrota, por 1-4, contra a poderosa França, que viria a alcançar o ouro, a ausência do judoca fez-se sentir no desempate do 2-2 com a Ucrânia na repescagem pelo bronze, já que o ponto foi para a equipa de Leste.

Portugal termina os Jogos Europeus com 10 medalhas, após as conquistas de ouro de Telma Monteiro, no judo, de Rui Bragança, no taekwondo, e de Marcos Freitas, Tiago Apolónia e João Geraldo, no torneio de ténis de mesa por equipas.

A prata surgiu com João Silva, no triatlo, João Costa, no tiro, e Fernando Pimenta em K1 1.000 e 5.000 metros, na canoagem, enquanto Júlio Ferreira, no taekwondo, a dupla composta por Beatriz Martins e Ana Rente, nos trampolins sincronizados, e a seleção de futebol de praia amealharam bronze.» in http://desporto.sapo.pt/mais_modalidades/artigo/2015/06/28/bronze-do-futebol-de-praia-para-terminar-em-beleza

Desporto Ciclismo - Rui Costa sagrou-se hoje campeão nacional de fundo de pela primeira vez, ao vencer a prova dos Nacionais de ciclismo estrada, em Braga, sucedendo a Nelson Oliveira.



«Rui Costa é campeão nacional de fundo

Mais um título para o ciclista português.

Rui Costa sagrou-se hoje campeão nacional de fundo de pela primeira vez, ao vencer a prova dos Nacionais de ciclismo estrada, em Braga, sucedendo a Nelson Oliveira.

Numa corrida de 177,1 quilómetros, composta por 11 voltas a um circuito que incluía a subida ao santuário do Sameiro, o corredor da Lampre-Merida gastou 4:44.57 horas para completar o percurso e impôs-se no restrito grupo da frente, batendo Joni Brandão (Efapel), campeão de 2013, por um segundo, e Tiago Machado (Katusha), por dois segundos.

Rui Costa, campeão do mundo em 2013, conquistou o seu segundo título nacional de elites, depois de ter sido campeão de contrarrelógio há dois anos.» in http://desporto.sapo.pt/ciclismo/artigo/2015/06/28/rui-costa-e-campeao-nacional-de-fundo

27/06/15

Amarante Religião - A conclusão das obras na igreja barroca de S. Pedro, em Amarante, permite à cidade destacar-se, cada vez mais, no turismo religioso do norte do país, considerou hoje um técnico de recuperação do património.



«Recuperação de igreja barroca em Amarante reforça potencial do turismo religioso

A conclusão das obras na igreja barroca de S. Pedro, em Amarante, permite à cidade destacar-se, cada vez mais, no turismo religioso do norte do país, considerou hoje um técnico de recuperação do património.

"Amarante começa a ser um ponto de referência na valorização do património", defendeu Luís Campos, da empresa que há vários meses trabalha na recuperação daquele templo do final do século XVII.

Em declarações à Lusa, o técnico recordou que também foi recentemente recuperada, "com grande qualidade", a igreja de S. Domingos, igualmente no casco histórico da urbe, incluindo o museu contíguo de arte sacra.

Aludiu ainda aos trabalhos que têm sido realizados na igreja do Mosteiro de S. Gonçalo, mais recentemente na fachada principal, voltada para o rio Tâmega, e na Igreja da Misericórdia.

"São igrejas fantásticas que permitem criar uma rede turística de valorização", comentou, ressalvando que "o grande desafio começa quando terminam as obras, que é dar vida a estes espaços do ponto de vista pastoral e turístico".

Já para o pároco da cidade, José Manuel Ferreira, a recuperação da Igreja de S. Pedro termina um ciclo iniciado há sete anos, que permitiu à paróquia ficar com templos de diferentes períodos históricos completamente recuperados, potenciando a atratividade turística da urbe e dando melhores condições para as múltiplas atividades religiosas.

Além disso, vincou, em poucos anos, Amarante viu serem recuperados quatro órgãos de tubos, de três igrejas, o que é "notável numa cidade de média dimensão", projetando-a ao nível da música litúrgica.

A recuperação da Igreja de S. Pedro, que é monumento de interesse público desde 1982, custou 1,2 milhões de euros.

A empreitada interveio no exterior e interior do templo, corrigindo problemas estruturais e restaurando a totalidade do seu valioso espólio, maioritariamente barroco.

"Quando as pessoas aqui entravam vinham para os funerais. Era uma igreja escura e sombria", recordou o pároco, apontando para a luz e os tons claros que agora predominam.

Os trabalhos envolveram várias especialidades e incidiram nos tetos abundantemente trabalhados da nave principal e do altar-mor, onde sobressaem 25 caixotões. Também foram realizadas intervenções no arco triunfal, na sacristia, sobretudo no seu teto em madeira, no altar-mor, na via-sacra (agora iluminada), no coro alto, no corta-vento do século XIX, no órgão de tubos, na iluminação, nos azulejos de padrão seiscentista e na recuperação dos sinos.

"No pico da obra tivemos aqui cerca de 70 pessoas a trabalhar em simultâneo", explicou o técnico, sinalizando a minúcia e complexidade técnica da empreitada.

