31/03/18

F.C. do Porto Sub 19 Futebol: Vitória de Setúbal 0 vs F.C. do Porto 2 - A equipa de Sub-19 do FC Porto foi, este sábado, a Setúbal vencer o Vitória por duas bolas sem resposta, em jogo relativo à quinta jornada da Fase de Apuramento de Campeão do Campeonato Nacional de Juniores A.



«SUB-19 VITORIOSOS EM SETÚBAL

Vitória por 2-0 no jogo da quinta jornada da fase final do campeonato. Isah Musa e João Mário marcaram os golos.

A equipa de Sub-19 do FC Porto foi, este sábado, a Setúbal vencer o Vitória por 2-0, em jogo relativo à quinta jornada da Fase de Apuramento de Campeão do Campeonato Nacional de Juniores A. João Mário e Isah Musa fora os autores dos golos dos portistas que, com es​te triunfo, se isolam no segundo lugar da tabela, a três pontos do primeiro, ocupado pelo Benfica.

Foi uma entrada a todo o gás no encontro por parte a equipa treinada por João Brandão, que precisou de apenas 15 minutos para se colocar a vencer por 2-0: João Mário, logo aos dois, apontou o primeiro, e depois foi Isah Musa, aos 14, quem aumentou a contagem, dando aos portistas uma almofada confortável no marcador

O intervalo acabou por não ser bom conselheiro para os jovens Dragões, que baixaram os níveis de concentração, perdendo a bola sem critério, revelando pouca ligação entre os setores. O penálti defendido por Ricardo Silva, ao minuto 63, acabou por servir para colocar o FC Porto em sentido.

A partir daí, a equipa fez o que se impunha: controlou o jogo com bola, atuando como um bloco compacto quando não a tinha na sua posse, garantindo assim três pontos importantes na caminha rumo à reconquista do título do escalão.

Os Sub-19 alinharam com: Ricardo Silva, Tiago Matos, Pedro Justiniano, Levi e Diogo Bessa; Paulo Estrela (cap.), João Lameira e Kuku Fidelis (Mateus Santos, 85m); Isah Musa, João Mário (Afonso Sousa, 78m) e Júnior Maleck (Vasco Paciência, 88m). 

Na próxima jornada, o FC Porto tem nova deslocação marcada, desta vez a Matosinhos, para defrontar o Leixões. A partida joga-se no próximo sábado, às 16h00, no Parque de Jogos Domingos Soares Lopes, em Santa Cruz do Bispo.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/sub-19-vitoria-fc-fcp_cnja-fac-5aj.aspx


Formação: Sub-19 - V. Setúbal-FC Porto, 0-2 (CNJA, FAC, 5.ª j., 31/03/18)

Ledman LigaPro: Real 0 F.C. do Porto B 0 - O FC Porto B empatou a zero, este sábado, no terreno do Real Sport Clube, em jogo relativo à 31.ª da Ledman LigaPro.



«DRAGÕES E REAL NÃO PASSARAM DO ZERO

FC Porto B empatou (0-0) empatou em Queluz na 31.ª jornada da Ledman LigaPro.

O FC Porto B empatou a zero, este sábado, no terreno do Real Sport Clube, em jogo relativo à 31.ª da Ledman LigaPro. Com um jogo em atraso, a formação de António Folha fica com 49 pontos e com o sétimo lugar da tabela, a quatro da liderança que é partilhada por Arouca, Penafiel e Nacional (53 pontos).

No Complexo Desportivo do Real Massamá, no Monte Abraão, começou ligeiramente melhor a equipa da casa, ainda que, quer de um lado, quer de outro, as raras ocasiões de golo se tenham contado apenas no segundo tempo. Mais eficaz no capítulo da posse de bola, o Real Massamá dominou por aí grande parte dos primeiros 45 minutos, que terminaram com uma ligeira reação da equipa portista.

Esses minutos finais do segundo tempo foram um presságio que se viria a passar no segundo tempo, já que a etapa complementar acabou por ter um FC Porto senhor do jogo. Na melhor ocasião de toda a partida, logo a abrir o segundo tempo, Diogo Queirós acertou com o poste e mais para o final foi Madi Queta a ter nos pés a oportunidade de atirar a contar (85m).

Do outro lado, Diogo Costa, sempre em grande nível, segurou por duas vezes o nulo no marcador, primeiro negando o golo a Marcelo Lopes e depois a Toure, naquela que foi a melhor ocasião do último classificado da prova em toda a partida.

FICHA DE JOGO

REAL-FC PORTO B, 0-0
Ledman LigaPro, 31.ª jornada
31 de março de 2018
Complexo Desportivo de Monte Abraão, Queluz

Árbitro: Bruno Rebocho
Assistentes: Luís Diogo e António Franco
Quarto árbitro: Pedro Mata

REAL: Luís Ribeiro, Paulinho, Eduardo, Paulo Monteiro, Diogo Coelho, Gildo, Cazonatti, Tiago Morgado, Cele, Abdoulaye e Marcelo Lopes
Substituições: Abdoulaye por Abou Tssooure (58m), Cele por Marcos Barbeiro (68m) e Tiago Morgado por Ba
Não utilizados: Tom, Vasco Coelho e Brash e Nem
Treinador: Alexandre Santos

FC PORTO B: Diogo Costa, Musa, Diogo Queirós, Diogo Leite, Oleg Reabciuk, Romário Baró, Luizão, Rui Moreira, Bruno Costa, Madi e Irala
Substituições:Irala por Diogo Ribeiro (69m), Romário Baró por João Cardoso (81m) e Luizão por Inácio (89m)

Não utilizados: Mouhamed Mbaye, Bidi, Rui Pires, Danúbio e Chikaoui
Treinador: António Folha

Disciplina: cartão amarelo a Bruno Costa (54m), Cazonatti (54m), Cele (61m) e Basso (88m)» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/futebol-real-fcporto-b-31-jor-ledman-ligapro.aspx


Futebol: Real-FC Porto B, 0-0 (Ledman LigaPro, 31.ª jor, 31/03/18)

F.C. do Porto Futebol - Depois de ter sido muito criticado pelo golo que sofreu frente ao FC Porto, Vágner, guarda-redes do Boavista emocionou-se após o final do jogo com o Tondela em que se dirigiu ao público que marcou presença no Estádio do Bessa.



«VÁGNER EMOCIONA-SE COM OS ADEPTOS APÓS O BOAVISTA-TONDELA

Guarda-rede tem sido alvo de muitas criticas.

Depois de ter sido muito criticado pelo golo que sofreu frente ao FC Porto, Vágner, guarda-redes do Boavista emocionou-se após o final do jogo com o Tondela em que se dirigiu ao público que marcou presença no Estádio do Bessa.

Em lágrimas, o guardião falou no megafone para discursar rodeado dos colegas de equipa.

O Boavista empatou com o Tondela 1-1 e continua na luta por um dos lugares que dá acesso às competições europeias na próxima temporada.» in https://desporto.sapo.pt/futebol/primeira-liga/artigos/vagner-emociona-se-com-os-adeptos-apos-o-boavista-tondela


FC Porto-Boavista, 2-0 (crónica)

Espaço - Entre o lançamento do Sputnik e os dias de hoje, o céu encheu-se de lixo de tecnologia humana que ameaça satélites e polui o espaço.



