29/02/16



«Prémios Best of Wine Tourism 2016
29-02-2016

A Essência do Vinho, que terminou ontem no Palácio da Bolsa, voltou a acolher a cerimónia oficial de entrega dos prémios Best of Wine Tourism, promovidos pela Câmara do Porto enquanto representante da região dos Vinhos do Douro e Porto e da região dos Vinhos Verdes na Rede Internacional de Capitais de Grandes Vinhedos - Great Wine Capitals Global Network. Este ano, o prémio internacional, na categoria de Arquitectura e Paisagem, foi atribuído ao Monverde Wine Experience Hotel.

O concurso internacional foi criado para distinguir os agentes promotores de enoturismo da rede de capitais de grandes vinhedos, formada por oito cidades mundiais. Distinguem projetos de excelência em diferentes categorias. Em 2016, e para além do já citado prémio internacional, os vencedores foram:

- Carmo's Boutique Hotel (categoria Alojamento);
- BOEIRA Portugal in a bottle (categoria Arte e Cultura);
- Quinta da Pacheca (categoria Experiências Inovadoras em Enoturismo);
- Oporto & Douro Moments (categoria Serviços de Enoturismo);
- Quinta do Vallado - Casa do Rio (categoria Práticas Sustentáveis em Enoturismo);

A cerimónia contou com a presença do vereador do Comércio e Turismo, Manuel Aranha, representante oficial do Porto nesta Rede, que fez a entrega dos troféus aos premiados.

Na mesma cerimónia foram anunciados os vencedores do "TOP 10 Vinhos Portugueses" da Essência do Vinho deste ano. Um tinto do Alentejo, um branco do Douro e um vinho Madeira com 50 anos venceram a prova. Os jurados provaram e avaliaram, em prova cega, 53 vinhos (31 tintos, 13 fortificados e 9 brancos) pré-selecionados pela revista especializada WINE - A Essência do Vinho, "tendo em consideração as melhores classificações atribuídas pelo painel de provas da publicação aos vinhos avaliados em 2015".» in http://www.porto.pt/noticias/hotel-vinico-de-amarante-vence-premio-internacional-best-of-wine-tourism-2016


(Best of Wine Tourism 2016)

Mundo - O Parque Nacional de Death Valley, na Califórnia, está a passar por um momento raro: um florescimento extraordinário de flores selvagens está a transformar o cenário árido num local idílico, algo que só acontece de dez em dez anos.



«Vale da Morte transforma-se em campo florido. E isso é muito raro
com Reuters

O Parque Nacional de Death Valley, na Califórnia, está a passar por um momento raro: um florescimento extraordinário de flores selvagens está a transformar o cenário árido num local idílico. Algo que só acontece de dez em dez anos.

Ver o horizonte salpicado de flores é algo que não acontece com frequência no Death Valley (Vale da Morte), conhecido pelas altas temperaturas e paisagem estéril.

"É muito raro ter um bom florescimento em Death Valley. É sempre possível ver algumas flores pelo vale, quase todos os meses do ano. Mas ter um grande florescer como este, que esperamos que se torne num super florescimento e que esteja acima das nossas expectativas, é muito raro. Acontece a cada década, mais ou menos", explica um dos guardas do parque, Alan Van Valkenburg.

O Death Valley é uma bacia que está a 86 metros abaixo do nível do mar. Localizado a cerca de 240 quilómetros de Las Vegas, é o mais baixo, seco e quente território da América do Norte.» in http://24.sapo.pt/article/sapo24-blogs-sapo-pt_2016_02_29_509228427_vale-da-morte-transforma-se-em-campo-florido--e-isso-e-muito-raro


(Death Valley - Vale da Morte, um dos lugares mais incrível do mundo)


(Flores surpreendem no Vale da Morte)


(Death Valley - Vale da Morte CALIFORNIA, USA)

Liga NOS: Belenenses 1 vs F.C. do Porto 2 - O FC Porto colocou-se a três pontos do líder Sporting e a par do Benfica no segundo lugar da Liga NOS, após bater este domingo o Belenenses, num jogo muito difícil.



«VITÓRIA DOCE, MAS DIFÍCIL, EM BELÉM

Dragões vencem Belenenses por 2-1 e ficam, pelo menos provisoriamente, a três pontos da liderança.

O FC Porto colocou-se a três pontos do líder Sporting e a par do Benfica no segundo lugar da Liga NOS, após bater este domingo o Belenenses, por 2-1. Foi por isso uma vitória doce em Lisboa, a terceira no espaço de menos de um mês na zona da capital, após os triunfos frente a Estoril e Benfica, e a quinta nas últimas seis jornadas (com o interregno da receção ao Arouca, em que houve fatores externos), que foram integralmente disputadas sob comando técnico de José Peseiro. Tratou-se do 30.º triunfo em partidas da Liga no estádio do Belenenses, um terreno tradicionalmente difícil, onde os portistas já não conquistavam os três pontos desde Março de 2010, e esta visita não foi exceção. O FC Porto chegou rapidamente ao 2-0, mas teve de sofrer na segunda parte para garantir os três pontos.

Face à última jornada da Liga, a reviravolta caseira frente ao Moreirense, apenas saiu do onze Layún, suspenso e substituído por José Ángel. E foi precisamente o lateral espanhol a estar na origem do primeiro golo, ao cruzar para a área, na direção de Suk; a bola acabou por sobrar para Brahimi e, em posição privilegiada, o argelino não teve grandes dificuldades em finalizar. Ao contrário do que acontecera em sete dos oito jogos anteriores, os Dragões foram agora os primeiros a marcar. A circunstância era, naturalmente, tranquilizadora para o FC Porto, que ficou ainda mais confortável com o 2-0, fruto de um autogolo de Tonel, mas também de um bom cruzamento, em esforço, de Maxi Pereira - não apareceu nenhum avançado portista, mas sim o desvio infeliz do defesa da casa. O futebol tem destas coisas: se em tantos jogos a equipa tenta de todas as formas e não consegue marcar, desta vez chegou rapidamente a uma vantagem de dois golos.