Luís Campos chamou à atenção que, além da recuperação do espólio original, também houve lugar à introdução de novos elementos de mobiliário "que sejam referência e que foi pensado numa lógica catequética".

A remodelação é inaugurada na segunda-feira, dia de S. Pedro, com uma eucaristia às 19:00.

APM/AYCS // JGJ

Lusa/fim» in http://www.sapo.pt/noticias/recuperacao-de-igreja-barroca-em-amarante_558e3cea27918922260f80af

Desporto Hóquei Patins - A seleção portuguesa conquistou este sábado o terceiro lugar do Mundial de hóquei em patins, que decorre em La Roche Sur Yon, em França, ao golear a Alemanha por 7-3.



«Portugal fecha Mundial no pódio

A equipa lusa voltou a derrotar a Alemanha.

A seleção portuguesa conquistou este sábado o terceiro lugar do Mundial de hóquei em patins, que decorre em La Roche Sur Yon, em França, ao golear a Alemanha por 7-3.

Portugal, que ao intervalo já vencia por 4-0, venceu com os tentos de Rafael Costa (2), Jorge Silva (1), Hélder Nunes (1), Gonçalo Alves (1), João Rodrigues (1) e Valter Neves (1), enquanto os germânicos, que ainda recuperaram para 3-4, marcaram por Lucas Karschau (2) e Yannick Peinke.

Entretanto, a Argentina, que na sexta-feira derrotou Portugal nas meias-finais da prova, discute com a Espanha, detentora do cetro, a atribuição do título.» in http://desporto.sapo.pt/hoquei/artigo/2015/06/27/portugal-fecha-mundial-no-podio

Família - Casamento do Isolino com a Prima Julinha, a sofrer um ataque cerrado de flores da Aida, Fatinha e Rosarinho.


(O Primo Isolino, foi para mim sempre quase que, uma figura PopStar, onde chega há alegria... aqui pagou-as com as primas a desencadearem um ataque de flores, com a Aida em jeito de "vingança" a descarregar forte; ao lado direito a minha avó ria-se, porque o Isolino também a tirava do sério: a mim chamava-me sempre "Barão" e eu como não sabia o que era, assim fiquei com um título nobilitário... mas só em família! A prima Julinha sempre com um sorriso de paz e de bondade ria-se de toda a situação, pois já desconfiava que o Isolino ia ser o alvo prioritário das primas.)

F.C. do Porto Atletas Internacionais - ​Ricardo marcou o segundo golo na vitória de Portugal frente à Alemanha (5-0) deste sábado, que se disputou no Estádio Ander, em Olomouc, na República Checa e garantiu a passagem dos comandados de Rui Jorge à final do Europeu de Sub-21.



«RICARDO MARCOU NA GOLEADA DOS SUB-21

​Portugal garantiu presença na final do Europeu do escalão ao bater a Alemanha por 5-0.

​Ricardo marcou o segundo golo na vitória de Portugal frente à Alemanha (5-0) deste sábado, que se disputou no Estádio Ander, em Olomouc, na República Checa e garantiu a passagem dos comandados de Rui Jorge à final do Europeu de Sub-21. A partida decisiva vai decorrer na terça-feira, às 19h45.

Sérgio Oliveira, médio formado no FC Porto que irá regressar ao clube em 2015/16, alinhou de início nesta meia-final e foi capitão da selecção portuguesa, enquanto o médio Rúben Neves e o avançado Gonçalo Paciência, bem como o médio Tozé, que em 2014/15 esteve emprestado pelo FC Porto ao Estoril, foram suplentes não utilizados frente à selecção teutónica.

Portugal abriu o activo aos 25 minutos, por intermédio de Bernardo Silva e, oito minutos depois, o portista Ricardo fez o segundo golo dos portugueses, com um desvio oportuno ao segundo poste. O terceiro golo, marcado por Ivan Cavaleiro, surgiu ao cair do pano da primeira parte e o quarto logo aos 46 minutos, por João Mário, tendo a goleada terminado aos 71 minutos, por intermédio de Ricardo Horta, numa partida em que tudo correu bem aos portugueses.

Com este resultado, a equipa portuguesa apurou-se para a final da competição, em que vai encontrar o vencedor do encontro entre Suécia e Dinamarca, que se joga neste sábado, pelas 21h00.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/portugal-alemanha-meia-final-euro-sub-21.aspx


(O Golo De Ricardo Pereira - Portugal vs Alemanha 5-0 (Meias-Finais) | Euro Sub-21 | 27/06/2015)

Desporto Motociclismo - O piloto português Miguel Oliveira (KTM) venceu hoje a prova de Moto3 do Grande Prémio da Holanda em motociclismo de velocidade, superando o francês Fabio Quartararo (Honda) e o britânico Danny Kent (Honda).



«Miguel Oliveira vence Grande Prémio da Holanda

Piloto português obteve assim o seu segundo triunfo da carreira.

O piloto português Miguel Oliveira (KTM) venceu hoje a prova de Moto3 do Grande Prémio da Holanda em motociclismo de velocidade, superando o francês Fabio Quartararo (Honda) e o britânico Danny Kent (Honda).

