28/02/18

Desporto Futebol - O treino desta quarta-feira do Desportivo de Chaves, da I Liga portuguesa de futebol, foi cancelado devido à queda de neve na região de Trás-os-Montes, adiantou o emblema ‘azul-grená’ na sua página oficial



«Treino do Desportivo de Chaves cancelado devido à neve

O treino desta quarta-feira do Desportivo de Chaves, da I Liga portuguesa de futebol, foi cancelado devido à queda de neve na região de Trás-os-Montes, adiantou o emblema ‘azul-grená’ na sua página oficial.

Os trabalhos, que estavam inicialmente marcados para o Complexo Desportivo Municipal de Vila Pouca de Aguiar – centro de treinos do clube -, foram transferidos para o estádio, em Chaves, contudo, “o manto branco com uma espessura assinalável” que cobriu o relvado e o “gelo nas bermas” não permitiu a sua realização.

Se as condições atmosféricas o permitirem, os comandados de Luís Castro regressam aos treinos na quinta-feira, às 10:30, no Estádio Municipal Eng.º Manuel Branco.

O Desportivo de Chaves, no sexto lugar, com 36 pontos, visita o Tondela, no próximo domingo, às 11:45, em jogo da 25.ª jornada da I Liga.

A cidade de Chaves, no distrito de Vila Real, foi atingida por um nevão na terça-feira, uma situação que já não se verificava há vários anos.

Como consequências as atividades letivas foram suspensas e verificaram-se também dificuldades na circulação rodoviária.» in https://24.sapo.pt/desporto/artigos/treino-do-desportivo-de-chaves-cancelado-devido-a-neve

Ambiente e Ecologia - Enquanto a Europa treme de frio, o Polo Norte conhece um pico de calor com temperaturas 30 graus centígrados (ºC) acima da normal para a época, um fenómeno excecional que ocorre em contexto de aquecimento do Ártico.



«ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS: ENQUANTO O ÁRTICO ESTÁ 30ºC ACIMA DO NORMAL, A EUROPA TREME DE FRIO

Enquanto a Europa treme de frio, o Polo Norte conhece um pico de calor com temperaturas 30 graus centígrados (ºC) acima da normal para a época, um fenómeno excecional que ocorre em contexto de aquecimento do Ártico.

O termómetro atingiu os 35ºC negativos em algumas regiões do centro da Federação Russa no domingo, 12ºC negativos na Polónia ou ainda 10ºC negativos no leste da França.

Nos últimos quatro dias, pelo menos 20 pessoas morreram na sequência da vaga de frio siberiano que se abateu sobre a Europa.

Durante este tempo, o Polo Norte, mergulhado na escuridão permanente da noite polar, registava temperaturas positivas graças a vagas de ar ameno.

Existe "uma situação de bloqueio anticiclónico no norte da Escandinávia (...) com uma subida de ar ameno da Islândia para o Polo Norte de um lado e o anticiclone do outro, descida de ar frio do Ural e da Rússia ocidental para a Europa ocidental", disse à agência AFP um meteorologista da Meteo-France, Etienne Kapikian.

Em resultado, "estima-se que ao nível do Polo Norte estão zero graus", indicou Kapikian, segundo estimativas feitas com modelização, porque não há estação meteorológica instalada no local.

Mais quente na Gronelândia do que em Bragança

Para ter uma medida mais precisa, é preciso ir ao extremo norte da Gronelândia, "onde se registaram 6,2ºC no domingo", acrescentou Kapikian. "É um valor excecional, cerca de 30ºC acima do que é normal para a época, mesmo 35ºC dada esta medida tão precisa", acentuou. É este um episódio excecional? Sim, mas nem tanto, respondem os cientistas.

"Temperaturas positivas no Polo Norte no inverno foram registadas quatro vezes entre 1980 e 2010 (...). Mas agora ocorreram em quatro dos últimos cinco invernos", disse à AFP o climatologista Robert Graham, do Instituto Polar Norueguês.

"Tivemos um inverno excecional no Ártico, o precedente também já tinha sido e não arriscamos muito se dissermos que o próximo também vai ser (...). É o aquecimento do Ártico", reforçou Etienne Kapikian.

Será que se pode atribuir esta situação às alterações climáticas?

"É difícil dizer que um acontecimento está ligado ao aquecimento global. Mas esta tendência que observamos, um Ártico quente, um continente frio, pode estar ligada às alterações climáticas", respondeu Marlene Kretschmer, climatologista no Instituto de Potsdam para a investigação sobre as alterações climáticas.

Estes episódios de subida das temperaturas não são uma boa notícia para o gelo do Ártico, cuja superfície nunca foi tão reduzida nesta época desde o início dos registos, há mais de 50 anos.

Em torno do arquipélago norueguês de Svalbard, a leste da Groenlândia, a superfície de gelo medida na segunda-feira era de 205.727 quilómetros quadrados, seja menos de metade da superfície média do período 1981-2010, segundo os registos noruegueses.

De forma global, os climatologistas consideram provável ver o Oceano Ártico sem gelo no verão até 2050.» in https://lifestyle.sapo.pt/saude/noticias-saude/artigos/alteracoes-climaticas-enquanto-o-artico-esta-30oc-acima-do-normal-a-europa-treme-de-frio

Amarante Meteorologia - O Túnel do Marão esteve encerrado, esta terça-feira, no sentido Amarante - Vila Real devido ao despiste de uma viatura à saída da galeria, numa zona onde se está a acumular bastante neve na via.



«Neve condiciona circulação no Túnel do Marão

O Túnel do Marão esteve encerrado, esta terça-feira, no sentido Amarante - Vila Real devido ao despiste de uma viatura à saída da galeria, numa zona onde se está a acumular bastante neve na via.

Pelas 18.20 horas, a circulação estava a fazer-se de forma condicionada devido à elevada acumulação de neve na via do lado de Vila Real que tem obrigado a interromper o trânsito temporariamente para limpeza da estrada.

Segundo fonte da Guarda Nacional Republicana, o acidente "aconteceu à saída da galeria" e a infraestrutura foi "encerrada por precaução". Desconhece-se a gravidade dos ferimentos e o número de ocupantes da viatura.

A Autoestrada 4 (A4), onde está inserido o Túnel do Marão, estava a ser utilizada como alternativa ao Itinerário Principal 4, que foi cortado a meio da tarde, devido à queda intensa de neve. Neste momento, há constrangimentos na circulação rodoviária em vários pontos da A4 e da A24.» in https://www.jn.pt/local/noticias/porto/amarante/interior/tunel-do-marao-encerrado-num-sentido-devido-a-acidente-9148805.html

Música Portuguesa - Depois da polémica sobre o plágio em torno de "Canção do Fim", Diogo Piçarra anunciou nas redes sociais que não vai continuar no Festival da Canção.



«Diogo Piçarra desiste do Festival da Canção depois de acusações de plágio

Depois da polémica sobre o plágio em torno de "Canção do Fim", Diogo Piçarra anunciou nas redes sociais que não vai continuar no Festival da Canção. O tema de Aline Frazão volta à competição.