O Belenenses procurava ter uma atitude positiva, mas apenas criou perigo aos 29 minutos, e foi perigo a sério: Carlos Martins, na marcação de um livre, acertou no poste da baliza de Casillas, aos 29 minutos. Só que o FC Porto chegava facilmente à área contrária, e quase sempre com perigo: no lance seguinte, Brahimi quase bisava, num lance parecido com o do 1-0, mas a bola embateu em Fábio Nunes. Até ao intervalo, os lisboetas ainda ameaçaram por intermédio de Juanto, que rematou ao lado, aos 43 - a equipa da casa batia-se bem a meio-campo, mas revelava-se mais frágil na defesa. 

No recomeço, o Belenenses surgiu com Miguel Rosa no lugar do defesa Tonel, recuando Rúben Pinto para central. A ideia era subir mais as linhas e procurar um golo que relançasse a discussão do marcador, mas foi Suk a ficar perto do 3-0, logo aos 46 minutos - Ventura defendeu o remate do avançado. A bola rondava as duas áreas e acabou por ser mesmo o Belenenses a fazer o 2-1, por Juanto, que respondeu a um bom cruzamento de Geraldes na direita. Herrera poderia ter reposto a margem de dois golos logo no minuto seguinte, mas a verdade é que os azuis e brancos sentiram o golo sofrido e passaram por maus momentos. O Belenenses ganhou o meio-campo e Casillas teve de se aplicar para deter remates de Miguel Rosa e Geraldes. A entrada de Evandro, aos 75 minutos, foi fundamental para a equipa azul e branca recuperar força a meio-campo e colocar a partida no congelador. O FC Porto acabou por garantir três pontos determinantes para se manter em pleno na luta pelo título.

Ficha do Jogo» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/2015%20-%202016/vitoria-doce-mas-dificil-em-belem-2-28-2016.aspx


(Vitória portista num jogo com duas partes distintas)

28/02/16

Amarante Acidentes - Um aparatoso acidente este domingo, cerca das 16.00 horas, na EN15, em Amarante, provocou dois feridos, um dos quais grave.



«Despiste aparatoso na EN15 em Amarante
ANTÓNIO ORLANDO | Hoje às 18:43

Um aparatoso acidente este domingo, cerca das 16.00 horas, na EN15, em Amarante, provocou dois feridos, um dos quais grave.

As vitimas, pai e filha, circulavam no sentido Vila Real - Amarante, quando, por razões que ainda se desconhecem, a viatura entrou em despiste numa curva à esquerda, em Crespelos, Gondar, e só parou 16 metros abaixo, a meio da ravina, na margem esquerda do rio Ovelha.

O peso do motor do Opel Astra terá sido decisivo para que o carro em que seguiam as vitimas de S. Gonçalo, Amarante, não tivesse prosseguido a marcha vertiginosa. Os bombeiros de Amarante, após criarem o acesso à viatura por meio de campos agrícolas, tiveram que escorar o carro com um tronco de uma árvore e amarrar o chassi a um carvalho, antes que a queda fosse retomada a qualquer instante.

As vitimas tiveram que ser desencarceradas, sendo que o homem, Armando Mota Pereira, 70 anos, condutor da viatura, apresentava um quadro clínico mais grave. As vitimas foram levadas para a urgência do Hospital Padre Américo, em Penafiel.

Participaram nas operações de socorro um total de 14 homens e seis viaturas entre bombeiros de Amarante, Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Vila Real, ambulância de Suporte Imediato de Vida (SIV) de Amarante e Unidade de Trânsito da GNR de Penafiel.» in http://www.jn.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Porto&Concelho=Amarante&Option=Interior&content_id=5052234

F.C. do Porto Andebol: F.C. do Porto 30 vs Avanca 24 - FC Porto voltou a vencer o Avanca nos quartos de final do playoff do Andebol 1.



«CLÁSSICO COM O BENFICA REEDITADO NAS “MEIAS”

FC Porto voltou a vencer o Avanca nos quartos de final do playoff do Andebol 1 (30-24).

A história repete-se. Tal como na temporada passada, o FC Porto e o Benfica vão voltar a discutir um lugar na final do playoff do Campeonato Fidelidade Andebol 1. Na altura, no caminho para o “hepta”, os portistas resolveram a eliminatória disputada à melhor de cinco com três vitórias sobre os lisboetas em outros tantos jogos, depois de afastarem o Passos Manuel. Desta vez, o obstáculo era o Avanca, também ultrapassado com uma nova vitória por 30-24 ao segundo jogo dos quartos de final, que teve lugar este domingo no Dragão Caixa.

A lei do mais forte imperou há nove dias, em Avanca, no primeiro encontro do playoff, tal como tinha imperado na fase regular, na décima e na 21.ª jornadas. Invictos desde que o campeonato arrancou em Setembro do ano passado, na Maia, frente ao Águas Santas, os heptacampeões não precisaram de muito tempo para espelhar, em números, no marcador todo o favoritismo que traziam para o quarto duelo da temporada com a formação de Aveiro. O Avanca até entrou bem, mas num ápice viu o FC Porto conquistar uma vantagem que ao longo da primeira parte dançou entre os cinco e os seis golos. Isto porque a tradicional defesa de 6-0 da equipa de Ricardo Costa criava muitas dificuldades ao adversário, que ainda encontrava pela frente um outro obstáculo: Hugo Laurentino encheu a baliza portista e efetuou um punhado de importantes defesas.

A inspiração azul e branca a estendia-se ao ataque, eficaz na finalização, com destaque para Alexis Borges (seis golos), António Areia e Nuno Gonçalves (quatro), e ainda para o jovem Rui Ferreira, autor de dois remates certeiros. O fosso madrugador cavado no resultado permitiu ao treinador Ricardo Costa gerir bem o tempo de jogo de todos os atletas, sem que isso tenha afetado a exibição do FC Porto, que entrou determinado em resolver depressa a eliminatória. A diferença de seis golos que ao intervalo separava as duas equipas (18-12) acabaria justamente por ser aquela com que o jogo terminaria. Na segunda parte, os Dragões geriram a vantagem com toda a classe, apoiados numa defesa muito sólida e em transições rápidas que resultavam em sucessivos e perigosos contra-ataques, e selaram uma vitória justa e anunciada desde cedo - foi a 24.ª em outros tantos jogos do Andebol 1.

Reeditam-se, assim, as meias-finais do Andebol 1 da época passada, com um FC Porto-Benfica e um Sporting-ABC. O primeiro jogo da eliminatória à melhor de cinco está agendado para 19 de março. 