Miguel Oliveira, que obteve assim o seu segundo triunfo da carreira, depois da vitória em Mugello, Itália, cumpriu as 22 voltas ao circuito de Assen em 37.54,427 minutos, superando Quartararo em apenas 0,066 milésimos de segundo, enquanto Kent concluiu com mais 0,117 milésimos.

Com esta vitória, Miguel Oliveira ascendeu ao terceiro posto do Campeonato do Mundo com 102 pontos, menos 63 do que o comandante Danny Kent.» in http://desporto.sapo.pt/motores/artigo/2015/06/27/miguel-oliveira-vence-grande-premio-da-holanda


(Miguel Oliveira assina "dia histórico" para o motociclismo)

F.C. do Porto Atletas Internacionais - Dois golos de Hélder Nunes, avançado do FC Porto, não foram suficientes para evitar aquilo que parece começar a ser uma malapata do hóquei em patins português.



«“BIS” DE HÉLDER NUNES NÃO EVITA ADEUS DE PORTUGAL AO MUNDIAL

​Selecção perdeu com a Argentina (2-5) com a ajuda de outros dois golos portistas, apontados pelo reforço Reinaldo García.

Dois golos de Hélder Nunes, avançado do FC Porto, não foram suficientes para evitar aquilo que parece começar a ser uma malapata do hóquei em patins português. Pela quarta vez consecutiva nas meias-finais do Mundial, que decorre em La Roche Sur Yon, em França, Portugal perdeu com a Argentina (2-5) com a ajuda do primeiro reforço do FC Porto para 2015/16: Reinaldo García imitou o futuro companheiro de equipa, apontando um “bis”.

Na primeira parte, o avançado sul-americano fez o 1-0, resultado com que o jogo, disputado esta sexta-feira, foi para o intervalo. No segundo tempo, Hélder Nunes precisou de dois minutos para dar a volta ao marcador, mas os argentinos não demoraram muito a voltar para a frente da partida e a garantir a presença na final em que vai encontrar a Espanha. Jorge Silva, outro dos três portistas convocados, também participou no encontro, enquanto Rafa não saiu do banco.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/mundial_hoquei_port_argentina.aspx

26/06/15

Desporto Futebol de Praia - Portugal venceu hoje o Azerbaijão por 6-4, em jogo da terceira jornada do grupo A do torneio de futebol de praia dos I Jogos Europeus, que decorrem em Baku, assegurando a vitória no agrupamento.



«Portugal vence Azerbaijão e conquista grupo A do futebol de praia

João Saraiva fez 'hat-trick' na vitória de Portugal sobre o Azerbaijão.

Portugal venceu hoje o Azerbaijão por 6-4, em jogo da terceira jornada do grupo A do torneio de futebol de praia dos I Jogos Europeus, que decorrem em Baku, assegurando a vitória no agrupamento.

Três golos de João Saraiva, dois golos de José Maria Fonseca e um de Bruno Torres permitiram a Portugal assegurar o triunfo no jogo e no grupo, num encontro em que a equipa azeri, treinada pelo português José Miguel, ainda esteve a vencer por 3-1.

Nas meias-finais, a disputar no sábado, Portugal vai defrontar a Rússia, segunda classificada no grupo B, enquanto a Itália, vencedora do grupo B, defronta a Suíça, segunda no grupo de Portugal.» in http://desporto.sapo.pt/mais_modalidades/artigo/2015/06/26/portugal-vence-azerbaijao-e-conquista-grupo-a-do-futebol-de-praia

Amarante Escultura - O escultor Alberto Carneiro é o vencedor do Prémio de Consagração ou Grande Prémio Amadeo de Souza-Cardoso, na sua décima edição, ficando, assim, distinguida, extraconcurso, a sua carreira, iniciada em 1947.



«Amarante: Alberto Carneiro vence Grande Prémio Amadeo de Souza-Cardoso
26/06/2015, 12:56

O escultor Alberto Carneiro é o vencedor do Prémio de Consagração ou Grande Prémio Amadeo de Souza-Cardoso, na sua décima edição, ficando, assim, distinguida, extraconcurso, a sua carreira, iniciada em 1947. O Júri, que deliberou por unanimidade, foi constituído por António Cardoso, Laura Castro, Lúcia Matos, João Pinharanda e Sérgio Mah.

Na fundamentação da sua decisão, o Júri justifica a atribuição do Prémio Consagração a Alberto Carneiro “como reconhecimento do lugar central da sua obra no contexto da arte contemporânea. Tanto do ponto de vista da prática artística como da reflexão teórica, acrescenta-se, a obra de Alberto Carneiro não abre apenas um campo novo na realidade portuguesa dos anos de 1960, como se encontra em perfeita sincronia com as linguagens internacionais onde se insere. Do mesmo modo, Alberto Carneiro desempenha um papel fundamental como cidadão interveniente no campo da divulgação da arte contemporânea em Portugal, quer como professor quer como promotor de iniciativas artísticas descentralizadoras, relacionadas com o ensino e com a afirmação do ‘campo expandido’ da escultura”.

