23/06/15

F.C. do Porto Veteranos - Américo Lopes, um dos melhores guarda-redes que passou pela baliza do FC Porto, foi este sábado distinguido com a Medalha de Mérito pela Junta de Freguesia de São Paio de Oleiros, concelho de Santa Maria da Feira.



«AMÉRICO: “DEI TUDO O QUE TINHA PELO FC PORTO”

​Antigo guarda-redes foi distinguido com a Medalha de Mérito por parte da Junta de Freguesia de São Paio de Oleiros.

​Américo Lopes, um dos melhores guarda-redes que passou pela baliza do FC Porto, foi este sábado distinguido com a Medalha de Mérito pela Junta de Freguesia de São Paio de Oleiros, concelho de Santa Maria da Feira. O antigo internacional português, natural de Santa Maria de Lamas, confessou-se muito feliz com a homenagem e agradeceu a presença na cerimónia do FC Porto, o clube a quem deu “tudo o que tinha”, mas que também lhe deu muito.

“Fico muito lisonjeado por receber esta medalha. É mais uma para juntar às medalhas e aos troféus que tenham guardados lá em casa. E estou muito grato ao FC Porto pelo facto de ter estado aqui presente. Dei tudo o que tinha ao clube, mas o clube também me deu muito”, afirmou Américo, a quem chamavam o guarda-redes suicida, devido à forma destemida como abordava os lances.

“Ia atrás da bola como um gato ia atrás de um rato” foi uma das expressões que ficou para a história descrever o antigo guardião do clube azul e branco, onde chegou no início da década de 50 para suplente do mítico Barrigana. Dono de uma enorme flexibilidade, de um excelente poder de impulsão e de um assinalável jogo aéreo, Américo foi campeão nacional pelo FC Porto em 58/59, mas só viria a ser dono da baliza em 63/64, condição que manteve nas cinco temporadas seguintes assinando excelentes actuações.

“Américo foi uma lenda do FC Porto e da selecção nacional”, sublinhou Joaquim Pinheiro, vice-presidente do clube portista, que também se fez representar por Alípio Jorge. “Falar de Américo Ferreira Lopes é simultaneamente fácil e difícil. É fácil porque é falar de um pedaço da história do FC Porto, mas também de uma lenda viva. É difícil, porque é falar da excelência humana e ele é um exemplo dessa excelência, assim como de um grande portismo”, sublinhou o também vice-presidente dos Dragões.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/homenagem_americo_lopes.aspx

Sem comentários:

Enviar um comentário

Pin It button on image hover