FICHA DE JOGO

FC PORTO- AVANCA, 30-24
Campeonato Fidelidade Andebol 1, quartos de final, jogo dois 
28 de fevereiro de 2016
Dragão Caixa

Árbitros: Rui Almeida e António Oliveira (Leiria)
FC PORTO: Hugo Laurentino (g.r.), Gilberto Duarte (2), Gustavo Rodrigues (2), Rui Silva (3), Daymaro Salina (2), António Areia (4) 
Jogaram ainda: Yoel Morales (3), Alexis Borges (5), Miguel Martins, Nuno Gonçalves (4), Rui Ferreira (2), Hugo Santos (1), Nuno Roque (3), Jordan Pitre (1)
Treinador: Ricardo Costa
AVANCA: Luís Silva (g.r.), Pedro Valdez (4), Víctor Alvarez (2), Miguel Baptista (4), Ricardo Mourão (2), Vasco Santos (2) e Diogo Oliveira (2)
Jogaram ainda: Nuno Carvalho (1), Ricardo Mourão (3), Jenilson Monteiro (1), Marco Sousa (2), João Carvalho (1), Ricardo Ramos (2), Alberto Silva (2)
Treinador:Carlos Martingo

Ao intervalo:: 18-12.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/fcporto-avanca-jogo2-quartos-andebol1-2802.aspx

Associação Desportiva de Amarante - A equipa de Séniores de Andebol da A.D.A fez história e vai, pela primeira vez, disputar a fase final para tentar subir à 2ª Divisão Nacional.



«Associação Desportiva de Amarante

A equipa de Séniores de Andebol da A.D.A fez história e vai, pela primeira vez, disputar a fase final para tentar subir à 2ª Divisão Nacional.

Depois de vencer ontem o Académico FC (Porto), garantiu a última vaga em aberto. O Pavilhão Municipal de Amarante encheu e foi grande a emoção.

Parabéns a todos os atletas, equipa técnica e directores... Boa sorte para as batalhas que se perspectivam...» in https://www.facebook.com/AD.Amarante/photos/a.365776300132490.85793.365470400163080/1048073275236119/?type=3&theater

Ciência e Tecnologia - Se em algumas indústrias ou sectores os robôs são incapazes de substituir os humanos, recorde-se o caso da Mercedes, há outros em que nesta Era será inevitável esta substituição.



«Robôs vão substituir profissionais com salários mais baixos
MARIA INÊS COELHO

Se em algumas indústrias ou sectores os robôs são incapazes de substituir os humanos, recorde-se o caso da Mercedes, há outros em que nesta Era será inevitável esta substituição.

Mas quem serão os mais afectados?

Um recente relatório económico publicado pela Casa Branca refere que são os trabalhadores com salários mais baixos.

As preocupações com os trabalhadores são fundamentadas: o governo dos Estados Unidos alerta para o risco de que pessoas que ganham menos de 20 dólares por hora poderem ser substituídos por robôs.

83% dos que ganham menos de 20$ poderão ser substituídos

Em relação àqueles que ganham até 40 dólares, a probabilidade de ficarem desempregados é bem mais pequena, sendo que apenas 31% destes trabalhadores correm o risco de serem substituídos por robôs.

A automatização das tarefas nem sempre representou uma preocupação para os governantes. Entre 1993 e 2007, a introdução de robôs nas empresas representou um aumento de produtividade significativo que se reflectiu no aumento da qualidade de vida das pessoas, contudo, as preocupações surgem agora porque há um risco de um trabalhador ser substituído directamente por um robô.

Em Janeiro, durante as reuniões do Fórum Económico Mundial que decorreu em Davos, na Suiça, esta já foi uma questão abordada, de onde se concluiu que, até 2020, os Robôs poderão fazer 5 milhões de desempregados. 

Aumento excessivo da desigualdade 

O aumento do desemprego provocado pela substituição de pessoas por robôs vai levar a que estas pessoas se submetam a trabalhos com salários cada vez mais baixo, que aliado ao alto custo da educação superior irá provocar um aumento excessivo da desigualdade.» in http://pplware.sapo.pt/informacao/robos-vao-substituir-profissionais-com-salarios-mais-baixos/


(Robôs humanóides são preparados para feiras e convenções.)


(Robôs cada vez mais humanos)


(Evolução da Inteligência Artificial preocupa cientistas - Olhar Digital)

F.C. do Porto Sub 17 Futebol: F.C. do Porto 1 vs S.C. de Braga 0 - A equipa de Sub-17 do FC Porto deu um passo importante rumo à qualificação para a fase final do Campeonato Nacional de Juniores B depois de bater este domingo o Sporting de Braga pela margem mínima, no jogo de cartaz da quinta jornada da série Norte da competição.



«SUB-17 VENCEM E SÃO LÍDERES ISOLADOS

Vitória sobre o Sporting de Braga (1-0) no jogo grande da quinta jornada da série norte do Nacional de Juniores B.

A equipa de Sub-17 do FC Porto deu um passo importante rumo à qualificação para a fase final do Campeonato Nacional de Juniores B depois de bater este domingo o Sporting de Braga por 1-0, no jogo de cartaz da quinta jornada da série Norte da competição. Um golo madrugador do avançado Jorge Teixeira construiu a quinta vitória consecutiva dos jovens Dragões, que assim se isolam no primeiro lugar, com 15 pontos, mais três do que os bracarenses, segundos classificados.

Os azuis e brancos entraram praticamente a ganhar no Estádio Luís Filipe Menezes, no Olival, tendo inaugurado o marcador, por intermédio do avançado Jorge Teixeira, logo aos dois minutos na sequência de um lance de bola parada. O segundo golo podia ter aparecido ainda na primeira parte tantas foram as oportunidades desperdiçadas pela equipa orientada por Bino frente a um adversário que só foi capaz criar perigo no último quarto de hora, com algumas saídas em transição.

Após o intervalo, o FC Porto prosseguiu o assalto à baliza do Sporting de Braga, sem que isso, no entanto, resultasse em mais golos, o que fez com que o adversário se mantivesse sempre na discussão pelo jogo. A verdade é que os jovens Dragões não deram espaço ao adversário e acabaram por somar três pontos importantes na corrida a um lugar no grupo de equipas que vão discutir o título nacional de juvenis.