Com periodicidade bienal, o Prémio Amadeo de Souza-Cardoso (PASC) tem uma tripla premiação: consagração, extraconcurso, da carreira de um(a) artista português/portuguesa escolhido(a), o qual é convidado(a) a realizar uma exposição de obras suas em espaço nobilitador do Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso, com catálogo apropriado, sendo o prémio a aquisição de uma ou mais obras para as coleções do Museu, até ao montante máximo de 25.000,00 euros.

Na segunda modalidade de premiação, o Júri convida um conjunto de artistas de entre os quais é atribuído o Prémio Amadeo de Souza-Cardoso, indivisível, no valor de 10.000,00€, ficando a obra premiada a pertencer ao Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso, no pressuposto da sua oportuna musealização.

Finalmente, em cada edição do Prémio Amadeo de Souza-Cardoso é atribuído o Prémio de Aquisição do Grupo dos Amigos da Biblioteca-Museu - a um(a) artista selecionado(a) para a fase de exposição, que é indivisível, no valor de 7.500,00€, ficando a obra premiada a pertencer ao Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso.

Alberto Carneiro passará, a partir de agora, a figurar na galeria dos artistas consagrados por esta iniciativa bienal de arte promovida pela Câmara Municipal de Amarante, onde já constam os nomes de Fernando Lanhas (1997), Fernando Azevedo (1999), Costa Pinheiro (2001), Júlio Pomar (2003), Nikias Skapinakis (2005), Ângelo de Sousa (2007), João Vieira (2009), António Sena (2011) e Paula Rego (2013).

Alberto Carneiro (Dados biográficos)

Alberto Almeida Carneiro nasceu em São Mamede de Coronado, concelho da Trofa, a 20 de Setembro de 1937.

Em 1947 iniciou a sua aprendizagem artística como imaginário, numa oficina de santeiro, na qual trabalhou durante 11 anos. Fez, entretanto, os estudos liceais, frequentando o ensino noturno na Escola de Artes Decorativas Soares dos Reis, no Porto, e na Escola António Arroio, em Lisboa.

Em 1961 voltou ao Porto para estudar Escultura na Escola Superior de Belas Artes do Porto. Depois de concluída a licenciatura, em 1967, partiu no ano seguinte, para Londres, onde frequentou uma pós-graduação na Saint Martin's School of Art (1968-1970). Estreou-se a expor ainda nos tempos de estudante: coletivamente, em 1963; a título individual, em 1967, na ESBAP.

A sua atividade artística teve início na década de setenta. Foi professor de Escultura na Escola Superior de Belas Artes do Porto (1972-1976), assumiu a direção pedagógica e artística do Círculo de Artes Plásticas da Universidade de Coimbra (1972-1985) e lecionou na Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto (1985-1994).

É autor e coautor de textos e livros sobre Arte e Pedagogia e participou em cursos, debates e seminários sobre Arte e dinâmica corporal.

Dedicou-se, também, ao estudo da Psicologia Profunda, do Zen, do Tantra e do Tao, matérias sobre as quais lecionou cursos, proferiu conferências e escreveu. Recebeu a influência da "poética da matéria", do filósofo e ensaísta francês Gaston Bachelard (1884-1962).

Ao longo da sua carreira fez inúmeras viagens de estudo. Em 1968 viajou até à antiga Jugoslávia, Áustria e Alemanha. Nos anos setenta visitou Moçambique, Angola, Brasil e, pela primeira vez, Itália, país onde regressaria em muitas outras ocasiões. Na década seguinte prosseguiu o seu ciclo de viagens pela Europa (Jugoslávia, Bulgária, Turquia, Grécia, etc.), pelos Estados Unidos da América, por Marrocos, tendo passado uma temporada nas cidades de Praga e Budapeste. Nos anos noventa viajou pela Índia, Nepal, China e Japão, onde buscou o aprofundamento dos seus conhecimentos sobre o Hinduísmo, o Taoismo, as manifestações tântricas e Zen e jardins.

Alberto Carneiro realizou mais de setenta exposições individuais e participou em mais de cem mostras coletivas, no país e no estrangeiro.

Várias cidades portuguesas exibem obras públicas do escultor. Em 1991, Santo Tirso recebeu "Água sobre a terra, granito e água" e "O barco, a lua e a montanha". Para as "Jornadas de Arte Contemporânea do Porto", de 1992, realizou a instalação "Uma árvore é uma obra de arte quando recriada em si mesma como um conceito para ser metáfora"; para a inauguração do Centro Cultural de Belém, em Lisboa, no ano de 1993, projetou a instalação "Nas margens de um rio", usando árvores de água e transparências de vidro; e, para a sede da Associação dos Arquitetos do Porto, produziu a escultura em granito "Sobre a água". Fez também esculturas para o Metropolitano de Lisboa ("Sobre as Árvores", esculturas em bronze, datadas de 1995-1996), para a Expo 98' ("Sobre o mar", escultura em granito e madeira datada de 1997-1998), para a Biblioteca Almeida Garrett, no Porto ("A árvore da vida", escultura de madeira instalada em 2001), para Chaves, um bronze, para os Jardins de Casa de Serralves ("Ser Árvore e Arte", inaugurada em 2002) Em 2002 iniciou a instalação do Parque Internacional de Escultura Contemporânea na vila de Carrazeda de Ansiães, para onde esculpiu uma obra que pontifica no jardim da Biblioteca local.

