17/01/18

Política de Educação - As placas de amianto já foram substituídas em pelo menos 300 escolas de todo o país, mas o material de isolamento que está a ser utilizado é o poliuretano que "não só é altamente inflamável, como tem componentes orgânicas voláteis que se vão libertando com a sua degradação e que são cancerígenas".



«MATERIAL USADO PARA SUBSTITUIR AMIANTO NAS ESCOLAS É CANCERÍGENO

Quem o diz é a coordenadora da organização ambientalista Quercus, Carmen Lima, que garante que as placas com poliuretano que estão a ser usadas para substituir as estruturas de amianto nas escolas têm componentes orgânicas potencialmente cancerígenas.

As placas de amianto já foram substituídas em pelo menos 300 escolas de todo o país, mas o material de isolamento que está a ser utilizado é o poliuretano que "não só é altamente inflamável, como tem componentes orgânicas voláteis que se vão libertando com a sua degradação e que são cancerígenas".

A notícia é avançada hoje pelo jornal Público. Segundo a coordenadora da Quercus - Associação Nacional de Conservação da Natureza, Carmen Lima, este material está a ser utilizado para substituir as coberturas com amianto, cuja utilização é proibida em Portugal desde 2005.

A utilização de amianto foi proibida, precisamente, porque a exposição a este componente pode causar cancro.

Por outro lado, segundo o jornal, as operações de retirada de amianto podem ser particularmente perigosas para os trabalhadores envolvidos nas obras e para as pessoas que estão presentes no local devido ao perigo de libertação de fibras potencialmente cancerígenas.

Por isso, a Quercus defende que essa operação deve ser feita com o menor número de pessoas possível e devidamente protegidas para o efeito.» in https://lifestyle.sapo.pt/saude/noticias-saude/artigos/material-usado-para-substituir-amianto-nas-escolas-e-cancerigeno


(Químico demonstra os perigos do poliuretano)

F.C. do Porto Transferências - Médio criativo chega ao FC Porto por empréstimo do Portimonense e Rui Costa também deverá ser cedido, mas neste caso para a equipa B.



«PAULINHO DEVERÁ SER REFORÇO PARA SÉRGIO CONCEIÇÃO

Médio criativo chega ao FC Porto por empréstimo do Portimonense. Rui Costa também deverá ser cedido, mas neste caso para a equipa B.

Paulinho, uma das figuras do Portimonense, poderá estar a caminho do FC Porto. De acordo com o jornal O Jogo, o médio brasileiro faz parte de um estreitamento de relações entre 'dragões' e algarvios, que resultou de uma reunião estratégica entre os dois clubes.

Nesse sentido, o centrocampista ruma ao Dragão por empréstimo, mas não será o único. Rui Costa, jovem avançado que está cedido pelos algarvios ao Famalicão (é o segundo melhor marcador da Segunda Liga) também está a caminho da cidade Invicta, neste caso para evoluir na equipa B dos 'azuis e brancos'.

Para Portimão, refere a mesma publicação, devem seguir dois jogadores do FC Porto B.

Paulinho, recorde-se, chegou ao Portimonense na temporada 2016/17 e, esta época, já apontou três golos em 21 jogos disputados. Já Rui Costa soma 10 golos no Famalicão.» in https://desporto.sapo.pt/futebol/primeira-liga/artigos/paulinho-devera-ser-reforco-para-sergio-conceicao

Espaço - O Serviço Geológico norte-americano confirma a queda do meteorito no Michigan e acrescenta que provocou um sismo de magnitude 2 na escala de Richter.



«Meteorito avistado nos EUA

Um meteorito foi avistado na costa oeste dos EUA, na noite desta terça-feira. O Serviço Geológico norte-americano confirma a queda do meteorito no Michigan e acrescenta que provocou um sismo de magnitude 2 na escala de Richter.» in http://rr.sapo.pt/video/160763/meteorito-avistado-nos-eua

16/01/18

F.C. do Porto Estádio do Dragão - O Estádio do Dragão, no Porto, casa do FC Porto, é um dos nove candidatos a receber a Supertaça Europeia de futebol de 2020, anunciou hoje a UEFA.



«ESTÁDIO DO DRAGÃO É UM DOS NOVE CANDIDATOS A RECEBER A SUPERTAÇA EUROPEIA DE 2020

Terreno do FC Porto pode receber prova que coloca frente a frente o vencedor da Liga dos Campeões e o vencedor da Liga Europa.

