02/09/16

Seleção Nacional de Futebol Sub 21: Portugal 0 vs Israel 0 - Ao sétimo jogo da qualificação, Portugal perdeu os primeiros pontos, depois de empatar com Israel, esta sexta-feira, em Paços de Ferreira.



«Portugal não vai além de um empate com Israel (0-0)

Ficou a faltar o golo à seleção portuguesa, que muito tentou, sobretudo no segundo tempo.

Ao sétimo jogo da qualificação, Portugal perdeu os primeiros pontos, depois de empatar com Israel (0-0), esta sexta-feira, em Paços de Ferreira.

A precisar de apenas um triunfo para garantir o apuramento para o Europeu da categoria, Rui Jorge apostou num trio ofensivo constituído por Gelson Martins, Gonçalo Paciência e Iuri Paciência. O objetivo era claro: Chegar à vantagem cedo para a equipa das 'quinas' poder gerir a partida a seu favor.

O primeiro jogador a dar nas vistas foi Gelson Martins. O extremo português com pormenores técnicos deliciosos foi trocando as voltas aos defesas israelistas.

O primeiro aviso de Portugal surgiu dos pés de Gonçalo Paciência num pontapé de fora área, mas fácil para o guardião Elkaslasi.

Mas a verdade é que a grande oportunidade da primeira parte pertenceu a Israel. Aos 17 minutos, Ozlan com tudo para fazer o golo, não conseguiu fazer o desvio.

Aos 25 minutos, paragem técnica para os jogadores hidratarem, dado o calor intenso que se fazia sentir na capital do móvel.

Foi a partir desse período que o jogo deixou de aquecer e arrefecer. Apesar de Portugal ter a bola durante mais tempo, quase sempre o último passe saía defeituoso. Perante a desinspiração portuguesa, Israel sempre que podia espreitava a contra-ataque.

Aos 38 minutos, valeu Tobias a cortar de cabeça um cruzamento, quando Gozlan já surgia nas suas costas.

Com dificuldades em penetrar na área, Portugal experimentava a meia distância. Bruno Fernandes, à entrada da área tentou o remate, no entanto, sem perigo e fácil para Elkaslasi.

Em cima do intervalo, Portugal criou a oportunidade mais flagrante da primeira parte. Grande desmarcação de Fernando Fonseca do lado esquerdo, que já na área, rematou forte com a bola a ir às malhas laterais.

Pedia-se na segunda maior eficiência nos processos para que a seleção portuguesa pudesse somar a sétima vitória na fase de qualificação e assim garantir a presença no Europeu da categoria.

Rui Jorge tentou refrescar a equipa lançando Gonçalo Guedes para o lugar de Iuri Medeiros.

A equipa portuguesa surgiu mais afoita, e Bruno Fernandes com um pontapé de trivela, causou perigo, com o guardião israelita a aliviar a bola.

Aos 57 minutos, foi Gonçalo a ficar muito perto do golo, com um remate a passar a rasar o poste. Portugal carregava e Bruno Fernandes voltou a estar próximo do golo, com um livre, com a bola a passar perto do ferro da baliza forasteira.

Ao minuto 64, Diego Jota entrou para o lugar de Gonçalo Paciência e cedo o novo jogador do FC Porto começou a fazer estragos, com a sua velocidade a causar problemas à defesa israelita. Primeiro com um cabeamento ao segundo poste e pouco depois num desvio com o pé direito.

Ao minuto 74, Ricardo Horta num remate cheio de intenção, atirou de forma acrobática, mas valeu Elkaslasi.

Aos 83 minutos, Portugal teve tudo para fazer o golo. Depois de um cruzamento para a área, depois de um grande arranque de Gelson, o jogador português em excelente posição, acertou mal na bola e atirou por cima.

Portugal até ao fim muito tentou, mas acabou por não averbar mais do que um empate e perde assim os primeiros pontos na qualificação.

Onze de Portugal: Joel Pereira; Fernando Fonseca, Rúben Semedo, Tobias Figueiredo e Yuri Ribeiro; Rúben Neves, André Horta e Bruno Fernandes; Gelson Martins, Gonçalo Paciência e Iuri Medeiros.

Suplentes de Portugal: André Moreira (gr), Edgar Ié, Francisco Geraldes, Diogo Jota, Gonçalo Guedes, Tomás Podstawski e Ricardo Horta.

Onze de Israel: Elkaslasi; Habashi, Peretz, Kjeltens e Goldberg; Sardal, Davidov, Lavi e Sagas; Omri Altman e Gozlan.

Suplentes de Israel: Glazer (gr), Bitton, Plakushchenko, Ohana, Peretz, Bahtiar Piven e Dor Hugy.» in http://desporto.sapo.pt/futebol/seleccao/euro_sub_21/artigo/2016/09/02/portugal-israel-cronica

Sem comentários:

Enviar um comentário