23/02/11

Poesia - O Meu Amigo Poeta Ângelo Ôchoa inunda-nos de Poesia com "LENDAS D'ALFÂNDEGA DA FÉ POR UM DE FILHOS SEUS"!



"LENDAS D'ALFÂNDEGA DA FÉ POR UM DE FILHOS SEUS

Régulo islamita a seu albergue
noivas cristãs, por lei de uso, reclama.
Simples fiéis, o feminino nome Maria
a eles aflorado à boca numa oração,
rijos, moços, armam-se a combate,
para resgatar as apaixonadas.
Refrega crudelíssima se trava.
Sobre quantos mortos vão ficando, mariana mão derrama celeste bálsamo,
que vida e força devolvendo, na luta então os lança sobre árabe exército.
Sangue ruim de ver, chacina crua, sanguíneos estrepitosos gritos.
Albergou desde essa hora a Vila gente cristã,
que a verdadeira Fé proclama."
(Ângelo Ochôa, Caleidoscópio, Sonhadas Palavras, 2ª Edição)



"LENDAS D'ALFÂNDEGA DA FÉ POR UM DE FILHOS SEUS, o Poeta Ângelo Ochôa"

«Alfândega da Fé

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Ir para: navegação, pesquisa

Alfândega da Fé
Brasão de Alfândega da Fé Bandeira de Alfândega da 
Fé
Brasão Bandeira
[[Ficheiro:|250px]]
Localização de Alfândega da Fé
Gentílico Alfandeguense
Área 321,96 km²
População 5 368 hab. (2009[1])
Densidade populacional 17 hab./km²
N.º de freguesias 20
Presidente da
Câmara Municipal
Não disponível
Fundação do município
(ou foral)
1294
Região (NUTS II) Norte
Sub-região (NUTS III) Alto Trás-os-Montes
Distrito Bragança
Antiga província Trás-os-Montes
e Alto Douro
Orago São Pedro
Feriado municipal 29 de Junho
Código postal 5350
Endereço dos
Paços do Concelho
Não disponível
Sítio oficial CM Município de Alfândega da Fé
Endereço de
correio electrónico
Não disponível
Municípios de Portugal Flag of Portugal.svg
Alfândega da Fé é uma vila portuguesa pertencente ao Distrito de Bragança, Região Norte e subregião do Alto Trás-os-Montes, com cerca de 2 000 habitantes.
É sede de um município com 321,96 km² de área e 5 368 habitantes (2009)[1], subdividido em 20 freguesias. O município é limitado a norte pelo município de Macedo de Cavaleiros, a leste por Mogadouro, a sul por Torre de Moncorvo e a oeste por Vila Flor.
População do concelho de Alfândega da Fé (1801 – 2004)
1801 1849 1900 1930 1960 1981 1991 2001 2004
4737 5763 9069 8789 9672 7925 6734 5963 5688

[editar] Freguesias

As freguesias de Alfândega da Fé são as seguintes:

[editar] Ligações externas


Referências

  1. a b [1] Estimativas Provisórias de População Residente - Portugal, NUTS II, NUTS III e Municípios - 2008, Instituto Nacional de Estatística, 2009.
Distrito de Bragança
AFE.png BGC.png CRZ.png FEC.png MCD1.png MDR.png MDL1.png MGD.png TMC.png VFL.png VMS.png VNH.png
Alfândega da Fé Bragança Carrazeda de Ansiães Freixo de Espada à Cinta Macedo de Cavaleiros Miranda do Douro Mirandela Mogadouro Torre de Moncorvo Vila Flor Vimioso Vinhais



3 comentários:

  1. Helder Barros:
    Eis o resultado de minha rápida pesquisa no motor de busca Google perguntando por lendas alfandega da fe chacim Balsemão:

    in
    http://www.lendarium.org/narrative/lenda-do-balsamo-na-mao/?tag=1057
    http://www.lendarium.org/narrative/lenda-de-castro-vicente/
    http://boa.blogs.sapo.pt/arquivo/2005_06.html
    http://www.flickr.com/photos/60083277@N00/1464209849/
    http://www.dodouropress.pt/index.asp?idedicao=66&idSeccao=608&Action=seccao
    http://sites.google.com/site/bvalfandega/hist%C3%B3riadealf%C3%A2ndegadaf%C3%A9
    http://mogadouroterragente.blogspot.com/2009/12/lenda-de-castro-vicente.html
    São agora 3h33min.
    Deixo o resto consigo.
    Aquele abraço,
    Ochoa

    ResponderEliminar
  2. Helder, lhe passo, desde
    http://angelo-ochoa.blogspot.com/2011/02/helder-barros-poesia-o-meu-amigo-poeta.html#comments
    comentário:
    Como, via sms, Helder Barros, com uma simples palavra «claro», me disse ir desenvolver post de que aqui deixo hiperligação -- e isso a rogo meu -- peço a meus frequentadores que aguardem futuros desenvolvimentos do Helder sobre Alfândega da Fé, minha Terra, e «Ninho de Águias» e amendoeiras vinha oliveira flores de giestais urze e castanheiros e neve e cerejas... Terra que amaria ver antes da derradeira minha ida a... Outros Céus! Terra do meu coração a encher da flor neve vinho pão estes meus(?) gastos olhos da fé.
    C/ o abraço ao Helder, apertado, e transmontano a quebrar ossos e costados!
    O Ochôa
    24 de Fevereiro de 2011

    ResponderEliminar
  3. Amigo Ângelo:

    O meu sistema informático em casa foi afectado pelo mau tempo e o que é certo é que a MEO ainda não resolveu bem o problema de ligação à NET!
    Mas descanse, que mal tenha os meus meios operacionais dedicarei tempo à Sua Amada Alfandega da Fé!

    Abraço,

    Helder Barros

    ResponderEliminar

Pin It button on image hover