«Satélite chinês. Não, não sou o único a lixar o céu

A estação espacial chinesa vai cair nos próximos dias, ainda ninguém sabe onde. Entre o lançamento do Sputnik e os dias de hoje, o céu encheu-se de lixo de tecnologia humana que ameaça satélites e polui o espaço. 

No dia 4 de outubro de 1957, a União Soviética enviou o primeiro satélite para fora da Terra, começando assim a corrida espacial. Em 2017, 60 anos depois, realizou-se uma reunião internacional para saber o que se poderia fazer com tanto lixo espacial acumulado. Desde o envio do Sputnik tinham sido realizados, até à data dessa reunião, 5250 lançamentos espaciais. À volta do planeta rodam em órbita cerca de 750 mil pedaços de lixo espacial com tamanho superior a 1 cm. Esses objetos circulam a uma velocidade de 40 mil quilómetros por hora, o que, tendo em conta a fórmula da energia cinética, em que a energia é igual à massa vezes o quadrado da velocidade, faz com que até as partículas mais pequenas tenham a energia cinética equivalente à explosão de uma granada de mão. 

Mas a situação inventariada em 2017 ainda era mais grave: 18 583 objetos, registados a 1 de março de 2017, têm um tamanho suficiente para provocar um acidente espacial que poderá destruir foguetões, veículos espaciais, satélites e estações espaciais em órbita. O perigo é tão grande que estes pedaços maiores que circulam no espaço são vigiados em permanência pelos radares dos Estados Unidos da América, Rússia, China, França e Japão. 

A anunciada queda da estação espacial chinesa Tiangong-1, lançada em 2011, nos próximos dias, em sítio da Terra ainda desconhecido, devido à perda de controlo dos operadores chineses, vem apenas aumentar o nível de alarme com estas situações. 

A estação foi lançada a 29 de setembro de 2011. A 16 de junho de 2012, uma nave transportando três taikonautas (astronautas ou cosmonautas chineses) conseguiu amarar com um foguetão à estação, onde trabalharam mais de dez dias. A 21 de março de 2016, a China perdeu o contacto com a Tiangong-1; a 14 de setembro de 2017, as autoridades chineses anunciam que o aparelho vai despenhar-se na Terra, provavelmente até ao fim de 2017; atualmente, a sua entrada no espaço está anunciada para um intervalo temporal entre hoje e o dia 9 de abril. 

A Tiangong-1 tem 10 metros de comprimento e pesa cerca de 8500 quilos. Quando cair é previsível que 20 a 40% da massa do satélite não seja destruída na reentrada na atmosfera e possa cair na Terra.

Embora haja uma hipótese em 3200 de atingir a cabeça de alguém, a verdade é que a zona onde podem cair os destroços é bastante vasta: encontra-se entre o paralelo 43 norte e o 43 sul, podendo atingir Portugal, já que abarca a Europa do sul, a maior parte dos EUA, toda a África, a maior parte da América do Sul, grande parte das zonas mais populosas da Ásia e quase toda a Oceânia.

Cenários de catástrofe Em 2009, o satélite russo Kosomos-2251, que estava desativado, colidiu com o satélite Iridium 33, naquela que foi a primeira colisão de satélites e outros objetos espaciais a hipervelocidade. A explosão, extremamente violenta, deixou a pairar no espaço milhares de pequenos pedaços de satélite. Este acontecimento alertou os cientistas para um cenário previsto em 1978 por Donald Kessler, conhecido por síndroma de Kessler, em que um choque de satélites provoca uma reação em cadeia que destrói grande parte dos satélites em órbita - uma reação que o grande público conhece por ser uma das cenas do filme de Hollywood “Gravity”.

Embora esse cenário seja pouco provável, os cientistas já inventariaram uma quinzena a uma trintena de satélites que devem ser colocados fora de órbita com prioridade, dado o potencial destrutivo que podem ter pelo seu tamanho.

Já em 22 de dezembro de 2007, a ONU aprovou uma resolução que obrigava à desorbitação de todos os satélites no fim da sua vida útil. Mas como não foi prevista nenhuma sanção para quem não o fizesse, a resolução ficou por um lindo discurso de boas intenções.

Para além da falta de coerção legal, há também um outro problema: ainda ninguém inventou um método seguro para correr com o lixo do espaço. Em 6 de dezembro de 2016, o Japão lançou um satélite experimental para, entre outras coisas, limpar esses detritos espaciais, o Kounotori-6. Este satélite era munido de um fio de alumínio de 700 metros, preso a um peso de 20 quilos, que devia conseguir por ação eletromagnética tirar velocidade aos dejetos espaciais e empurrá-los para órbitas mais perto da Terra, para que fossem destruídos na reentrada na nossa atmosfera. Infelizmente, isso não aconteceu: “Pensamos que o fio não foi atirado. Foi uma desilusão perceber que terminámos a missão do satélite sem conseguir concretizar uma das suas principais missões”, declarou Koichi Inoue, o responsável pelo projeto. Se este ensaio tivesse tido sucesso, a ideia era replicá--lo em 2020 com um fio que poderia ter 10 mil metros. 

Apesar deste falhanço, há outros projetos em curso. Está previsto para 2018 o lançamento de uma espécie de satélite de recolha de lixo. A missão RemoveDebris, planeada pelo centro espacial da Universidade de Surrey, em Inglaterra, prevê enviar um veículo espacial com o tamanho e o aspeto de uma pequena máquina de lavar roupa para caçar e tirar de órbita satélites e pedaços de lixo espacial. 

Esta espécie de camião do lixo do espaço será munido de três tecnologias: um cordel para recuperar grandes engenhos, um arpão e uma tecnologia que força a desorbitagem. “A RemoveDebris será uma das primeiras missões no mundo neste domínio. Trata-se de tecnologia que nunca foi testada no espaço até agora”, congratula-se o prof. Jason Forshaw, diretor do projeto.

Para além da tentativa japonesa falhada e desta a ser lançada este ano, há outros projetos em marcha para tentar resolver o difícil problema de um peso superior a 7500 toneladas de lixo no espaço.

O problema é bastante mais perigoso do que parece à partida: basta dizer que em 2016, um vestígio de tinta que viajava no espaço rachou uma janela da Estação Espacial Internacional, podendo, se a massa fosse maior, colocar em perigo a continuidade da missão da estação no espaço.» in https://ionline.sapo.pt/606247


(Estação Espacial Chinesa Tiangong-1 Pode Cair na Terra Durante o Feriado de Páscoa!)


(Estação Espacial Chinesa está prestes a cair em qualquer lugar da Terra | Fantástico)


(Revelado onde e quando a estação espacial chinesa desgovernada cairá na Terra)

30/03/18

F.C. do Porto Hóquei Patins - No último jogo no Pavilhão João Rocha, entre Sporting e FC Porto a contar para os ‘oitavos’ da Taça – ganho pelos dragões nos penáltis –, existiu um erro técnico que passou despercebido até aos árbitros.



«ERRO TÉCNICO 'FANTASMA' NO SPORTING-FC PORTO

Em causa o que sucedeu no último minuto do jogo.