Na segunda semifinal do Festival da Canção, que decorreu este domingo, 24 de fevereiro, na RTP1, Diogo Piçarra destacou-se, sendo o mais votado da noite, com 24 pontos (12 pontos do júri e 12 pontos do público). O jovem cantor apresentou "Canção do Fim" que, horas depois da transmissão televisiva, começou a ser comparada com um tema da Igreja Universal do Reino de Deus.

Depois da polémica nas redes sociais, o cantor decidiu desistir do Festival da Canção. O anúncio foi feito nas redes sociais. "A toda esta família, informo que decidi terminar a minha participação no Festival da Canção", escreveu o músico.

"Não existem palavras para agradecer todo o apoio e carinho que tenho recebido nas últimas 24 horas de colegas de profissão, amigos, família e fãs.  A minha posição mantém-se em relação à minha música, a consciência tranquila e cabeça erguida. Mas não pretendo alimentar mais esta nuvem. Tudo isto que se criou em torno da minha participação, já não é Música", frisou Diogo Piçarra.

A canção de Aline Frazão, interpretada por Susana Travassos, vai substitui a de Diogo Piçarra na final do Festival da Canção, agendada para domingo, em Guimarães. Cláudia Pascoal, Maria Inês Paris, Minnie & Rhayra, Lili, David Pessoa, Peter Serrado, Peu Madureira , Janeiro, Catarina Miranda, Anabela, Joana Barra Vaz, Joana Espadinha e Rui David são os finalistas.

No comunicado partilhado nas redes sociais, o cantor sublinha ainda que teria "orgulho" em "representar o meu país num concurso como a Eurovisão". "Já não faz sentido nenhum sequer tentar ganhar essa oportunidade", acrescenta.» in https://mag.sapo.pt/showbiz/artigos/diogo-picarra-desiste-do-festival-da-cancao


Canção n.º 4: Diogo Piçarra - "Canção do Fim" - 2.ª Semifinal | Festival da Canção 2018


"Canção do Fim
Diogo Piçarra
  
De costas para o mundo
A tua miragem
Não há amor que dure
Nem tristeza que passe

Tu olhas para tudo
E não vês nada
Só o teu futuro
Na ponta da arma

Podem fazer muros
Mas não tapam a alma
Tu olhas para tudo
E não vês nada

Eu não sou nada
Mas eu consigo tudo
E mesmo no escuro
Verei sempre caras

Tu olhas para tudo
E não vês nada"

27/02/18

F.C. do Porto Bilhar - O FC Porto bateu o Leixões, por 3-1, no Estádio do Mar, na 10.ª jornada do Campeonato Nacional de bilhar às três tabelas.



«VITÓRIA PORTISTA NO SALÃO DO LEIXÕES

Dragões levaram a melhor sobre os matosinhenses (3-1) na 10.ª jornada do Campeonato Nacional (Zona Norte).

O FC Porto bateu o Leixões, por 3-1, no Estádio do Mar, na 10.ª jornada do Campeonato Nacional de bilhar às três tabelas. Os azuis e brancos lideram a Zona Norte, com 27 pontos, mais três do que o Dragon Force, e estão muito perto de garantir a qualificação para a Final Six da prova, quando faltam disputar quatro rondas.

Os Dragões suplantaram os matosinhenses com vitórias de Alípio Jorge, Rui Manuel Costa e Santos Oliveira nas respetivas mesas, sendo que apenas Fernando Cunha não conseguiu derrotar o seu adversário. Na próxima jornada, a 11.ª, a equipa portista recebe a Académica de Leça na Academia de Bilhar do Estádio do Dragão (5 de março, 21h30).» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/Bilhar-Leixoes-FC-Porto-10a-jor-zona-Norte-Camp-Nac-18.aspx

Arte Cinema - A estrela de Bollywood Sridevi Kapoor, considerada uma das maiores atrizes do cinema indiano, que faleceu no fim de semana no Dubai aos 54 anos, morreu afogada numa banheira do hotel onde estava hospedada, indicou nesta segunda-feira a polícia do emirado.



«Estrela de Bollywood Sridevi Kapoor morreu afogada na banheira

A estrela de Bollywood Sridevi Kapoor, considerada uma das maiores atrizes do cinema indiano, que faleceu no fim de semana no Dubai aos 54 anos, morreu afogada numa banheira do hotel onde estava hospedada, indicou nesta segunda-feira a polícia do emirado.

A morte da atriz, sábado à noite no emirado, provocou uma avalanche de homenagens de artistas e políticos indianos.

Sridevi Kapoor foi encontrada sem vida no sábado no seu hotel. A atriz estava no Golfo para o casamento de um de seus sobrinhos.

"A morte da atriz indiana Sridevi ocorreu como consequência de um afogamento na banheira do seu quarto de hotel, após uma perda de consciência", anunciou no Twitter a polícia de Dubai, com base nas informações fornecidas pela autópsia. As primeiras informações apontavam para um ataque cardíaco como causa do óbito.

A morte inesperada de Sridevi ocupava na segunda-feira as primeiras páginas dos jornais na Índia, onde se espera o retorno dos restos a Mumbai.

Após o anúncio da morte, centenas de pessoas reuniram-se diante da casa da atriz no bairro de Lokhandwala, em Mumbai, e a polícia foi mobilizada.

Sridevi, cujo nome verdadeiro era Shree Amma Yanger Ayappan, iniciou a carreira no fim dos anos 1960, com apenas quatro anos.

A carreira em Bollywood começou em 1979. Atuou em quase 300 filmes, incluindo "Chandni", "Mr India", "Mawali" e "Tohfa".

Era casada com o produtor Boney Kapoor, com quem teve duas filhas.» in https://24.sapo.pt/atualidade/artigos/estrela-de-bollywood-sridevi-kapoor-morreu-afogada-na-banheira


(India mourns as Bollywood superstar Sridevi dies)


(Shocking! SRIDEVI Kapoor Passed Away On 25th February​ | How Sridevi Died)


(Tribute to SRIDEVI)

Mundo - Conhecido como a nova Arca de Noé, o Banco Mundial de Sementes situa-se nas ilhas de Svalbard, no Ártico e faz parte do território norueguês.



«Já ouviu falar do Banco Mundial de Sementes? Diz que é a nova Arca de Noé

É um cofre, a 150 metros de profundidade, destinado a albergar sementes e plantas de todo o mundo em segurança, para fazer frente a uma eventual catástrofe natural ou uma guerra nuclear. Portugal trata do milho.

Conhecido como a nova Arca de Noé, o Banco Mundial de Sementes situa-se nas ilhas de Svalbard, no Ártico e faz parte do território norueguês. Uma década após a sua inauguração, vai ser alvo de melhorias devido aos danos provocados pelo degelo do Ártico nos últimos anos.

Trata-se de um cofre construído numa mina de carvão abandonada, a 150 metros de profundidade da montanha, e alberga em segurança sementes e plantas de todo o mundo para fazer frente a uma eventual catástrofe natural ou uma guerra nuclear.

Portugal está entre os contribuintes, tendo recentemente enviado 100Kg de milho para o cofre, de uma colheita dos anos 1970, armazenado em Braga. O país é o responsável pelas reservas mediterrânicas do milho.

