22/07/17

Amarante Criminalidade - Dois médicos e uma farmacêutica de Amarante foram pronunciados pelo juízo de instrução criminal do Marco de Canaveses por burlarem o Estado em 82 467 euros com receitas falsas.



«Médicos burlam Estado em 82 mil euros com receitas falsas 

Crimes aconteceram entre janeiro de 2011 e agosto de 2012.

Dois médicos e uma farmacêutica de Amarante foram pronunciados pelo juízo de instrução criminal do Marco de Canaveses por burlarem o Estado em 82 467 euros com receitas falsas, através das quais obtiveram verbas de comparticipações de medicamentos, entre janeiro de 2011 e agosto de 2012. Vão responder  pela prática em coautoria de crimes de falsificação, burla qualificada e falsidade informática. 

De acordo com o despacho de pronúncia, divulgado ontem pela Procuradoria-Geral Distrital do Porto, os médicos passaram receitas para medicamentos que tinham comparticipações elevadas, mas que não correspondiam a qualquer prescrição nem tinham sido aviadas pela farmácia.  

A farmacêutica fez, no entanto, a tramitação contabilística e remeteu à Administração Regional de Saúde do Norte para recebimento da comparticipação. 

A entidade gestora entregou à farmácia, também em Amarante, 82 467 euros - "quantia que a arguida farmacêutica dividiu com os restantes arguido e arguida", indica o despacho de pronúncia, que manteve, na íntegra, a acusação do Ministério Público.» in http://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/medicos-burlam-estado-em-82-mil-euros-com-receitas-falsas?ref=Bloco_CMAoMinuto

21/07/17

F.C. do Porto Natação - O primeiro dia da edição de 2017 dos Campeonato Nacional de verão absolutos e juvenis, que decorrem nas piscinas olímpicas do Jamor, em Oeiras, terminaram com os nadadores do FC Porto a arrecadarem sete medalhas, com as estafetas femininas a serem o grande destaque ao conseguirem dois títulos nacionais.



«DRAGÕES ABREM NACIONAIS DE VERÃO COM DUAS MEDALHAS DE OURO

Estafetas femininas estiveram em destaque num dia que terminou com um total de sete medalhas.

O primeiro dia da edição de 2017 dos Campeonato Nacional de verão absolutos e juvenis, que decorrem nas piscinas olímpicas do Jamor, em Oeiras, terminaram com os nadadores do FC Porto a arrecadarem sete medalhas, com as estafetas femininas a serem o grande destaque ao conseguirem dois títulos nacionais.

No escalão absoluto as nadadoras azuis e brancas (Catarina Soares, Ana Faria, Maria Cabral e Rosa Oliveira) venceram a categoria 4x50 metros livres, fixando a marca de 1m49,53s, enquanto as juvenis venceram nos 4x200 metros livres. Mariana Barbosa, Catarina Pereira, Catarina Soares e Ana Ramos a terminaram com o tempo de 8m55,09s.

No que toca a medalhas de prata foram duas as arrecadadas por nadadores portistas: o juvenil Pedro Santos nos 1500 metros livres e a estafeta feminina absoluta na categoria 4x200 metros livres. Com o bronze saíram Paula Oliveira (100 metros bruços absolutos), a juvenil Mariana Barbosa (800 metros livres) e a equipa de estafeta masculina na categoria 4x200 metros livres.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/natacao-cn-absoluto-juvenis.aspx

Arte Pintura - De acordo com especialistas que participaram na exumação do artista surrealista, falecido em 1989, com 85 anos, os restos mortais embalsamados estavam bem conservados, a começar pelo seu característico bigode.



«Bigode de Salvador Dalí continua intacto, 28 anos após a morte

De acordo com especialistas que participaram na exumação do artista surrealista, falecido em 1989, com 85 anos, os restos mortais embalsamados estavam bem conservados, a começar pelo seu característico bigode.

"Como sabem, o corpo de Dalí foi embalsamado e, segundo o médico legista, depois da exumação, o bigode encontrava-se na sua posição habitual, apontado para as dez horas e dez", disse o secretário-geral da Fundação Gala-Dalí, Luis Peñuelas Reixach, numa conferência de imprensa realizada hoje de manhã, no Teatro-Museo Dalí, em Figueres, Girona, cerca de 12 horas após o início da operação.

O responsável salientou que esta revelação dos especialistas foi "especialmente comovente", porque Dalí brincava frequentemente com a forma do bigode, uma marca especial da sua imagem.

Após a exumação do corpo, realizada na última noite, foram extraídas amostras de cabelo, unhas, dentes e dos ossos, tendo a Fundação Dalí solicitado o regresso dos restos mortais ao sepulcro.

A abertura do sepulcro verificou-se às 22:20 e voltou a ser selado às 23:40, terminada a operação.

O jornal El País, na edição eletrónica, adianta que o calendário oficial prevê o anúncio dos resultados dos exames de ADN para o início de setembro, pouco antes da sessão em tribunal, sobre a questão de paternidade, marcada para 18 desse mês.

O corpo do pintor, falecido em 23 de janeiro de 1989, aos 85 anos, estava sepultado no Teatro-Museo Dalí, em Figueres, na região de Girona, e foi exumado por decisão do Tribunal Superior de Justiça da Catalunha.

A decisão foi anunciada a 20 de junho, para obtenção de amostras do corpo do artista, no sentido de realizar um exame de determinação de paternidade de Pilar Abel, que alega ser sua filha.

Pilar Abel submeteu-se ao exame de ADN em 11 de julho, em Madrid.