No último jogo no Pavilhão João Rocha, entre Sporting e FC Porto a contar para os ‘oitavos’ da Taça – ganho pelos dragões nos penáltis –, existiu um erro técnico que passou despercebido até aos árbitros. Tudo porque o golo do empate dos leões (5-5) a 4 segundos do final do prolongamento, que levou a decisão para os penáltis, aconteceu numa altura em que os leões estavam a utilizar cinco jogadores de campo (sem guarda-redes), uma situação irregular segundo o Comité Internacional de Rink-Hockey.

De acordo com o regulamento, "é apenas nos últimos cinco minutos do segundo período do tempo normal que o guarda-redes de cada equipa pode ser substituído por um jogador de pista, não podendo esse beneficiar dos direitos especiais dos guarda-redes na defesa da sua baliza, nem tão-pouco utilizar caneleiras específicas por estes utilizadas". Ora, como FC Porto ganhou, não há razões para o protesto. Mas que houve irregularidade houve…» in 
http://www.record.pt/modalidades/detalhe/erro-tecnico-fantasma-no-sporting-fc-porto.html

Amarante Literatura - Foi em 1924 que o poeta Guilherme Faria apresentou o Henrique Paço D'Arcos a Teixeira de Pascoaes.


(Henrique Paços D'Arcos e Teixeira de Pascoaes)


«Foi em 1924 que o poeta Guilherme Faria apresentou o Henrique Paço D'Arcos a Teixeira de Pascoaes. Ele e os irmãos - o Carlos Eugénio, o Pedro e o Joaquim - passaram a ser assíduos frequentadores da Brasileira do Chiado, onde Pascoaes se reunia com os amigos e admiradores, e da York House onde estávamos instalados. 

O Henrique viria a ser o discípulo bem amado. 

Eis como ele próprio descreve o convívio com o Poeta do Marão, no prefácio do livro «A Voz Nua e Descoberta»: 

«Foi o Guilherme Faria quem nos revelou, a meus irmãos e a mim, os versos de Pascoaes. E para mim foi bem uma revelação. Em breve ele nos apresentou ao Poeta, numa mesa da Brasileira do Chiado onde de futuro por dias sucessivos passámos a abancar, na roda de outros jovens como nós seduzidos pela forte e original personalidade do grande Poeta. 

«À mesma mesa da Brasileira vinha também sentar-se diariamente Raul Brandão, amigo e admirador que era de Pascoaes, que lhe retribuía a admiração e a amizade. 

«Regressado Pascoaes a Amarante, escrevi-lhe uma carta em que lhe dizia da minha enorme admiração e já mesmo estima que lhe votava, carta redigida em termos entusiastas e ingénuos, mas que tiveram o condão de despertar no Poeta o desejo de melhor me conhecer. 

«Daí nasceu uma enorme e recíproca amizade traduzida em mil e uma expressões, desde a correspondência assídua de três ou quatro anos, que religiosamente conservo, e dedicatórias em livros, ao carinhoso acolhimento de todos os seus familiares e sobretudo à imarcessível recordação que guardo do seu grande espírito. 

«No Verão de 1924, Pascoaes convidou-nos, a meu irmão Pedro e a mim, para irmos passar uma temporada a Amarante.» 
(...)
 «Da tertúlia da Brasileira, que continuava a frequentar, faziam ainda parte António Alves Martins, poeta e jornalista prematuramente desaparecido, João Cor-reia de Oliveira e o seu comparsa Francisco Lage, Vitoriano Braga, o velho Gualdino Gomes, António Ferreira Monteiro, os pintores José Luís Brandão de Carvalho, Almeida Coutinho e Tagarro (que começou um retrato meu a óleo não ultimado e de que perdi o rasto), o Manuel Mendes, o António Duarte, por vezes o Ângelo César, descido do Porto, o Manuel de Castro, grande amigo e companheiro constante de Guilherme Faria, e muitos outros que se esfumam na distância do tempo. Entre todos um sobretudo a minha amizade e a minha admiração para sempre destacaram: o grande, querido e jamais esquecido poeta Mário Beirão. 

«O Pascoaes, o Mário e eu passámos a formar uma trindade que todas as tardes descia e subia o Chiado, de braços dados, dificultando o trânsito nos passeios já de si apertados e parando diante das montras, perante as quais Pascoaes quase como uma criança se deslumbrava em confronto com a indiferença do Mário, enrolando paulatinamente o seu cigarro. 

«O Mário havia inventado um personagem a que pusera o nome de Baltazar e quando éramos abordados por alguém que importunamente demorava o nosso passeio, logo o Mário acudia lembrando que tínhamos o nosso amigo Baltazar à espera. Pois não foi uma nem duas vezes, mas inúmeras que Pascoaes, aereamente, se admirava e perguntava: Baltazar? Mas que Baltazar? O que é bem de ver, criava situações confusas que davam lugar a confusas explicações. 

«O meu livro "Divina Tristeza" saíra, se não erro, em Maio de 1925, impresso na "Marânus" do Porto por intervenção de Pascoaes. Com autorização deste, a capa foi ornamentada com a reprodução de um instrumento musical esculpido numa pedra do jardim da sua casa de Gatão, com base num desenho feito pelo pintor António Carneiro e que Pascoaes me cedeu». 
(...) 
«Voltei nesse Verão de 1925 a Pascoaes, onde era tratado como membro da família, gozando da carinhosa amizade de todos, desde a Senhora D. Carlota, mãe do Poeta, até às irmãs, irmãos e sobrinhas e às criadas da casa...» 
(...) 
«Nesse Verão de 1925, meu pai, vindo de Vidago, fez uma visita a Pascoaes. Ainda recordo a noite maravilhosa passada na varanda à luz de um luar de sonho, ouvindo Pascoaes e o meu pai dialogarem com transcendente espiritualidade.»» in Fotobiografia "Na sombra de Pascoaes" de Maria José Teixeira de Vasconcelos.

Desporto Futebol - O avançado internacional português Edinho apelidou esta quinta-feira de “mágico” o feito conseguido na Vila das Aves, onde marcou um ‘póquer’ que valeu ao Vitória de Setúbal um triunfo por 4-1, na 28.ª jornada da I Liga de futebol.



«"É MÁGICO, É O MEU PRIMEIRO 'PÓQUER'", DISSE EDINHO, QUE FICOU SEM A BOLA DE JOGO

No final do encontro, o futebolista tentou ficar com a bola do jogo mas não conseguiu.

O avançado internacional português Edinho apelidou esta quinta-feira de “mágico” o feito conseguido na Vila das Aves, onde marcou um ‘póquer’ que valeu ao Vitória de Setúbal um triunfo por 4-1, na 28.ª jornada da I Liga de futebol.

“É mágico, é o meu primeiro ‘póquer’”, afirmou o veterano jogador sadino, de 35 anos, nas entrevistas rápidas à SportTV, depois de, ‘sozinho’, com quatro golos, aos 58, 70, 77 e 85 minutos, selar o primeiro triunfo fora dos sadinos na prova.

Edinho estava, naturalmente, feliz, depois de virar um resultado que era desfavorável ao intervalo, mas deixou claro que o mais importante é o coletivo: “Acima de tudo, estou bastante contente porque serviu para ajudar a equipa”.

“Isto é o Vitória”, frisou o internacional luso, acrescentando: “Nós todos demonstrámos hoje aquilo que sentimos por este clube. Sabíamos que podia ser a primeira vitória fora de casa e era isso que queríamos, quebrar o enguiço”.