O Estádio do Dragão, no Porto, casa do FC Porto, é um dos nove candidatos a receber a Supertaça Europeia de futebol de 2020, anunciou hoje a UEFA.

Concluído o processo de candidaturas, aberto em 08 de dezembro de 2017, são nove as federações elegíveis para receber a Supertaça2020, numa decisão que será anunciada em maio.

O Estádio do Dragão concorre com a Arena de Tirana (Albânia), Estádio do Dínamo (Bielorrússia), Olímpico de Helsínquia (Finlândia), Estádio do Nice (França), Estádio Sami Ofer (Israel), Estádio Almaty (Cazaquistão), Estádio Zimbru (Moldávia) e Estádio Windsor Park (Irlanda do Norte).

As federações que foram aceites pela UEFA devem agora apresentar um caderno de encargos pormenorizado do evento até 29 de março, após o que a proposta vencedora para receber a Supertaça2020 será revelada em maio.» in https://desporto.sapo.pt/futebol/supertaca-europeia/artigos/estadio-do-dragao-e-um-dos-nove-candidatos-a-receber-a-supertaca-europeia-de-2020

F.C. do Porto Bilhar - O FC Porto venceu na noite desta segunda-feira a formação do Centro Norton de Matos, por 3,5-0,5, na quinta jornada do Campeonato Nacional (zona Norte) de bilhar às três tabelas.



«BILHAR: DRAGÕES REGRESSAM AOS TRIUNFOS FRENTE AO NORTON DE MATOS

FC Porto venceu por 3,5-0,5 na quinta jornada do Campeonato Nacional (zona Norte).

O FC Porto venceu na noite desta segunda-feira a formação do Centro Norton de Matos, por 3,5-0,5, na quinta jornada do Campeonato Nacional (zona Norte) de bilhar às três tabelas. Este triunfo marca o regresso às vitórias, depois do empate no salão d´A Portuguesa de Leça, e permite aos portistas regressar ao topo da tabela, em igualdade pontual (13) com a formação da Dragon Force.

Na Academia de Bilhar do Estádio do Dragão, a vitória foi selada com triunfos de Alípio Jorge sobre Miguel Rocha (40-29, 39 entradas), Santos Oliveira sobre Maia Gonçalves (40-24, 32) e de Rui Manuel Costa sobre Paulo Andrade (40-32, 42). Na mesa quatro, Fernando Cunha empatou a 36 (50 entradas) com Jorge Sales.

Na próxima jornada os azuis e brancos jogam em Matosinhos, no salão do Leixões. A partida está agendada para as 21h30 do dia 22 de janeiro.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/bilhar-5jor-cn-zona-norte.aspx

Liga NOS - O Estoril-FC Porto da noite desta segunda-feira, relativo à 18.ª jornada da Liga NOS, foi suspenso ao intervalo, por questões de segurança relacionadas com um problema estrutural da bancada norte, que pôs em causa a segurança dos adeptos.



«JOGO NO ESTORIL SUSPENSO POR QUESTÕES DE SEGURANÇA

Problema estrutural na bancada norte ditou a interrupção ao intervalo.

O Estoril-FC Porto da noite desta segunda-feira, relativo à 18.ª jornada da Liga NOS, foi suspenso ao intervalo, por questões de segurança relacionadas com um problema estrutural da bancada norte, que pôs em causa a segurança dos adeptos.

Não ficou definida qualquer data para a partida, sendo que a mesma terá de ser acordada pelos dois clubes - apenas se colocou de parte a hipótese de terça-feira, 16 de janeiro. No final da primeira parte, os Dragões perdiam por 1-0, devido ao golo de Eduardo, aos 17 minutos.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/jogo-no-estoril-suspenso-por-questoes-de-seguranca.aspx

Música Portuguesa - A cantora Madalena Iglésias, que venceu o Festival da Canção em 1966 com a música "Ele e Ela", morreu hoje aos 78 anos numa clínica em Barcelona, Espanha, disse à Agência Lusa uma fonte familiar.



«Morreu a cantora Madalena Iglésias

A cantora, que venceu o Festival da Canção com a canção "Ele e Ela" morreu esta terça-feira em Barcelona.

A cantora Madalena Iglésias, que venceu o Festival da Canção em 1966 com a música "Ele e Ela", morreu hoje aos 78 anos numa clínica em Barcelona, Espanha, disse à Agência Lusa uma fonte familiar.