A Fundação Gala-Dalí recorreu da decisão do tribunal, apoiada em pareceres jurídicos de Roca Junyent, em coordenação com a procuradoria espanhola, já que o pedido de determinação de paternidade visa igualmente o Estado espanhol - o ministério das Finanças e do Tesouro -, como herdeiro de Dalí. Mas o exame foi confirmado.

Segundo o representante legal da Fundação, Albert Segura, citado pelo El País, no caso de os exames de ADN confirmarem a paternidade de Dalí, Pilar Abel poderá reclamar 25% do património detido pelo artista, na altura da sua morte.

O prejudicado, nesse caso, seria o Estado espanhol, herdeiro universal designado por Dalí, como adianta o jurista.

O pedido de averiguação de paternidade de Pilar Abel foi admitido no tribunal de primeira instância número 11, de Madrid, em abril de 2015.

Pilar Abel, nascida em Figueres, em 1956, alega ser fruto de uma relação de Salvador Dalí com sua mãe, que conheceu em Cadaqués, Girona, quando esta trabalhava como empregada de uma família que passava temporadas naquela povoação.

A mãe de Pilar Abel ter-lhe-á dito várias vezes que o seu pai era o pintor Salvador Dalí. Além disso, uma cuidadora da mãe de Pilar reconheceu que esta contava que manteve uma relação amorosa secreta com o pintor.

Pilar Abel já se submeteu duas vezes a testes de paternidade, mas nunca conseguiu que os resultados lhe fossem entregues.

O primeiro teste foi feito num laboratório em San Sebastián de los Reyes (Madrid), em julho de 2007, com restos de pele e cabelos que estavam agarrados a uma máscara de gesso do pintor, que foi feita pouco depois de este morrer e chegou às mãos de Pilar Abel.

O segundo teste foi feito em Paris, em dezembro de 2007, no escritório de Robert Descharnes, colaborador e biógrafo de Dalí, para comparar amostras de ADN de Pilar com material genético do pintor que Descharnes tinha em sua posse.» in http://24.sapo.pt/atualidade/artigos/bigode-de-salvador-dali-continua-intacto-28-anos-apos-a-morte


(A persistência da memória)


(Complicando: A Persistência da Memória)


(Salvador Dali- A Persistência da Memória)

Amarante Música - A partir desta sexta-feira, 21 de junho, Amarante volta a receber música, poesia e muitas ideias.



«Festival MIMO: à conquista de Amarante pela segunda vez

Depois do sucesso da primeira edição em Portugal, o festival MIMO decidiu repetir a façanha. A partir desta sexta-feira, 21 de junho, Amarante volta a receber música, poesia e muitas ideias.

O MIMO começou no Brasil em 2004, na cidade de Olinda, Estado do Pernambuco, pelas mãos de Lu Araújo, atual diretora do festival. O município brasileiro, na altura, pouco conotado com eventos culturais, tinha importantes monumentos históricos, que mais tarde foram aproveitados pelo MIMO para concertos e debates de ideias. No ano passado, o festival emigrou para Portugal, mais propriamente para Amarante. Este ano, regressa à mesma cidade, com 52 atividades, de 21 a 23 de junho.

Embora seja um evento recente em Portugal — no Brasil já está espalhado por outras cidades como Paraty, Rio de Janeiro e Ouro Preto –, o MIMO quer amadurecer cultural e socialmente em terras lusas. Além dos nove concertos exclusivos na segunda edição, como o pianista norte-americano de jazz Herbie Hancock, o grupo musical tuaregue Tinariwen e a cantora londrina Ala.Ni, o festival tem em marcha um novo programa social: “MIMO Sem Barreiras“.

O “MIMO Sem Barreiras” significa exatamente o quê? Com o objetivo de não deixar ninguém de fora, o festival vai disponibilizar, este ano, acompanhamento para pessoas com mobilidade reduzida e necessidades especiais. Haverá não só um espaço reservado, mas também guias para ajudarem os deficientes visuais e intérpretes para pessoas surdas e/ou mudas.

A programação ganha vida em Amarante, mas não está concentrada num único espaço. Desde o Parque Ribeirinho, passando pela Igreja de São Gonçalo e pelo Museu Amadeo de Souza-Cardoso, a ajuda torna-se indispensável para dar mais um passo em direção à cultura e à inclusão.

A música faz-se em língua portuguesa: os Três Tristes Tigres sobem a palco no primeiro dia (sexta-feira), já o fadista Ricardo Ribeiro, o músico Filipe Raposo e o brasileiro Rodrigo Amarante fazem parte do cartaz do último dia, domingo.

Já para quem tem curiosidade em ver os artistas de música em registos diferentes e não necessariamente nas melodias, Manuel Cruz — mais conhecido como o vocalista dos Ornatos Violeta — vai dar uma palestra ao final de tarde de sábado. A atividade está inserida no “Fórum de Ideias”, que tal como o nome indica, pretende falar e debater a música.

No serviço educativo, o público terá oportunidade de participar em alguns workshops como o de Anne Paceo, baterista de jazz francesa, ou a masterclass de guitarra do português Pedro Jóia. Em todas as atividades da programação (concertos incluídos), a lotação da sala dita a participação e a presença do público. A entrada é gratuita durante os três dias de MIMO.

Já para quem gosta de poesia, haverá “chuva”. De poesia, claro está. No domingo, no Largo de São Gonçalo, alguns poemas de autoras serão declamados. As protagonistas são Sophia de Mello Breyner Andresen, Ana Cristina César, Emily Dickinson e Rupi Kaur.

