31/10/18

F.C. do Porto Atletas Internacionais - Quintana explica como fez aquela defesa no Portugal-Roménia, considerada pela EHF como a melhor da dupla jornada de qualificação para o Euro 2020.



«"É O RESULTADO DE MUITO TRABALHO DENTRO E FORA DA BALIZA"
31 DE OUTUBRO DE 2018 15:14

Quintana explica como fez aquela defesa no Portugal-Roménia, considerada pela EHF como a melhor da dupla jornada de qualificação para o Euro 2020.

Antes de iniciar mais um treino de preparação para a deslocação de sábado (15h00) ao pavilhão do ABC, Alfredo Quintana falou ao Portal do FC Porto e ao Porto Canal sobre a fantástica defesa que fez na vitória da Seleção Nacional de andebol sobre a Roménia e que foi eleita pela Federação Europeia de Andebol como a melhor de todas dos jogos das duas primeiras jornadas da fase de qualificação para o Europeu 2020.

Naturalmente feliz com o distinção da EHF, o guarda-redes portista explicou que aquele paradón aos 46 minutos é “o resultado de muito trabalho”, não só na baliza mas também fora dela, na visionamento de vídeos dos jogos dos adversários.

Vídeos de trabalho
“A defesa-me saiu bem. O adversário vinha em contra-ataque, percebi que ele ia rematar para o segundo poste, levantei a perna e consegui. É o resultado de muito trabalho também fora da baliza, com a visualização de muitos vídeos dos jogos dos adversários.”

A distinção da EHF
“É importante porque é o reconhecimento do meu trabalho, mas o mais importante é que conseguimos a vitória e eu consegui ajudar a equipa. Calhou-me a mim, mas qualquer outro jogador poderia ter sido o melhor da nossa equipa, porque jogámos todos bem.”

Os resultados aparecem
“Tenho trabalhado muito, quer aqui, no FC Porto, quer na seleção. Os resultados apareceram no clube e agora aparecem na seleção. Só tenho que continuar a trabalhar e focado para conseguirmos os objetivos de apuramento para o Campeonato da Europa.”

A seleção e o Euro 2020
“Temos os pés bem assentes na terra e temos bem claro na cabeça aquilo que queremos, que é estarmos no Campeonato da Europa. Sabíamos que era importante ganhar estes dois primeiros jogos.”» in https://www.fcporto.pt/pt/noticias/20181031-pt-e-o-resultado-de-muito-trabalho-dentro-e-fora-da-baliza


(Quintana: "É o resultado do trabalho dentro e fora da baliza")

F.C. do Porto Basquetebol: Rilski Sportist 81 vs F.C. do Porto 88 - Dragões bateram o Rilski Sportist (88-81), na Bulgária, na 3.ª jornada do Grupo F da Taça da Europa da FIBA.



«PRIMEIRA VITÓRIA PORTISTA NA TAÇA DA EUROPA DA FIBA
31 DE OUTUBRO DE 2018 18:21

Dragões bateram o Rilski Sportist (88-81), na Bulgária, na 3.ª jornada do Grupo F da Taça da Europa da FIBA.

O FC Porto venceu esta quarta-feira o Rilski Sportist (88-81), na Bulgária, na 3.ª jornada do Grupo F da Taça da Europa da FIBA, somando assim o primeiro triunfo na prova. Os azuis e brancos ocupam a terceira posição do grupo, com quatro pontos, menos dois do que o Alba Fehervar e menos um do que o Pallacanestro Varese.

O jogo na Bulgária não começou de feição para o FC Porto, mas a verdade é que os Dragões foram ganhando confiança com o passar do tempo e chegaram ao final do primeiro período na frente (20-18), aumentando a vantagem para sete pontos no caminho para o intervalo (42-35). O Rilski Sportist protagonizou uma reação forte após o reatamento, mas o FC Porto manteve-se por cima à entrada para o quarto e derradeiro período (60-57), no qual colocou o carimbo que faltava na primeira vitória na Taça da Europa da FIBA (88-81).

Os azuis e brancos voltam a entrar em campo no próximo sábado (3 de novembro), no Pavilhão da Luz, em Lisboa, frente ao Benfica. O clássico, da 5.ª jornada da 1.ª fase da Liga Portuguesa de Basquetebol, inicia-se às 15h00.

FICHA DE JOGO

RILSKI SPORTIST-FC PORTO, 81-88
Taça da Europa da FIBA, Grupo F, 3.ª jornada
31 de outubro de 2018
Arena Samokov, Samokov (Bulgária)

Árbitros: Charalampos Karakatsounis (Grécia), Radomir Vojinovic (Montenegro) e Stanislav Valeev (Rússia)

RILSKI SPORTIST: Arthur Edwards (7), Evgeni Hadzhirusev (5), Tony Gugino (10), Zlatin Georgiev (16) e Jalen Jenkins (16)
Suplentes: Ousmane Barro, Nikolay Gelov, Yordan Bozov (2), Eugene Leroy Harris IV (9), Dimitar Marincheshki (11), Miroslav Vasov e Martin Marinov (5)
Treinador: Ludmil Hadjisotirov

FC PORTO: Toni Prostran (8), Vladyslav Voytso, João Soares (15), Sasa Borovnjak (12) e Miguel Queiroz (15)
Suplentes: Will Sheehey (24), Boris Barac (5), Ferrán Ventura, Pedro Pinto (3), Keven Gomes, Diogo Araújo (6) e Pedro Bastos
Treinador: Moncho López

Ao intervalo: 35-42
Parciais: 18-20, 17-22, 22-18, 24-28» in https://www.fcporto.pt/pt/noticias/20181031-pt-primeira-vitoria-portista-na-taca-da-europa-da-fiba


Basquetebol: Rilski Sportist-FC Porto, 81-88 (Taça da Europa da FIBA, Grupo F, 3.ª jornada,31/10/18)

Desporto Criminalidade - António Simões nega que tenha mentido, quando acusou a BTV de censura.




«SIMÕES 'ATACA' LF VIEIRA: "NUNCA MENTI. O PRESIDENTE DO BENFICA É QUE MENTIU QUANDO FALOU DO CARLOS JANELA"

LF Vieira acusou Simões de ter mentido.

António Simões nega que tenha mentido, quando acusou a BTV de censura. A antiga glória dos 'encarnados' foi acusado por Luís Filipe Vieira de ter mentido. Em declarações ao jornal 'Record', Simões defende que quem mente é o presidente do Benfica, quando afirma que Carlos Janela não é pago pelo Benfica.

"Sou um homem livre e isso incomoda porque a oposição está toda lá dentro. Nunca menti! Aliás, o presidente do Benfica é que mentiu quando falou do Carlos Janela", disse o antigo extremo do clube da Luz, em resposta às declarações de Luís Filipe Vieira sobre Janela.

De recordar que na noite desta terça-feira, em entrevista à 'TVI' e 'TVI24', o presidente do Benfica negou que haja cartilha no clube, sublinhando que Carlos Janela nem é funcionário do Benfica.