Ao todo, o banco tem depositado 890 mil amostras de sementes de todo o mundo. Em 2013, graças a este stock de sementes, foram reabastecidos os bancos de Marrocos e Líbano, devido à destruição do banco central na Síria, como consequência da guerra civil.

Infelizmente, o degelo do permafrost nos últimos anos permitiu infiltrações indesejadas e embora não causasse danos, deixou os responsáveis em alerta. Vai ser construído um sistema de drenagem, um novo túnel de concreto e melhorias nas paredes de acesso. As obras estão estimadas em cerca de 13 milhões de dólares.

No site oficial pode consultar informações sobre o depósito, como ajudar a causa, e de forma divertida, fazer uma visita interativa às instalações do Banco Mundial de Sementes.» in https://tek.sapo.pt/extras/site-do-dia/artigos/ja-ouviu-falar-do-banco-mundial-de-sementes-diz-que-e-a-nova-arca-de-noe


(Silo Internacional de Sementes na Noruega: guardião da biodiversidade em caso de… apocalipse - science)


(Inside the Svalbard Seed Vault)


A Arca de Noé - Depósito Mundial de Sementes (Tempos Atuais - Jornal Nacional)

Amarante Desporto Automóvel - António Jorge, Presidente do Clube Automóvel de Amarante, e a sua equipa continuam a preparar o Rali de Amarante/Baião.



«RALI DE AMARANTE/BAIÃO: “VAMOS TER UM BOM RALI DE ASFALTO”

António Jorge, Presidente do Clube Automóvel de Amarante, e a sua equipa continuam a preparar o Rali de Amarante/Baião, prova que entra este ano no CPR: “Desde a notícia da subida do rali ao nacional já gastei alguns depósitos de combustível no terreno para avaliar e conhecer melhor as estradas. 

Temos vindo a avaliar, estamos para aí na versão 7 ou 8 em termos de possibilidades de troços e neste momento já decidimos algumas coisas, que vamos ter. 

Perspetivamos um rali com perto de 120 km de troços, com uma secção em Baião e outra na zona de Amarante. Acredito que vamos ter um bom rali de asfalto”, disse António Jorge.» in https://www.autosport.pt/ralis/rali-amarante-baiao-ter-um-bom-rali-asfalto/


Rali de Baião / Amarante 2017 - ACTION & SHOW [HD]


Rali Baião / Amarante 2017 - Highlights [Full HD]


Rally Baião-Amarante 2017, Full Movie, All Cars, No Crash!!!!

26/02/18

Política de Saúde - Um grupo de cientistas britânicos conseguiu replicar em laboratório versões reduzidas de tumores, de forma a testar os tratamentos mais eficientes para cada um, em vez submeter os doentes ao atual processo de "tentativa e erro".



«Atalho contra o cancro: Cientistas criam mini-tumores em laboratório para testar tratamentos

Um grupo de cientistas britânicos conseguiu replicar em laboratório versões reduzidas de tumores, de forma a testar os tratamentos mais eficientes para cada um, em vez submeter os doentes ao atual processo de "tentativa e erro".

Cientistas do The Institute of Cancer Research (ICR) e do The Royal Marsden NHS Foundation Trust, ambos no Reino Unido, descobriram uma forma de replicar os tumores de pacientes oncológicos, de modo a testar a eficácia de vários medicamentos no seu tratamento.

Atualmente, a eficácia dos medicamentos anticancerígenos é apenas visível meses após o início do tratamento via tomografia computorizada (TAC), não havendo maneira de se saber mais cedo se os medicamentos estão ou não a funcionar.

Este procedimento permitirá aos médicos contrariar isso e prever os tratamentos que funcionarão para cada caso específico antes de estes serem postos em prática, evitando o método tentativa e erro e os efeitos secundários de medicamentos que não produzem efeito.

Investigadores do ICR e do The Royal Marsden concluíram que o método funciona com uma exatidão entre 88-100%, relatam num estudo publicado na revista científica Science.

“De momento, os médicos não sabem ver se um paciente vai responder ou não” aos medicamentos, diz Nicola Valeri, oncologista do Royal Marsden Hospital e principal autor do estudo, à Sky News.

“O tempo é crucial e com esta técnica conseguimos resultados quase em tempo real. É uma forma extremamente promissora de prever se uma droga vai ou não funcionar para um paciente”, afirma.

Os investigadores retiraram amostras dos tumores de 71 pacientes com cancros em fase avançada nos intestinos, no estômago e no fígado. As amostras foram depois colocadas num gel especial durante três a quatro semanas, o que as fez desenvolver e dividir-se em vários mini-tumores.

Um total de 55 medicamentos foi, então, testado em cada réplica, e o medicamento mais eficaz foi encontrado em pelo menos 88% dos casos.

“Este estudo demonstrou que testar medicamentos em réplicas de tumores antes de serem prescritos a pacientes não só é possível, como também prevê com mais exatidão como o paciente vai responder – melhor do que olhando apenas para o ADN do cancro”, conclui Paul Workman, presidente do ICR e coautor do estudo.

O investigador considera que este método terá uma especial importância para os pacientes com cancros em estado avançado, visto eliminar o tempo perdido com prescrições erradas.

Valeri acredita que a réplica em laboratório de tumores é uma forma “extremamente promissora” de fornecer “tratamentos verdadeiramente personalizados” aos pacientes. No entanto, adverte para a necessidade de mais investigações neste campo.

Os autores do estudo acreditam ainda que este método permitirá reduzir a necessidade de fazer experiências em animais e o desenvolvimento de tratamentos mais eficazes e menos agressivos para os pacientes.» in http://visao.sapo.pt/actualidade/sociedade/2018-02-26-Atalho-contra-o-cancro-Cientistas-criam-mini-tumores-em-laboratorio-para-testar-tratamentos

Empreendedorismo - A incubadora do Instituto Pedro Nunes foi classificada em 5º lugar num ranking global de melhores incubadoras de base universitária conduzido pela UBI Global, uma entidade de investigação e consultoria sueca reconhecida mundialmente.



«Instituto Pedro Nunes entre as melhores incubadoras do mundo

Lançada em  1991, a incubadora do Instituto já apoiou mais de 280 empresas e criou acima de 2.200 postos de trabalho altamente qualificados, tendo atingido os 165 milhões de euros de volume de negócios. Está agora no Top 5 mundial.

A incubadora do Instituto Pedro Nunes foi classificada em 5º lugar num ranking global de melhores incubadoras de base universitária conduzido pela UBI Global, uma entidade de investigação e consultoria sueca reconhecida mundialmente.

Anunciado durante a última edição do World Incubation Summit, o “Top 5 das Melhores Incubadoras do Mundo” resulta do UBI World Benchmark Study 2017 - 2018, um estudo comparativo que abrangeu 1.370 programas de incubação e aceleração ligados a universidades, oriundos de 53 países, com o objetivo destacar e apresentar o desenvolvimento da indústria de incubação, bem como mostrar as suas tendências tecnológicas e impacto no ecossistema das startups e na economia em geral, refere uma nota de imprensa.

A distinção surge numa altura em que a incubadora do IPN Instituto já apoiou mais de 280 empresas e criou acima de 2.200 postos de trabalho altamente qualificados, tendo atingido 165 milhões de euros de volume de negócios anual. Critical Software, WIT Software, Crioestaminal, Active Space Technologies, Take the Wind ou  FEEDZAI são algumas das empresas tecnológicas que passaram pela incubadora.