No campo da sétima arte, o Cinema Teixeira de Pascoaes será um dos locais para assistir à estreia em Portugal do documentário de José Eduardo Miglioli, Chico Science – Um Caranguejo Elétrico, que retrata a vida do artista brasileiro Francisco de Assis Brandão, impulsionador do estilo musical manguebeat (mistura de rock, eletrónica e hip hop com melodias regionais do Estado de Pernambuco).

E se é para conhecer Amarante que vai até ao MIMO, há também um “Roteiro Cultural Guiado” para saber mais sobre as tradições e o património da cidade banhada pelo Rio Tâmega. Começa às 9h de sábado e de domingo e vai pela manhã fora. O festival que recebeu cerca de 24 mil pessoas no ano passado, regressa esta sexta-feira e prolonga-se até domingo, com o concerto de encerramento de Manuel Cruz.» in http://observador.pt/2017/07/20/festival-mimo-a-conquista-de-amarante-pela-segunda-vez/


Herbie Hancock - "Autodrive"

Anne Paceo Circles - "Tzigane" - (La Défense Jazz Festival)

Vila de Celorico de Basto - A organização internacional Habitat for Humanity, a Fundação Manuel António da Mota e a Câmara de Celorico de Basto assinaram hoje um protocolo para a reconstrução de casas de famílias carenciadas no concelho.



«"Habitat" e Fundação António da Mota vão reconstruir casas em Celorico de Basto

A organização internacional Habitat for Humanity, a Fundação Manuel António da Mota e a Câmara de Celorico de Basto assinaram hoje um protocolo para a reconstrução de casas de famílias carenciadas no concelho.

Helena Pina Vaz, presidente da Habitat for Humanity em Portugal, realçou ser propósito do acordo celebrado hoje nos Paços do Concelho criar condições para, em regime de voluntariado, permitir a reconstrução de casas para quem não tem os meios económicos para o fazer, nem possibilidade de aceder ao crédito bancário.

Apontando o exemplo do trabalho que tem sido realizado noutros concelhos, nomeadamente no vizinho município de Amarante, onde já foram recuperadas várias habitações com o apoio da Habitat, assinalou a habitual participação de grupos de voluntários internacionais, que costumam ajudar nas obras de construção civil, no contexto de férias solidárias.

"Ninguém é pago para vir", assinalou.

A ajuda da Habitat for Humanity, presente em cerca de 90 países, ocorre quando as famílias são proprietárias dos espaços. Nesses casos, a instituição empresta o dinheiro sem juros e disponibiliza apoio técnico ao nível da engenharia e arquitetura.

Na reconstrução, as famílias devem ajudar, assim como as comunidades locais, sempre em regime de voluntariado, o que tem ocorrido com sucesso em Portugal, vincou.

Do lado da Fundação Manuel António da Mota, foi evidenciado que o protocolo decorre da "forte ligação simbólica e afetiva a Celorico de Basto, concelho onde nasceu o fundador daquela instituição, e da boa colaboração entre as duas partes no trabalho que tem sido realizado em Amarante.

"Com esta união de esforços, com o município e a Habitat, iremos mobilizar todos as ajudas para resolver um maior número de situações de carência habitacional, num curto período de tempo e a custos reduzidos" disse Rui Jorge Pedroto, dirigente da fundação.

A fundação tem apoiado financeiramente alguns dos projetos de reconstrução, nomeadamente naqueles em que as famílias não têm possibilidade de ressarcir a Habitat.

Para o presidente da câmara, Joaquim Mota e Silva, o acordo entre as três partes "tem como objetivo fazer coisas boas junto dos mais carenciados, unindo vontades e determinação de uma sociedade solidária".

"Damos as mãos para proceder a intervenções de vária ordem nas habitações que não têm dignidade, apoiados em entidades, mecenas e voluntários, num esforço conjunto para alavancar este processo", afirmou, discursando para representantes de freguesias e associações de Celorico de Basto.» in http://www.dn.pt/lusa/interior/habitat-e-fundacao-antonio-da-mota-vao-reconstruir-casas-em-celorico-de-basto-8652053.html

Amarante Guarda Nacional Republicana - O Tribunal de Amarante condenou três militares da GNR a crimes de ofensa à integridade física e de injúria agravada por agressões a um homem que se encontrava na urgência do hospital de Amarante.



«Três GNR condenados por agressões no hospital de Amarante

12 meses de prisão e 50 dias de multa para cada militar.

O Tribunal de Amarante condenou três militares da GNR a crimes de ofensa à integridade física e de injúria agravada por agressões a um homem que se encontrava na urgência do hospital de Amarante.

Segundo informa o Ministério Público, a pena aplicada a cada um dos arguidos foi de 12 meses de prisão e 50 dias de multa, mas os três militares recorreram desta decisão judicial.

Segundo a página da Internet da Procuradoria Geral Distrital do Porto, os factos ocorreram na madrugada de 8 de junho de 2014, quando uma patrulha da GNR acorreu ao hospital devido a alterações da ordem que a vítima, um homem alcoolizado, estaria a provocar.

O tribunal considerou provado que, pouco depois de chegados ao hospital, os militares "levaram a vítima para uma sala anexa às urgências e agrediram-na".

De seguida, terão algemado e introduzido a vítima na viatura policial em que se tinham deslocado, "transportando-a para um monte próximo do novo parque de campismo de Amarante".

Pode ler-se ainda que os três agentes policiais agrediram a vítima e insultaram-na durante o percurso. Nas proximidades do parque de campismo, já fora da viatura, "os militares desferiram bastonadas e pontapés e deixaram a vítima abandonada no local".» in http://www.dn.pt/sociedade/interior/tres-gnr-condenados-por-alegadas-agressoes-no-hospital-de-amarante-8650658.html

20/07/17

Amarante F.C. - Nuno Dias, mais conhecido por Nené no mundo do futebol, rubricou uma época fantástica ao serviço do Amarante FC, tendo sido o grande destaque da equipa que esteve 480 minutos sem sofrer golos.