"Cartilha no Benfica? Está enganado. Só há uma voz no Benfica e sou eu. Os comentadores falam o que querem falar. De certeza que o Luís Bernardo e o João Gabriel não fizeram isso. Do Benfica não receberam nada. Não há cartilha nenhuma. O Benfica nunca deu uma cartilha a ninguém. Carlos Janela? Nem é empregado do Benfica. Não há nenhuma ligação", atirou.

Na mesma entrevista, LF Vieira acusou Simões de mentir.

"Não vou falar muito de António Simões por respeito ao Benfica. Posso dizer apenas que ele mentiu. Quando quiser clarificar isto de vez tem de falar comigo. O Benfica respeita-o mas ele tem de respeitar o Benfica", sublinhou.

Esta polémica vem na sequência das declarações de Simões que acusa os 'encarnados' de o ter afastado da BTV. Em causa terão estado as declarações da antiga glória 'encarnada' contra Pedro Guerra, comentador afeto ao clube.

Ricardo Palacin, diretor da estação televisiva das 'águias', e Luís Bernardo, diretor de informação do clube da Luz, negaram que haja censura na BTV. Palacin chegou a dizer que as antigas glórias do clube tinham sido substituídas por advogados e outras personalidades ligados ao Direito como forma de informar os benfiquistas sobre os casos que decorrem na justiça sobre o Benfica.» in https://desporto.sapo.pt/futebol/primeira-liga/artigos/simoes-ataca-lf-vieira-nunca-meti-o-presidente-do-benfica-e-que-mentiu-quando-falou-do-carlos-janela

Política Nacional - A fotografia foi partilhada pelo fotojornalista da Reuters, Rafael Marchante, onde identifica a deputada do Partido Socialista Isabel Moreira, a pintar as unhas.



«Deputada Isabel Moreira fotografada a pintar as unhas durante debate do Orçamento

O momento foi registado esta tarde, no Parlamento, pelo fotojornalista da Reuters. Deputada do PS não quis comentar.

A fotografia foi partilhada pelo fotojornalista da Reuters, Rafael Marchante, onde identifica a deputada do Partido Socialista Isabel Moreira, a pintar as unhas. O momento foi registado durante esta tarde, no primeiro dia de discussão na generalidade do Orçamento do Estado para 2019, na sala do plenário da Assembleia da República.

Questionada pelo DN, Isabel Moreira recusou tecer quaisquer comentários sobre o assunto.

Rapidamente a fotografia começou a circular nas redes sociais e os comentários dirigidos a Isabel Moreira começaram a surgir na sua página de Facebook. "Senhora deputada, é para isto que é paga?" e "grande moral" - as reações foram-se sucedendo.

Também surgiram opiniões a desvalorizar o gesto da deputada, incluindo um colunista do Observador, Luís Aguiar-Conraria, um assessor do Bloco de Esquerda, Tiago Ivo Cruz, e a jornalista e colunista do DN Fernanda Câncio, entre outros.

Alguns comentários feitos numa publicação em que Isabel Moreira elogiava o discurso do deputado Fernando Rocha Andrade acabaram por desaparecer.» in https://www.dn.pt/poder/interior/deputada-isabel-moreira-fotografada-a-pintar-as-unhas-durante-debate-do-orcamento-10105627.html


(Deputada Isabel Moreira apanhada a pintar as unhas no Parlamento... em plena discussão do Orçamento)

30/10/18

Arte Desenho - O primeiro desenho original criado por um robô, concebido por Leonel Moura, artista pioneiro nesta área, em Portugal, foi vendido em leilão, por 5.000 euros, em Lisboa, revelou hoje à agência Lusa fonte da leiloeira.



«Desenho criado por robô do artista Leonel Moura vendido por 5.000 euros

O primeiro desenho original criado por um robô, concebido por Leonel Moura, artista pioneiro nesta área, em Portugal, foi vendido em leilão, por 5.000 euros, em Lisboa, revelou hoje à agência Lusa fonte da leiloeira.

Contactado pela Lusa, Filipe Costa, assessor da leiloeira Cabral Moncada, indicou que a obra foi comprada por um colecionador particular durante o leilão presencial que decorreu na segunda-feira à noite, em Lisboa.

"É um facto histórico porque é a primeira vez, de que tenhamos conhecimento, que uma obra desta natureza é vendida em leilão, em Portugal", comentou o responsável.

Intitulada "SP0008", a pintura de 30 por 30 centímetros foi realizada em acrílico sobre papel, e está assinada e datada de 10 de janeiro de 2002.

Nessa data, o artista Leonel Moura colocou um pincel, mergulhado em tinta azul, num braço robótico comandado por um programa de Inteligência Artificial (IA), que desenhou autonomamente um conjunto de linhas numa composição abstrata.

O desenho foi capa da revista do MIT (Massachusetts Institute of Technology)“Artificial Life”, em 2008, despertando o interesse do meio científico, e também da revista Flash Art, dedicada à arte contemporânea, que o reproduziu na edição de setembro de 2017, num artigo dedicado à nova arte de base digital.

A obra já não pertence ao artista Leonel Moura, e tinha sido apresentada para venda em leilão por um particular.

Contactado pela Lusa, Leonel Moura, mostrou-se surpreendido com a venda, assinalando que "contou também o fator raridade".

"Estas obras são raras no contexto da arte contemporânea. E essa é uma qualidade muito apreciada pelos colecionadores”, comentou.

A venda de uma obra de arte criada por IA "significa que finalmente a arte robótica entrou no mercado da arte em Portugal", acrescentou.

Em março deste ano, o artista português apresentou um conjunto de robôs pintores, de sua autoria, numa exposição sobre o uso destas máquinas na arte, realizada no Grand Palais, em Paris.

A mostra constituiu uma das primeiras abordagens museológicas desta nova forma de arte, e reuniu obras de alguns artistas que foram precursores mundiais, como Jean Tinguely, e outros nomes, como Nicolas Schöffer, Patrick Tresset, So Kanno, Takahiro Yamaguchi, J. Lee Thompson, e Arcangelo Sassolino.

Intitulada “Artistes & Robots”, a mostra apresentou, entre peças de outros artistas, um conjunto de robôs de Leonel Moura que criavamm, em tempo real e de forma autónoma, pinturas originais.

A peça de Moura era uma arena, no interior da qual se encontram os robôs em ação, e nas paredes são apresentadas duas grandes pinturas finalizadas, podendo os visitantes observar ao vivo a 'performance' robótica e o resultado.

Em Portugal, Leonel Moura é um artista pioneiro da aplicação da inteligência artificial e da robótica na arte, e tem realizado exposições, conferências e livros em todo o mundo sobre a IA.

