31/10/15

Amarante Arte Urbana - Numa quelha de Amarante passa quase despercebida uma frase de protesto, uma peça de Arte Urbana.



"O espírito do desejado
Que estava desaparecido
Pensou que estava perdido
Até eu o ter encontrado
E o fogo adormecido
Voltou a ser acordado
Ser de novo Portugal
Mais do que um eco calado"

Sem comentários:

Enviar um comentário