Pode conhecer mais sobre atividade da incubadora do Instituto Pedro Nunes através do endereço www.ipn.pt/incubadora.» in https://tek.sapo.pt/extras/site-do-dia/artigos/instituto-pedro-nunes-entre-as-melhores-incubadoras-do-mundo

Ambiente e Ecologia - Um estudo aponta para uma taxa de carbono de 183 euros por tonelada, 25 vezes superior à taxa atual, com Portugal a ficar aquém das metas assinadas no acordo de Paris.



«Imposto do carbono pode servir para baixar IRS e IRC

Um estudo aponta para uma taxa de carbono de 183 euros por tonelada, 25 vezes superior à taxa atual, com Portugal a ficar aquém das metas assinadas no acordo de Paris.

Um estudo que testa a capacidade de resposta de Portugal ao acordo de Paris traz duas novidades: primeiro, que em 2050, Portugal não conseguirá atingir a neutralidade carbónica a que se comprometeu só com base no imposto sobre o carbono. Mas a receita fiscal sobre as emissões de carbono deverá compensar os contribuintes pelos esforços extra, sendo aproveitada para abater o IRS e IRC, avança o Público (acesso condicionado).

“O sistema energético português não aguenta reduções de 85% de emissões“, diz Júlia Seixas, co-autora do estudo que fez em parceria com o economista Marvão Pereira. Esta seria a percentagem necessária para atingir a neutralidade carbónica subscrita no acordo de Paris. Só a tecnologia poderia dar origem a um cenário diferente.

“Não se chega às metas estabelecidas [de redução das emissões de CO2 em 87,5% até 2050] só com o imposto do carbono”, garante o economista Marvão Pereira, face ao cruzamento entre o modelo tecnológico e o económico.

Os académicos preveem que, em 2050, Portugal se fique por uma redução de 60%, à luz da qual o custo por tonelada de carbono é de 183 euros — uma taxa 25 vezes superior à atual, que custa pouco mais de sete euros. “Daria perto de 5% a 7% do PIB. As empresas teriam uma incidência fiscal, por via deste imposto, três a quatro vezes maior do que têm hoje“, comenta Marvão Pereira.

Num cenário de cortes de 85%, o preço da tonelada dispara para os 2.983 euros, mais que “o IVA e o IRS juntos” aos olhos da realidade de 2018, nota a investigação.

Os académicos responsáveis por este estudo, intitulado “O Papel da Eletricidade na Descarbonização da Economia Portuguesa”, são Alfredo Marvão Pereira, do College of William and Mary nos EUA e Júlia Seixas, da faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa.» in https://www.sapo.pt/noticias/economia/imposto-do-carbono-pode-servir-para-baixar_5a93cb260f7ba7b41cf41e56


(Serviço ambiental da floresta: Sequestro de carbono)


(Ciclo do carbono)


(O Ciclo do Carbono - Professor Albert e a Ciência da Natureza)

Liga NOS: Portimonense 1 vs F.C. do Porto 5 - Os Dragões venceram, em Portimão, o Portimonense, por goleada, e repuseram os cinco pontos de vantagem para o segundo classificado.



«INSACIÁVEIS

FC Porto venceu o Portimonense (5-1). Chegou à quinta vitória consecutiva e repôs os cinco pontos na liderança.

Para o FC Porto a jornada 24 da Liga NOS foi concluída com sucesso. Os Dragões venceram, em Portimão, o Portimonense, por 5-1, e repuseram os cinco pontos de vantagem para o segundo classificado, o Benfica. Quanto ao Sporting (recebe na segunda-feira o Moreirense), que é precisamente o próximo adversário dos azuis brancos, segue, à condição, a oito pontos. Em mais uma demonstração de raça e intensidade, um início avassalador dos azuis e brancos acabou por ser demasiado para um Portimonense que, verdade seja dita, numa primeira, não abdicou de incomodar, sempre que possível, os domínios de Iker Casillas.

No rescaldo da partida com o Estoril Sérgio Conceição frisou uma ideia que vem defendendo ao longo da temporada: “O jogo depende sempre muito do que nós podemos fazer”, lembrou. E de facto, olhando para os últimos jogos do FC Porto, e em específico para o desta noite no Portimão Estádio, só podemos concordar. É que parece não haver antidoto para tamanha dose de intensidade, raça, querer e, claro está, de qualidade.

Esta noite, o Portimonense foi só mais uma vítima. Dezasseis minutos e, além de duas oportunidades flagrantes, os Dragões já contavam dois golos: primeiro Marega, aos 10 minutos, e depois Otávio (fez o golo 100 do FC Porto na época 2017/18 no jogo 40: impressionante!), aos 16, ambos a concluírem brilhantes triangulações, são o espelho desta equipa. Do outro lado, Casillas, à guarda-redes de equipa grande, segurou a melhor oportunidade do Portimonense (ainda o marcador estava a zero) e, para melhorar tudo, a fechar o primeiro tempo, Marega voltou a festejar. Maxi fez o convite açucarado a que o pé direito do maliano não soube dizer que não.

Neste jogo houve mesmo uma segunda parte e esta foi disputada a um ritmo mais morno. Aí, os Dragões controlaram, até porque a margem cavada na primeira permitiu mostrar a face menos frenética dos portistas. Mas menos frenética não significa longe do golo. Dalot, na estreia absoluta como titular na Liga, tirou dois cruzamentos com conta, peso e medida: no primeiro, de pé direito, deu a Soares, que no centro da área voltou a ser fixe (oito golos nos últimos cinco jogos em competições nacionais) e no segundo, de pé esquerdo, deu a Brahimi o 5-0 (quarto golo do argelino esta época diante do Portimonense). Por concretizar ficaram um par de ocasiões, mas a verdade é que não se pode pedir mais. Este Dragão é mesmo insaciável e nem o golo marcado pelo Portimonense no último lance do jogo nos faz refletir sobre esta afirmação.

Encerrados dois capítulos a sul (Estoril e Portimão), a luta continua agora em casa, no Estádio do Dragão, que espera pelo Sporting na próxima sexta-feira. O clássico joga-se a partir das 20h30.

VER FICHA DE JOGO» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/2017%20-%202018/insaciaveis-2-25-2018.aspx


Liga (24ªJ): Resumo Portimonense 1-5 FC Porto

25/02/18

Política de Internacionalização - A Baía do Tejo garante que está assegurada a passagem de responsáveis e empresários russos pelos territórios da Lisbon South Bay.



«Terrenos da Baía do Tejo: vêm aí os russos…
Nuno Miguel Silva

A Baía do Tejo garante que está assegurada a passagem de responsáveis e empresários russos pelos territórios da Lisbon South Bay.

Está prevista a vinda a Portugal de uma comitiva composta por várias entidades e empresas de diversos setores de atividade da Federação Russa, asseguram os responsáveis da Baía do Tejo, empresa do universo Parpública que gere os terrenos de diversos parques empresariais.