O triunfo é dedicado “a todos os sadinos”, numa época que tem sido complicada: “Sabemos que não te sido uma luta fácil, mas sabemos que, todos juntos, conseguiremos alcançar o objetivo”.

De acordo com Edinho, e apesar do 4-1, a vitória foi complicada, num “terreno difícil” e perante “uma grande equipa, bem orientada”.

“Sabíamos que ia ser bastante complicado, ainda mais com as condições climatéricas que enfrentámos, mas mostrámos a raça dos vitorianos. Acreditámos até ao fim e vamos continuar nesta batalha, jogo a jogo, contra qualquer adversário”, prometeu.

Edinho, que passou a contar nove tentos no campeonato, até tem sido muitas vezes suplente, mas lembra o essencial: “Qualquer jogador está disponível para ajudar a equipa. Acima de nós, está o Vitória. Isso é que é importante”.

No final do encontro, o futebolista tentou ficar com a bola do jogo, com é habitual acontecer quando um jogador consegue um ‘hat-trick’ ou um ‘póquer’, mas não foi bem-sucedido.

“Não pude trazer a bola, pois o rapaz (do Desportivo das Aves) disse que não podia, que era da casa e ele tinha de pagar uma”, explicou, sorridente, o avançado sadino, desdramatizando: “Não há problema, arranjo outra”.» in https://desporto.sapo.pt/futebol/primeira-liga/artigos/e-magico-e-o-meu-primeiro-poquer-disse-edinho-que-ficou-sem-a-bola-de-jogo


Liga (28ªJ): Resumo Flash CD Aves 1-4 Vitória FC

Política de Saúde - Segundo o Serviço Nacional de Saúde britânico, a vítima é um homem que ficou infetado com um tipo de gonorreia resistente a antibióticos depois de uma viagem ao sudeste asiático.



«Médicos alarmados com "pior caso" de supergonorreia do mundo

Segundo o Serviço Nacional de Saúde britânico, a vítima é um homem que ficou infetado com um tipo de gonorreia resistente a antibióticos depois de uma viagem ao sudeste asiático.

A ausência de eficácia do tratamento da gonorreia – uma combinação de azitromicina e ceftriaxona – fez soar os alarmes. Seguiram-se outros antibióticos, com o mesmo resultado.

"Esta é a primeira vez que um paciente apresenta resistência a esses medicamentos e à maioria dos outros antibióticos frequentemente usados", anunciou aos jornalistas Gwenda Hughes do Public Health England, uma agência do ministério britânico da Saúde. Tanto a Organização Mundial de Saúde como os Centros Europeus para o Controlo de Doenças concordam que este é um caso inédito a nível mundial.

A esperança está agora num último antibiótico, mas só daqui a umas semanas será possível avaliar se foi mesmo eficaz.

As autoridades britânicas adiantam que o homem ficou infetado com a superbactéria na sequência de relações sexuais não protegidas com uma mulher, durante uma viagem ao sudeste asiático, e que estão agora a tentar localizar outras parceiras sexuais do doente, numa tentativa de conter o alastramento desta supergonorreia.

Já desde 2015 que os médicos avisavam que a bactéria Neisseria gonorrhoeae, que causa a doença, podia deixar de responder a antibióticos por ser muito eficaz a ganhar resistência.

A gonorreia é transmitida por via sexual. É possível ter a doença e não manifestar sintomas claros (é o caso de 10% dos homens heterossexuais e de mais de 75% das mulheres e homens homossexuais), mas estes incluem corrimento purulento, dor ao urinar e perdas de sangue fora da menstruação.

Não tratada, a doença pode provocar infertilidade e em último caso levar mesmo à morte.» in http://visao.sapo.pt/actualidade/sociedade/2018-03-30-Medicos-alarmados-com-pior-caso-de-supergonorreia-do-mundo


(Gonorreia: saiba como acontece a infecção que afeta, principalmente, a uretra)


(GONORREIA - Transmissão, Sintomas e Tratamento)


(GONORREIA - CAUSAS, SINTOMAS, TRATAMENTO E PREVENÇÃO)

29/03/18

Desporto Futebol - O árbitro assistente Jerson Emiliano foi nomeado para fazer parte dos 63 auxiliares que evoluirão no Mundial de futebol deste ano, a decorrer na Rússia, de 14 de junho a 15 de julho, informa hoje a FIFA no seu site oficial



«ÁRBITRO ASSISTENTE ANGOLANO NOMEADO PARA O MUNDIAL2018. PORTUGAL SEM REPRESENTANTES

Esta é a segunda vez que um árbitro angolano participa numa fase final de um Mundial, depois de Inácio Cândido, em 2010.

O árbitro assistente Jerson Emiliano foi nomeado para fazer parte dos 63 auxiliares que evoluirão no Mundial de futebol deste ano, a decorrer na Rússia, de 14 de junho a 15 de julho, informa hoje a FIFA no seu site oficial

O angolano consta de uma lista de dez árbitros assistentes africanos.

Jerson Emiliano, de 34 anos de idade, tem se destacado a nível do país e de África, onde tem participado em vários eventos. Este ano fez parte do quarteto de juízes para Supertaça Africana entre Wydad Athletic Club do Marrocos e TP Mazembe da República Democrática do Congo (RDC), em Casablanca, ganha pelos marroquinos.

Antes integrou a equipa de árbitros da fase final do Campeonato Africano das Nações (CHAN), disputado de 13 de Janeiro a 4 de fevereiro, em Marrocos.

Esta é a segunda vez que um árbitro angolano participa numa fase final de um Mundial, depois de Inácio Cândido, em 2010, na África do Sul.

África se fará ainda presente na Rússia com seis árbitros principais, dos 36 nomeados.» in https://desporto.sapo.pt/futebol/mundial-2018/artigos/arbitro-assistente-angolano-nomeado-para-o-mundial2018-portugal-sem-representantes

Religião - A Quinta-Feira Santa dá início aos quatro dias mais importantes do calendário litúrgico Cristão.



«O que é a Quinta-Feira Santa?

A Quinta-Feira Santa dá início aos quatro dias mais importantes do calendário litúrgico Cristão. É o dia em que se recorda a Última Ceia de Jesus Cristo com os discípulos e que antecede a celebração da morte, na Sexta-Feira Santa, e ressurreição de Jesus, no Domingo de Páscoa.

Dois momentos estão em foco durante a Quinta-Feira Santa.

Primeiro, dizem as Sagradas escrituras que Jesus celebrou a Última Ceia com os Discípulos e instituiu a comunhão (Lucas 22:19-20). Algumas igrejas observam um serviço religioso especial de comunhão nesse dia em memória da Ceia de Jesus com os Discípulos.

Segundo, Jesus lavou os pés dos Discípulos como um ato de humildade e serviço, estabelecendo um exemplo para as pessoas se amarem e servirem umas às outras.

Em Espanha são realizadas grandes procissões, especialmente em Sevilha, o centro da Semana Santa espanhola, que também atrai muitos turistas. Veja este vídeo em 360º.