Os Sub-17, que na próxima jornada se deslocam ao terreno do Gil Vicente (domingo, 11h00), alinharam com o seguinte 11: Mário Évora (g.r.), Diogo Dalot, Fábio Borges, Diogo Leite (cap.) e Diogo Bessa; João Lameira, Lamba (Kakuba, 61m) e Estrela; Jorge Teixeira (Leandro, 71m), Romário Baró (Afonso Sousa, 65m) e Hélder Silva.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/sub-17-fcporto-scbraga-2af-serienorte-5aj.aspx


Formação: Sub-17 - FC Porto-SC Braga, 1-0 (CN Jun. B, 2.ª fase, 5.ª jorn., 28/02/16)

F.C. do Porto Sub 15 Futebol: Feirense 0 vs F.C. do Porto 3 - Três golos construíram o triunfo portista, por três bolas sem resposta, na quinta jornada da segunda fase do Nacional de Juniores C.



«SUB-15 REGRESSAM ÀS VITÓRIAS NA FEIRA

Três golos construíram o triunfo portista (3-0) na quinta jornada da segunda fase do Nacional de Juniores C.

A equipa de Sub-15 do FC Porto bateu este domingo, em terras de Santa Maria da Feira, o Feirense por 3-0, no jogo da quinta jornada da segunda fase da zona Norte do Campeonato Nacional de Juniores C. Valente, por duas vezes, e Alexandre Moutinho marcaram os golos que recolocaram os azuis e brancos no caminho das vitórias e lhes permitem manter o comando da classificação, com 13 pontos, mais três do que o vice-líder, o Sporting de Braga.

Na antevisão do encontro​ disputado no Campo n.º 2 do Complexo Desportivo do Feirense, os jovens Dragões prometeram retificar a imagem deixada na última jornada, que terminou com um empate frente ao Vitória de Guimarães. E a verdade é que, após 35 minutos em que sentiram dificuldades para ultrapassar a pressão alta exercida pelo Feirense, cumpriram a promessa com classe na segunda parte. Aí, os jovens Dragões confirmaram todo o favoritismo que traziam para esta partida e adiantaram-se no marcador logo no primeiro minuto do reatamento, por intermédio de Valente (36m). O domínio exercido pela equipa orientada por Vítor Severino resultou em mais dois golos: um de Alexandre Moutinho (47m) e outro de Valente (70+2m), que assim “bisou” na partida e permitiu que o FC Porto chegasse aos 92 golos marcados nesta temporada.

Os Sub-15, que na próxima jornada recebem o Sporting de Braga (domingo, 11h00), alinharam com: João Abreu (g.r.); Raí, Luís Ferreira, Leví e Tiago Matos; Esteves (Guedes, 36m), Cláudio e Rafa; Duarte (Tomás Couto, 53m), Valente (cap.) e Gonçalo (Moutinho, 60m).» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/sub-15-feirense-fcporto-2af-zonanorte-5aj.aspx

27/02/16

F.C. do Porto Sub 19 Futebol: F.C. do Porto 2 vs Vitória de Guimarães 1 - Chidera e Rui Pedro fizeram os golos dos Dragões numa vitória difícil sobre o Vitória de Guimarães.



«SUB-19 SOMAM PRIMEIRA VITÓRIA NA FASE FINAL

Chidera e Rui Pedro fizeram os golos dos Dragões frente ao Vitória de Guimarães (2-1).

Os Sub-19 somaram a primeira vitória na fase final do Campeonato Nacional de Juniores A ao bater, este sábado, o Vitória de Guimarães por 2-1, em partida da segunda jornada, disputada no Estádio Luís Filipe Menezes, no Olival. Os vimaranenses adiantaram-se na partida aos 23 minutos, por intermédio de Nuno Gonçalves, mas Chidera empatou aos 40 minutos e, já na segunda metade, Rui Pedro fez o 2-1 final.

Duas equipas com sortes distintas na primeira jornada – os Dragões perderam com o Sporting e os vimaranenses venceram o Belenenses (2-0) – encontraram-se no Olival e o equilíbrio foi a nota dominante nos primeiros 45 minutos. Os portistas entraram a tentar controlar o jogo, mas os visitantes jogavam em velocidade e o contra-ataque ia funcionando bem; aos 23 minutos, após um canto, Nuno Gonçalves fez mesmo o 1-0 para a equipa de Guimarães, num cabeceamento bem medido. Os azuis e brancos sentiram um pouco o golpe e não conseguiram reagir de imediato, pelo que o empate surgiu apenas aos 40 minutos: boa jogada pela esquerda de Luís Mata, cruzamento de pé direito e Chidera cabeceou de forma exemplar para o fundo da baliza adversária (1-1). Ao intervalo, o resultado parecia justo face à produção de ambas as equipas. 

António Folha colocou João Cardoso em campo (substituindo Chidera) e o facto é que os atuais campeões nacionais começaram a ter mais acutilância e a jogar de forma mais agressiva no meio campo adversário. Aos 62 minutos, Bruno Costa deu o lugar a Mesquita e o avançado, na primeira vez que tocou na bola, cruzou bem do lado esquerdo, o guarda-redes adversário não conseguiu segurar a bola e Rui Pedro, muito oportuno, colocou a bola no fundo da baliza (2-1 aos 64). O ritmo da partida baixou e o Vitória de Guimarães começou a tentar chegar mais com perigo à grande área de Diogo Costa, tendo uma grande oportunidade alguns minutos depois, com a bola a embater no poste da baliza dos Dragões.

A partir daí, os portistas apostaram mais nas transições rápidas para aproveitar os espaços deixados pelos vimaranenses e tiveram duas boas oportunidades: primeiro, aos 90 minutos, nem Rui Pedro nem João Cardoso conseguiram concluir da melhor forma um contra-ataque bem gizado e, logo no minuto seguinte, Moreto rematou ao poste da baliza adversária. O encontro terminou mesmo com o resultado em 2-1, numa vitória saborosa frente a uma equipa complicada.

O próximo jogo dos Sub-19 está agendado para o próximo sábado, pelas 15h00, numa deslocação ao terreno do Rio Ave a contar para a terceira jornada da competição.