O velório da cançonetista realiza-se hoje a partir das 18:00 locais (17:00 em Portugal), na sala 18 do Tanatório de Collserola, em Barcelona.

Madalena Lucília Iglésias Doval nasceu a 24 de outubro de 1939 na freguesia de Santa Catarina, em Lisboa.

Madalena Iglésias iniciou carreira no Centro de Preparação de Artistas, na ex-Emissora Nacional, e em 1966 venceu o Festival RTP da Canção com o tema “Ele e Ela”, de Marco Canelhas.

Na altura, a artista já se tinha apresentado em 1959 na televisão espanhola e em 1960 foi eleita por votação popular, através de subscritos, Rainha da Rádio e da Televisão.

Participou no mesmo ano no I Grande Prémio TV da Canção Portuguesa com "Balada Das Palavras Perdidas" e "Na Tua Carta". Nesse ano venceu o Festival Hispano-Português de Aranda de Duero.

Ainda em 1960 estreou-se no cinema, ao lado de António Calvário, em "Uma Hora de Amor", de Augusto Fraga. Participou também no filme "Canção da Saudade", de Henrique Campos.

Em 1962 representou Portugal no Festival de Benidorm, que lhe abriu definitivamente as portas do mercado internacional. Realizou digressões por Espanha e pela América do Sul, gravou para a discográfica Belter e concorreu a diferentes festivais internacionais, como o Palma de Maiorca e o de Aranda del Duero, que venceu em 1964.

Com "Silêncio Entre Nós" ficou em 3º lugar no Grande Prémio da TV da Canção. Gravou também uma versão de "Sol de Inverno".

O momento alto da sua carreira foi a vitória no Festival RTP da Canção de 1966 com "Ele e Ela", um tema da autoria de Carlos Canelhas. "Él Y Ella", uma versão em espanhol da canção, foi editada em Espanha, na França e na Holanda.

Em 1969 voltou a participar no Festival da Canção com "Canção Para um Poeta" mas em 1972, depois de se casar, deixou a carreira artística e foi viver para a Venezuela. Em 1987 mudou-se para Barcelona, onde viveu até à sua morte.

Em 2008, em declarações à Lusa, a propósito da publicação da sua fotobiografia “Meu nome é Madalena Iglésias”, de autoria de Maria de Lourdes de Carvalho, a intérprete afirmou que sempre se sentiu perseguida pelo complexo da beleza, apesar de reconhecer que "estava à frente" do seu tempo.

No texto de abertura da sua fotobiografia, a cantora referiu-se à sua carreira, que ultrapassou as fronteiras nacionais, como “um caminho percorrido com entusiasmo, alegria, êxitos e algumas nuvens”, e garantia: “Tenho um pouco do que vibrei!”.

“Ao escolher a minha profissão/vocação, a procurei cumprir sempre com rigor e muita dignidade”, afirmou.

Além de “Ele e Ela”, do repertório da cantora fazem parte, entre outras, as canções "Silêncio Entre Nós", "Poema de Nós Dois", "Canção para um poeta", "Canção Que Alguém Me Cantou", "É Você, "Oração Na Neve" e "De Longe, Longe, Longe…", “Canção de Aveiro”, “Cuando Sali de Cuba”, “Ven esta noche”, “La frontera” e “La más bella del baile”.» in https://mag.sapo.pt/showbiz/artigos/morreu-a-cantora-madalena-iglesias


(ESC 1966 08 - Portugal - Madalena Iglésias - Ele e Ela)

"Ele e Ela
Madalena Iglésias
  
Sei quem ele é
Ele é bom rapaz
Um pouco tímido até
Vivia no sonho de encontrar o amor
Pois seu coração pedia mais,
Mais calor

Ela apareceu
E a beleza dela
Desde logo o prendeu
Gostam um do outro e agora ele diz
Que alcançou na vida o maior bem,
É feliz.

Só pensa nela
A toda a hora
Sonha com ela
P´la noite fora
Chora por ela
Se ela não vem

Só fala nela
Cada momento
Vive com ela
No pensamento
Ele sem ela
Não é ninguém"

15/01/18

Música Pop/Rock - Dolores Mary Eileen O'Riordan Burton (Limerick, 6 de setembro de 1971 — Londres, 15 de janeiro de 2018[1]), mais conhecida como Dolores O'Riordan, foi uma cantora irlandesa, vocalista da banda The Cranberries, a quem deu notoriedade, embora tenha estado fora da banda entre 2003 e 2009.