Apesar de ainda não estar definida a data da visita dessa comitiva russa a Portugal, a Baía do Tejo garante que está assegurada a passagem de responsáveis e empresários russos pelos territórios da Lisbon South Bay, constituídos pelos antigos parques industriais da CUF, no Barreiro; da Siderurgia Nacional, no Seixal; e da Lisnave, na Margueira.

Este é o resultado da participação da Baía do Tejo na ProdExpo, uma das mais importantes feiras do setor industrial e agroalimentar da Rússia, que teve lugar em Moscovo de 11 a 15 de fevereiro.

Nessa ocasião, a administração da Baía do Tejo assinou três protocolos com entidades ligadas à Câmara de Comércio e Indústria da Federação Russa.

“Estes protocolos vieram confirmar o grande interesse da comunidade empresarial russa na vantajosa posição geoestratégica de Portugal e no ambiente efervescente que a região da Grande Lisboa e as principais cidades do nosso País têm manifestado”, defendem os responsáveis da Baía do Tejo.

Um dos protocolos assinados foi com a Câmara de Comércio e Indústria de Moscovo, que representa cerca de 3.500 associados.

Esta entidade “deu nota do interesse e apetência crescentes que as empresas russas vêm manifestando na internacionalização e confirmou que este é um momento em que estas empresas estão muito voltadas para o investimento e apostadas em alargar a sua presença no exterior”.

Nas palavras do vice-presidente desta Câmara de Comércio, Suren Vardanyan, foi também explicada a vontade e interesse de Moscovo em receber empresas que desejem instalar-se em Moscovo, “às quais serão garantidas condições vantajosas”.

Suren Vardanyan sublinhou também “a importância que assume para esta câmara a credibilidade e a fiabilidade que reconhece à Baía do Tejo ao longo dos contactos que têm sido mantidos e que agora se aprofundam, entre ambas as entidades”.

“O interesse nos ativos residentes nos territórios Lisbon South Bay e o ‘know how’ reconhecido à Baía do Tejo na gestão de parques com ADN marcadamente industrial foram considerados positivos e torna-se agora mais fácil todo o processo das empresas russas que se queiram instalar nos concelhos de Almada, Barreiro e Seixal e, mais a norte do País, em Estarreja”, assegura a empresa liderada por Jacinto Pereira.

A ProdExpo deste ano, teve cerca de 60 mil visitantes, individuais e institucionais, e contou com expositores de 63 países e 2.343 empresas participantes, das quais 1.659 eram russas.» in http://www.jornaleconomico.sapo.pt/noticias/terrenos-da-baia-do-tejo-vem-ai-os-russos-273919

Arte Cinema - A atriz indiana Sridevi Kapoor, uma das maiores estrelas de Bollywood, morreu neste sábado, aos seus 54 anos, vítima de um ataque cardíaco, revelou um familiar.



«Sridevi Kapoor, a “diva de Bollywood” , morreu aos 54 anos

A atriz indiana Sridevi Kapoor, uma das maiores estrelas de Bollywood, morreu neste sábado, aos seus 54 anos, vítima de um ataque cardíaco, revelou um familiar.

Segundo relatou ao jornal Indian Express um irmão da atriz, Sridevi morreu nos Emirados Árabes, para onde tinha viajado com a família para participar de um casamento.

A atriz começou a carreira aos quatro anos de idade e serviu de inspiração e modelo para diversas atrizes que entraram na indústria do cinema. Estrelou mais de cem películas em língua hindi e gravou dezenas de sucessos musicais, sendo reconhecida como uma das maiores atrizes indianas.

O seu maior sucesso foi Mr India, em 1987, um dos mais rentáveis filmes de sempre no continente asiático.

Bollywood é a indústria de cinema de língua hindi, a maior indústria de cinema na Índia, em termos de lucros e popularidade a nível nacional e internacional. O nome Bollywood surge da fusão de Bombaim, cidade que acolhe os principais estúdios, e de Hollywood.» in https://24.sapo.pt/atualidade/artigos/sridevi-kapoor-a-diva-de-bollywood-morreu-aos-54-anos


(Sridevi last minute pictures in Dubai| Heart Attack-Exclusive Photos|Dubai|)


(Sridevi death News | veteran actress Sridevi died)


(Sridevi Bollywood Hottest Songs Bluray)

F.C. do Porto Sub 17 Futebol: Rio Ave 0 vs F.C. do Porto 1 - FC Porto foi a Vila do Conde bater o Rio Ave pela margem mínima, com um golo de Fábio Silva.



«SUB-17 APURADOS PARA A FASE FINAL DO CAMPEONATO

FC Porto foi a Vila do Conde bater o Rio Ave por 1-0, com um golo de Fábio Silva.

A equipa de Sub-17 do FC Porto confirmou o apuramento para a fase final do Campeonato Nacional de Juniores B, depois de, na manhã deste domingo, em Vila do Conde, ter derrotado o Rio Ave, por 1-0. Fábio Silva foi o autor do golo dos azuis e brancos, líderes da Série Norte da competição, com 30 pontos, quando estão cumpridas 12 das 14 jornadas da segunda fase.

No Campo de Treinos N.º 1 do Rio Ave, a equipa orientada por Mário Silva assumiu, desde cedo, as despedas do jogo na procura do golo. Fábio Silva foi quem dispôs da melhor oportunidade de toda a primeira parte quando, em posição privilegiada, não conseguiu o desvio certeiro, na sequência de um cruzamento nascido na direita do ataque azul e branco.

No segundo tempo, o jovem avançado, que esta época reforçou os Sub-17, foi mais eficaz. Num lance bem trabalhado pelo lado esquerdo, deu a melhor sequência a um cruzamento de Ruca (53m), apontando o 24.º golo em 2017/18 e garantindo ao FC Porto a nona vitória nesta segunda fase do campeonato.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/sub-17-rio-ave-fcporto-cnjb,2f-sn-12j.aspx


Formação: Sub-17 - Rio Ave-FC Porto, 4-2 (CNJB, 2.ª fase, 12.ª j., 25/02/18)

Amarante Património - O Solar dos Magalhães, que foi incendiado durante as invasões francesas, será a futura residência da “Casa da Memória de Amarante”, que terá projecto do arquitecto Siza Vieira.



«O Solar dos Magalhães vai receber a futura “Casa da Memória de Amarante”

O Solar dos Magalhães, que foi incendiado durante as invasões francesas, será a futura residência da “Casa da Memória de Amarante”, que terá projecto do arquitecto Siza Vieira.

Previamente ao início das obras e dando cumprimento à Lei de Bases do Património Cultural, estão a decorrer trabalhos de pesquisa arqueológica, com o intuito de avaliar a eventual existência de património enterrado e, em caso afirmativo, proceder à sua devida proteção e salvaguarda. Os trabalhos estão a ser coordenados pela Divisão de Cultura do Município e executados pela empresa Arqueoguia.