FICHA DE JOGO

FC PORTO-VITÓRIA DE GUIMARÃES, 2-1
Campeonato Nacional de Juniores A, fase final, 2.ª jornada
27 de fevereiro de 2016
Estádio Luís Filipe Menezes, no Olival

Árbitro: Bruno Nunes (Viana do Castelo)
Assistentes: Carlos Rodrigues e Rui Santos

FC PORTO: Diogo Costa; Fernando, Diogo Queirós, Jorge Fernandes (cap.) e Luís Mata; Ayoub, Moreto e Bruno Costa; Chidera, Rui Pedro e Djim
Substituições: Chidera por João Cardoso (46m), Bruno Costa por Mesquita (62m) e Ayoub por Rui Pires (77m)
Não utilizados: Mouhammed, Diogo Dalot, David e José Pedro
Treinador: António Folha

VITÓRIA DE GUIMARÃES: Filipe Dinis; Alexandre Pinto, Denis, Nuno Gonçalves e Tiago Francisco; Gaspar (cap.), João Bruno e Mimito; Fernandinho, Xavier e Rui Gomes
Substituições: Mimito por Panuche (58m), João Bruno por Francisco Rodrigues (71m) e Tiago Francisco por Matheus (85m)
Não utilizados: Daniel Figueira, Cláudio, Apolo e Nuno Ribeiro 
Treinador: Alexandre Costa

Ao intervalo: 1-1
Marcadores: Nuno Gonçalves (23m), Chidera (40m) e Rui Pedro (64m)

Disciplina: cartão amarelo a Jorge Fernandes (54m)e Moreto (84m).» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/FC-Porto-Sub-19-V-Guimaraes-Sub-19-CN-Juniores-A-fase-final-2a-jor.aspx

F.C. do Porto Hóquei Patins: Sanjoanense 1 vs F.C. do Porto Fidelidade 7 - Dragões estão a oito pontos do Benfica graças a uma goleada alcançada em S. João da Madeira.



«GOLEADA À SANJOANENSE REDUZ DISTÂNCIA PARA O PRIMEIRO LUGAR

Dragões estão a oito pontos do Benfica graças a um 7-1 alcançado em S. João da Madeira.

O FC Porto Fidelidade goleou, este sábado, a Sanjoanense por 7-1, em partida da 18.ª jornada do Campeonato Nacional, em partida disputada no Pavilhão dos Desportos da Sanjoanense. Os golos dos Dragões foram marcados por Gonçalo Alves (3), Vítor Hugo (2), Telmo Pinto e Jorge Silva. Com esta vitória, os portistas recuperam dois pontos ao Benfica, primeiro classificado, que empatou em Barcelos, e estão a oito da liderança.

Foi a um início de jogo em ritmo de parada e resposta a que assistiram os numerosos – e ruidosos – espectadores da partida entre os azuis e brancos e o 15.º classificado, com a bola a rondar as balizas de Nélson Filipe e de Marco Lopes com perigo. Já depois de uma bola ao poste de cada equipa, Jorge Silva viu um cartão azul aos 12 minutos e valeu Nélson Filipe aos Dragões, a defender a recarga ao livre direto falhado. Aos 16 minutos, Vítor Hugo conseguiu, finalmente, inaugurar o marcador: contra-ataque conduzido por Reinaldo Garcia e o argentino simulou que ia rematar, passando no último instante a bola a Vítor Hugo, que só teve de encostar para a baliza adversária. A seis minutos do final da primeira parte, mais um contra-ataque, com Gonçalo a solicitar o remate de Vítor Hugo, que proporcionou uma grande defesa ao guarda-redes adversário; na recarga, Telmo Pinto fez o 2-0 com que se chegou ao intervalo.

E foi ainda durante o primeiro minuto da segunda parte que dois Dragões chegaram aos 20 golos na competição e colocaram o resultado em 4-0: com apenas 15 segundos decorridos na segunda parte, Jorge Silva aproveitou da melhor forma uma perda de bola da Sanjoanense e rematou certeiro para o fundo da baliza de Marco Lopes e, aos 47 segundos, Gonçalo Alves cobrou da melhor forma um penálti a castigar uma bola no patim de Tiago Ferraz, fazendo o quarto golo portista. Os Dragões mantiveram-se à procura do golo e a fazer a pressão logo na saída do adversário para o ataque, o que resultou num amplo domínio das operações. Gonçalo Alves bisou na partida aos 39 minutos, num bonito lance em que simulou primeiro e rematou depois, com a Sanjoanense a fazer o 5-1 a seis minutos do final, por Alex Mount, na cobrança de um livre direto. Vítor Hugo bisou também na partida apenas um minuto depois, voltando a colocar a diferença em cinco golos (6-1) e Gonçalo Alves concretizou o seu hat-trick a 16 segundos do final, estabelecendo o 7-1 com que terminou o desafio.

Com este resultado, os Dragões somam 42 pontos e estão a oito do Benfica, primeiro classificado, quando faltam oito partidas para o final do campeonato. A próxima partida dos comandados de Guillem Cabestany é no sábado, às 17h00, no Pavilhão Dr. Salvador Machado, em Oliveira de Azeméis, e conta para a primeira mão dos quartos de final da Liga Europeia.

FICHA DE JOGO 

SANJOANENSE-FC PORTO FIDELIDADE, 1-7
Campeonato Nacional, 18.ª jornada
27 de fevereiro de 2016
Pavilhão dos Desportos da Sanjoanense

Árbitros: Paulo Rainha e Cláudia Rego (Minho)

SANJOANENSE: Marco Lopes (g.r.), João Oliveira (cap.), Tiago Ferraz, Gil Vicente e Pedro Cerqueira
Jogaram ainda: David Nogueira (g.r.), Afonso Santos, Filipe Sousa, Alex Mount e Pedro Rego
Treinador: Vítor Pereira

FC PORTO FIDELIDADE: Nélson Filipe (g.r.), Reinaldo Garcia, Hélder Nunes, Rafa e Jorge Silva
Jogaram ainda: Gonçalo Alves, Telmo Pinto, Vítor Hugo e Álvaro Morais
Não utilizado: Edo Bosch (g.r., cap.)
Treinador: Guillem Cabestany

Ao intervalo: 0-2
Marcadores: Vítor Hugo (16m e 45m), Telmo Pinto (20m), Jorge Silva (26m), Gonçalo Alves (26m, 39m e 50m) e Alex Mount (44m)

Disciplina: cartão azul a Jorge Silva (12m) e João Oliveira (34m).» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/hoquei-em-patins-sanjoanense-fcporto-270216.aspx

26/02/16

Vila de Baião - O Serviço Municipal de Proteção de Civil de Baião encontra-se no terreno, tendo comunicado o encerramento da Estrada Nacional 101, de ligação Amarante a Mesão Frio.