«Morreu Dolores O'Riordan, vocalista dos Cranberries

A causa de morte da cantora e compositora irlandesa ainda não é conhecida.

Morreu Dolores O'Riordan, vocalista dos Cranberries. A artista irlandesa, que faleceu esta segunda-feira aos 46 anos, encontrava-se em Londres para uma curta sessão de gravações, avança a RTE, televisão irlandesa.

A polícia foi chamada a um hotel em Park Lane, em Westminster, às 9h05, onde Dolores O'Riordan já se encontrava sem vida.

A declaração emitida pelo seu representante refere que a família da cantora está "devastada" e pede privacidade neste momento difícil.

Nascida a 6 de setembro de 1971 e batizada com o nome Dolores Mary Eileen O'Riordan, era a mais nova dos sete filhos dos seus pais. Em 1989, juntou-se aos Cranberries depois de responder a um anúncio colocado pelos irmãos Mike e Noel Hogan, fundadores do grupo. Após um promissor primeiro álbum, Everybody Else Is Doing It, So Why Can't We? (1993), berço de "Linger" e "Dreams", a banda atingiu grande sucesso com No Need to Argue, álbum de 1994 que continha o êxito "Zombie" - 17 milhões de cópias foram vendidas em todo o mundo.

Ao longo dos anos 90, o grupo lançaria To The Faithfull Departed (1996) e Bury the Hatchet (1999), antes de Wake Up and Smell the Coffee, já em 2001. Em 2003, os Cranberries anunciaram a sua separação, com O'Riordan a enveredar por uma carreira a solo que deu origem aos álbuns Are You Listening (2007) e No Baggage (2009).

O regresso dos Cranberries, anunciado em 2009, ofereceu à discografia da banda mais dois álbuns: Roses, de 2012, e Something Else, lançado no ano passado.

Os Cranberries estiveram várias vezes em Portugal, tendo o primeiro concerto do grupo entre nós tido lugar no Coliseu dos Recreios, em Lisboa, em 1995. A última atuação foi na edição de 2011 do festival Marés Vivas, em Gaia, um ano depois de uma apresentação no Campo Pequeno, em Lisboa.

Nos últimos tempos, a artista atuava também com o projeto D.A.R.K., do qual também faz parte o antigo baixista dos Smiths, Andy Rourke.

O'Riordan deixa três filhos - Taylor, de 20 anos, Molly, de 16, e Dakota, de 12 - fruto do seu casamento com Don Burton, ex-tour manager dos Duran Duran, que durou de 1994 a 2014.» in http://blitz.sapo.pt/principal/update/2018-01-15-Morreu-Dolores-ORiordan-vocalista-dos-Cranberries


Dolores O'Riordan - "Linger" - (Live at True Music on HDNet)


The Cranberries - "Zombie" 


Dolores O'Riordan e Sinfonia de Varsovia - "Zombie" 


The Cranberries - "Animal Instint" 


Dolores O'Riordan - "Ordinary Day" - (Official Video)


The Cranberries - "Ode to my family" 


The Cranberries - "When you gone" 


The Cranberries - "Dreams" 


The Cranberries - "Ridiculous Thoughts" 


The Cranberries - "I don't need" 


The Cranberries - "Stars" 


The Cranberries - "Tomorrow" 


Zucchero e Dolores O'Riordan - "Pure Love"


The Cranberries - "Avé Maria" 


Dolores O'Riordan e Pavarotti - "Ave Maria"


"Linger

If you, if you could return
Don't let it burn,don't let it fade
I'm sure I'm not being rude
But it's just your attitude
It's tearing me apart
It's ruining everything
I swore, I swore I would be true
And honey so did you
So why were you holding her hand
Is that the way we stand
Were you lying all the time
Was it just a game to you
(chorus)
But I'm in so deep
You know I'm such a fool for you
You got me wrapped around your finger
Do you have to let it linger
Do you have to, do you have to let it linger
Oh, I thought the world of you
I thought nothing could go wrong
But I was wrong, but I was wrong
If you, if you could get by
Trying not to lie
Things wouldn't be so confused
And I wouldn't feel so used
But you always really knew
I just wanna be with you"

F.C. do Porto Natação - A equipa absoluta do FC Porto foi segunda classificada na edição de 2018 do Troféu Speedo, que decorreu no passado fim de semana na Piscina de Campanhã.



«FC PORTO SUBIU AO PÓDIO NO TROFÉU SPEEDO

Dragões terminaram em segundo lugar a competição que decorreu na Piscina de Campanhã.