O Solar dos Magalhães data da segunda metade do séc. XVI e foi residência da família dos Magalhães de Alvellos, tendo sido incendiado em 1809. As ruínas deste edifício, que fica numa zona historicamente importante da cidade, tem um grande simbolismo, já que marca a heroicidade e a resistência da população aos avanços realizados pelas tropas do general francês Loison.» in http://infocul.pt/cultura/solar-dos-magalhaes-vai-receber-futura-casa-da-memoria-amarante/


(AMARANTE CIDADE PRESÉPIO-2012-SOLAR DE MAGALHÃES)

24/02/18

Política de Saúde - A incidência da relação entre o HPV e o cancro de cabeça e pescoço tem vindo a aumentar a nível mundial, razão que investigadores e médicos indicam estar na origem de atingir cada vez mais jovens.


Ana Castro, médica especialista em Oncologia, investigadora e presidente do Grupo de Estudos de Cancro de Cabeça e de Pescoço (GECCP)


«CANCRO DE CABEÇA E PESCOÇO AFETA CADA VEZ MAIS JOVENS. E NÃO É POR CAUSA DO TABACO NEM DO ÁLCOOL

O cancro de cabeça e pescoço sempre foi associado a homens com mais de 50 anos, fumadores e consumidores regulares de bebidas alcoólicas. Contudo, hoje em dia, estes tumores estão a aparecer em pessoas mais jovens, entre os 30 e 45 anos, que não fumam, não bebem ou bebem pouco. As explicações em um artigo de Ana Castro, médica especialista em Oncologia, investigadora e Presidente do Grupo de Estudos de Cancro de Cabeça e de Pescoço (GECCP).

A incidência da relação entre o HPV e o cancro de cabeça e pescoço tem vindo a aumentar a nível mundial, razão que investigadores e médicos indicam estar na origem de atingir cada vez mais jovens.

O HPV é um vírus muito comum que, geralmente, é encontrado em qualquer pessoa em algum momento da vida. Este vírus pode afetar a pele e as membranas húmidas que cruzam certas partes do corpo humano, nomeadamente, boca e garganta.

O facto de agora estar a ser associado a tumores na região da cabeça e pescoço deve-se à prática de sexo oral, sem proteção e com múltiplos parceiros.

Além disso, a falta de higiene íntima e bucal também aumenta o risco de transmissão de vírus e de desenvolvimento de tumores, principalmente localizados na amígdala, orofaringe e língua.

Sendo o sexto tipo de cancro mais comum no mundo, tem origem na pele ou nos tecidos moles, na parte superior dos aparelhos respiratório e digestivo: Glândulas Salivares; Seios Perinasais e Fossas Nasais; Faringe (Nasofaringe, Orofaringe e Hipofaringe); Laringe e Gânglios Linfáticos.

Em geral, os sintomas mais comuns são um inchaço ou uma ferida na cavidade oral, dificuldade em engolir, dores de ouvidos, rouquidão ou dores de garganta incessantes.

Estes sintomas são frequentemente confundidos com outras condições benignas, o que faz com que os diagnósticos cheguem tardiamente. No nosso país, mais de 50% dos doentes são diagnosticados num estadio avançado da doença porque desvalorizaram os primeiros sintomas e, nestes casos, as consequências são mais drásticas. Por vezes, é necessário remover uma parte, ou até mesmo toda a língua ou ainda as cordas vocais e isso acarreta, necessariamente, condições psicológicas.

Ainda não há estimativas concretas sobre o número de casos de cancro de cabeça e pescoço causados pelo HPV mas os investigadores acreditam que até 2020 esta causa supere os cancros causados pelo consumo excessivo de tabaco e cigarros.

Neste sentido, torna-se premente continuar a desenvolver esforços no sentido da prevenção, através de campanhas de sensibilização para os fatores de risco dirigidos a grupos com comportamentos de risco.

Um artigo de Ana Castro, médica especialista em Oncologia, investigadora e Presidente do Grupo de Estudos de Cancro de Cabeça e de Pescoço (GECCP).» in https://lifestyle.sapo.pt/saude/saude-e-medicina/artigos/cancro-de-cabeca-e-pescoco-afeta-cada-vez-mais-jovens


(HPV: as peças que faltam quanto à prevenção)


(Esclarecimento sobre HPV)


(HPV - o que é e como se trata)

F.C. do Porto Andebol: F.C. do Porto 34 vs Belenenses 26 - O FC Porto confirmou o favoritismo e venceu o Belenenses, no jogo disputado na tarde deste sábado, no Dragão Caixa, relativo à 23.ª e antepenúltima jornada da primeira fase do Andebol 1.



«MISSÃO CUMPRIDA COM 30 MINUTOS À PORTO

Boa segunda parte valeu vitória caseira sobre o Belenenses (34-26), na 23.ª jornada do Andebol 1.

O FC Porto confirmou o favoritismo e venceu o Belenenses por 34-26, no jogo disputado na tarde deste sábado, no Dragão Caixa, relativo à 23.ª e antepenúltima jornada da primeira fase do Andebol 1. Depois de uma primeira parte em que esteve longe de ser brilhante, a equipa orientada por Lars Walther mostrou a sua melhor versão na segunda e garantiu mais três pontos que a mantêm na luta pelo primeiro lugar da tabela.

Ao contrário do jogo da primeira volta, que os portistas venceram por 32-29​, quem esteve por cima na primeira parte foi o Belenenses, que entrou desinibido e liderou o marcador durante largos períodos perante um FC Porto que teve uma entrada algo amorfa, titubeante, e que defensivamente teve muitas dificuldades para parar o ataque do adversário. Ao intervalo, não surpreendia, portanto, que a equipa do Restelo estivesse na frente do marcador (17-16).

O intervalo não podia ter feito melhor aos Dragões. Lars Walther fez algumas mudanças na equipa e corrigiu os erros cometidos durante o primeiro tempo. Para além disso, os Dragões regressaram ao rinque com outra atitude, encetando uma fuga no marcador que o Belenenses não foi capaz de acompanhar. Num ápice, em apenas dez minutos, impuseram um parcial de 9-0, ganhando uma vantagem confortável que depois souberam gerir com mestria até a buzina soar pela última vez.

“Estou muito desapontado com a primeira parte, em que tivemos demasiado respeito pelo Belenenses. Ao intervalo fizemos alguns ajustamentos na defesa e na segunda parte viu-se bem a diferença, penso que estivemos bem melhor no segundo tempo”, comentou Lars Walther, que agora vai preparar a equipa para a deslocação a Fafe, agendada para o próximo sábado, às 18h00. A partida tem transmissão em direto no Porto Canal

FICHA DE JOGO

FC PORTO-BELENENSES, 34-26
Andebol 1, 1.ª fase, 23.ª jornada
24 de fevereiro de 2018
Dragão Caixa

Árbitros: Mário Coutinho e Ramiro Silva (Aveiro)

FC PORTO: Alfredo Quintana, Hugo Laurentino e Sérgio Morgado; Victor Iturriza, Spelic (1), Yoel Morales (4), Miguel Martins (2), Ángel Hernández (3), Rui Silva (2), Daymaro Salina (5), Jose Carrillo (4), Diogo Branquinho (2), António Areia (3), Miguel Alves (3) e Aleksander Spende (4)
Treinador: Lars Walther

BELENENSES: João Moniz e Miguel Moreira (g.r.); Ricardo Ferreira, Nuno Santos (3), Valter Soares (1), Carlos Siqueira (4), Filipe Pinho (2), Ricardo Correia (1), Pierre Malfoy, Diogo Domingos, Marco Gil, Fábio Semedo (3), João Ferreira (9), Ricardo Silva, Marcos Araújo e Nelson Pina (2)
Treinador: João Florêncio

Ao intervalo: 16-17
Disciplina: cartão vermelho para Fábio Semedo (30m)» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/andebol-fcporto-belenenses-24jor-andebol-1.aspx


Andebol: FC Porto-Belenenses, 34-26 (Andebol 1, 1.ª fase, 23.ª j., 24/02/18)

F.C. do Porto Sub 15 Futebol: Vitória de Guimarães 1 vs F.C. do Porto 2 - Foi preciso uma equipa de Sub-15 a jogar “à Porto” para conseguir trazer na tarde deste sábado três pontos do Campo número cinco do Complexo Desportivo António Pimenta Machado, em Guimarães.