Entre outras obras, Leonel Moura publicou, em 2013, "Robot Art", com o essencial do seu trabalho com robôs aplicados à arte, e, em 2016, "Robots and Art", editado pela Springer, com textos de artistas de referência nesta área.» in https://24.sapo.pt/atualidade/artigos/desenho-criado-por-robo-do-artista-leonel-moura-vendido-por-5-000-euros

Desporto Corrupção - A Polícia Judiciária solicitou os extractos bancários dos funcionários judiciais suspeitos de passar informações confidenciais a Paulo Gonçalves, ex-assessor jurídico do Benfica, e encontrou vários depósitos em dinheiro e transferências cuja origem não foi identificada.



«E-TOUPEIRA: PJ DESCOBRE TRANSFERÊNCIAS E DEPÓSITOS EM DINHEIRO NAS CONTAS DOS SUSPEITOS

Muitos dos depósitos foram em numerário o que torna praticamente impossível saber de onde veio o dinheiro nas contas dos suspeitos.

A Polícia Judiciária solicitou os extractos bancários dos funcionários judiciais suspeitos de passar informações confidenciais a Paulo Gonçalves, ex-assessor jurídico do Benfica, e encontrou vários depósitos em dinheiro e transferências cuja origem não foi identificada.

Segundo escreve o jornal Correio da Manhã, durante a investigação no processo e-Toupeira, os inspetores da Polícia Judiciária solicitaram os extractos bancários dos funcionários judiciais suspeitos de enviarem informação a Paulo Gonçalves com o objetivo de encontrar factos susceptíveis de enquadrar o crime de corrupção.

De acordo com a informação veiculada pelo referido diário, as autoridades encontraram transferências e depósitos em quantias entre os 10 e os 20 mil euros nas contas de José Augusto Silva e Júlio Loureiro.

Depois de serem analisadas três contas bancárias de José Augusto Silva, a Polícia Judiciária encontrou depósitos em dinheiro e transferências cuja origem não foi identificada sendo que no total, em 2017, entraram nesta conta mais de 10 mil euros.

Os inspectores não conseguiram identificar a origem do dinheiro pelo facto de muitos dos depósitos terem sido dinheiro vivo. Os dois arguidos serão confrontados com estes dados no interrogatório marcado para 13 e 14 de novembro.» in https://desporto.sapo.pt/futebol/primeira-liga/artigos/e-toupeira-pj-descobre-transferencias-e-depositos-em-dinheiro-nas-contas-dos-suspeitos

29/10/18

F.C. do Porto Solidário - O FC Porto volta a associar-se à Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) que realiza o seu peditório anual de 31 de outubro a 4 de novembro, abrindo as portas do Estádio do Dragão aos voluntários da associação no jogo com o Varzim, esta quarta-feira (19h), para a Taça da Liga.



«PEDITÓRIO DA LIGA PORTUGUESA CONTRA O CANCRO PASSA PELO DRAGÃO
29 DE OUTUBRO DE 2018 13:15

FC Porto volta a associar-se a esta causa.

O FC Porto volta a associar-se à Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) que realiza o seu peditório anual de 31 de outubro a 4 de novembro, abrindo as portas do Estádio do Dragão aos voluntários da associação no jogo com o Varzim, esta quarta-feira (19h), para a Taça da Liga.

No dia do arranque do peditório, nos foyers (zona dos bares) do Estádio do Dragão irão estar voluntários, devidamente identificados, prontos a recolher os donativos de todos os que desejem contribuir.

Esta é uma ação da LPCC que decorre anualmente em locais distintos como superfícies comerciais, igrejas, cemitérios e nas principais ruas de diferentes cidades, sob a orientação dos respetivos Núcleos Regionais.» in https://www.fcporto.pt/pt/noticias/20181029-pt-peditorio-da-liga-portuguesa-contra-o-cancro-passa-pelo-dragao

F.C. do Porto Atletas Internacionais - Extremo do FC Porto foi convocado para o jogo com o Togo, que conta para a qualificação para a Taça das Nações Africanas.



«ARGÉLIA CHAMA BRAHIMI
29 DE OUTUBRO DE 2018 10:54

Extremo do FC Porto foi convocado para o jogo com o Togo, que conta para a qualificação para a Taça das Nações Africanas.

Yacine Brahimi integra a convocatória da Argélia para o duelo com o Togo, que é relativo ao Grupo D de qualificação para a Taça das Nações Africanas. O jogo está marcado para 18 de novembro, em Lomé, capital do Togo.

O extremo do FC Porto soma, até ao momento, 40 internacionalizações e 12 golos pela seleção argelina.» in https://www.fcporto.pt/pt/noticias/20181029-pt-argelia-chama-brahimi


(Yacine Brahimi: Crazy Skills/Goals Show! HD)

F.C. do Porto Adeptos - Entre o Mar Azul presente no Estádio do Dragão para a receção ao Feirense, neste final de tarde de domingo, estavam três adeptos especiais.



«ADEPTOS ESPECIAIS NO ESTÁDIO DO DRAGÃO
28 DE OUTUBRO DE 2018 20:20

FC Porto recebeu os portistas agredidos na Croácia e o ator David Almeida.

Entre o Mar Azul presente no Estádio do Dragão para a receção ao Feirense (2-0), neste final de tarde de domingo, estavam três adeptos especiais. O FC Porto preparou uma receção para os dois portistas que foram agredidos na Croácia em agosto e o ator David Almeida.

Os dois adeptos do FC Porto foram agredidos em Hvar, na Croácia, a par de um amigo que é simpatizante do Sporting. Enquanto passeavam pela rua, numa zona turística, foram abordados por um grupo de desconhecidos que partiu rapidamente para uma série de insultos (em português) e agressões.

Rafael, André e o amigo, que também foi agredido, tiveram de fugir do grupo e refugiar-se num bar das proximidades. Depois de serem assistidos numa unidade de saúde na Croácia, apresentaram queixa na polícia. O FC Porto reagiu de imediato e, ao saber que os adeptos portistas tinham ficado com as camisolas rasgadas, ofereceu-se para substituir os equipamentos vandalizados. A promessa foi cumprida neste domingo, dia da receção ao Feirense. Rafael e André receberam novas camisolas antes de assistirem ao encontro.

“O FC Porto contactou-nos para nos dar novas camisolas mas, para além disso, surgiu o convite de vir cá ver um jogo. Quando divulgámos o caso, foi na expectativa de poder apanhar os agressores, não para isto, mas ficamos muito felizes com o gesto. O que nos custou mais foi que não houve qualquer tipo de provocação, até pensámos inicialmente que era um assalto. Até o nosso amigo sportinguista foi agredido”, explicou Rafael, que nasceu em Vila Nova de Gaia e vive atualmente em Lisboa. André, natural de Lisboa, nunca tinha assistido a um jogo no Estádio do Dragão e lamenta apenas que tal surja na sequência de um episódio de violência gratuita. “Não estávamos mesmo à espera daquilo, acontecer algo assim enquanto estávamos de férias, a passear na rua…costumo viajar muito e ainda recentemente fui ao México. Dei por mim a pensar se devia levar a minha camisola do FC Porto ou não. É pena ter de viver agora com este tipo de pensamento.”



