03/08/17

Amarante Literatura - O Poeta Teixeira de Pascoaes tinha uma grande admiração por Guerra Junqueiro e uma grande ternura por mim.



«No ano seguinte, 1918, Pascoaes foi apurado para oficial miliciano. Em carta dirigida a Miguel Unamuno, escreve:

"Tenho a dizer-lhe que fui apurado para oficial miliciano, mas não fui chamado ainda para frequentar a escola. Espero todavia conseguir licença do ministro da Guerra, para  ir a Espanha. É preciso dar um fiador e não sei que mais garantias. Mas tudo se arranjará, pois não devo por enquanto ser chamado às armas. Estamos num momento extraordinário, semelhante ao que precedeu o Fiat Lux."

Mas a guerra acabou e o Poeta não chegou a ser chamado.

Pascoaes tinha uma grande admiração por Guerra Junqueiro e uma grande ternura por mim.

Eu era muito morena. Um dia, meu Tio disse-me: "Quero que decores esta poesia de Guerra Junqueiro. Chama-se "Morena". Quando souberes dizê-la bem, vamos os dois visitar o poeta dos "Simples". Eu decorei a poesia, que ainda hoje sei. Mas quando estava apta a dizê-la, Guerra Junqueiro morreu. Corria o ano de 1923.» in Fotobiografia "Na sombra de Pascoaes" de Maria José Teixeira de Vasconcelos.



































(Maria José Teixeira de Vasconcelos, óleo de Carlos Carneiro, inédito)


"Morena

Não negues, confessa 
Que tens certa pena 
Que as mais raparigas 
Te chamem morena. 

Pois eu não gostava, 
Parece-me a mim, 
De ver o teu rosto 
Da cor do jasmim. 

Eu não... mas enfim 
É fraca a razão, 
Pois pouco te importa 
Que eu goste ou que não. 

Mas olha as violetas 
Que, sendo umas pretas, 
O cheiro que têm! 
Vê lá que seria, 
Se Deus as fizesse 
Morenas também! 

Tu és a mais rara 
De todas as rosas; 
E as coisas mais raras 
São mais preciosas. 

Há rosas dobradas 
E há-as singelas; 
Mas são todas elas 
Azuis, amarelas, 
De cor de açucenas, 
De muita outra cor; 
Mas rosas morenas, 
Só tu, linda flor. 

E olha que foram 
Morenas e bem 
As moças mais lindas 
De Jerusalém. 
E a Virgem Maria 
Não sei... mas seria 
Morena também. 

Moreno era Cristo. 
Vê lá depois disto 
Se ainda tens pena 
Que as mais raparigas 
Te chamem morena!"


Guerra Junqueiro, in 'A Musa em Férias'

Sem comentários:

Enviar um comentário

Pin It button on image hover