Fora do país também se podem encontrar esculturas da sua autoria, designadamente "The Stone garden", no Derwenthaugh Park, em Gateshead, Inglaterra; uma escultura com árvores, pedras, terra e relva no parque Metropolitano de Quito, Equador; uma escultura no parque Sculpture in Woodland em Devil's Glen, Ashford, Wicklow, Irlanda; uma escultura na Aldeia Folclórica Coreana, Coreia do Sul; o espaço/escultura "A casa da terra e do fogo" no caminho das esculturas do vale de Ordino, Andorra; uma escultura na cidade de Taoyuan, na Ilha Formosa; a escultura "As árvores florescem em Huesca", Espanha; e uma escultura em Santiago do Chile.

Alberto Carneiro foi o grande impulsionador da criação do Museu Internacional de Escultura Contemporânea de Santo Tirso (MIEC), do qual é diretor artístico nacional. Criado oficialmente a 20 de Outubro de 1996, o Museu tem por base o espólio recebido dos simpósios internacionais de escultura contemporânea ao ar livre, realizados em Santo Tirso desde 1991.

A este escultor foram atribuídos variados prémios e distinções, entre os quais se contam o Prémio Nacional de Escultura (1968), o Prémio Nacional de Artes Plásticas da Associação Internacional de Críticos de Arte (1985) e o Prémio de Artes do Casino da Póvoa (2007), galardão composto por uma recompensa pecuniária, pela aquisição de uma escultura do premiado ("Sinais e Sabedoria da Floresta", de 2000-2001), e ainda pela publicação da monografia "Alberto Carneiro – Lição das Coisas", com texto de Bernardo Pinto de Almeida e direção artística de Armando Alves.

Entre Abril e Junho de 2013 o Museu de Arte Contemporânea de Serralves apresentou a exposição Alberto Carneiro: Arte Vida / Vida Arte - revelações de energias e movimentos da matéria. Para o escultor, esta exposição foi um manifesto "cuja ideia central era a demonstração de que a arte é o artista e também o espectador. A mostra era constituída, na sua maioria, por obras inéditas criadas a partir de raízes e troncos de laranjeiras, oliveiras, bambus e vides, sempre acompanhadas de vidros ou espelhos com textos que, para além de realçarem a importância da palavra na obra de Alberto Carneiro, envolviam o espectador através do seu reflexo".

Representado em numerosos museus e coleções, no país e no estrangeiro, Alberto Carneiro vive e trabalha na sua aldeia de origem.

Fonte: Universidade do Porto» in http://www.imprensaregional.com.pt/averdade/index.php?info=YTozOntzOjU6Im9wY2FvIjtzOjExOiJub3RpY2lhX2xlciI7czo5OiJpZF9zZWNjYW8iO3M6MjoiMTkiO3M6MTA6ImlkX25vdGljaWEiO3M6NToiMTA2NzkiO30=

Animais - O vídeo de um gato a arder nas festas de São João da freguesia de Mourão, em Vila Flor – em Portugal, para os mais desatentos – está a causar uma onda de indignação nas redes sociais.



«VILA FLOR: GATO QUEIMADO NAS FESTAS DE SÃO JOÃO GERA REVOLTA NAS REDES SOCIAIS

O vídeo de um gato a arder nas festas de São João da freguesia de Mourão, em Vila Flor – em Portugal, para os mais desatentos – está a causar uma onda de indignação nas redes sociais. Esta “tradição portuguesa” foi denunciada pela Associação Midas no Facebook e, segundo esta, trata-se de um ritual chamado “Queima do Gato”, que acontece todos os anos durante estas festas.

Segundo o Notícias ao Minuto, o vídeo, entretanto retirado, tem a duração de cinco minutos e mostra um gato colocado dentro de um recipiente de barro e levantado a alguns metros de altura, num poste. O poste vai sendo queimado até que o recipiente cai, sendo o animal atingido pelas chamas.

De acordo com o relatado pela mesma associação, o animal mostra sinais de sofrimento, envolto em chamas após o quebrar do recipiente em barro. “A Queima do gato é uma festa tradicional portuguesa que tem lugar no Mourão (Vila Flor) durante a época das festas de São João”, lia-se na legenda do vídeo.

A filmagem foi publicada no YouTube pelo Grupo de Danças e Cantares de Vila Flor mas entretanto foi removida.“A este tipo de festa assistem sempre crianças”, diz a mesma associação, que pede a acção das autoridades para agir em conformidade com a lei.

Segundo o Correio da Manhã, a GNR, através do SEPNA (Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente) já terá recebido queixas sobre esta tradição, mas não adiantou o número de denúncias.

Foto: flikr / Creative Commons» in http://greensavers.sapo.pt/2015/06/26/vila-flor-gato-queimado-nas-festas-de-sao-joao-gera-revolta-nas-redes-sociais/


(Queima do Gato Vila Flor - Vamos acabar com isto)

"Duas coisas são infinitas: o universo e a estupidez humana. Mas, no que respeita ao universo, ainda não adquiri a certeza absoluta."