Em Itália, existem diferentes tradições em muitas cidades. Por exemplo, em Nápoles come-se sopa de mexilhões. Nalgumas áreas da Toscana há um pão especial chamado “pan di ramerino”. Em todo país, pessoas visitam “campas” e lavam os pés. Em Roma, a tradição litúrgica da Quinta-Feira Santa, que está ligada ao lava-pés, é celebrada uma vigília de 40 horas com 213 velas em memória do chamado “descanso de Cristo” na igreja Santa Maria dell’Orto.

No Reino Unido, a Rainha costuma distribuir pequenas moedas de prata. Todos os anos, a monarca visita diferentes catedrais para distribuir o que os britânicos chamam “Maundy Money”. O número de pessoas que as recebem reflete a idade da Rainha, que este ano Isabel II faz 91 anos.

Em França, os crentes voluntariam-se para os seus pés serem lavados pelos padres. O centro das celebrações é a cidade santa de Nossa Senhora de Lurdes. O Santuário preparou uma ligação em direto com as cerimónias. Também em França, o padres visitam prisões e lavam os pés dos reclusos.» in http://pt.euronews.com/2017/04/13/o-que-e-a-quinta-feira-santa

Amarante Literatura - Últimos momentos da vida do Escritor Teixeira de Pascoaes, por Maria José Teixeira de Vasconcelos, sua sobrinha!



«Mas agora estava reduzido a tomar caldos à força. Levava mais de uma hora a dar-lhe uma pequena tigela. Eu teimava. Ele recusava: «Estás a tornar-te insuportável! Assim não te posso aturar.»

Eu insistia sempre: só mais uma colherinha!

«Essa tigela parece o poço das Danaides!»

E continuava: «Todos temos as nossas razões. Tu tens as tuas. Eu tenho as minhas.»

Sabia a inutilidade de todos os esforços e só queria sossego. Tossia muito quando sentado na cama.

O doutor Magano voltou e achou-o na mesma; nem melhor nem pior.

Havia ainda uma esperança, mas muito, muito pequenina.

Os amigos vieram de longe, comovidos e aflitos. O Padre Magalhães e o Eduardo Oliveira quiseram chorar connosco. De Lisboa vieram o Mário Beirão, o Henrique Paços D'Arcos e o António Duarte. Era, outra vez, domingo. Incertos e ansiosos limitaram-se a olhá-lo da porta, de longe e a medo. Temíamos impressioná-lo.

Ele continuava distante... Houve um espaço de magoada contemplação de olhos marejados e respiração suspensa. Todos sentiram que seria o último adeus. Só o António Duarte, sempre optimista, confiava ainda. Queria levá-lo à Suíça.

Mas o Poeta escolhera um país mais distante.

A sua voz deixou de se ouvir e ficou a tosse a encher toda a casa.

Seguiram-se dias de imobilidade e silêncio. Sentimos que perdia as forças. No dia 12 de Dezembro, à tarde, notei que engolia o caldo em dois tempos. Alarmada, telefonei ao médico, que chegou no dia seguinte, de manhã.

Roubou-nos toda a esperança e deu uma só ordem: «Nem mais remédios, nem mais caldos. Ele só precisa de paz.»

Quando se despediu, desolado, o doente pronunciou distintamente: «Até amanhã.» Foi a última vez que ouvi a sua voz...

Nessa tarde disse um longo segredo. Movia os lábios e a sua mão espectral desenhava gestos no espaço. Terminou pondo um dedo nos lábios misteriosamente. Mas só ele pôde guardá-lo. Da sua boca não saiu qualquer som.

Depois da meia-noite a respiração começou a ser mais rápida - mas apenas ligeiramente mais rápida. A ausência de sofrimento era visível. Nem sede tinha!

Nunca mais mudou de posição. Não se mexeu durante um dia inteiro. E a atitude era a mais natural possível. A de quem tem sono e quer dormir: de costas e o braço direito por baixo da cabeça.

Vinte horas de dilacerante espera! Nenhuma alteração naquela aparência sonolenta.

No dia 14 era, de novo, domingo. Às nove e vinte da noite, com os olhos de toda a família, torturada e espectante, cravados nele, começou a respirar com intervalos espaçados, lenta e compassadamente. Sempre sem o menor sinal de sofrimento. Mais frouxo... mais devagarinho... mais baixinho... E cinco minutos depois tinha parado.... Ou parecia que tinha parado...

Recorri a um espelho para me certificar de que só nos restava a Saudade:

«E tudo passará... Mas a saudade
Não passará jamais. Há-de ficar
Porque ela é o Infinito e a Eternidade.»

Pascoaes tinha escolhido um  pinheiro, em forma de lira, para fornecer as tábuas para o seu caixão. E ele espalhava no ar um aroma delicioso a resina e a pinho verde.

O António Duarte fez a mão e a máscara do Poeta. O Eugénio de Andrade leu os seus poemas. O Henrique Paço D'Arcos também, Chovia. Era o fim...

Pascoaes repousa no pequeno cemitério de S. João de Gatão, com o epitáfio que ele mesmo escreveu:

«Apagado de tanta luz que deu
Frio de tanto calor que derramou.»» in Fotobiografia "Na Sombra de Pascoaes" de Maria José Teixeira de Vasconcelos

F.C. do Porto Dragon Force - Felipe e Soares, defesa e avançado foram recebidos por mais de 150 crianças nos Campos de Férias Dragon Force.



«FELIPE E SOARES BRILHARAM NO CONSTITUIÇÃO PARK

Defesa e avançado foram recebidos por mais de 150 crianças nos Campos de Férias Dragon Force.

O Constituição Park viveu esta terça-feira uma tarde diferente do habitual e que fez as delícias de mais de 150 crianças, compreensivelmente em êxtase perante a presença de dois craques do FC Porto: Felipe e Soares. O defesa e avançado brasileiros visitaram os Campos de Férias Dragon Force e não escaparam às perguntas da plateia, além de integrarem alguns exercícios e as habituais peladinhas. Os autógrafos e as fotografias também não faltaram, mas momentos destes merecem ser registados e eternizados.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/Felipe-e-Soares-Campos-de-Ferias-Dragon-Force-270318.aspx


Felipe e Soares brilharam no Constituição Park - (27/03/18)

28/03/18

F.C. do Porto Andebol: madeira SAD 18 vs F.C. do Porto 29 - Após o empate em Avanca, na ronda inaugural, o FC Porto regressou esta quarta-feira aos triunfos depois de levar a melhor sobre o Madeira SAD, no Pavilhão do Funchal, em partida referente à segunda jornada do Grupo A da fase final do Campeonato Nacional do Andebol 1.



«SEGUNDA PARTE DEMOLIDORA NO REGRESSO ÀS VITÓRIAS

FC Porto bateu o Madeira SAD, por 29-18, na segunda jornada da fase final do Andebol 1.

Após o empate em Avanca (23-23), na ronda inaugural, o FC Porto regressou esta quarta-feira aos triunfos depois de levar a melhor sobre o Madeira SAD (29-18), no Pavilhão do Funchal, em partida referente à segunda jornada do Grupo A da fase final do Campeonato Nacional do Andebol 1. Os Dragões passam a somar os mesmos 41 pontos que o Sporting, que joga na sexta-feira em casa do Benfica.