«Agrupamentos de Escolas de Baião encerraram devido à queda de neve
26/02/2016, 17:19

A descida acentuada das temperaturas e a queda de neve que se foi intensificando em Baião levou ao encerramento dos três Agrupamentos de Escolas no concelho.

Os Agrupamentos de Escolas do Vale de Ovil e de Santa Marinha do Zêzere encerraram às 15 horas, seguindo-se o fecho do Agrupamento de Eiriz-Ancede.

Os alunos dos três agrupamentos já foram transportados para as suas habitações.

No sentido de encontrarem a melhor solução para a segurança dos cidadãos, a Câmara Municipal de Baião contatou todos os Agrupamentos de Escolas e IPSS`S do concelho.

O Serviço Municipal de Proteção de Civil de Baião encontra-se no terreno, tendo comunicado o encerramento da Estrada Nacional 101, de ligação Amarante a Mesão Frio.

Nas Estradas Municipais 579 (Baião/Santa Marinha do Zêzere) e 578 (Valadares/Gestaçô) transita-se com condicionalismos, informou o município.» in http://www.averdade.com/pagina/seccao/18/noticia/12127?utm_source=e-goi&utm_medium=email&utm_term=Newsletter+A+VERDADE&utm_campaign=Newsletter+A+VERDADE

História - O Meu Colega e Amigo, Professor Guilherme Hoekler, interpela-nos com o direccionamento das nossas lutas...



"«O verdadeiro soldado, não luta porque odeia o que tem na sua frente, mas sim porque ama o que tem atrás de si.»

“Se por um lado a sociedade moderna conservou as partes mais opressivas e ignominiosas da função policial: saqueia o pobre e vigia cautelosamente o infortunado, por outro abandonou o mais nobre da função: o castigo dos poderosos traidores no Estado e dos poderosos hereges na Igreja.

Os modernos dizem que não se deve castigar o herege e eu me pergunto se teremos direito para castigar, fora dos casos de heresia.”

Gilbert K. Chesterton em “O Homem Que Era Quinta-Feira”» in https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10204161595079478&set=gm.1008361595884308&type=3&theater

Política Nacional - Um grupo de jovens católicos lançou hoje uma petição pública exigindo um pedido de desculpas do Bloco de Esquerda, em causa está o cartaz divulgado ontem onde se lê que "Jesus também tinha dois pais”, uma forma encontrada pelo partido para celebrar a aprovação da adopção por casais do mesmo sexo.



«Cartaz do Bloco de Esquerda dá origem a petição
11:22 Hermínia Saraiva

Jovens católicos exigem pedido de desculpa por parte do Bloco de Esquerda.

Um grupo de jovens católicos lançou hoje uma petição pública exigindo um pedido de desculpas do Bloco de Esquerda. Em causa está o cartaz divulgado ontem onde se lê que "Jesus também tinha dois pais”, uma forma encontrada pelo partido para celebrar a aprovação da adopção por casais do mesmo sexo.

O texto da petição, disponível no site Petição Pública, diz que o cartaz “tem, de forma clara e inequívoca, o propósito de ofender a comunidade católica portuguesa”.

Lembrando que o BE é um “partido político e não uma publicação de sátira”, os signatários, não identificados exigem “um pedido de desculpas a todos os portugueses que se sentiram ofendidos por este cartaz e a imediata eliminação do mesmo”. A petição contava às 11h20 com seis assinaturas. 

O cartaz do Bloco de Esquerda está também a gerar polémica nas redes sociais. » in http://economico.sapo.pt/noticias/cartaz-do-bloco-de-esquerda-da-origem-a-peticao_243715.html

Moda - A modelo portuguesa, Sara Sampaio, de 24 anos, foi fotografada com várias propostas de lingerie, para a revista Beauty and Marlin



«Sara Sampaio mostra as curvas em lingerie para revista Beauty and Marlin

A modelo portuguesa de 24 anos foi fotografada com várias propostas de lingerie.

Sara Sampaio, um dos «anjos» da Victoria`s Secret, posou nua em 2014 para o livro «Angels», de Russell James, e em 2013 para um livro de Mariano Vivanco.

A manequim portuense também já posou nua para a Lui e para a Numero Homme Germany.» in http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=813305

1.ª Guerra Mundial - O destroço do caça-minas Roberto Ivens foi agora localizado, situando-se numa posição distinta daquela onde a documentação oficial o apontava como perdido, sendo que a localização permite aprofundar o conhecimento sobre a presença e o papel da Marinha durante o período conturbado da Grande Guerra e, simultaneamente, lança um novo olhar sobre a real dimensão da ameaça submarina alemã em águas territoriais portuguesas.



«Navio da I Guerra Mundial encontrado na barra do Tejo
23 Fev, 2016 - 21:00

“A fase seguinte desta missão será inspeccionar os destroços com recurso a um ROV (Remotely Operated Vehicle), recolhendo as suas imagens em profundidade para o devido estudo arqueológico”, explica a Armada.

“O destroço do caça-minas Roberto Ivens foi agora localizado, situando-se numa posição distinta daquela onde a documentação oficial o apontava como perdido. A localização permite aprofundar o conhecimento sobre a presença e o papel da Marinha durante o período conturbado da Grande Guerra e, simultaneamente, lança um novo olhar sobre a real dimensão da ameaça submarina alemã em águas territoriais portuguesas”, adianta o Ministério da Ciência.

O caça-minas “Roberto Ivens” foi o primeiro navio da Marinha Portuguesa a afundar-se durante a I Guerra Mundial.

Tudo aconteceu no dia 26 de Julho de 1917, quando o navio colidiu com uma mina que tinha sido deixada por um submarino alemão.

Com a força da explosão, o navio ficou imediatamente partido em dois e afundou-se em poucos minutos. Morreram 15 tripulantes, entre os quais o comandante Raul Cascais, e sete foram resgatados com vida.

O achado dos destroços acontece a poucos dias de uma efeméride. A 9 de Março cumprem-se 100 anos desde que a Alemanha declarou guerra a Portugal, na sequência do aprisionamento de navios alemães e austríacos nos portos nacionais.» in http://rr.sapo.pt/noticia/47650/navio_da_i_guerra_mundial_encontrado_na_barra_do_tejo?utm_source=rss

Ambiente e Ecologia - Tal como a National Geographic revelou em 2013, o nível dos mares aumentaria cerca de 66 metros (216 pés) se todo o gelo à escala global derretesse.