«NENÉ, GUARDA-REDES

Um muro de “betão” na baliza do Amarante.

Nuno Dias, mais conhecido por Nené no mundo do futebol, rubricou uma época fantástica ao serviço do Amarante FC, tendo sido o grande destaque da equipa que esteve 480 minutos sem sofrer golos. Natural de Vila Real, o jogador, de 34 anos, vai continuar por terras de São Gonçalo, onde se sente em casa.

Conheça o percurso do vila-realense que sempre acreditou no seu valor e que tem na família o seu grande suporte… 

é Ferreira Dias
Idade: 34 anos
Naturalidade: Vila Real
Clubes representou: Abambres, Vila Real, Fiolhoso, Alijoense, Cerva, Santa Marta, Pedras Salgadas e Amarante.» in https://www.avozdetrasosmontes.pt/noticia/15402

Música Rock - Chester Bennington, um dos vocalistas dos Linkin Park, morreu esta quinta-feira, 20 de julho, confirmou o médico legista do condado de Los Angeles à Associated Press, sem avançar mais detalhes.



«Morreu Chester Bennington, vocalista dos Linkin Park

Chester Bennington, um dos vocalistas dos Linkin Park, morreu esta quinta-feira. A notícia já foi confirmada pelo médico legista do condado de Los Angeles. O músico tinha 41 anos.

Chester Bennington, um dos vocalistas dos Linkin Park, morreu esta quinta-feira, 20 de julho, confirmou o médico legista do condado de Los Angeles à Associated Press, sem avançar mais detalhes. Segundo o site TMZ,  o músico terá cometido suicídio na sua casa de Palos Verdes, em Los Angeles.

O corpo do cantor de 41 anos foi encontrado na manhã desta quinta-feira, 20 de julho, pouco antes das nove da manhã (17h00 em Portugal continental). A agência AP cita o porta-voz do médico legista do condado de Los Angeles, que adiantou que a morte está a ser investigada como “um aparente suicídio”.

Ao site TMZ, fontes policiais avançam ainda que Chester Bennington se enforcou.

Mike Shinoda, outro dos membros fundadores da banda, também confirmou a morte no Twitter, confessando estar "chocado e de coração partido". O músico avançou ainda que os Linkin Park vão emitir um comunicado oficial em breve.

O vocalista enfrentava há vários anos problemas ligados ao consumo de drogas e álcool. Segundo o TMZ, o músico tinha confessado anteriormente que já tinha pensado em suicidar-se porque teria sido abusado sexualmente em criança por um homem mais velho.

O vocalista do grupo norte-americano era muito próximo de Chris Cornell, vocalista do Soundgarden e do Audioslave, que se suicidou em maio, aos 52 anos. Na altura, o músico partilhou uma carta aberta dedicada aos amigo.

Por mera coincidência (ou não), o cantor Chester Bennington morreu no dia de nascimento de Cornell, que faria esta quinta-feira 53 anos.

Chester Bennington era casado e tinha seis filhos, um deles adotivo, de duas mulheres.

O músico ficou conhecido em todo o mundo depois do lançamento do primeiro disco ("Hybrid Theory") dos Linkin Park, em 2000. Bennington criou ainda o grupo Dead by Sunrise e chegou a substituir o histórico Scott Weiland nos Stone Temple Pilots.

"Faint", "In the end", "Crawling" e "Numb" são alguns dos maiores sucessos da carreira do grupo que liderava com Mike Shinoda, co-vocalista dos Linkin Park. Os Linkin Park estrearam-se ao vivo em Portugal em setembro de 2003, com um concerto no Pavilhão Atlântico. Entretanto regressaram várias vezes a Portugal, nomeadamente em 2004, para o festival Super Bock Super Rock, em Lisboa, em 2007, para o festival NOS Alive, em Oeiras, em 2008, 2010, 2012 e 2014, para o festival Rock in Rio, em Lisboa, e, em 2009, para o festival Rock One, em Portimão.

Os concertos em Portugal

Os norte-americanos atuaram pela última vez em Portugal nos 10 anos do Rock in Rio Lisboa, em 2014. No Parque da Bela Vista, a banda foi recebida por mais de 68 mil pessoas. Chester Bennington e Mike Shinoda marcaram presença em três das sete edições do Rock in Rio Lisboa. A vice-presidente do evento de música e entretenimento, Roberta Medina, disse ao SAPO Mag que os Linkin Park eram “uma das bandas mais pedidas pelo público português". "O nível de popularidade deles em Portugal é inegável", frisou.

Atualmente, os Linkin Park encontravam-se promover o último disco, "One More Light", lançado a 19 de maio. A banda foi, no passado fim de semana,  cabeças de cartaz do festival Hellfes, em França, e tinha um concerto marcado para 27 de julho, no Xfinity Center, em Mansfield, no Estado norte-americano de Massachusetts, no âmbito da digressão do seu mais recente álbum. A 28 de julho deveriam atuar em Nova Iorque.

