03/11/15

Arquitetura - Construída entre 1908 e 1909, a ponte de Parada – ou ponte do Bôco – liga os concelhos de Vieira do Minho e Amares e é desde o final do ano passado a mais antiga ponte de betão armado portuguesa.



«QUAL A PONTE EM BETÃO ARMADO MAIS ANTIGA DE PORTUGAL?

Construída entre 1908 e 1909, a ponte de Parada – ou ponte do Bôco – liga os concelhos de Vieira do Minho e Amares e é desde o final do ano passado a mais antiga ponte de betão armado portuguesa.

Até então, o título pertencia à ponte Luiz Bandeira, em Sejães, Oliveira de Frades, entretanto submersa devido ao enchimento da albufeira da barregam de Ribeiradio.

A ponte do Bôco liga Aldeia, na freguesia de Parada do Bouro, Vieira do Minho a Dornas, em Bouro (Santa Maria), Amares, tem um tabuleiro com 33 metros de comprimento e apenas uma faixa de rodagem.

A ponte foi construída pela empresa Moreira de Sá & Malevez, do engenheiro Bernardo Joaquim Moreira de Sá, e encontra-se em processo de classificação de património de interesse público (MIP), um processo que se desenrola na secretaria de Estado da Cultura.

O seu estado de conservação, aliás, tem merecido a atenção dos autarcas de Vieira do Minho e Amares, uma vez que última intervenção na ponte data de 1962. Mais recentemente, em 2003, e após um Inverno bastante rigoroso, a ponte foi alvo de uma inspecção pela Universidade do Porto que concluiu que, por questões de segurança, aquela deveria ficar interdita à passagem de veículos com mais de 10 toneladas. Passados 10 anos, a Universidade do Minho realizou novo estudo.

Em 2015, as câmaras municipais de Vieira do Minho e Amares decidiram, por questões de segurança, restringir a passagem a 2,60m de largura, 3,50 de altura e 12 toneladas de peso.» in http://greensavers.sapo.pt/2015/11/01/qual-a-ponte-em-betao-armado-mais-antiga-de-portugal-com-fotos/

Sem comentários:

Enviar um comentário