«Assim ficaria a Terra se todo o seu gelo derretesse
Ontem 13:40 Económico

Este fenómeno iria levar a uma reformulação dos continentes e afundaria muitas das maiores cidades mundiais.

Um estudo divulgado no início da semana confirma que o nível dos mares está a subir ao ritmo mais elevado dos últimos 28 séculos, ou seja, quase três mil anos. 

Tal como a National Geographic revelou em 2013, o nível dos mares aumentaria cerca de 66 metros (216 pés) se todo o gelo à escala global derretesse. Este fenómeno iria levar a uma reformulação dos continentes e afundaria muitas das maiores cidades mundiais.» in http://economico.sapo.pt/noticias/assim-ficaria-a-terra-se-todo-o-seu-gelo-derretesse_243611.html#at_pco=smlwn-1.0&at_si=56d03b6a1fcb812a&at_ab=per-15&at_pos=0&at_tot=1




(E se os pólos derretessem)


(A TERRA ALAGADA)

25/02/16

Liga Europa: F.C. do Porto 0 vs Borussia Dortmund 1 - Portistas derrotados pelos alemães no Dragão por 1-0 (total de 3-0 na eliminatória).



«DRAGÕES PERDEM COM BORUSSIA DORTMUND E ESTÃO FORA DA LIGA EUROPA

​Golo sofrido logo aos 23 minutos ditou derrota caseira (0-1) frente ao Borussia Dortmund e impediu a desejada recuperação. 

O FC Porto foi eliminado da Liga Europa, após perder esta quinta-feira por 0-1, no Estádio do Dragão, frente ao Borussia Dortmund. Os portistas precisavam de recuperar de uma desvantagem de dois golos trazida da Alemanha, mas acabaram por somar nova derrota, sofrida graças a um remate em fora de jogo de Aubameyang, aos 23 minutos. O golo deixou os azuis e brancos praticamente fora da eliminatória, já que passava a ser necessário marcar quatro golos a uma formação indiscutivelmente forte, em que alinham, por exemplo, quatro campeões do Mundo de seleções. A missão já era de início suficientemente difícil: o FC Porto nunca ultrapassou uma eliminatória em que tivesse perdido na primeira mão por dois ou mais golos fora de casa (havia oito exemplos no passado) e há mais de 50 anos que uma equipa portuguesa não vira uma eliminatória nessas condições. Por outro lado, há 23 anos que uma formação alemã não era eliminada depois de vencer por dois golos na primeira mão.

José Peseiro estava forçado a fazer adaptações, face à lesão de Indi e ao facto de Chidozie não estar inscrito nas competições europeias. Layún fez dupla de centrais com Marcano e o treinador chamou ainda a jogo José Ángel, Rúben Neves, Evandro, Marega, Aboubakar e Varela, que não tinham sido titulares frente ao Moreirense. Os Dragões começaram por tomar conta do encontro, mas sabia-se que um erro e um golo sofrido seriam quase fatais, porque obrigariam o FC Porto a marcar quatro golos para seguir em frente. A chuva que começou a cair foi um mau presságio e, aos 23 minutos, no primeiro lance de perigo criado pelos alemães, Aubameyang fez o 0-1, após Casillas defender um primeiro remate de Reus. Porém, o franco-gabonês estava claramente em fora de jogo, naquele que foi um erro crasso de uma equipa de arbitragem com seis elementos. Os Dragões demoraram a recompor-se do golo sofrido e apenas nos últimos minutos da primeira parte voltaram a pegar na partida. Evandro, aos 41 minutos, falhou o golo por centímetros e, no minuto seguinte, um cabeceamento de Varela obrigou Bürki a uma defesa muito difícil.

Após um arranque morno do segundo tempo, a partida voltou a aquecer com nova oportunidade de golo do FC Porto, aos 55 minutos: Marega serviu Aboubakar, que rematou de calcanhar à figura do guarda-redes do Borussia. O camaronês foi substituído por Suk no minuto seguinte e depois o árbitro Mark Clattenburg voltou a errar: Rúben Neves viu amarelo aos 56 por uma falta inofensiva na linha de meio-campo, enquanto Sahin recebeu o mesmo castigo pouco depois, por uma entrada violentíssima sobre Danilo. Seria, só por si, razão para cartão vermelho, mas a comparação disciplinar ainda o tornou mais óbvio.


José Peseiro mexeu depois a partir do banco, colocando em campo Brahimi e Herrera, para os lugares de Varela e Evandro, que cumpriu em bom nível o seu 50.º jogo oficial ao serviço do clube. Os portistas ainda estiveram perto do empate por duas vezes: aos 74 minutos, quando Suk disputou uma bola que parecia perdida e ainda acertou no corpo do guardião Bürki, e aos 87, quando Brahimi acertou em cheio na barra. Mkhitaryan imitou-o pouco depois, levando a bola ao poste. Como pediram as bancadas, os Dragões nunca se renderam, mas as circunstâncias tornaram-se demasiado desfavoráveis para inverter uma situação já de si muito complicada. O plantel do FC Porto terá agora de se focar nos dois objetivos internos que estão ao alcance: a Liga (já este domingo há mais uma jornada, no Restelo, frente ao Belenenses) e a Taça.

Ficha do Jogo» in http://www.fcporto.pt/pt/futebol/fichas-de-jogo/Pages/fcporto-borussia-dormund-250216.aspx

Amarante Desporto - O Agrupamento de Escolas Amadeo de Sousa Cardoso, a Advanced Training Academy e a Câmara Municipal de Amarante juntaram-se para promover o desporto e a competição nas camadas mais jovens, ao envolver os alunos do 2º e 3º ciclos das escolas do concelho de Amarante em atividades de Cross Training.



«Amarante Kids Crossgames promove a competição desportiva entre os alunos do concelho
25/02/2016, 10:51

O Agrupamento de Escolas Amadeo de Sousa Cardoso, a Advanced Training Academy e a Câmara Municipal de Amarante juntaram-se para promover o desporto e a competição nas camadas mais jovens, ao envolver os alunos do 2º e 3º ciclos das escolas do concelho de Amarante em atividades de Cross Training.