O FC Porto-Feirense serviu ainda de pano de fundo a outra homenagem sentida: o ator David Almeida, a morar em Lisboa e acérrimo defensor da causa portista, deslocou-se ao Estádio do Dragão a convite do clube, numa altura em que se depara com um quadro clínico delicado: “Surgiu uma complicação ao nível da coluna que me está a afetar a mobilidade.”

David Almeida tem 48 anos e mais de vinte de carreira como ator, com participação em centenas de peças de teatro, filmes, programas e séries televisivas.

“O movimento que se criou para me permitir esta coisa lindíssima que é estar no estádio do meu clube foi comovente. Somos mesmo uma grande família, o nosso coração é mesmo azul e branco e os adeptos deste clube distinguem-se por terem uma sensibilidade enorme. São estas ações que nos fazem ultrapassar as coisas difíceis com mais força. É um momento inesquecível”, assumiu o adepto portista.

As equipas de hóquei em patins e de andebol do FC Porto também assistiram à receção ao Feirense. Os hoquistas azuis e brancos participaram na Super Experiência. Os andebolistas, por sua vez, marcaram presença no Bar Aberto Coca-Cola.» in https://www.fcporto.pt/pt/noticias/20181028-pt-adeptos-especiais-no-estadio-do-dragao

Liga NOS: F.C. do Porto 2 vs Feirense 0 - O FC Porto deu uma resposta categórica neste regresso à competição, após a pausa para compromissos das seleções nacionais.



«SALTO PARA A LIDERANÇA
28 DE OUTUBRO DE 2018 22:39

FC Porto venceu o Feirense por 2-0 no regresso ao Estádio do Dragão.

O FC Porto deu uma resposta categórica neste regresso à competição, após a pausa para compromissos das seleções nacionais. Três vitórias em igual número de jogos e igual número de competições: Taça de Portugal, Liga dos Campeões e Liga portuguesa.

O triunfo na receção ao Feirense (2-0) possibilitou o regresso à liderança do campeonato, em igualdade pontual com o Sporting de Braga e melhor diferença entre golos marcados e sofridos. Felipe e Marega garantiram os três pontos no gélido final de tarde de domingo.

Sérgio Conceição trocou Héctor Herrera por Tiquinho Soares, em relação ao onze que garantiu o triunfo em Moscovo, frente ao Lokomotiv (3-1). Os campeões nacionais apresentaram-se em 4x4x2, com Óliver a distribuir jogo para as unidades mais ofensivas.

No regresso ao Estádio do Dragão, confrontados com a possibilidade de terminar a jornada na frente, os jogadores portistas entraram com máxima intensidade e criaram oportunidade atrás de oportunidade até chegarem ao golo por intermédio de Felipe (22m).

Moussa Marega (3m) e Danilo Pereira (8m) chegaram a balançar as redes contrárias, em lances anulados pela equipa de arbitragem. À terceira foi de vez, com Jesús Corona a fugir pela direita na sequência de um livre estudado e a cruzar com conta, peso e medida para a cabeça de Felipe. O defesa-central brasileiro cabeceou sem hipóteses de defesa para Caio Secco. O lance começou por ser anulado por indicação do árbitro assistente mas, com recurso ao VAR, foi revertida a decisão.

A diversidade de recursos do FC Porto ficou uma vez mais demonstrada: Felipe foi o 16.º jogador diferente a marcar na temporada 2018/19, em 14 jogos realizados. O Feirense, que chegou ao Estádio do Dragão com o estatuto de defesa menos batida da Liga (apenas três golos consentidos), não conseguia travar o ímpeto contrário e sentia enormes dificuldades para responder. À meia-hora de jogo, Iker Casillas fez uma grande defesa a remate de Edson Farías, em lance precedido de falta sobre Jesús Corona, não assinalada.

O FC Porto continuou a dominar e não chegou ao 2-0 antes do intervalo por manifesta infelicidade. Primeiro, Yacine Brahimi viu o seu potente remate ser devolvido pela trave (42m). Pouco depois, foi Caio Secco a negar o segundo com os pés, na sequência de um remate cruzado de Moussa Marega.

A equipa de Santa Maria da Feira demonstrou maior atrevimento no arranque da segunda metade. Depois de Soares ter visto um golo anulado por fora de jogo, aconteceu o mesmo do outro lado, por posição irregular de Sturgeon. Sérgio Conceição mexeu na estrutura com a troca de Jesús Corona por Héctor Herrera e os Dragões voltaram a assumir por completo as despesas do jogo. A ameaça do segundo golo foi pairando em torno da baliza de Caio Secco mas os adeptos tiveram de esperar pelo minuto 80 para voltar a festejar. Pelo meio, Tiquinho Soares atirou ao lado após belo lance de entendimento com Yacine Brahimi. Seria Moussa Marega a cavar o fosso no resultado após excelente lance coletivo. Óliver para Brahimi, Brahimi para Soares, Soares para Marega e o avançado maliano, à segunda e no limite do esforço, a fixar o resultado final.

A defesa menos batida da Liga sucumbiu em dose dupla perante o ataque mais concretizador da competição (18 golos marcados). O FC Porto ficou a dever a si mesmo mais golos. Héctor Herrera tentou marcar de calcanhar mas Caio Secco negou o 3-0. Já no período de descontos, após grande passe do mexicano, foi Adrián López a atirar ao lado da baliza do Feirense. O jogo terminou com Iker Casillas, em defesas consecutivas, a negar o tento de honra da equipa visitante. Triunfo sem margem para dúvidas para os campeões nacionais.» in https://www.fcporto.pt/pt/noticias/20181028-pt-salto-para-a-lideranca


(FC Porto 2-0 Feirense | SPORT TV)

28/10/18

F.C. do Porto Sub 15 Futebol: Desportivo das aves 0 vs F.C. do Porto 9 - FC Porto goleou o Desportivo local por nove bolsa sem resposta em jogo relativo à 10.ª jornada da primeira fase do campeonato.



«SUB-15 À BEIRA DA DEZENA EM VILA DAS AVES
28 DE OUTUBRO DE 2018 13:15

FC Porto goleou o Desportivo local por 9-0 em jogo relativo à 10.ª jornada da primeira fase do campeonato.

A equipa de Sub-15 do FC Porto deslocou-se na manhã deste domingo a Vila das Aves para somar mais uma goleada, desta vez por 9-0, e assim manter a liderança isolada na primeira fase do Campeonato Nacional de Juniores C mesmo com uma jornada por realizar. Foi o sexto de nove jogos já disputados na prova em que os jovens Dragões venceram por uma diferença de cinco ou mais golos.

A primeira parte teve um único sentido e os portistas estiveram particularmente inspirados, uma vez que marcaram oito golos, cinco dos quais no primeiro quarto de hora. Umaro Candé (5m e 9m) e Gonçalo Santos (15m e 20m) bisaram, enquanto Eurichano Carvalho (2m), Jorge Meireles (3m), António Ribeiro (23m) e Bruno Pires (25m) contribuíram com um golo cada para que o FC Porto chegasse ao intervalo com uma vantagem bem expressiva.