A história diz-nos que é tradicionalmente difícil jogar em casa do Madeira SAD e a primeira parte foi uma espécie de confirmação disso mesmo. Apesar de ter entrado melhor, o FC Porto acumulou uma série de ataques sem sucesso e permitiu à equipa anfitriã anular uma desvantagem que chegou a ser de três golos. Ao intervalo, o marcador registava um empate a 11.

Na etapa complementar, tudo foi diferente, tudo foi azul. O descanso fez bem ao FC Porto e a equipa de Lars Walther regressou com o gás todo, fugindo definitivamente ao Madeira SAD com uma segunda parte demolidora. Os Dragões estabeleceram um parcial de 18-7 nos segundos 30 minutos e venceram sem contestação, por 29-18. No coletivo portista, destaque para António Areia e Diogo Branquinho, ambos com seis golos.

O FC Porto volta a entrar em campo no dia 11 de abril (quarta-feira), frente ao ABC, no Dragão Caixa. O jogo, da terceira jornada, tem início marcado para as 20h30 e transmissão em direto no Porto Canal.

FICHA DE JOGO

MADEIRA SAD-FC PORTO, 18-29
Andebol 1, fase final, Grupo A, 2.ª jornada
28 de março de 2018
Pavilhão do Funchal, Madeira

Árbitros: Daniel Martins e Roberto Martins

MADEIRA SAD: Luís Carvalho e Gustavo Capdeville (g.r.); Hugo Lima, Gonçalo Vieira, Bruno Moreira, João Martins (1), Diogo Gomes (2), Daniel Santos (1), Bernardo Santos, João Fernandes (1), João Miranda (1), Elledy Semedo (3), João Gomes (3), João Pinto (3) e Oleksandr Nekrushets (3)
Treinador: Paulo Fidalgo

FC PORTO: Alfredo Quintana e Hugo Laurentino (g.r.); Victor Iturriza (5), Leandro Semedo (1), Nikola Spelic, Yoel Morales, Miguel Martins (2), Ángel Hernández (4), Rui Silva (5), Daymaro Salina, José Carrillo, Diogo Branquinho (6), António Areia (6), André Gomes, Miguel Alves e Aleksander Spende
Treinador: Lars Walther

Ao intervalo: 11-11.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/Madeira-SAD-FC-Porto-2a-jor-Grupo-A-fase-final-Andebol-1-1718.aspx


Andebol: Andebol: Madeira SAD-FC Porto, 18-29 (Andebol 1, fase final, 2.ª j., 28/03/18)

F.C. do Porto Solidário - O FC Porto associou-se ao Hospital de Santa Maria – Porto, no âmbito do Dia Nacional do Dador de Sangue.



«MATA E IRALA ASSOCIARAM-SE À DÁDIVA DE SANGUE

Jogadores do FC Porto B participaram em ação no Hospital de Santa Maria – Porto.

O FC Porto associou-se ao Hospital de Santa Maria – Porto, no âmbito do Dia Nacional do Dador de Sangue. Luís Mata e Santiago Irala, atletas do FC Porto B, foram os porta-vozes dos Dragões nesta ação de sensibilização.

O lateral português relevou a importância deste tipo de iniciativas e ainda o facto de o próprio clube se associar à causa. “Nunca sabemos se alguém próximo de nós pode necessitar de receber sangue e, nessa altura, também gostávamos que nos ajudassem, por isso, não custa ajudar os outros. O FC Porto, juntando-se a este tipo de ações, só demonstra o quanto o clube está atento e preocupado com estas questões de saúde.”

O avançado paraguaio, que confessou ser a primeira vez em que participava neste tipo de ações, mostrou-se bastante feliz por estar associado à causa e alertou para o facto de ser necessário sensibilizar todas as pessoas para um pequeno gesto que pode salvar vidas.

Maria João Medeiros, do Instituto Português do Sangue, destacou o facto de o FC Porto, “uma instituição tão grande e sonante em Portugal e no desporto”, estar associado a este tipo de eventos, nomeadamente pela presença de “dois jovens jogadores que estão a dar o exemplo para as camadas mais jovens”, e lançou um repto a todos os adeptos azuis e brancos para que possam participar, já no próximo sábado, em nova ação de sensibilização para a dádiva de sangue.

“Estamos muito contentes por no próximo sábado podermos voltar a ter uma ação destas e, mais uma vez, com a colaboração do FC Porto, agora no Estádio do Dragão. Por isso, pedimos o contributo de todos para que possamos ajudar os hospitais e, com isso, que não falte sangue quando é preciso”.

A diretora geral do Hospital de Santa Maria – Porto, Lurdes Serra Campos, também apelou ao instinto solidário de todos, saudando a iniciativa do FC Porto ao associar-se à causa. “Todos devemos ser solidários com esta causa da dádiva de sangue. Nós, Hospital Santa Maria – Porto, que todos os dias fazemos transfusões de sangue, estamos sensibilizados para a falta de sangue e tentamos fazer este tipo de recolhas e associar-nos a instituições com a importância do FC Porto.”

A si, pedimos que siga o exemplo dos nossos atletas Luís Mata e Santiago Irala e se associe a esta causa da dádiva de sangue, já no próximo sábado, na Tribuna VIP do Estádio do Dragão, das 9h00 às 12h30, para que um pequeno gesto possa ajudar a salvar vidas.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/Luis-Mata-e-Santiago-Irala-dao-sangue-Hospital-Santa-Maria-Porto-270318.aspx


Mata e Irala associaram-se à dádiva de sangue (27/03/18)

F.C. do Porto Atletas Internacionais - Diogo Queirós marcou no triunfo da seleção portuguesa de Sub-19 sobre a República da Irlanda (4-0), em jogo a contar para a terceira e última jornada do Grupo 5 da Ronda de Elite.



«DIOGO QUEIRÓS MARCA NA VITÓRIA DOS SUB-19 PORTUGUESES

Central portista apontou o segundo golo luso frente à República da Irlanda (4-0).

Diogo Queirós marcou no triunfo da seleção portuguesa de Sub-19 sobre a República da Irlanda (4-0), em jogo a contar para a terceira e última jornada do Grupo 5 da Ronda de Elite.

O central do FC Porto B, que envergou a braçadeira de capitão, apontou o segundo golo de Portugal, aos 42 minutos. Gedson Fernandes (10m e 81m) e Pedro Correia (73m) também marcaram para a equipa portuguesa, que teve três Dragões no onze titular: o guarda-redes Diogo Costa e os defesas Diogo Queirós e Diogo Leite.

A equipa lusa carimbou assim o passaporte para a fase final do Europeu da categoria, que se realiza entre os dias 16 e 29 de julho deste ano, na Finlândia.

Foto: FPF» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/Diogo-Queiros-marca-na-vitoria-dos-Sub19-portugueses-270318.aspx

Desporto Columbofilia - Portugal sagrou-se, esta terça-feira, campeão do mundo de columbofilia, modalidade desportiva relacionada com pombos-correio.



«Portugal é campeão do mundo de columbofilia

Portugal sagrou-se, esta terça-feira, campeão do mundo de columbofilia, modalidade desportiva relacionada com pombos-correio. A competição disputou-se em Taiwan e Portugal saiu vencedor nas três principais categorias: individual, pombo ás e por países.

Na competição disputada entre 20 países, a seleção nacional dominou por completo as principais categorias. Os pombos foram soltos de Taoyuan City para Pingtung, em Taiwan.