Albert Enstein

25/06/15

Cidade de Fafe - Estrada Nacional N.º 206, entre Fafe e Arco de Baúlhe, Alminhas da Lameira em Fafe... na Serra do Viso.

DSC07493

Nesta zona destacam-se numa estrada de montanha que atravessa a Serra do Viso, na Zona da Lameira em Fafe, estas singelas Alminhas, num local em que a prostituição é residente: rezar ou pecar, eis a questão... às vezes, é da natureza humana, são duas coisas que coabitam!

F.C. do Porto Atletas Internacionais - Rafa, avançado do FC Porto, marcou o sexto e último golo do triunfo da selecção nacional sobre o Chile (6-0), no jogo dos quartos-de-final do Mundial que decorre em La Roche Sur Yon, em França.



«RAFA AJUDA PORTUGAL A CHEGAR ÀS "MEIAS" DO MUNDIAL

Avançado portista marcou um golo na vitória expressiva da selecção nacional sobre o Chile (6-0)​​​​​.

Rafa, avançado do FC Porto, marcou o sexto e último golo do triunfo da selecção nacional sobre o Chile (6-0), no jogo dos quartos-de-final do Mundial que decorre em La Roche Sur Yon, em França. Os outros dois Dragões convocados, Jorge Silva e Hélder Nunes, também participaram no encontro disputado esta quinta-feira, em que a equipa das quinas garantiu a qualificação para as meias-finais. O adversário será o vencedor do duelo entre a Argentina e a França.

Os outros golos da formação orientada por Luís Sénica foram apontados por Gonçalo Alves (4) e João Rodrigues. Durante a primeira parte, Portugal sentiu algumas dificuldades para ultrapassar a equipa chilena e foi ao intervalo a vencer apenas por um golo. O descanso parece ter feito bem aos portugueses, já que no segundo tempo arrancaram para aquela que terá sido até agora a melhor exibição em terras gaulesas.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/hoquei_portugal_chile_mundial.aspx

Desporto Judo - A judoca portuguesa, Telma Monteiro, venceu a húngura Hedvig Karakas na categoria de -57kg e conquistou a medalha de ouro nos Jogos Europeus e o título quinto europeu.



«Telma Monteiro de ouro

Portugal conquista a nona medalha na primeira edição dos Jogos Europeus que decorrem em Baku.

A judoca portuguesa venceu a húngura Hedvig Karakas na categoria de -57kg e conquistou a medalha de ouro nos Jogos Europeus e o título quinto europeu.

Telma, líder do 'ranking' mundial, venceu a 11.ª jogadora por 'ippon', confirmando a tendência frente à rival húngara, a quem venceu em todos os cinco combates.

Recorde-se que a portuguesa já venceu o título europeu em 2006 e 2007 na categoria de -52kg, e em 2009 e 2012 na categoria de -57kg.

Esta é a nona medalha portuguesa nos Jogos Europeus depois das conquistas de ouro de Rui Bragança (-58 kg) no taekwondo e no ténis de mesa por equipas (Marcos Freitas, Tiago Apolónia e João Geraldo). A prata surgiu com João Silva no triatlo, João Costa no tiro e Fernando Pimenta em K1 1.000 e 5.000 metros na canoagem, enquanto Júlio Ferreira (-80 kg) no taekwondo e a dupla Beatriz Martins/Ana Rente nos trampolins sincronizados conquistaram medalhas de bronze.» in http://desporto.sapo.pt/mais_modalidades/artigo/2015/06/25/telma-monteiro-final

Desporto Futebol de Praia - Portugal voltou hoje a conseguir uma reviravolta para vencer no futebol de praia a Ucrânia, por 5-4, já no prolongamento, uma recuperação atribuída por Belchior à "força mental" da equipa presente em Baku, nos I Jogos Europeus.



«Belchior: "Este triunfo é um grande passo"

A seleção das quinas lidera o Grupo A nos Jogos Europeus com cinco pontos.

Portugal voltou hoje a conseguir uma reviravolta para vencer no futebol de praia a Ucrânia, por 5-4, já no prolongamento, uma recuperação atribuída por Belchior à "força mental" da equipa presente em Baku, nos I Jogos Europeus.

"A mente é muito importante. No final do segundo período dissemos ‘vamos ganhar isto', pelo que voltámos muito fortes ao jogo. Acreditávamos na vitória", vincou o avançado, após o triunfo na segunda jornada do Grupo A, no Azerbaijão.

Belchior, que marcou dois golos, assumiu que "foi muito difícil vencer uma equipa que é muito forte física, psíquica e tecnicamente" e que esteve a vencer o conjunto luso por 4-1.

"Este triunfo é um grande passo para o nosso grande objetivo (medalha de ouro)", acrescentou.

O futebolista revelou que, durante o jogo, o treinador Mário Narciso lhe disse que acreditava no seu valor e que a equipa precisava dele, pedindo-lhe que decidisse o jogo.