A equipa absoluta do FC Porto foi segunda classificada na edição de 2018 do Troféu Speedo, que decorreu no passado fim de semana na Piscina de Campanhã. Os Dragões somaram um total de 62 pontos, menos oito do que a equipa vencedora, o Famalicão. A fechar o pódio, na terceira posição, ficou o Fluvial Portuense, com 52 pontos.

Pese embora a vitória portista em todas as provas femininas, a desqualificação por falsa rendição da equipa masculina em duas das cinco provas do programa (4x100 bruços e 4x100 mariposa) acabou por condicionar a classificação geral da equipa azul e branca. No escalão de Infantis, o FC Porto terminou em terceiro lugar, enquanto no escalão Master venceu todas as provas do programa. Em Cadetes, os portistas ficaram no quarto lugar.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/Natacao-Trofeu-Speedo-2018.aspx


Natação: FC Porto subiu ao pódio no Troféu Speedo (15/01/18)

F.C. do Porto Atletas Internacionais - Atual treinador, Sérgio Conceição, foi reforço enquanto jogador profissional, no inverno em 2003/04, após rescindir com os italianos da Lazio.



«HÁ 14 ANOS, SÉRGIO CONCEIÇÃO REGRESSAVA AO FC PORTO

Atual treinador foi reforço de inverno em 2003/04, após rescindir com os italianos da Lazio. Chegou para ser campeão.

A 15 de janeiro de 2004, ​​há precisamente 14 anos, Sérgio Conceição estava de volta ao FC Porto, aos 29 anos, depois de ter rescindido com a Lazio. Por vontade própria, como admitiu na altura, apesar de ter outras propostas em carteira: “Vou regressar a casa. Queria voltar a Portugal e ao FC Porto. Estou a concretizar um sonho. Tinha outras ofertas superiores, mas o mais importante é estar onde sou feliz.”

E foi feliz. Depois de seis anos no estrangeiro, Sérgio chegou a uma equipa vencedora e para ser novamente campeão nacional – já o tinha sido por duas vezes na primeira passagem pela equipa principal dos Dragões, em 1996/1997 e 1997/1998.

O extremo , que já tinha atuado pela Lazio na Liga dos Campeões, não conseguiu ajudar o FC Porto a triunfar na Europa, mas contribuiu para a conquista da Primeira Liga, prova em que realizou 12 jogos. A estreia, no regresso a casa, foi coroada com um golo frente ao Vilafranquense, a 21 de janeiro de 2004, para os oitavos de final da Taça de Portugal que terminou com uma vitória da equipa treinada por José Mourinho, por 4-0.

Hoje, 5114 dias depois de ter assinado e regressado ao FC Porto, estará no banco para orientar a equipa no jogo da Liga frente ao Estoril, às 21h00, no Estádio António Coimbra da Mota.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/regresso-de-sergio-conceicao.aspx


(O percurso de Sérgio Conceição de Coimbra ao Dragão)

F.C. do Porto Desporto Adaptado - A equipa de natação adaptada do FC Porto terminou em quarto lugar o IV Troféu das Fogaceiras, que decorreu este fim de semana, em Santa Maria da Feira.



«NATAÇÃO ADAPTADA: EQUIPA PORTISTA EM QUARTO NO TROFÉU DAS FOGACEIRAS

Competição decorreu este fim de semana, em Santa Maria da Feira.

A equipa de natação adaptada do FC Porto terminou em quarto lugar o IV Troféu das Fogaceiras, que decorreu este fim de semana, em Santa Maria da Feira. Os Dragões somaram um total de 328 pontos e não lograram chegar ao pódio, mas obtiveram 47 TAC's (Tempos de Aferição aos Campeonatos) para o Campeonato Nacional de Verão, que decorrerá a 3 e 4 de Fevereiro, em Vila Franca de Xira.

Ainda no IV Troféu das Fogaceiras, a equipa portista conquistou mínimos A para o "8th DSISO Down Syndrome World Swimming Championships – Truro", três obtidos por Rui Miguel Pestana (100m bruços, 50m bruços e 50m livres), dois por Sara Duarte (50m costa e 50m livres) e um por Hugo Gonçalves (50m livres), sendo que estes atletas lutarão até 30 de abril por algumas das oito vagas disponíveis para essa prova.