No segundo tempo, com o resultado sentenciado, a equipa orientada por Sérgio Ferreira festejou apenas por uma vez graças a um autogolo que apareceu já na parte final do encontro (58m).

Pedro Cardoso (g.r.); Luís Martins, Gabriel Brás (Gustavo Leite, 36m), António Ribeiro, Miguel Costa, Bruno Pires (Francisco Guedes, 36m), Jorge Meireles (Vítor Magalhães, 36m), Ismael Jacinto, Eurichano Carvalho (Joel Carvalho, 45m), Umaro Candé (Fábio Magalhães, 36m) e Gonçalo Santos alinharam de início pelo Sub-15, que na próxima quinta-feira (11h00) se deslocam ao reduto do Régua para acertar calendário num jogo relativo à jornada inaugural da Série B da primeira fase do Nacional.» in https://www.fcporto.pt/pt/noticias/20181028-pt-sub-15-a-beira-da-dezena-em-vila-das-aves


Formação: Sub-15 - CD Aves-FC Porto, 0-9 (CNJC, 1.ª fase, 10.ª jor., 28/10/18)

F.C. do Porto Hóquei Patins: F.C. do Porto Fidelidade 5 vs GD Paço de Arcos 2 - Terceira vitória em igual número de jornadas no Campeonato Nacional de hóquei em patins.



«TRIUNFO ANTES DO CLÁSSICO NA LUZ
27 DE OUTUBRO DE 2018 19:13

Dragões garantiram a vitória (5-2) na receção ao Paço de Arcos.

Terceira vitória em igual número de jornadas no Campeonato Nacional de hóquei em patins. O FC Porto Fidelidade garantiu o triunfo (5-2) na receção ao Paço de Arcos, no Dragão Caixa, e continua na liderança na prova.

Telmo Pinto inaugurou a contagem ao 12.º minuto de jogo e Gonçalo Alves assinou o 2-0 ainda antes do intervalo. Ao contrário do que aconteceu ao longo da etapa inicial, o Paço de Arcos criou vários lances de perigo na segunda metade.

Nelson Filipe destacou-se ao anular as iniciativas ofensivas do adversário, ainda com 2-0 no marcador, e Rafa fez a diferença do outro lado, assinando dois belos golos num curto espaço de tempo para aumentar a vantagem do FC Porto Fidelidade. O Paço de Arcos não se rendeu e viu premiado o seu esforço, reduzindo para 4-2 com um bis de Tomás Moreira. Gonçalo Alves fixou o resultado final nos derradeiros instantes de um bom jogo de hóquei em patins.

Na próxima jornada, a equipa portista desloca-se a Lisboa para disputar o clássico frente ao Benfica. O jogo está agendado para o próximo sábado (19h45), no Pavilhão Fidelidade.

FICHA DE JOGO

FC PORTO FIDELIDADE, CD PAÇO DE ARCOS, 5-2
Campeonato Nacional da 1.ª Divisão, 3.ª jornada
27 de outubro de 2018
Dragão Caixa, no Porto

Árbitros: António Santos e Manuel Oliveira

FC PORTO FIDELIDADE: Nélson Filipe (g.r.), Telmo Pinto, Reinaldo García, Gonçalo Alves e Rafa
Suplentes: Carles Grau (g.r.), Hélder Nunes (cap.), Giulio Cocco, Hugo Santos e Poka
Treinador: Guillem Cabestany

GD PAÇO DE ARCOS: Diogo Rodrigues (g.r.), Tiago Gouveia, Paulo Jesus, Rafael Lourenço e Pedro Vaz
Suplentes: Daniel Machial (g.r.), Nélson Ribeiro (cap.), Tomás Moreira, Diogo Silva e Filipe Fernandes
Treinador: Luís Duarte

Ao intervalo: 2-0
Marcadores: Telmo Pinto (12m), Gonçalo Alves (25m e 49m), Rafa (32m e 33m), Tomás Moreira (35m e 48m)» in https://www.fcporto.pt/pt/noticias/20181027-pt-triunfo-antes-do-classico-na-luz

´
Hóquei em Patins: FC Porto-Paço de Arcos, 5-2 - (Campeonato Nacional, 3.ª jornada, 27/10/18)

27/10/18

Arte Literatura - O destaque vai para uma carta de Charles Baudelaire a Narcisse Ancelle, notário e amigo da mãe do autor de As Flores do Mal, datada de 1845, em que aquele anuncia a intenção de se suicidar.



«Nota de suicídio de Baudelaire vai a leilão

Um conjunto de manuscritos de autores dos séculos XIX e XX seráa leiloado no próximo dia 4 de novembro em Paris. 

O destaque vai para uma carta de Charles Baudelaire a Narcisse Ancelle, notário e amigo da mãe do autor de As Flores do Mal, datada de 1845, em que aquele anuncia a intenção de se suicidar.

A leiloeira Osenat considera-a «sem dúvida a mais extraordinária missiva de Baudelaire ainda em mãos privadas», e a estimativa situa-se nos 60 mil - 80 mil euros. Apesar da tentativa, Baudelaire acabaria por morrer de sífilis em 1867, aos 46 anos.

O leilão oferece também manuscritos de outros escritores e artistas como Zola, Manet, Miró e Henry Miller.» in https://ionline.sapo.pt/631875

Arte Pintura - Amadeo de Souza-Cardoso morreu faz esta quinta-feira um século, em Espinho, com apenas 30 anos, vitimado pela epidemia de pneumónica.



«Cem anos sem (e com) Amadeo, entre Espinho, Paris e Amarante

Efeméride vai ser assinalada nas três cidades com novos livros, exposições, concertos e encontros em volta da figura e da obra do pintor modernista desaparecido precocemente com apenas 30 anos.

Amadeo de Souza-Cardoso morreu faz esta quinta-feira um século, em Espinho, com apenas 30 anos, vitimado pela epidemia de pneumónica. A data vai ser evocada pela câmara local com a inauguração de uma exposição colectiva de pintura inspirada na obra do artista que nascera no lugar de Manhufe, numa freguesia de Amarante, a 14 de Novembro de 1887. Também esta autarquia não esquece a efeméride e aproveita-a para lançar um ciclo de actividades a decorrer ao longo de um ano. E a completar a trilogia das terras mais relevantes na curta vida do artista, Paris vai acolher em Dezembro, por iniciativa da Fundação Gulbenkian, um encontro precisamente destinado a abordar “as cidades de Amadeo”.

Aquele que é unanimemente considerado a principal figura do modernismo português, e cuja obra “rivalizou” com artistas seus contemporâneos, como Modigliani e Brancusi, Picasso e Malevitch, mas também Almada Negreiros e Eduardo Viana, tem sido ultimamente alvo de uma revalorização no mundo da arte, principalmente na sequência das duas grandes exposições que a Fundação Gulbenkian – cuja colecção detém a parte maior das suas criações – promoveu, primeiro em Lisboa (Diálogo de Vanguardas, em 2006), e mais recentemente em Paris (Retrospectiva no Grand Palais, em 2016).