«SUB-15: TRIUNFO SUADO EM GUIMARÃES PARA MANTER LIDERANÇA DESTACADA

FC Porto venceu o Vitória, por 2-1, em jogo da 11.ª jornada da segunda fase do campeonato.

Foi preciso uma equipa de Sub-15 a jogar “à Porto” para conseguir trazer na tarde deste sábado três pontos do Campo número cinco do Complexo Desportivo António Pimenta Machado, em Guimarães, onde venceram o Vitória, por 2-1, em jogo da 11.ª jornada da segunda fase do Campeonato Nacional de juniores C (Zona Norte).

Frente a um adversário aguerrido, que tudo fez para dificultar a vida aos líderes destacados do campeonato, a atitude da equipa comandada por Tulipa acabou por fazer a diferença, num jogo que os azuis e brancos controlaram na primeira parte, mas que tiveram vida difícil na segunda, após a expulsão de David Vieira (duplo amarelo), quando faltavam 25 minutos para o final do jogo.

O golo inaugural (8m) surgiu na sequência de um canto marcado por Francisco Ribeiro, enquanto o 2-0 apareceu quatro minutos depois, por Veríssimo Amaro. O golo vimaranense foi marcado já no segundo tempo, ao minuto 60.

Os Sub-15 portistas alinharam com: Luís Estéfano, Diogo Ribeiro, David Vinhas, Tiago Antunes, Leandro Dias, David Vieira, Martim Tavares, Francisco Ribeiro, Veríssimo Amaro (Marco Cruz, 51m), Diogo Abreu (Tiago Carvalho, 35m) e Ruben Ferreira (Candal) (Gonçalo Guimarães, 60m).» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/sub-15-vsc-fcporto-cnjc-2fase-11jor-serie-norte.aspx


Formação: Sub-15 - V.Guimarães-FC Porto, 1-2 (CNJC, 11.ªjor, 24/02/18)

F.C. do Porto Hóquei Patins: F.C. do Porto Fidelidade 5 vs Turquel 3 - O FC Porto Fidelidade somou na tarde deste sábado a sétima vitória consecutiva no Campeonato Nacional de hóquei em patins, ao vencer, no Dragão Caixa, a formação do Turquel.



«EXIBIÇÃO SEGURA PARA SUPERAR O TURQUEL

FC Porto venceu por 5-3, na 17.ª jornada do Campeonato Nacional de hóquei em patins.

O FC Porto Fidelidade somou na tarde deste sábado a sétima vitória consecutiva no Campeonato Nacional de hóquei em patins, ao vencer, no Dragão Caixa, a formação do Turquel, por 5-3. Em jogo da 17.ª jornada, os golos portistas foram da autoria de Hélder Nunes (2), Telmo Pinto, Reinaldo Garcia e Ton Baliu.

Tal como tinha acontecido na última partida, frente ao Juventude de Viana, o FC Porto teve uma entrada em campo muito afirmativa. Hélder Nunes precisou apenas de dois minutos para fazer subir o marcador e dar uma vantagem madrugadora aos Dragões, que o próprio viria a dobrar aos 16, da marca de livre direto. Nesse período o Turquel tudo fez para chegar ao empate e, verdade seja dita, não fosse a inspiração de Nélson Filipe, até o poderiam mesmo ter conseguido.

Mas o que aconteceu foi precisamente o inverso. Os portistas, por intermédio de Telmo Pinto, cavaram uma margem mais segura (3-0) e só aí o Turquel foi capaz de reagir: Vasco Luís falhou o primeiro penalti, mas o Árbitro Vasco Luís mandou repetir o lance, desta vez com sucesso.

O segundo tempo abriu com novo golo azul e branco, desta vez de Reinaldo Garcia (31m), o que acabou por esfriar os ânimos da equipa forasteira, que não conseguiu mais do que sair do pavilhão do campeão com uma derrota por 5-3. Isto porque até ao final do encontro Gonçalo Alves ainda fez o 6-3, mas por um erro de cronómetro o lance acabou por ser anulado.

No final da partida, o técnico Guillem Cabestany destacou o bom início de partida como chave para um triunfo num jogo que os portistas souberam controlar e gerir do início ao fim: “Queríamos começar intensos porque o Turquel é uma equipa que tem um bom nível físico. Entrámos bem, mas durante o jogo todo não conseguimos abrir resultado de forma a ter a máxima tranquilidade. Defendemos bem e tivemos um jogo controlado. É mais uma vitória para continuar na luta”, afirmou.​​

FICHA DE JOGO 

FC PORTO FIDELIDADE-TURQUEL, 5-3
Campeonato Nacional, 17.ª jornada
24 de fevereiro de 2018
Dragão Caixa, no Porto

Árbitros: Luís Peixoto e João Duarte

FC PORTO FIDELIDADE: Nélson Filipe (g.r), Hélder Nunes (cap.), Reinaldo Garcia, Rafa e Gonçalo Alves
Jogaram ainda: Ton Baliu, Jorge Silva, Alvarinho e Telmo Pinto
Treinador: Guillem Cabestany

TURQUEL: Marco Barros (g.r), Daniel Matias, André Moreira, Vasco Luís (cap.) e Pedro Vaz
Jogaram ainda: Luís Silva, André Pimenta, João Silva e Tiago Mateus

Treinador: Nélson Lourenço

Ao intervalo: 3-1
Marcadores: Hélder Nunes (2m, 16m), Telmo Pinto (20m), Vasco Luís (22m, 25m), Reinaldo Garcia (31m), Pedro Vaz (32m), Ton Baliu (43m), 

Disciplina: cartão azul a Luís Silva (16m)» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/hoquei-em-patins-fcporto-turquel-cn-17jor-.aspx


Hóquei em Patins: FC Porto Fidelidade-Turquel, 5-3 (Campeonato Nacional, 17.ª j., 24/02/18)

23/02/18

Ambiente e Ecologia - Nos últimos 50 anos a floresta Amazónia viu a sua vegetação diminuir uns impressionantes 17%, à conta da desflorestação, sendo que a situação é grave, alertam os autores de um estudo agora publicado, com o “ponto de não retorno” a aproximar-se a uma velocidade galopante.



«AMAZÓNIA: “PONTO DE NÃO RETORNO” ESTÁ PERIGOSAMENTE PERTO

Nos últimos 50 anos a floresta Amazónia viu a sua vegetação diminuir uns impressionantes 17%, à conta da desflorestação. A situação é grave, alertam os autores de um estudo agora publicado, com o “ponto de não retorno” a aproximar-se a uma velocidade galopante.