Noutro âmbito, a equipa de boccia do FC Porto participou na primeira fase do Campeonato Regional BC3, que decorreu em Paredes, na qual competiu com três jovens atletas: Rui Ribeiro e Tiago Tavares, na 1.ª Divisão, e Alice Moreira, na 2.ª Divisão. Alice Moreira, de apenas 15 anos, alcançou o terceiro lugar naquela que foi a primeira participação nesta prova.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/Natacao-Adaptada-Equipa-portista-em-quarto-no-Trofeu-das-Fogaceiras.aspx

14/01/18

F.C. do Porto Sub 17 Futebol: F.C. do Porto 1 vs Académica de Coimbra 0 - Golo de Rodrigo Valente deu o triunfo aos Dragões, numa vitória tangencial, na sétima jornada da segunda fase do campeonato.



«SUB-17 VENCEM ACADÉMICA NO OLIVAL

Golo de Rodrigo Valente deu o triunfo aos Dragões (1-0), na sétima jornada da segunda fase do campeonato.

A equipa de Sub-17 do FC Porto recebeu e bateu este domingo a Académica (1-0), no Olival, em partida a contar para a sétima jornada da segunda fase do Campeonato Nacional de Juniores B. Os Dragões, que mantêm a liderança isolada da série Norte, com mais um ponto do que o Sporting de Braga, deslocam-se ao terreno do Anadia na oitava ronda (21 de janeiro, 11h00).

O duelo com a Briosa esteve muito longe de ser fácil e a realidade é que o nulo se arrastou até intervalo, pese embora algum ascendente portista. O golo que decidiu o encontro surgiu pouco depois do reatamento e foi assinado pelo capitão Rodrigo Valente, que não perdoou da marca de grande penalidade (47m). A Académica foi um adversário à altura do líder, mas os azuis e brancos fizeram por justificar os três pontos.

Os Sub-17 portistas, comandados por Mário Silva, alinharam com Francisco Meixedo, Tomás Esteves, Tiago Matos, Levi, Alexandre Moutinho, Mané, Cláudio Major, Rafa (Duarte Moreira, 63m), Rodrigo Valente (Tiago Ribeiro, 55m), Gonçalo Borges e Fábio Silva (Edgar Pereira, 80m).» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/Sub17-FC-Porto-Academica-7a-jor-2a-fase-CNJB-1718.aspx

Religião São Gonçalo de Amarante - Ex-voto para São Gonçalo de Amarante, 1744, integra coleção do Museu de Arte Sacra de Amarante.


Figure 4 Ex-voto to São Gonçalo do Amarante, 1744. Museu de Arte Sacra de Amarante. (Published in Furtado et al., Cartografia da conquista das minas. Lisbon: Kappa / Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2004.)


«São Gonçalo de Amarante
APL 986
São Gonçalo de Amarante era filho de uns agricultores de Guimarães.
Um dia, houve uma festa na sua aldeia. Os seus pais foram à festa e disseram a São Gonçalo para ficar em casa a guardar o milho dos pássaros que estava na eira a secar ao sol.
São Gonçalo queria ir muito a essa festa. Então chamou os passarinhos e guardou-os no beiral. De seguida, foi para a festa. Os pais, quando o viram, disseram-lhe que, se chegassem a casa e os pássaros tivessem comido o milho, levaria uma grande tareia. Então São Gonçalo contou-lhes o que se tinha passado.
Quando chegaram a casa, os pais ficaram muito admirados com o que ele tinha feito. Abriram o beiral e os passarinhos foram todos embora.
Como São Gonçalo não gostava de Guimarães, pegou na sua bengala e atirou-a ao ar, indo cair a uma terra chamada Lixa. Ele não gostou daquela terra e atirou-a novamente, indo cair em Amarante. Aí ficou e começou a construir um mosteiro. Como não tinha como levar a pedra, pediu a um agricultor para lhe emprestar os bois e o carro.
O agricultor disse que lhos emprestava, mas havia um problema: os bois eram muito bravos. São Gonçalo disse que não se importava e que ficava na mesma com eles. Quando os tomou, os bois ficaram mansos.
Depois de acabar de construir o mosteiro, os pedreiros não tinham como descer e atiraram-se abaixo.
O primeiro que saltou disse:
– Valha-me Deus!
Este caiu e sobreviveu.
O segundo disse:
– Valha-me a minha mulher!
Caiu e morreu.
O terceiro disse:
– Valha-me São Gonçalo!
Sobreviveu.