Durante a tarde desta quinta-feira, o grupo partilhou inclusive um novo videoclip nas redes sociais.» in http://mag.sapo.pt/showbiz/artigos/morreu-um-dos-vocalistas-dos-linkin-park-avanca-tmz


Linkin Park - "Faint" - (Official Video)


Linkin Park - "Numb" - (Official Video)


Linkin Park - "In the End" - (Official Video)


Linkin Park - "Crawling" - (Official Video)


"Crawling

Crawling in my skin
These wounds they will not heal
Fear is how I fall
Confusing what is real

There's something inside me that pulls beneath the surface
Consuming, confusing
This lack of self control I fear is never ending
Controlling
I can't seem
To find myself again
My walls are closing in
(Without a sense of confidence
I'm convinced that there's just too much pressure to take)
I've felt this way before
So insecure

Crawling in my skin
These wounds they will not heal
Fear is how I fall
Confusing what is real

Discomfort endlessly has pulled itself upon me
Distracting, reacting
Against my will I stand beside my own reflection
It's haunting
How I can't seem
To find myself again
My walls are closing in
(Without a sense of confidence
I'm convinced that there's just too much pressure to take)
I've felt this way before
So insecure

Crawling in my skin
These wounds they will not heal
Fear is how I fall
Confusing what is real

Crawling in my skin
These wounds they will not heal
Fear is how I fall
Confusing, confusing what is real

There's something inside me that pulls beneath the surface
Consuming, Confusing what is real
This lack of self control I fear is never ending
Controlling, Confusing what is real"

Amarante Des Arts - Hostel & Suites - Após anos de abandono, o edifício do primeiro hotel de Amarante abriu como Des Arts - Hostel & Suites, pela mão da família de Teixeira de Pascoaes.


À esquerda, o Grande Hotel Silva, nos anos 1920. À direita, o novo Des Arts – Hostel & Suites, cujas portas abriram este mês.


Há referências ao Grande Hotel Silva desde pelo menos 1902. A família conservou a história, mas adaptou o edifício ao século XXI.


No bar há fotos de Mário Cesariny na Casa de Pascoaes e um telegrama de Amadeo de Souza-Cardoso para Teixeira de Pascoaes. © Divulgação


Vários quartos têm vista para o rio Tâmega. © Divulgação

No bar há fotos de Mário Cesariny na Casa de Pascoaes e um telegrama de Amadeo de Souza-Cardoso para Teixeira de Pascoaes. © Divulgação

 «Des Arts, um hostel com arte e os genes de Teixeira de Pascoaes

Após anos de abandono, o edifício do primeiro hotel de Amarante abriu como Des Arts - Hostel & Suites, pela mão da família de Teixeira de Pascoaes. Dormir na Casa de Pascoaes também já é possível.

E esta saudosa casa, onde brilhou 
Tua voz num instante sempiterno
(Teixeira de Pascoaes, “Ausência”)

Os amarantinos foram os primeiros a saber que a saudosa casa situada no centro da cidade, o Grande Hotel Silva, ia voltar a ter vida. Alguns iam entrando, para contar que foi ali, naquele que foi o primeiro e único hotel de Amarante durante pelo menos 40 anos, que os pais, os tios ou um irmão, se casaram. “Nas nossas pesquisas ficamos a saber que o Grande Hotel Silva já existia em 1902”, conta Francisca Fonseca, que com os irmãos Rita e Álvaro, e o marido Roberto Feitosa, acaba de abrir aquelas mesmas portas aos turistas que cada vez chegam em maior número a Amarante. Chamaram-lhe Des Arts – Hostel & Suites e encheram-no de referências artísticas. Ou não fossem Francisca, Rita e Álvaro sobrinhos-bisnetos do poeta Teixeira de Pascoaes.

O edifício de cinco andares sempre pertenceu à família, mas foi entrando em decadência até ser despromovido a Albergaria Dona Margarita. Fechou em 2007 e assim ficou, abandonado, durante alguns anos. Francisca Fonseca e o marido eram ambos produtores do festival Rock in Rio e estavam a viajar pelo Brasil quando ela recebeu um telefonema do pai, a desafiá-la para recuperar o espaço e criar ali quartos para o turismo crescente na cidade.

Aceitou, mudou-se para a terra onde nasceu e convenceu os irmãos — ambos a viverem no Brasil — a ajudá-la, transformando a recuperação num projeto local e familiar. Janelas, mesas, cadeiras, camas, quase tudo foi recuperado à mão. O projeto arquitetónico é do amarantino João Abreu e as informações no interior do hotel foram também criadas por um artista local, Boni Oso, porque desde logo o objetivo ficou traçado: a família de artistas ia trazer a arte a cada canto do hostel.

A abertura fez-se no início de julho. Logo à entrada do edifício, todo pintado de branco e azul, há uma parede com recortes e anúncios antigos ao Grande Hotel Silva, “recomendado pela Propaganda de Portugal”, pode ler-se num recorte de jornal do tempo da ditadura. E com “Auto-Garagem”, vangloriavam-se. Hoje, o Des Arts não tem garagem, porque há um parque de estacionamento gratuito mais abaixo. Tem, sim, 15 suites e camaratas de duas, quatro, seis, oito, 10 e 12 pessoas, num total de 48 camas. Na época de verão, os preços das camaratas variam entre os 18€ e os 24€ por pessoa. Já as suites, mais privadas, começam nos 55€ por quarto e vão até aos 86€ da suite twin superior. O pequeno-almoço está incluído.

A disposição dos andares faz lembrar a do Titanic: suites nos andares mais elevados, camaratas em baixo. Quase todos os quartos têm o nome de um pintor ou de um escritor, alguns deles de Amarante. António Carneiro, Agustina Bessa-Luís, D’Assumpção, Sophia de Mello Breyner, Raúl Brandão. As suites dos escritores têm mesinhas de cabeceira originais, em formato de livro. As dos pintores fazem lembrar paletas. Foi a avó Amélia, que durante quase toda a vida cuidou da Casa de Pascoaes, herdada pelo marido João Vasconcelos (Teixeira de Pascoaes não teve filhos, João era um dos sobrinhos) quem ajudou a organizar os batismos dos quartos. “Ela ia dizendo: este não pode ficar ao lado deste porque não se davam bem, estes podem ficar um ao lado do outro”, recorda Francisca.

