08/09/15

Vila de Baião - Devido ao falecimento da fundadora e presidente da Fundação Eça de Queiroz, Maria da Graça Salema de Castro, a bandeira do município de Baião existente nos Paços do Concelho foi colocada a meia haste, símbolo de pesar.



«Baião: Município lamenta o falecimento de Maria da Graça Salema de Castro
07/09/2015, 10:34

Devido ao falecimento da fundadora e presidente da Fundação Eça de Queiroz, Maria da Graça Salema de Castro, a bandeira do município de Baião existente nos Paços do Concelho foi colocada a meia haste, símbolo de pesar.

Paulo Pereira, presidente da Câmara Municipal de Baião, lamentou a “enorme perda para o Município de Baião” que este desaparecimento representa, justificando que “a D. Maria da Graça foi alguém que ao longo de toda a sua vida teve uma grande dedicação à cultura, em particular à divulgação da vida e obra de Eça de Queiroz, mas foi também alguém socialmente empenhada”.

O autarca enalteceu “a extraordinária obra em que consistiu a criação da Fundação Eça de Queiroz” que se tornou “numa instituição respeitada a nível nacional e internacional e que cumpre já um quarto de século de existência, oferecendo um inestimável contributo à divulgação da obra queirosiana”.

Destacou ainda o facto de Maria da Graça Salema de Castro ter contribuído para “um inovador projeto de intervenção social, de inspiração cristã, estando na origem da fundação da Obra do Bem-Estar Rural (OBER)”.

“Neste domínio particular, a que dedicou também muita energia e trabalho, D. Maria da Graça assumiu também uma faceta inovadora, ao colocar uma grande ênfase na capacitação individual das pessoas apoiadas pelo projeto. Estas pessoas, na sua maioria senhoras, beneficiaram de formação, para que também elas pudessem contribuir para o desenvolvimento rural, recebendo competências nas áreas da agricultura, dos cuidados sanitários e dos cuidados de saúde, em particular da saúde materno-infantil. A esse movimento original que D. Maria da Graça desenvolveu com outras pessoas em Baião, devemos a criação de escolas, a abertura de acessos rurais, a realização de colónias de férias, várias ações de acompanhamento social e a criação do primeiro centro de saúde de Baião”, observou ainda Paulo Pereira.

Recorde-se que a missa de corpo presente será celebrada pelas 17h00 de hoje, na Capela da Quinta de Tormes, seguindo-se o enterro no cemitério de Santa Cruz do Douro.» in http://www.averdade.com/pagina/seccao/18/noticia/11117?utm_source=sendinblue&utm_campaign=NEWSLETTER_A_VERDADE&utm_medium=email

Sem comentários:

Enviar um comentário