Um dia, São Gonçalo desapareceu. Dizem que ele está por debaixo do mosteiro, num túnel que vai dar ao rio Tâmega. Dizem também que todas as semanas vai lá um homem cortar-lhe a barba.» in Fonte Biblio AA. VV., - Literatura Portuguesa de Tradição Oral s/l, Projecto Vercial - Univ. Trás -os-Montes e Alto Douro, 2003 , p.CR3



"Oração de São Gonçalo de Amarante

Glorioso São Gonçalo, que viestes voltado para o amor
a Deus na pessoa do próximo e agora gozais no céu o
prêmio de ter observado na terra o mandamento máximo
“amai-vos uns aos outros como Eu vos amei”, dignai-vos
interceder por nós que ainda vivemos num mundo impregnado
de grosseiro materialismo, a fim de que
saibamos aproveitar o exemplo que nos deixastes e assim
alcançaremos as graças que melhor nos inclinem à prática
da virtude e à bem-aventurança eterna.
Glorioso São Gonçalo, inspirai-nos as melhores
disposições para que possamos corresponder ao
amor que Deus nos tem e adaptarmos sempre a nossa vida
às exigências deste amor.

Amém."

https://rezairezairezai.blogspot.pt/2017/01/milagres-de-sao-goncalo-o-santo-que.html

Ledman LigaPro: Gil Vicente 0 vs F.C. do Porto B 1 - FC Porto B venceu o Gil Vicente por uma bola sem resposta e reforçou a liderança da Ledman LigaPro, no arranque da segunda volta.



«ANDRÉ PEREIRA E DIOGO COSTA DECISIVOS NA VITÓRIA EM BARCELOS

FC Porto B venceu o Gil Vicente por 1-0 e reforçou a liderança da Ledman LigaPro, no arranque da segunda volta.

O FC Porto B bateu o Gil Vicente por 1-0, chegou à quinta vitória consecutiva na Ledman LigaPro – a melhor série da temporada – e reforçou o primeiro lugar da classificação​, com 40 pontos, mais seis do que o Académico de Viseu, na segunda posição. No jogo disputado na manhã deste domingo em Barcelos, relativo à 20.ª jornada, a primeira da segunda volta, André Pereira foi o autor do golo dos portistas, que tiveram em Diogo Costa outra das duas figuras: o jovem guarda-redes defendeu uma grande penalidade no último minuto do tempo regulamentar e segurou os três pontos à equipa orientada por António Folha.

Foi uma primeira parte equilibrada aquela que se assistiu no Municipal de Barcelos, ainda que com um ligeiro ascendente dos azuis e brancos frente a um adversário bem organizado defensivamente, que apostava sobretudo no contra-ataque para chegar à baliza de Diogo Costa. O guarda-redes portista começou por se destacar ao negar o golo a Fall (7m) com uma bela intervenção, naquela que foi a melhor oportunidade dos gilistas nos primeiros 45 minutos. Os Dragões, que tiveram mais posse de bola, também podiam ter inaugurado o marcador, por Fede Varela (28m), mas foi com uma igualdade a zero que o encontro chegou ao intervalo.

No segundo tempo, o Gil Vicente entrou ligeiramente melhor e esteve perto de marcar: primeiro por Frédéric Maciel, antigo jogador do FC Porto, num remate bem defendido por Diogo Costa (61m); e logo a seguir, na sequência do canto, Luizão evitou o golo em cima da linha (61m). Os barcelenses estavam por cima nesta fase da partida, mas foram os portistas a chegar ao golo: servido por Galeno, André Pereira atirou cruzado e colocado para o fundo da baliza de Rui Sacramento (70m) – foi o oitavo golo do avançado na Segunda Liga, que assim alcança Fede Varela no topo da lista de melhores marcadores portistas na prova.

A vantagem animou o FC Porto B, que voltou a estar perto de dilatar a vantagem pouco depois, mas o remate de Galeno, que levava selo de golo, foi desviado para canto por um defesa (77m). Não foi a última grande oportunidade de golo de um jogo, porque em cima do minuto 90, o Gil Vicente dispôs de uma grande penalidade, por intermédio James Igbekeme, mas que foi defendida, com toda a classe, por Diogo Costa, como já tinha feito no fim de semana passado no clássico frente ao Benfica B (3-1).