As melhores suites são as de Teixeira de Pascoaes e Amadeo de Souza-Cardoso, o pintor modernista também de Amarante. A avó colocou os nomes dos dois amigos lado a lado, como tinha de ser. E ambos dão acesso a um pequeno jardim privativo, com o desenho no chão de uma das violas que Amadeo pintou, antes de morrer precocemente, em 1918. Pascoaes sobreviveu-lhe 34 anos mais, até 1952. Agora, estão juntos no Des Arts.

“Já tivemos pessoas a pedirem para ficar em quartos de artistas específicos, como no de Mário Cesariny”, conta Roberto. E logo Cesariny, que chegou a escrever que Teixeira de Pascoaes foi um “poeta bem mais importante do que Fernando Pessoa“.

As camaratas ainda não têm todas um artista a dar-lhes nome. Feitas em madeira, as camas nas camaratas maiores têm a particularidade de poderem recolher-se na parede e de só poderem ser abertas com uma chave. Há um balneário feminino e outro masculino, mas não há camaratas divididas por sexo. Há, sim, camaratas mais pequenas, de duas e quatro camas, que podem ser reservadas só por rapazes ou raparigas.

No piso das camaratas fica também uma cozinha comunitária, espaçosa, com tudo o que é preciso para cozinhar uma refeição. Até às 10h, é ali que são servidos os pequenos almoços. A partir daí, é de uso livre dos hóspedes. Já no piso zero, o da recepção, há um bar aberto até tarde, que aposta nos cocktails e nas tábuas de queijos e enchidos.

A esplanada fica virada para o rio Tâmega, logo ali ao lado, e será muito concorrida no verão. Mas o interior da sala também merece contemplação. Sobretudo o cantinho da parede com fotos de Agustina Bessa-Luís, Sophia de Mello Breyner e Eugénio de Andrade juntos, a foto de Mário Cesariny com Amélia e João Vasconcelos, os avós de Francisca, e um de muitos telegramas que Amadeo de Souza-Cardoso escreveu ao “querido amigo” Teixeira de Pascoaes, este assinado com a data de fevereiro de 1917, naquela sua caligrafia inconfundível.

Grande parte do espólio do poeta foi comprado pela Câmara de Amarante à família, em 2012. O que sobrou está na Casa de Pascoaes, junto com os muitos quadros de artistas como D’Assumpção, Cruzeiro Seixas, Mário Cesariny e também do sobrinho herdeiro, João Vasconcelos, espalhados nas paredes. Vasconcelos deixou tantos quadros que alguns podem ser agora vistos no novo hostel.

Um novo turismo rural na histórica Casa de Pascoaes

Teixeira de Pascoaes é o expoente máximo de uma família nobre ligada às artes, e isso é ainda mais visível aos que têm a sorte de visitar a Casa de Pascoaes, a apenas três quilómetros do Des Arts, e onde Teixeira de Pascoaes viveu toda a vida.

Quando a avó Amélia vivia no Solar do século XVII, que inclui alguns hectares de terreno onde ainda se produz o vinho Casa de Pascoaes, recebia alguns visitantes e com sorte, mostrava-lhes as divisões que conservava tal como sempre foram. Este ano, a família abriu em permanência, pela primeira vez, três quartos de turismo rural na propriedade que chegou a ser incendiada por forças napoleónicas e por onde passaram tantos escritores e pintores, de visita ao autor de Embriões.

Com preços entre os 60€ e os 80€, a experiência será certamente diferente de ficar no centro da cidade, num edifício acabado de renovar. Mas é o mais próximo que se poderá estar de compreender a paixão que o poeta sentia pela natureza, a sua vontade em passar todo o tempo que pudesse naquela casa, a ler e a escrever.

Uma coisa é certa. Amarante, cidade onde nasceram e viveram artistas que marcaram a literatura e a pintura em Portugal, acaba de ganhar dois alojamentos que lhe fazem justiça. E que nos recordam um excerto do poema “Canção duma Sombra”, de Pascoaes:

Sem esta terra funda e fundo rio / Que ergue as asas e sobe, em claro voo / Sem estes ermos montes e arvoredos / Eu não era o que sou.

Nome: Des Arts – Hostel & Suites
Morada: Rua Cândido dos Reis, 53, 4600-055 Amarante
Telefone: 96 228 7457
Site: www.hosteldesarts.com» in http://observador.pt/2017/07/19/des-arts-um-hostel-com-arte-e-os-genes-de-teixeira-de-pascoaes/

F.C. do Porto Jogos de Preparação - O FC Porto empatou na madrugada desta quinta-feira (ainda noite de quarta no México) no terreno do Chivas, o atual campeão nacional do país, por 2-2, isto após ter terminado a primeira parte a vencer por 2-0, graças a golos de Aboubakar (dois minutos) e Otávio (38).



«BONS INDÍCIOS NA CASA DO CAMPEÃO MEXICANO

Equipa deixou fugir vantagem de dois golos na segunda parte (2-2), mas as ideias de Sérgio Conceição estão no terreno.