Na prova individual, o pombo pertencente à equipa Sporting Pigeons Team/Portugal, da Associação Columbófila de Lisboa, arrecadou o primeiro lugar. Destaque ainda para o quarto posto da Queijaria Cachopas e a quinta posição das Asas de S.Julião, ambas do distrito de Évora.

Na prova por países, Portugal também se sagrou campeão do mundo.

A columbofilia é uma modalidade desportiva que consiste numa corrida entre pombos-correio. Os columbófilos, criadores de pombo-correio, potenciam capacidades físicas e de orientação dos animais para a competição.» in https://www.jn.pt/desporto/interior/portugal-e-campeao-do-mundo-de-columbofilia-9217787.html

27/03/18

Seleção Nacional Sub 21: Suiça 2 vs Portugal 4 - A seleção orientada por Rui Jorge passa a ter 13 pontos em seis jogos e a depender de si para alcançar o primeiro lugar.



«SUB-21 DE PORTUGAL VENCE SUÍÇA COM REVIRAVOLTA FANTÁSTICA APÓS 2.ª PARTE DE LUXO

A seleção orientada por Rui Jorge passa a ter 13 pontos em seis jogos e a depender de si para alcançar o primeiro lugar.

A seleção de sub-21 de Portugal bateu a congénere da Suíça por 4-2, em jogo da 6.ª jornada do Grupo 8 de apuramento para o Europeu de 2019 da categoria. João Félix, Heriberto Tavares, André Horta e Gil Dias fizeram os golos no segundo tempo, depois de Portugal ter ido para o intervalo a perder por 2-0. A seleção orientada por Rui Jorge passa a ter 13 pontos em seis jogos e a depender de si para alcançar o primeiro lugar, ocupado pela Bósnia que está a ganhar ao Liechtenstein, mas em jogo da 7.ª ronda. Os lusos têm agora 13 pontos, a Suíça mantém os sete que tinha antes deste jogo.

Para o ataque à liderança do Grupo 8 de Apuramento ao Europeu de sub-21 de 2019, Rui Jorge fez apenas duas alterações no onze que deu 7-0 ao Liechtenstein: entraram Rafael Leão e André Horta para os lugares de Xadas e Heriberto.

O sintético do Estádio La Maladière, em Neuchatel, era um dos 'adversários' de Portugal. Por isso, era preciso uma fase de adaptação a um tapete que os jogadores lusos não estão habituados. E isso viu-se, principalmente na primeira parte, com Portugal a ter muitas dificuldades para travar os contra-ataques rápidos dos suíços.

Com uma entrada forte e tirando partido do relvado sintético, a Suíça chegou ao 1-0 aos quatro minutos, numa bola em que o guarda-redes luso ficou 'mal na fotografia'. Sow rematou forte, de muito longe, a bola ia à figura de Joel Pereira, mas o guarda-redes luso deu um valente 'frango', ao deixar a bola passar. A má entrada de Portugal no jogo quase que era novamente castigado aos 10 minutos, num desvio de Oberlin, avançado do Basileia que já tinha marcado ao Benfica esta época na Liga dos Campeões.

Rui Jorge, que hoje fez 45 anos, viu tudo complicar-se aos 15 minutos, com a lesão de Rafael Leão. O jovem avançado do Sporting recuperou recentemente de problemas físicos e era um dos que estava a sentir dificuldades no sintético, com algumas perdas de bola e dificuldades no domínio. Entrou Heriberto para o seu lugar.

Portugal só começou a ganhar ascendente no jogo a partir dos 25 minutos. Apesar disso, sem criar perigo uma vez que estava a abusar dos cruzamentos, principalmente por Iúri Ribeiro, e dos remates de fora da área, por André Horta. A Suíça, que viu um golo anulado aos 35 minutos, por fora-de-jogo, vai marcar o 2-0 aos 37, também em fora-de-jogo. Só que desta vez o trio de árbitros, liderado pelo sueco Mohammed Al-Hakim, não viu a posição irregular de Cümart, que apareceu no coração da área a desviar um livre da direita.

Depois de mais uma defesa de Joel Pereira a negar o 3-0, Portugal dispôs da melhor oportunidade aos 45 minutos, na melhor jogada até então: combinação atacante, com toques sempre de primeira até Heriberto rematar dentro da área, para grande defesa do guarda-redes Baumann.

E, tal como fez na segunda-feira a Seleção A frente a Holanda, os miúdos de Rui Jorge voltaram para o segundo tempo com outra atitude, com outra vontade e isso foi crucial. Mas, ao contrário dos AA, com golos e reviravolta. Heriberto Tavares reduziu aos 49 minutos, após passe de João Carvalho, André Horta empatou as 57, num remate que ainda desviou num defensor.

A reviravolta chegou aos 64 minutos por João Félix, que apareceu no segundo poste a encostar de pé esquerdo um livre de Diogo Gonçalves que ainda desviou em Lotomba. Em menos de 20 minutos os sub-21 de Portugal davam a volta ao jogo. Diogo Gonçalves ainda teve duas grandes oportunidades para ampliar, mas falhou na concretização.

Joel Pereira, que tinha 'borrado a pintura' no primeiro golo, redimiu-se aos 66, a evitar o golo de Ajeti, com uma grande defesa. Aos 85 voltou a ganhar no duelo com Ajeti, com mais uma boa intervenção. Nessa altura já Portugal tinha refrescado o meio-campo e o ataque, com as entradas de Gil Dias e Stephen Eustáquio nos lugares de André Horta e Diogo Gonçalves.

Numa altura em que a Suíça tentava o empate e tinha toca a 'carne no assador', Gil Dias aproveitou um canto dos helvéticos para correr desde o meio-campo até a área, sozinho, antes de fazer um chapéu fantástico a Baumann e aumentar para 3-0, a os 90 minutos.

Portugal passa a ter 13 pontos em seis jogos no Grupo 8 de apuramento ao Euro sub-21 de 2019 e a depender de si para alcançar o primeiro lugar, ocupado pela Bósnia que está a ganhar ao Liechtenstein, mas em jogo da 7.ª ronda. Os lusos têm agora 13 pontos, a Suíça mantém os sete que tinha antes deste jogo.» in https://desporto.sapo.pt/futebol/euro-sub-21/artigos/sub-21-de-portugal-vence-suica-com-reviravolta-fantastica-apos-2-a-parte-de-luxo


(Sub-21: Suiça 2-4 Portugal)

F.C. do Porto Atletas Internacionais - Sasa Borovnjak e Will Hanley integram a seleção do Norte no duelo com a seleção do Sul (7 de abril).



«DOIS DRAGÕES CHAMADOS PARA O JOGO ALL-STAR

Sasa Borovnjak e Will Hanley integram a seleção do Norte no duelo com a seleção do Sul (7 de abril).

O jogo All-Star 2018 da Liga Portuguesa de Basquetebol vai ter dois jogadores do FC Porto em ação: os postes Sasa Borovnjak e Will Hanley vão representar a seleção do Norte frente à seleção do Sul, estando o encontro marcado para dia 7 de abril (sábado), em Albufeira.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/Sasa-Borovnjak-e-Will-Hanley-jogo-All-Star-2018.aspx

Cidade de Felgueiras - Magnífico Edifício do Teatro Fonseca Moreira, agora Casa da Artes.