O guarda-redes da cantera azul e branca foi uma das figuras deste encontro em que o resultado foi melhor do que a exibição, de acordo com António Folha: “Não fizemos um excelente jogo, hoje pretendíamos mais qualidade e hoje não conseguimos. Temos vindo a fazer boas exibições, mas por mérito do Gil Vicente, que soube tapar bem os caminhos para a baliza, não fizemos um bom jogo. Ganhámos, conquistámos os três pontos e acabámos por ter sorte e mérito no final, com a grande defesa do Diogo no penálti”, afirmou o treinador do FC Porto B, que agora vai preparar a receção ao Arouca, agenda para o próximo domingo, às 15h00, no Estádio de Pedroso, e com transmissão em direto no Porto Canal.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/gil-vicente-fcportob-sl-20aj-140118.aspx

F.C. do Porto Basquetebol: F.C. do Porto 89 vs S.L. Benfica 81 - FC Porto venceu o Benfica, no Dragão Caixa, na 15.ª jornada da primeira fase da Liga.



«CLÁSSICO AZUL E BRANCO

FC Porto venceu o Benfica (89-81), no Dragão Caixa, na 15.ª jornada da primeira fase da Liga.

O FC Porto recebeu e bateu este sábado o Benfica (89-81), no Dragão Caixa, em partida a contar para a 15.ª jornada da primeira fase da Liga Portuguesa de Basquetebol. Os azuis e brancos, que seguem na terceira posição da tabela, voltam a entrar em campo no dia 20 de janeiro (sábado), novamente no Dragão Caixa, frente ao Terceira Basket. O encontro, da 16.ª ronda, arranca às 18h30 (Porto Canal).

Se o primeiro período deixava antever algum equilíbrio, pese embora o ligeiro ascendente do FC Porto (20-16), os segundos dez minutos foram totalmente azuis e brancos. Com um parcial demolidor de 33-13, os Dragões protagonizaram um segundo período a roçar a perfeição e chegaram ao intervalo com 24 pontos de vantagem sobre os lisboetas (53-29). Will Sheehey (13 pontos) era o portista mais inspirado por esta altura, mas a (grande) diferença foi estabelecida pelo coletivo.

O descanso fez melhor ao Benfica do que ao FC Porto e o terceiro período foi uma antítese do segundo. Os lisboetas aplicaram um parcial de 37-16 e a vantagem portista foi-se esfumando com o tempo, sendo apenas de três pontos à entrada para os derradeiros dez minutos (69-66). Apesar da queda, o FC Porto levantou-se e não deixou fugir o triunfo: 89-81 foram os números finais, com Will Sheehey (24 pontos), Sasa Borovnjak (12 pontos e 6 ressaltos), Marcus Gilbert (12 pontos) e Will Hanley (11 pontos e 6 ressaltos) em destaque na equipa portista.

“Continuamos a ser a mesma equipa que não tem consistência, pois sofrer 37 pontos num período não é normal. Pode ser o Benfica, os Lakers ou os Warriors, mas não podemos sofrer 37 pontos num só período. O nível de desconcentração foi brutal. A diferença ao intervalo era justa pelo que se passou em campo, mas temos de conseguir ser uma equipa muito mais consistente. Foi mais uma vitória. O equilíbrio pode ser a característica dos próximos jogos entre FC Porto e Benfica. Não é normal ganhar um jogo em que se sofre 37 pontos num período, mas conseguimos”, afirmou Moncho López, no final da partida, em declarações ao Porto Canal.

FICHA DE JOGO

FC PORTO-BENFICA, 89-81
Liga Portuguesa de Basquetebol, fase 1, 15.ª jornada
13 de janeiro de 2018
Dragão Caixa, Porto

Árbitros: Fernando Rocha, Luís Lopes e Sónia Teixeira

FC PORTO: Pedro Bastos (8), Marcus Gilbert (12), Will Sheehey (24), Will Hanley (11) e Sasa Borovnjak (12)
Suplentes: André Bessa (2), Miguel Queiroz (5), Pedro Pinto (6), Ferrán Ventura, António Monteiro, Miguel Miranda (9) e Keven Gomes
Treinador: Moncho López

BENFICA: Jesse Sanders (11), Tomás Barroso (19), José Silva (20), Raven Barber (4), Antywane Robinson (10)
Suplentes: João Soares (1), Aljaz Slutej, Nuno Oliveira (4), Cláudio Fonseca (1), Carlos Andrade (8) e Nicolas dos Santos (3)
Treinador: José Ricardo

Ao intervalo: 53-29
Parciais: 20-16, 33-13, 16-37, 20-15» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/FC-Porto-Benfica-15a-jor-1a-fase-LPB-1718.aspx
Pin It button on image hover