O FC Porto empatou na madrugada desta quinta-feira (ainda noite de quarta no México) no terreno do Chivas, o atual campeão nacional do país, por 2-2, isto após ter terminado a primeira parte a vencer por 2-0, graças a golos de Aboubakar (dois minutos) e Otávio (38). Mesmo tendo permitido a recuperação do adversário, o que mais se destacou nesta exibição dos Dragões foi o empenho em absorver as ideias do novo treinador e, especialmente na primeira parte, as mesmas tiveram resultados práticos. O cansaço e as muitas trocas nos segundos 45 minutos permitiram a recuperação do Chivas, que concretizou as duas únicas situações de perigo criadas, mas o resultado era menos importante do que a evolução exibicional no capítulo final desta digressão asteca.

Sérgio Conceição manteve oito dos titulares do jogo de há dois dias com o Cruz Azul, com destaque para a consolidação do quarteto defensivo. E aquilo a que se assistiu foi precisamente a um reforço dos princípios mostrados na partida disputada na Cidade do México: mobilidade e pressão, laterais projetados no terreno e objetividade no último terço. A três dias da estreia no Torneio Abertura da Liga mexicana, o Chivas não alinhou com grande parte dos habituais titulares e teve de recorrer a jogadores oriundos da formação, identificáveis pelos três números na camisola. Porém, foi o alto nível portista que provocou dificuldades intransponíveis aos visitados.

Os Dragões chegaram à vantagem logo ao segundo minuto: o lance parecia perdido, mas a pressão e um mau corte de um defesa permitiram a Aboubakar isolar-se e finalizar. O golo madrugador deu confiança aos portistas e transmitiu intranquilidade à formação de Guadalajara: o resultado ao intervalo poderia ter sido bem gordo, já que não faltaram situações para aumentar a vantagem, nomeadamente por Otávio (rematou ao lado em posição frontal, aos 31 minutos) e Aboubakar (acertou no poste, aos 32, após cruzamento de Ricardo). Já com três substituições realizadas, o FC Porto fez o 2-0 aos 38 minutos, com o pequeno Otávio a corresponder de cabeça, no coração da área, a um cruzamento de Herrera, um dos jogadores que tinha entrado pouco antes.

O Chivas trocou todo o onze ao intervalo, colocando no terreno alguns dos seus protagonistas, mas o FC Porto continuou a dominar até ao momento do primeiro golo dos locais, apontado por José Juan Macías, aos 57 minutos, na sequência de um livre marcado rapidamente, de forma quase sub-reptícia e de legalidade mais do que discutível. Esse balão de oxigénio permitiu aos mexicanos pressionar durante os minutos seguintes, mas foi sol de pouca dura, porque os azuis e brancos, se bem que muito menos exuberantes, voltaram a equilibrar o encontro e até poderiam ter feito o 3-1, num lance individual de Sérgio Oliveira. O jogo parecia escoar-se para o fim sem grandes motivos de suspense, mas o Chivas fez o 2-2 na segunda ocasião de perigo criada, por intermédio de Carlos Fierro, após um lance bem construído. Nesse momento, já Vaná estava na baliza, numa estreia absoluta de azul e branco. As grandes penalidades não foram marcadas, como estava previsto no regulamento, face à intransigência do árbitro em ordenar a saída do campo de Sérgio Conceição, algo que não foi aceite pelo seu congénere do Chivas e velho amigo Matías Almeyda.

O teste foi assim positivo para o FC Porto, não tendo sido utilizados apenas Reyes e Danilo, que têm estado fisicamente condicionados, e o guarda-redes João Costa. Os Dragões iniciam logo após a partida a viagem de regresso a Portugal, com chegada prevista para as 16h30 desta quinta-feira, e o próximo adversário é o Vitória de Guimarães, num jogo particular agendado para as 20h30 de domingo. Há bilhetes à venda a cinco euros para a partida, que será transmitida em direto pela Sport TV 1.

VER FICHA DE JOGO» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/bons-indicios-na-casa-do-campeao-mexicano-7-20-2017.aspx


Resumo | Guadalajara Chivas 2-2 FC Porto (Super Copa Tecate)

19/07/17

Amarante Rebordelo - As casas típicas de Rebordelo com o seu xisto acastanhado, são um espanto no contraste com uma freguesia verde...


(Amarante Rebordelo, casas típicas)

Ambiente e Ecologia - A embarcação Energy Observer, avaliado em 5,2 milhões de dólares, funciona com energia solar e eólica e acrescenta a inovação de utilizar combustível hidrogénio gerado a partir da água do mar por electrólise.



«Volta ao mundo em seis anos? Barco autossustentável já partiu em viagem

A embarcação Energy Observer, avaliado em 5,2 milhões de dólares, funciona com energia solar e eólica e acrescenta a inovação de utilizar combustível hidrogénio gerado a partir da água do mar por electrólise.

Um antigo navio construído em 1983 foi recuperado e lançou-se agora num desafio: uma viagem oceânica com a duração prevista de seis anos com o objetivo de demonstrar o potencial das energias renováveis.

O Energy Observer, avaliado em 5,2 milhões de dólares, funciona com energia solar e eólica e acrescenta a inovação de utilizar combustível hidrogénio gerado a partir da água do mar por electrólise, conta a Exame.com.

O barco francês é constituído por painéis fotovoltaico que abrangem 130 metros quadrados no topo e duas turbinas eólicas na parte traseira que permitem transformar a energia do vento em eletricidade.

“Não há bala de prata para lutar contra o aquecimento global: há soluções com as quais devemos aprender a trabalhar”, disse o capitão Victorien Erussard, citado pela Exame.com. “Isto é o que estamos a fazer com o Energy Observer: reunir as energias da natureza, mas também da nossa sociedade, em torno deste barco, além do knowhow das empresas, laboratórios, startups e instituições”.» in http://www.jornaleconomico.sapo.pt/noticias/volta-ao-mundo-em-seis-anos-barco-autossustentavel-ja-partiu-em-viagem-187389

F.C. do Porto Andebol - Alexis Borges vai jogar no FC Barcelona em 2017/18, por empréstimo do FC Porto, sendo que o clube espanhol tem opção de compra para mais dois anos.