«Casa das Artes

O Teatro Fonseca Moreira resultou do sonho e trabalho de António José de Fonseca Moreira, filho da terra que fez fortuna no Brasil, auto-didata e amante da arte de palma.

A inauguração oficial ocorreu a 20 de Fevereiro de 1921, com a presença do próprio Fonseca Moreira e com a representação da peça “Feitiço contra Feiticeiro”, da sua autoria.

Dia de glória e satisfação para Fonseca Moreira e para os felgueirenses. Estes, findo o 1º ato, pediram a presença do mesmo no palco e numa ovação entusiasta manifestaram o seu agradecimento e reconhecimento “ao som de entrepitosas palmas com a pronuncia de muitos bravos, sendo-lhe deitadas muitas flores ao palco e entregues muitos ramalhetes de flores primorosamente confecionados.” 

(Teatro Fonseca Moreira – In: Jornal de Felgueiras, 26 de Novembro de 1921).

O teatro conheceu tempos áureos marcados pela presença de atores consagrados como Vasco Santana, Laura Alves, Ruy de Carvalho, António Silva - Ribeirinho - e pela presença de consagradas companhias de teatro e revista, nomeadamente, Ida Stichini – Alves da Costa, Adelina – Aura Abranches, entre outras.

Foi ainda palco de espetáculos musicais e de dança, de conferências proferidas por figuras ilustres como Leonardo Coimbra e Teixeira de Pascoais, homenagens diversas, como a prestada ao Prof. Magalhães Lemos, entre outras iniciativas que foram construindo a história já longa deste teatro. Foi ainda nesta sala que os felgueirenses puderam assistir às primeiras projeções de fonofilmes, mais tarde às fitas em tecnicolor, permitindo que diversas gerações acompanhassem as novidades da sétima arte e visualizassem obras-primas da cinematografia.

No seu palco, muitos felgueirenses ensaiaram e descobriram os seus dotes artísticos e inúmeras apresentações foram efetuadas quer para angariação de fundos para as obras da Igreja Matriz ou para os Bombeiros Voluntários, quer para animação de festas como o Natal ou simplesmente para dinamização da vida cultural de Felgueiras. Na década de 40 do séc. XX, o Teatro vive tempos difíceis e tendo já como proprietário João Cardoso, do Porto, que manda efetuar obras de beneficiação, substituindo os iniciais camarotes por balcões e remodelando todo o soalho e cobertura do edifício, reabre as portas, nos finais de 1949, com o filme A Morgadinha dos Canaviais cujos exteriores foram filmados na Casa de Sergude. Desde então, a programação cultural desta casa passa a ser constituída maioritariamente por cinema, divulgada na imprensa local que vai noticiando as venturas e desventuras desta pequena jóia do teatro português. É, inclusive, em 1950 e 1951, que o Teatro é apetrechado com aparelhagem sonora e dupla aparelhagem de projeção que lhe permitiu a projeção de filme de maior metragem sem interrupções. Em 1997, após período de inatividade, é recuperado pela Câmara Municipal e classificado como imóvel de interesse público, encetando-se as diligências para a sua recuperação cujo projeto é da autoria do Arq. Filipe Oliveira Dias que contou com a criatividade do pintor José Emídio na decoração do teto da sala de espetáculos.» in http://www.cm-felgueiras.pt/pt/casa-das-artes

F.C. do Porto Bilhar - A equipa de bilhar do FC Porto encerrou na noite de segunda-feira o percurso na zona Norte do Campeonato Nacional com um triunfo (3-1) no Salão da Académica de Leça, na 14.ª e última jornada desta fase da prova.



«BILHAR: TRIUNFO EM LEÇA PARA FECHAR A ZONA NORTE

FC Porto venceu a Académica de Leça na 14.ª jornada da zona Norte do campeonato.

A equipa de bilhar do FC Porto encerrou na noite de segunda-feira o percurso na zona Norte do Campeonato Nacional com um triunfo (3-1) no Salão da Académica de Leça, na 14.ª e última jornada desta fase da prova. Segue-se a Final Six, que tem início a 3 de abril.

Na noite de segunda-feira, a vitória da equipa azul e branca foi conseguida graças aos triunfos de Rui Manuel Costa sobre Damião Neves (40-20), de Santos Oliveira sobre Abel Amaral (40-30) e de Fernando Cunha diante de Vasco Ferreira (40-28). Quanto a Alípio Jorge, perdeu frente a Pedro Brandão, por 40-38. 

Com 10 vitórias, três empates e apenas uma derrota, a formação portista encerra esta fase como líder da tabela (37 pontos), seguida pela equipa Dragon Force (35 pontos) e pelo Leça FC (34 pontos). No Zona Sul apuraram-se as formações do Sporting, Benfica e Ginásio do Sul.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/bilhar-academica-leca-fcporto-cn-zona-norte-14jor.aspx

26/03/18

Música Pop/Rock - Virginia Claire "Gin" Wigmore (Auckland, 6 de junho de 1986) é uma cantora e compositora da Nova Zelândia.


Gin Wigmore - "Hey Ho"


Gin Wigmore - "Back to sleep"


Gin Wigmore - "Man like that"


Gin Wigmore - "Oh My" - (Official Vídeo)


Gin Wigmore - "Written In The Water Die Regardless"


Gin Wigmore - "Devil In Me"


Gin Wigmore - "Dirty Mercy"


Gin Wigmore - "Willing To Die" - (ft. Suffa, Logic)


Gin Wigmore - "Hallelujah"


Gin Wigmore - "Cabrona"


Gin Wigmore - "These Roses" - (Official Video)


Gin Wigmore - "Holding On To Hell" - (AUDIO)


Gin Wigmore - "S.O.S."


Gin Wigmore - "Sweet Hell"


Gin Wigmore - "New Rush"


Gin Wigmore - "Man Like That" - (The Old Queens Head Session)



"Hey Ho
Gin Wigmore
  
I hear you're leavin town
And I am feelin down
You should know that nothin leaves my side

I'm gonna come around
I'm gonna shoot you down
You knocked my crown
Now you'll go six feet under ground

Your lies have broke my life
Say goodbye my angel
I gave you all my love
To sleep alone my angel

Hey ho nobody knows
You're not comin home
Hey ho nobody knows
You're not comin home

Don't you take me here
"Don't you take me here"
Don't you touch me there
"Touch me there"

I am diggin your grave
And you stay there

Can you see the light,
"Can you see the light"
And think you're still alive?
"Still alive"

Believe me baby
You won't come back again
"You won't come back again"

Your lies have broke my life
Say goodbye my angel
I gave you all my love
To sleep alone my angel

Hey ho nobody knows
You're not comin home
Hey ho nobody knows
You're not comin home

It didn't have to be this way
Playin games and lost one day
Have mercy on my lonely soul
It wasn't me, it was you you know

Your lies have broke my life
Say goodbye my angel
I gave you all my love
To sleep alone my angel
Your lies have broke my life
Say goodbye my angel

Hey ho nobody knows
You're not comin home
Hey ho nobody knows
You're not comin home
Hey ho nobody knows
You're not comin home
Hey ho nobody knows
You're not comin home"
Pin It button on image hover