Mas Amarante é a cidade que mais tem aproveitado a circunstância de ser a terra natal do pintor de Manhufe, muito também por via das actividades do museu municipal que tem precisamente o nome de Amadeo de Souza-Cardoso, e que é, a seguir à Gulbenkian, a instituição que detém a maior colecção de obras do artista, fundamentalmente constituída a partir de doações da família.

É pois em Amarante que esta quinta-feira se centra o programa mais vasto da comemoração do centenário, que abre com o lançamento, ao princípio da tarde, no atelier do pintor na Casa do Ribeiro, em Manhufe – que entretanto foi recuperada e transformada em casa de turismo de habitação – do livro Amadeo, Vida e Arte, que foi a tese de doutoramento, concluída em 2016, do historiador de arte Luís Pimenta de Castro Damásio.

Edição da própria autarquia amarantina, Amadeo, Vida e Arte contou com a colaboração da Fundação Calouste Gulbenkian e do Centro de Investigação Transdisciplinar Cultura, Espaço e Memória (CITCEM) da Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

“Até ao momento, em toda a historiografia biográfica de Amadeo, apenas foram estudados de forma sistémica os últimos 12 anos da sua vida”, lembra Luís Damásio, que antecipou para o PÚBLICO as linhas gerais da apresentação do seu trabalho em Manhufe.

Casado com uma sobrinha-neta de Amadeo, Luís Damásio teve acesso privilegiado a documentos e testemunhos familiares do artista, o que lhe permitiu reconstituir “o hiato de 18 anos da sua vida e obra, período desconhecido” entre a data do seu nascimento, em 1887, e o ano de 1905, em que “fugazmente frequentava a Academia de Belas-Artes, em Lisboa”. Ou seja, até à edição deste livro, desconhecia-se “mais de metade da vida de Amadeo”, reclama o historiador, que na sua tese reconstitui “um contexto familiar católico, conservador, monárquico e, não obstante, empreendedor, assim como um território natal saturado de ruralidade, [que] geraram em Amadeo uma tensão positiva que não obstruiu, antes facilitou, harmonizando contradições e paradoxos, a emergência de um vanguardista projectado para além do seu tempo”.

Já em Amarante, ao final da tarde, no salão nobre dos paços do concelho, a autarquia apresenta as linhas gerais do programa de um ano de actividades, mas também o projecto de ampliação do Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso (MMASC), de autoria da arquitecta Andrea Soutinho.

A jornada terminará, no próprio museu, com um concerto na ala que guarda as mais de três dezenas de obras de Amadeo que integram a colecção que ao longo das últimas décadas foi reunida no museu dirigido pelo historiador, e seu director, António Cardoso.

Na lista de actividades promovidas pela Câmara de Amarante está, no dia 10 de Novembro, o lançamento de outra publicação dedicada a Amadeo, e que já se encontra nas livrarias desde o dia 12 de Outubro: Amadeo, a Vida e Obra entre Amarante e Paris é outra biografia, mas esta em registo de banda desenhada, de autoria de Jorge Pinto (texto) e Eduardo Viana (desenho), numa edição da Desassossego.

Ainda no corrente ano, a companhia Filandorra/Teatro do Nordeste faz a 14 de Novembro a estreia da peça Amadeo e o Mundo às Cores, a partir do texto de José Jorge Letria.

Ao longo de 2019, Amarante vai acolher um seminário internacional; vai dedicar a 4.ª edição do festival Mimo (26 a 28 de Julho) a Amadeo; e o MMASC não só promete reforçar o núcleo expositivo dedicado ao artista como vai promover, a encerrar o ano do centenário, no dia 26 de Outubro, a 12.ª edição do Prémio Amadeo de Souza-Cardoso.

Cem artistas em Espinho
Em Espinho, o Fórum de Arte e Cultura (FACE) inaugura também nesta quinta-feira, pelas 18h00, uma exposição com obras de uma centena de artistas convidados a homenagear, com uma obra própria, o legado do pintor modernista. Entre os convidados pela autarquia para o efeito estão nomes como Álvaro Siza, Manuel Cargaleiro, Joana Vasconcelos, Júlio Resende e Nadir Afonso, mas também Mário Bismarck, Ana Maria Pintora, António Carmo e Norberto Nunes

"Amadeo de Souza-Cardoso teve ao longo da sua vida uma forte presença em Espinho e quisemos assinalar essa ligação com um conjunto de iniciativas entre as quais se destaca esta exposição, que reúne 100 obras de artistas consagrados e emergentes – umas que esses criadores já tinham concebido por sua iniciativa e outras que produziram agora especificamente para atender ao nosso pedido", disse à agência Lusa o presidente da Câmara Municipal de Espinho, Joaquim Pinto Moreira.

A inauguração da mostra – que integra também dois originais de Amadeo "cedidos para o efeito por familiares do artista" – vai incluir uma actuação de Fernando Tordo, que aí interpretará o tema Amadeo, lançado em 1997 no álbum Peninsular. A exposição vai ficar patente no FACE até 15 de Dezembro.

Quatro dias antes, em Paris, a delegação da Gulbenkian promove o encontro Villes d’Amadeo, comissariado pela historiadora de arte Marta Soares, e que contará com a participação de Helena de Freitas, Béatrice Joyeux-Prunel, Maria Celeste Natário e Egídia Souto.

“Paris é um lugar incontornável da carreira de Amadeo e uma cidade mítica do modernismo. Ao revisitar a obra de Amadeo, serão indagadas apropriações da máscara africana e abordadas as relações com Paris, incidindo especialmente nos contextos dos salões parisienses. Por fim, far-se-á um balanço do ciclo Cidades de Amadeo, na expectativa de contribuir para o aprofundamento da discussão em torno de Amadeo de Souza-Cardoso e das narrativas do(s) modernismo(s)”, explica a Gulbenkian na apresentação da iniciativa.

tp.ocilbup@edardnas» in https://www.publico.pt/2018/10/25/culturaipsilon/noticia/cem-anos-amadeo-espinho-paris-amarante-1848822


(AMADEO DE SOUSA CARDOSO)

F.C. do Porto Sub 19 Futebol: F.C. do Porto 1 vs Leixões 0 - Um golo de Gonçalo Borges, aos 82 minutos, permitiu à equipa de Sub-19 do FC Porto vencer este sábado o Leixões, num jogo em que o guarda-redes Francisco Meixedo defendeu uma grande penalidade em cima do minuto 90.



«MEIXEDO E GONÇALO BORGES DECISIVOS NA VITÓRIA DOS SUB-19
27 DE OUTUBRO DE 2018 16:13

Guarda-redes defendeu um penálti e avançado marcou o golo na vitória difícil do FC Porto sobre o Leixões (1-0).