«ALEXIS BORGES EMPRESTADO AO FC BARCELONA

Trata-se do primeiro português a representar os catalães, que têm opção de compra para mais dois anos.

Alexis Borges vai jogar no FC Barcelona em 2017/18, por empréstimo do FC Porto, sendo que o clube espanhol tem opção de compra para mais dois anos. O pivô de 26 anos é o primeiro andebolista português a representar os catalães, que foram campeões nacionais nas últimas sete épocas e que já se sagraram por nove vezes campeões europeus, um recorde. Recorde-se que Alexis nasceu em Cuba mas tem também nacionalidade portuguesa, estando apto a representar a seleção.

“Em primeiro lugar vou sentir saudades dos colegas de equipa e depois dos adeptos, que são muito importantes, estão sempre connosco a lutar. Vai ser difícil”, afirmou ao Porto Canal e www.fcporto.pt o jogador, que chegou ao clube em 2013 e que conquistou dois Campeonatos nacionais e uma Supertaça.

“É a melhor coisa que aconteceu na minha carreira, depois de tanto trabalho duro no FC Porto é o melhor prémio que posso ter”, concluiu Alexis Borges, que vai ter no seu posto específico concorrência de peso, por parte dos internacionais Cédric Sorhaindo (francês) e Kamil Syprzak (polaco).» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/andebol-alexis-borges-emprestado-ao-fc-barcelona.aspx

F.C. do Porto Andebol - Após 13 épocas consecutivas como jogador ao serviço do FC Porto, Ricardo Moreira vai terminar a carreira como atleta mas continuar ligado ao seu clube de sempre.



«RICARDO MOREIRA TERMINA CARREIRA MAS CONTINUA LIGADO AO CLUBE

Heptacampeão e Dragão de Ouro vai ser treinador das equipas B e de juniores.

Após 13 épocas consecutivas como jogador ao serviço do FC Porto, Ricardo Moreira vai terminar a carreira como atleta mas continuar ligado ao seu clube de sempre. O ponta-direita, que era capitão desde 2009, vai treinar as equipas de juniores e B do clube, dando continuidade a experiências anteriores ao serviço dos Dragões e do Colégio dos Carvalhos.

Termina assim o percurso como atleta de um dos melhores e mais titulados andebolistas de sempre do FC Porto, que recebeu o Dragão de Ouro de Atleta de Alta Competição referente a 2008/09. Nos azuis e brancos – que representa desde 1997, após os primeiros anos de formação no CPN, de Ermesinde –, Moreira foi por sete vezes campeão nacional (entre 2008/09 e 2014/15), sendo um dos três atletas que estiveram presentes em todas as temporadas do hepta (os outros são Hugo Laurentino e Gilberto Duarte). Para além disso tem no palmarés duas Taças de Portugal (2005/06 e 2006/07), três Supertaças (2001/02, 2009/10 e 2014/15) e duas Taças da Liga (2004/05 e 2007/08).

No extensíssimo currículo de Ricardo Moreira, 100 vezes internacional por Portugal (60 das quais pela seleção principal), cabem ainda uma Taça de Portugal júnior (1999/00) um Torneio das quatro Nações, no escalão de Sub-20 (2002), e participações na fase de grupos da Liga dos Campeões e Taça EHF. Individualmente, foi considerado o melhor jogador do Campeonato Nacional em 2009/10 e foi o melhor marcador em 2010/11.

Ricardo Moreira estará esta quarta-feira no programa Universo Porto do Porto Canal, a partir das 21h00, para abordar as suas novas funções e recordar um percurso como atleta que só pode merecer uma palavra por parte dos portistas: obrigado.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/andebol-ricardo-moreira-termina-carreira-mas-continua-ligado-ao-clube.aspx

Desporto Mergulho - O mergulhador Carlos Coste bateu o seu próprio recorde pessoal em 27 metros, alcançado seis anos antes.



«VENEZUELANO BATE RECORDE DO MUNDO AO NADAR 177 METROS EM APNEIA

O mergulhador Carlos Coste bateu o seu próprio recorde pessoal em 27 metros, alcançado seis anos antes.

O Livro dos Recordes do Guiness confirmou um novo recorde para o mergulho mais longo com uma única respiração. Pertence ao venezuelano Carlos Coste, que nadou 177 metros debaixo de água em apneia.

O mergulhador quebrou o seu próprio recorde em 27 metros que havia alcançado seis anos antes, com a maior distancia percorrida em águas abertas com apenas um folego. Foram necessários três minutos e cinco segundos para o mergulhador, de 41 anos, percorrer os 177 metros.

O feito ocorreu perto de Kralendijk, Bonaire, nas Antilhas Holandesas, na presença de um representante da Associação Internacional para o Desenvolvimento da Apneia (AIDA)

Conforme exigido pelas diretrizes do Livro dos Recordes do Guiness para este desafio, Carlos Coste não foi autorizado a usar qualquer aparelho de respiração durante a tentativa. Só lhe foi permitido usar barbatanas, uma mola no nariz e óculos de proteção.» in https://mood.sapo.pt/venezuelano-bate-recorde-do-mundo-ao-nadar-177-metros-em-apneia/

~
(Veja o vídeo da prova divulgado pelo Livro dos Recordes do Guiness)
Pin It button on image hover