E se neste momento, 17% da vegetação desta imensa floresta está já comprometida, caso os valores atinjam os 20%, isso representará um verdadeiro “abismo climático”. As conclusões foram partilhadas por Thomas Lovejoy e Carlos Nobre na revista Science Advances, com uma certeza: a situação é bem pior do que se imaginava.

Tida como o pulmão do mundo, a floresta amazónica é responsável pela produção de cerca de metade da sua própria precipitação pluvial. Isto acontece quando a vegetação recicla a humidade à medida que o ar se move desde o Oceano Atlântico, através da América do Sul, até ao oeste.

A floresta amazónica tem um papel fundamental no ciclo da água do planeta Terra, condicionando de forma bem real o bem-estar humano, a agricultura, as estações secas, bem como o comportamento da chuva na grande maioria dos países da América do Sul.

Factores como a desflorestação, as alterações climáticas e os incêndios que amiúde afectam a região, são responsáveis pela situação crítica que atinge esta floresta com uma área aproximada de 5 500 000 km².

Foto: via Creative Commons » in https://greensavers.sapo.pt/amazonia-ponto-de-nao-retorno-esta-perigosamente-perto/


(DESTRUIÇÃO DA AMAZÓNIA)


(Os impactos que os desmatamentos na Amazónia causam no planeta.)


(Amazónia Desconhecida [HD] Documentário Dublado)

História Paleontologia - A mais antiga arte das cavernas conhecida do mundo foi criada por Neandertais, o que revela que estes já eram capazes de pensar simbolicamente, capacidade que a ciência e a história reservava ao homem moderno, ou seja, ao Homo sapiens.



«Afinal, a arte não é exclusiva do homem moderno. Estudo revela que Neandertais já eram capazes de pensar simbolicamente

A mais antiga arte das cavernas conhecida do mundo foi criada por Neandertais, o que revela que estes já eram capazes de pensar simbolicamente, capacidade que a ciência e a história reservava ao homem moderno, ou seja, ao Homo sapiens.

O relatório publicado na revista Science baseia-se em resultados obtidos com novas tecnologias capazes de revelar de forma mais precisa a idade das pinturas rupestres. O estudo foi realizado em sítios arqueológicos espanhóis.

"Esta é uma descoberta incrivelmente emocionante, que sugere que os Neandertais eram muito mais sofisticados do que se acredita popularmente", salientou o principal autor do estudo, Chris Standish, arqueólogo da Universidade de Southampton.

"Os nossos resultados mostram que as pinturas que datamos são, de longe, as mais antigas artes das cavernas conhecidas do mundo".

Uma vez que foram criadas há cerca de 64.000 anos - pelo menos 20.000 anos antes dos humanos modernos chegarem à Europa provenientes de África - "devem ter sido feitas pelos neandertais", acrescentou.

Usando principalmente pigmentos vermelhos e às vezes pretos, foram retratados grupos de animais, estêncil de mãos, gravuras, pontos, discos e desenhos geométricos nas pinturas rupestres em La Pasiega, no nordeste de Espanha, em Maltravieso, a oeste, e Ardales, no sul do país.

Estas interpretações simbólicas apontam para uma inteligência que anteriormente se acreditava pertencer exclusivamente aos humanos modernos, ou seja, o Homo sapiens.

"O surgimento da cultura material simbólica representa um limiar fundamental na evolução da humanidade", afirmou o coautor do estudo Dirk Hoffmann, do Instituto Max Planck de Antropologia Evolutiva. "É um dos principais pilares do que nos torna humanos".

Novas tecnologias

São várias as evidências que existem para desmentir o mito de que os Neandertais eram seres brutos. As informações recolhidas mais recentemente apontam que estes eram capazes de impulsos decorativos e de rituais, como enterrar os seus mortos.

Mas as pinturas rupestres eram um dos últimos bastiões que pareciam diferenciar os humanos modernos dos Neandertais, que morreram há cerca de 35 mil anos.

"Nos últimos anos vimos estudos que mostraram que os Neandertais utilizaram amplamente os objetos ornamentais, estruturas potencialmente construídas e, no geral, pareciam muito mais capazes de processos cognitivos simbólicos do que historicamente foi considerado", disse à AFP Adam Van Arsdale, professor associado de antropologia na Wellesley College.

"Estes resultados sugerem que, além disto, as pinturas rupestres já não distinguem os Neandertais dos humanos modernos", disse Van Arsdale, que não participou do estudo.

Os resultados refletem também "alguns desenvolvimentos técnicos impressionantes em técnicas de datação em contextos de caverna, questões que sempre representaram um desafio para a compreensão do tempo dos eventos-chaves na evolução humana".

Datar sem destruir 

Até agora, descobrir a idade da arte rupestre sem a destruir era difícil.

A nova abordagem baseia-se na obtenção de uma idade mínima para a arte das cavernas "usando a datação por urânio-tório (U-Th) de crostas de carbonato que cobrem os pigmentos", explicou Hoffman.

A técnica de datação U-Th é baseada na decomposição radioativa de isótopos de urânio em tório. Esta técnica é capaz de determinar a idade das formações de carbonato de cálcio que remontam a até 500.000 anos, muito mais do que o método de radiocarbono amplamente utilizado, explica o relatório.

Foram analisadas mais de 60 pequenas amostras, de menos de 10 miligramas cada, das três cavernas.

Um segundo estudo, também publicado esta semana por Hoffmann e pelos seus colegas, determinou a idade de um depósito arqueológico localizado na Cueva de los Aviones, uma caverna no mar no sudeste de Espanha, em 115.000 anos, mais antigo que descobertas similares no sul e norte da África associadas com o Homo sapiens.

"Esta caverna continha conchas perfuradas, pigmentos vermelhos e amarelos e recipientes de conchas contendo misturas complexas de pigmentos", afirmou o relatório. A datação mostra que eles vieram de uma época em que os neandertais viviam no oeste da Europa.

"De acordo com os nossos novos dados, os Neandertais e os Homo sapiens compartilhavam o pensamento simbólico e devem ter sido cognitivamente indistinguíveis", afirmou Joao Zilhao, investigador da Instituição Catalã de Pesquisa e Estudos Avançados em Barcelona, ​​envolvido em ambos os estudos.

Estudos futuros poderão revelar muito mais cavernas onde a arte provavelmente era realizada por Neandertais, acredita o coautor do estudo Paul Pettitt, da Universidade de Durham.

"Nós temos exemplos em três cavernas separadas por 700 quilómetros de distância, e evidências de que era uma tradição de longa duração. É bem possível que artes rupestres semelhantes em outras cavernas da Europa Ocidental também tenham origem nos Neandertais", disse.

"Os Neandertais criaram símbolos significativos em lugares significativos. A arte não é um acidente isolado".

AFP/ Kerry Sheridan» in https://24.sapo.pt/tecnologia/artigos/afinal-a-arte-nao-e-exclusiva-do-homem-moderno-estudo-revela-que-neandertais-ja-era-capazes-de-pensar-simbolicamente
Pin It button on image hover