Um golo de Gonçalo Borges, aos 82 minutos, permitiu à equipa de Sub-19 do FC Porto vencer este sábado o Leixões (1-0), num jogo em que o guarda-redes Francisco Meixedo defendeu uma grande penalidade em cima do minuto 90. Este sábado, no Olival, a equipa orientada por Mário Silva conquistou a quarta vitória consecutiva na prova e assim mantém-se na liderança da Zona Norte do Campeonato Nacional de Juniores A cumpridas que estão nove jornadas disputadas.

A primeira parte foi totalmente controlada pelos portistas, que tiveram mais posse de bola, maior número de ataques, de remates e de ocasiões de golo - a melhor das quais num remate ao poste de Vítor Ferreira (37m) -, perante um adversário que raramente chegou com perigo à baliza de Meixedo.

A verdade é que, apesar do domínio portista, o marcador só funcionou tardiamente aos 82 minutos, graças a Gonçalo Borges, pouco depois de ter sido lançado por Mário Silva (82m) – foi o segundo golo do jovem avançado, que já tinha marcado na jornada inaugural do Nacional, frente ao Vitória de Guimarães. 

Estava colocada a justiça no resultado de um jogo em que os jovens Dragões ficaram a dever alguns golos ao marcador e em que o Leixões ainda dispôs de uma ocasião soberana para chegar ao empate, numa grande penalidade que Gonçalo Franco não foi capaz de converter - leixonense viu Meixedo voar e brilhar para lhe negar o golo e segurar os três pontos para o FC Porto.

Os Sub-19 alinharam com: Francisco Meixedo (g.r.); Tomás Esteves (Tiago Matos, 78m), Cláudio Silva (cap.), Levi Faustino, Ruben Amaral, Boris Enow, Ángel Yesid, Rafa Pereira (Fábio Silva, 46m), Juan Perea, Vítor Ferreira e Afonso Sousa (Gonçalo Borges, 78m). Na próxima jornada, há jogo com o Feirense, marcado para a próxima quinta-feira, feriado, às 15h00, no Olival, e com transmissão em direto no Porto Canal.» in https://www.fcporto.pt/pt/noticias/20181027-pt-meixedo-e-goncalo-borges-decisivos-na-vitoria-dos-sub-19

F.C. do Porto Sub 17 Futebol: Vildemoinhos 0 vs F.C. do Porto 4 - A equipa de Sub-17 do FC Porto viajou neste sábado até Vildemoinhos, Viseu, para vencer o Lusitano FC por 4-0 na 8.ª jornada da 1.ª fase do Campeonato Nacional de Juniores B.



«VITÓRIA CLARA DOS SUB-17 EM VILDEMOINHOS
27 DE OUTUBRO DE 2018 11:55

4-0 na 8.ª jornada da 1.ª fase do Campeonato Nacional de Juniores B.

A equipa de Sub-17 do FC Porto viajou neste sábado até Vildemoinhos, Viseu, para vencer o Lusitano FC por 4-0 na 8.ª jornada da 1.ª fase do Campeonato Nacional de Juniores B. A formação azul e branca passa a contabilizar 22 pontos, liderando a Série B do Campeonato.

Os golos dos Dragões foram apontados por Francisco Conceição (2m), Rúben Candal (37m), Diogo Abreu (44m) e João Pinto (51m).

A formação orientada por Manuel Tulipa alinhou com Ivan Cardoso, Hugo Oliveira, Ruben Cardoso (Danilo Veiga, ao intervalo), Pedro Alves, Rui Ferreira, David Vieira, Francisco Conceição (Pierre Noah, ao intervalo), Fernando Almeida, João Pinto, Diogo Abreu (Bernardo Folha, 53m) e Rúben Candal.

A 9.ª jornada reserva um FC Porto-Anadia FC, agendado para 4 de novembro, domingo. O jogo realiza-se no Centro de Treinos e Formação Desportiva PortoGaia, no Olival, e tem início marcado para as 11h00.» in https://www.fcporto.pt/pt/noticias/20181027-pt-vitoria-clara-dos-sub-17-em-vildemoinhos


Formação: Sub-17 - Lusitano FC-FC Porto, 0-4 (CNJB, 1.ª fase, 8.ª jor, 27/10/18)

26/10/18

Amarante Fregim - Rua da Mó em Fregim, casa antigas, com o sol poético do outono...


(Amarante Fregim, Rua da Mó, Casa da Mó)

Política Energética - A Agência Internacional de Energia diz que é preciso reverter a subida dos preços do petróleo, que já está a entrar na “zona vermelha”, ameaçando o crescimento da economia global.



«AIE apela à OPEP que aumente a produção de petróleo para evitar ‘combinação fatal’

A Agência Internacional de Energia diz que é preciso reverter a subida dos preços do petróleo, que já está a entrar na “zona vermelha”, ameaçando o crescimento da economia global.

A AIE deixou um novo aviso (depois de já este mês ter alertado para o aumento dos preços do petróleo), o que poderia penalizar a procura em algumas das economias de mais rápido crescimento do mundo – a menos que os produtores tomem medidas para travar a escalada das cotações.

“O mercado mundial de petróleo está a passar por um período muito delicado, assim como o crescimento económico”, disse ontem o diretor executivo da AIE, Fatih Birol, numa entrevista em Londres. “Se os produtores de petróleo se preocupam com o crescimento da economia global, e eu acho que eles se importam, devem tomar medidas para dar alívio ao mercado”.

Birol advertiu novamente que, sem um aumento na produção da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), a economia global entrará numa “zona vermelha”. O mundo ainda precisa de mais petróleo para compensar as perdas do Irão e da Venezuela, disse o responsável.

No relatório mensal publicado este mês, a AIE estima que o aumento da procura de petróleo a nível global será de 1,3 milhões de barris em 2018 e 1,4 milhões de barris em 2019. Números que representam um corte de 100 mil barris face às previsões anteriores.

Embora o mercado de petróleo esteja bem neste momento, “os próximos meses podem ser difíceis se os produtores não aumentarem a produção ou derem sinal para isso”, acrescentou Birol.» in https://jornaleconomico.sapo.pt/noticias/aie-apela-a-opep-que-aumente-a-producao-de-petroleo-para-evitar-combinacao-fatal-371029


Petróleo, Pré-Sal e Investimentos no Brasil - (28/09/2018)

Taça de Portugal - Realizou-se nesta sexta-feira o sorteio da 4.ª eliminatória da Taça de Portugal, na Cidade do Futebol, colocando o Belenenses no caminho do FC Porto, em encontro a realizar no Estádio do Dragão.



«FC PORTO-BELENENSES NA QUARTA ELIMINATÓRIA DA TAÇA DE PORTUGAL
26 DE OUTUBRO DE 2018 14:12

Resultado do sorteio realizado nesta sexta-feira.

Realizou-se nesta sexta-feira o sorteio da 4.ª eliminatória da Taça de Portugal, na Cidade do Futebol, colocando o Belenenses no caminho do FC Porto, em encontro a realizar no Estádio do Dragão.