Além de Belchior, marcaram também para a equipa das ‘quinas’ Rui Coimbra, Jordan Santos e Bê, neste caso o tento decisivo, no prolongamento.

Depois de vencer na quarta-feira a Suíça por 5-4 (Portugal esteve a perder 2-4), Portugal lidera o Grupo A, com cinco pontos, seguida da Ucrânia, com três. Suíça e Azerbaijão, que hoje se defrontam, ainda lutam pelos primeiros pontos.» in http://desporto.sapo.pt/futebol/artigo/2015/06/25/belchior-este-triunfo-e-um-grande-passo

24/06/15

F.C. do Porto Atletas Internacionais - Gonçalo Paciência precisou de 37 minutos para marcar o golo que apurou simultaneamente a selecção nacional para as meias-finais do Campeonato Europeu de Sub-21 e para os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, no Brasil.



«GONÇALO COLOCA PORTUGAL NOS JOGOS OLÍMPICOS

​Avançado marcou no empate que também permitiu à selecção o acesso às meias-finais do Europeu de Sub-21.

Gonçalo Paciência precisou de 37 minutos para marcar o golo que apurou simultaneamente a selecção nacional para as meias-finais do Campeonato Europeu de Sub-21 e para os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, no Brasil. No jogo da terceira jornada do grupo B, disputado esta quarta-feira em Uehrske Hradiste, na República Checa, Portugal e Suécia empataram a uma bola, o que permite à equipa das quinas discutir com a Alemanha, no próximo sábado, às 17h00, um lugar na final Europeu de Sub-21.

Com o portista Ricardo no onze titular ao lado de Sérgio Oliveira, reforço dos Dragões para 2015/16, a selecção entrou bem no jogo e logo aos oito minutos criou uma ocasião flagrante de golo, a que se seguiram-se duas tentativas de fora da área que não passaram longe da baliza nórdica, saídas dos pés de Sérgio Oliveira (14m) e de Ricardo (17m).

No início da segunda parte, seleção sueca foi superior, esteve perto do golo por algumas vezes e os portugueses só foram capazes de criar perigo real numa altura em que Rui Jorge já tinha feito entrar Gonçalo para o lugar de Ivan Cavaleiro (58m). A pouco mais de dez minutos do fim do jogo, Iuri Medeiros recebeu a bola na direita e encontrou à entrada da área o avançado do FC Porto, que rematou forte e colocado para o fundo da baliza (82m).

A Suécia chegaria ao empate pouco depois, por intermédio de Tibbling, que no meio de vários adversários encontrou espaço para o remate que também coloca os nórdicos nas “meias” da prova em que terão como adversário a Dinamarca.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/portugal_suecia_europeu_sub-21.aspx

Amarante Poesia - Em 1906 Teixeira de Pascoaes publica «As Sombras» um livro de Poesia da qual faz parte este extraordinário Poema: "Meu coração é tudo".



"Meu coração é tudo

«Em certas horas, desejo
Estar contigo, falar-te,
Mas não sei onde é que vives,
Coração!

Não fazes caso de mim.
Eu, para ti, não sou nada.
E amas tudo quanto existe
E não existe.

Sou caverna onde te metes,
Durante a noite somente.
Mal vem o dia, lá partes,
Coração!

Por isso, se quero ver-te,
Olho as aves, os penedos,
As florestas, as montanhas
E o sol-pôr...

Quantas vezes, nos meus olhos,
és lágrima, a tremular;
E sorriso nos meus lábios,
Coração!

E as estrelas, que arrefecem
Vão banhar-se em tuas chamas;
E cintilam como em novas,
As estrelas...

Apenas eu não consigo
Acompanhar-te, um momento,
Branca rosa, lírio roxo
Coração!

Sou a pegada que deixas
Neste lodo, quando passas,
A caminho do Infinito,
neste lodo...

Eu, para ti, não sou mais
Que um antro negro e profundo,
Onde só vens quando é noite,
Coração!»

Teixeira de Pascoaes

Espaço - O astronauta norte-americano Scott Kelly deve ter pensado que já viu de tudo estando a mais de 400 quilómetros acima da superfície da Terra, até que na última segunda-feira surgiu um fenómeno raro: uma aurora boreal, que tipicamente é verde, brilhava em tons de vermelho.



«Veja as fotos de uma rara aurora boreal vermelha que apareceu sobre a Terra

Um astronauta da Estação Espacial Internacional captou imagens de uma aurora boreal avermelhada e que foi causada por uma tempestade solar. Segundo os cientistas, esta foi a primeira vez que aconteceu um fenómeno do género na última década.

O astronauta norte-americano Scott Kelly deve ter pensado que já viu de tudo estando a mais de 400 quilómetros acima da superfície da Terra, até que na última segunda-feira surgiu um fenómeno raro: uma aurora boreal, que tipicamente é verde, brilhava em tons de vermelho. 

