27/03/17

Amarante Literatura - Esta senhora da Casa da Faia, em Amarante, era muito bonita e cheia de encanto e quando o idílio acabou, Pascoaes sofreu.




«Data desta época a paixão de Pascoaes por Dona Fernanda de Magalhães e Menezes, musa inspiradora do «Sempre».

Esta senhora da Casa da Faia, em Amarante, era muito bonita e cheia de encanto. Quando o idílio acabou, Pascoaes sofreu. Já então advogava no Porto. Foi o irmão dela, Fernando Magalhães e Menezes, depois Conde de Vilas boas, oficial de marinha, que, fardado de grande gala, o procurou no seu escritório da Rua das Taipas para lhe entregar o maço das cartas de amor, anunciando-lhe o noivado da irmã com o senhor Fernando Van Zeller.» in Fotobiografia "Nas sombra de Pascoaes" de Maria José Teixeira de Vasconcelos.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Pin It button on image hover