FC Porto e Belenenses já se defrontaram por 19 vezes na competição. O último duelo na Taça de Portugal ficou para a história, pois foram necessárias 30 grandes penalidades para determinar o vencedor desse encontro dos oitavos de final, após um empate a dois golos no Estádio do Restelo (2-2). Os Dragões venceram por 10-9 no desempate e viriam a conquistar o troféu, batendo na final o Desportivo de Chaves (2-1).

Na presente temporada, a equipa portista foi ao Estádio do Jamor vencer o Belenenses por 3-2, na 2.ª jornada da Liga. Na eliminatória anterior da Taça de Portugal, os campeões nacionais garantiram um triunfo frente ao Vila Real (6-0), enquanto o Belenenses venceu o Amora por 4-3, após prolongamento.

Os jogos dos 16avos de final da Taça de Portugal estão agendados, provisoriamente, para o dia 25 de novembro.» in https://www.fcporto.pt/pt/noticias/20181026-pt-fc-porto-belenenses-na-quarta-eliminatoria-da-taca-de-portugal

F.C. do Porto Museu - O atual presidente da Associação, Lourenço Pinto, além de membro do Conselho Superior do FC Porto, foi galardoado com o Dragão de Ouro para Sócio do Ano da época 2012/13.



«A VIAGEM PELA HISTÓRIA TERMINA NA AF PORTO
25 DE OUTUBRO DE 2018 15:00

“Histórias na Cidade”: o Museu FC Porto espalha-se pela Invicta

Os 125 anos do FC Porto e o quinto aniversário do Museu FC Porto são o mote para a iniciativa "Histórias na Cidade", que leva até ao coração da Invicta algum do espólio azul e branco em 23 pontos selecionados, todos eles com muitos factos e curiosidades para conhecer, entre 26 de setembro e 26 de outubro. Um autêntico roteiro, de visita gratuita, que parte da Baixa e percorre o Porto, com os desígnios do dragão e a história do FC Porto como pano de fundo.

23. Associação de Futebol do Porto

A Associação de Futebol (AF) do Porto é o ponto de chegada do Roteiro. Criada em 1912, teve no FC Porto um dos seus sócios fundadores. Aliás, a sua génese advém mesmo de uma reunião realizada na sede do clube, na atual Rua Antero de Quental, juntamente com o Leixões SC.

O FC Porto estava em crescimento desde o seu ressurgimento, seis anos antes, e a expansão do fenómeno futebolístico na cidade “obrigava” a uma melhor organização. Com a AF Porto surgiram os Campeonatos Regionais de futebol na cidade e no distrito. Na primeira metade do século XX, estas provas oficiais rivalizavam em importância com as competições de âmbito nacional.

Aliás, o FC Porto, pelo menos, nunca as descurou, pois claro. Entre 1915 e 1947, venceu 30 Campeonatos Regionais, 21 dos quais consecutivos.

O atual presidente da Associação, Lourenço Pinto, além de membro do Conselho Superior do FC Porto, foi galardoado com o Dragão de Ouro para Sócio do Ano da época 2012/13. Bem antes disso, Adriano Pinto, um dos mais carismáticos presidentes da Direção da Associação, também ele sócio do FC Porto, recebeu o mais alto galardão do clube, o Dragão de Ouro – Honra, na época de 1988-1989, sendo depois eleito Sócio Honorário do clube em 1997.

Outros pontos do roteiro "Histórias na Cidade":

1. Câmara Municipal do Porto

2. Hotel Infante de Sagres

3. Barbearia Garrett

4. Teatro Rivoli

5. Livraria Lello

6. Universidade do Porto

7. Torre dos Clérigos

8. Centro Português de Fotografia

9. Museu Nacional Soares dos Reis

10. Coliseu do Porto AGEAS

11. Constituição Park

12. Casa do Infante

13. Estação de São Bento

14. Jardins do Palácio de Cristal

15. Museu do Carro Elétrico

16. Petúlia

17. Fundação Escultor José Rodrigues

18. Teatro Nacional São João

19. Museu Militar do Porto

20. Piscinas de Campanhã

21. Museu Nacional da Imprensa

22. Cemitério de Agramonte» in https://www.fcporto.pt/pt/noticias/20181025-pt-a-viagem-pela-historia-termina-na-af-porto

25/10/18

F.C. do Porto - O FC Porto foi a equipa portuguesa que mais dinheiro recebeu pela participação na Liga dos Campeões de futebol 2017/2018, seguido do Sporting e do Benfica, o segundo clube que menos dinheiro arrecadou entre os 32 participantes.



«FC Porto foi o clube português com mais ganhos na 'Champions' em 2017/18

O FC Porto foi a equipa portuguesa que mais dinheiro recebeu pela participação na Liga dos Campeões de futebol 2017/2018, seguido do Sporting e do Benfica, o segundo clube que menos dinheiro arrecadou entre os 32 participantes.

De acordo com os valores hoje divulgados pela UEFA, as equipas portuguesas receberam um total de 68,5 milhões de euros, com o FC Porto a arrecadar 29,4 ME, o Sporting 21,7, e o Benfica 17,4, apenas à frente do Qarabag, do Azerbaijão, que “encaixou” 16,8.

Cada uma das 32 equipas que disputaram a fase de grupos encaixou um prémio de participação de 12,7 milhões de euros, tendo as formações oriundas do ‘play-off’, como aconteceu com o Sporting, arrecadado dois milhões adicionais.

O FC Porto juntou aos 12,7 milhões de euros de participação, mais 5,33 milhões de euros pelos resultados obtidos (três vitórias e um empate), 5,32 pelo ‘market pool’ (correspondente aos direitos televisivos) e seis milhões pela passagem aos oitavos de final da competição.

O Sporting recebeu da UEFA o bónus de 12,7 milhões de euros, dois milhões por ter disputado o ‘play-off’, 3,3 milhões de euros de ‘market pool’ e 3,7 milhões de euros pelos resultados obtidos na fase de grupos (duas vitórias e um empate).

O Benfica, que saiu da competição sem qualquer ponto (o triunfo proporcionava 1,5 ME e o empate 500.00 euros), somou 4,7 milhões de euros referentes ao ‘market pool’ aos 12,7 milhões de euros do bónus de participação.

O Real Madrid, que se sagrou campeão europeu pela terceira vez consecutiva, foi a equipa que mais dinheiro recebeu, com 88,6 milhões de euros, seguida do Liverpool, finalista vencido, que saiu da competição com 81,2 milhões de euros.

A UEFA distribuiu na época passada 1,4 mil milhões de euros de prémios às equipas que participaram na Liga dos Campeões, valor que na presente temporada aumentará para 1,9 mil milhões de euros.» in https://24.sapo.pt/desporto/artigos/fc-porto-foi-o-clube-portugues-com-mais-ganhos-na-champions-em-201718
Pin It button on image hover