O astronauta partilhou as imagens do fenómeno através da sua conta no Twitter. “Eu nunca vi isto antes”, escreveu Scott Kelly. “Espetacular!”, pode ler-se noutro tweet do astronauta que está há três meses na Estação Espacial Internacional (ISS na sigla em inglês): 

A aurora boreal avermelhada ocorreu sobre o Polo Norte e é o resultado de eletrões altamente carregados a colidirem e a reagirem com a atmosfera da Terra. As cores produzidas são o resultado das partículas elétricas em "choque" com o oxigénio, nitrogénio e outros elementos atmosféricos. 

As colisões de baixa altitude entre eletrões e a atmosfera resultam em tons verde-amarelo vulgarmente vistos durante os eventos das luzes do norte, afirma a CBS News. As auroras em tons de vermelho ocorrem quando os eletrões atacam os átomos de oxigénio a altitudes mais elevadas. 

O fenómeno, já está a ser considerado pelos cientistas especializados como a maior tempestade solar desde setembro de 2005.» in 
http://tek.sapo.pt/multimedia/artigo/veja_as_fotos_de_uma_rara_aurora_boreal_vermelha_que_apareceu_sobre_a_terra-43120xje.html


(Planeta Terra visto do espaço. NASA-ISS Verão 2011)

Amarante Feira à Moda Antiga - Lojas decoradas e comerciantes “vestidos” com trajes alusivos aos anos 30, arruadas, jogos, comes e bebes tradicionais, cantigas populares, carros da época, pasteleiras e charretes puxadas a cavalo são só algumas das iniciativas que se podem encontrar na nova edição da Feira à Moda Antiga de Amarante, organizada pel’ O Arquinho Comércio Vivo.



«Amarante revive o início do século XX
Amarante (Amarante, Largo Conselheiro António Cândido)

Lojas decoradas e comerciantes “vestidos” com trajes alusivos aos anos 30, arruadas, jogos, comes e bebes tradicionais, cantigas populares, carros da época, pasteleiras e charretes puxadas a cavalo são só algumas das iniciativas que se podem encontrar na nova edição da Feira à Moda Antiga de Amarante, organizada pel’ O Arquinho Comércio Vivo. 

O objetivo é recriar o ambiente amarantino na década de 1930, acompanhado por um programa cultural e várias animações. 

Este ano vai organizar-se ainda uma mostra de gado, onde é retratada a forma como os animais estavam também presentes na cidade naquela altura. 

A 4ª edição da Feira à Moda Antiga decorre na baixa da cidade de Amarante, no antigo Largo do Arquinho, hoje Largo Conselheiro António Cândido.» in http://www.presstur.com/site/news.asp?news=51029


(Feira à Moda Antiga)


(SAMZAFOS, ANDARILHOS e PROPAGODE-Feira à Moda Antiga em Amarante-2013-sexta-feira)


(Feira à Moda Antiga de Amarante)

23/06/15

F.C. do Porto Veteranos - Américo Lopes, um dos melhores guarda-redes que passou pela baliza do FC Porto, foi este sábado distinguido com a Medalha de Mérito pela Junta de Freguesia de São Paio de Oleiros, concelho de Santa Maria da Feira.



«AMÉRICO: “DEI TUDO O QUE TINHA PELO FC PORTO”

​Antigo guarda-redes foi distinguido com a Medalha de Mérito por parte da Junta de Freguesia de São Paio de Oleiros.

​Américo Lopes, um dos melhores guarda-redes que passou pela baliza do FC Porto, foi este sábado distinguido com a Medalha de Mérito pela Junta de Freguesia de São Paio de Oleiros, concelho de Santa Maria da Feira. O antigo internacional português, natural de Santa Maria de Lamas, confessou-se muito feliz com a homenagem e agradeceu a presença na cerimónia do FC Porto, o clube a quem deu “tudo o que tinha”, mas que também lhe deu muito.

“Fico muito lisonjeado por receber esta medalha. É mais uma para juntar às medalhas e aos troféus que tenham guardados lá em casa. E estou muito grato ao FC Porto pelo facto de ter estado aqui presente. Dei tudo o que tinha ao clube, mas o clube também me deu muito”, afirmou Américo, a quem chamavam o guarda-redes suicida, devido à forma destemida como abordava os lances.

“Ia atrás da bola como um gato ia atrás de um rato” foi uma das expressões que ficou para a história descrever o antigo guardião do clube azul e branco, onde chegou no início da década de 50 para suplente do mítico Barrigana. Dono de uma enorme flexibilidade, de um excelente poder de impulsão e de um assinalável jogo aéreo, Américo foi campeão nacional pelo FC Porto em 58/59, mas só viria a ser dono da baliza em 63/64, condição que manteve nas cinco temporadas seguintes assinando excelentes actuações.

“Américo foi uma lenda do FC Porto e da selecção nacional”, sublinhou Joaquim Pinheiro, vice-presidente do clube portista, que também se fez representar por Alípio Jorge. “Falar de Américo Ferreira Lopes é simultaneamente fácil e difícil. É fácil porque é falar de um pedaço da história do FC Porto, mas também de uma lenda viva. É difícil, porque é falar da excelência humana e ele é um exemplo dessa excelência, assim como de um grande portismo”, sublinhou o também vice-presidente dos Dragões.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/homenagem_americo_lopes.aspx
Pin It button on image hover