O Amarante Kids Crossgames é o primeiro evento realizado para crianças, com idades compreendidas entre os 10 e os 15 anos, inspirado no cross training. É uma competição que contempla a execução de vários desafios, individuais ou por equipas onde os alunos se envolvem numa competição saudável, que desafia cada um a superar-se.

A grande final será no sábado, dia 27 de fevereiro, pelas 10h00, no complexo desportivo da Advanced Training, onde os mais novos irão mostrar a sua garra para superar os desafios propostos.

Segundo Virgínia Oliveira, professora de educação física e principal dinamizadora do evento, este é um excelente pretexto para estimular crianças e pais e promover a aproximação com a escola.

“A Escola não pode ser apenas um espaço físico onde as crianças passam o dia. Cabe-nos também a nós, professores, dinamizar formas de incentivo, fazer com que os alunos gostem de vir para a escola, se sintam motivados e ativos. E os pais acabam por perceber também este envolvimento que só traz vantagens para o aluno, pois contribui também para o sucesso educativo”, afirma.

Miguel Cardoso, parceiro na realização desta atividade, acredita que este é o desporto ideal para fomentar o aumento da autoestima das crianças e a sua evolução física.

“O facto de todos conseguirem cumprir os desafios, já que estes são personalizados e adaptados a cada um, permite uma autossatisfação que leva à evolução. Porque se hoje consigo amanhã ainda vou conseguir melhor. Este é o espírito que queremos desenvolver nos mais novos, o da persistência”, defende o responsável pela Advanced training.

O crossfit é uma metodologia de treino que combina três performances: levantamento de pesos, elementos gímnicos (trabalho com o peso do corpo) e os melhores movimentos de endurance, combinado de forma variada em treinos de alta intensidade.» in http://www.averdade.com/pagina/seccao/19/noticia/12108?utm_source=e-goi&utm_medium=email&utm_term=Newsletter+A+VERDADE&utm_campaign=Newsletter+A+VERDADE

Religião Exorcismos - Duarte Sousa Lara, padre na diocese de Lamego, diz que há mais pessoas com distúrbios espirituais devido ao incremento da bruxaria.



«"Precisamos de mais exorcistas" 

Duarte Sousa Lara, padre na diocese de Lamego, diz que há mais pessoas com distúrbios espirituais devido ao incremento da bruxaria.

Há mais hoje do que há duas décadas, mas "continuam a ser poucos para as necessidades com que nos confrontamos. Precisamos de mais exorcistas." É assim que o padre Duarte Sousa Lara, exorcista da diocese de Lamego, se refere à ajuda que a Igreja presta aos fiéis que em Portugal se dizem possuídos pelo demónio.

Para este sacerdote, de 37 anos – filho do antigo subsecretário de Estado da Cultura de Cavaco Silva, António Sousa Lara –, que há mais de década e meia estuda a forma de combater "a ação do Diabo na tentativa de destruir a obra de Deus", a Igreja "deve apostar mais na formação de padres para a prática dos exorcismos. Trata-se, segundo diz, de um "ministério muito delicado e que exige grande conhecimento". Por norma, as dioceses têm um padre, devidamente autorizado pelo bispo, a quem cabe a missão de expulsar o mal das pessoas possuídas. Em Portugal, no entanto, apenas 12 dioceses têm um exorcista oficial, embora quase nenhuma o admita. "O demónio é muito inteligente, tenta sempre enganar quem lida com ele, e um exorcista não se improvisa.

É como na medicina: seria imprudente pôr um estudante do 2º ano a fazer uma operação ao coração, até lá chegar, tem de fazer muitas com os mestres", diz o padre Duarte Sousa Lara, que acompanhou durante 11 anos o sacerdote italiano Gabriel Amorth, considerado o maior exorcista do Mundo. De resto, o padre português, que fala destes assuntos por considerar que "o exorcismo é necessário e implica uma profunda pastoral", lembra que, em apenas duas décadas, a "Itália passou de 30 para 300 exorcistas nomeados pela Igreja".

Quanto a Portugal, o sacerdote diz que "as coisas, embora devagar, vão andando no sentido positivo, e há cada vez mais abertura, até dentro da própria Igreja, para debater estes assuntos".

Duarte Sousa Lara, que é pároco de Folgosa, Desejosa e Valença do Douro, na diocese de Lamego, diz que "o aumento dos casos de pessoas com graves distúrbios espirituais tem a ver sobretudo com a paganização que grassa na Europa e com o incremento das práticas de bruxaria, feitiçaria, ciências do oculto, rituais satânicos e coisas desse género". "Tantas coisas que agora estão muito na moda, como o yoga, o reiki ou outras formas de exercício espiritual, são caminhos facilmente percorridos pelo demónio. É preciso ter muito cuidado com essas coisas", adverte.» in http://www.cmjornal.xl.pt/nacional/sociedade/detalhe/precisamos-de-mais-exorcistas.html


(Os 5 Exorcismos reais mais assustadores)


(PARTE 1 - Exorcismo Real com o Padre Jader Pereira)



(PARTE 2 - Exorcismo Real com o Padre Jader Pereira)

24/02/16

Poesia - O Meu Colega e Amigo, Professor Eugénio Mourão, interpela-nos com o Poema: "Rua de um Poema..."


Foto: a modelo Brenda Jennifer


"RUA DE UM POEMA...

Escrevi-te esta canção…
Fala de uma casa no meio de um monte de palavras
Que construí para lá viveres
Para sempre.

A porta abre por dentro,
E quando toco à campainha
É o teu coração que vem atender-me.
No quarto há quadros
Que são quadras que rimam contigo.
Quando te vais deitar,
Peço à noite para luar os teus sonhos
Até adormeceres.
Acordas com um pintassilgo à janela
A recitar-te o amanhecer.
Ao saíres de casa, há um jardim à tua espera
Cheio de letras que abrem ao sol 
Para mostrarem o teu nome,
E quando chove as gotas fazem delas
Borrões de saudade.

Escrevi-te esta canção…
Fala de uma casa no meio de um monte de palavras
Que escrevi para lá viveres
Para sempre.

Fica na rua de um poema..."

Eugénio Mourão

Amarante Antiga - O Antigo Campo da Feira, Largo Sertório de Carvalho foi sempre um local muito importante para Amarante, hoje menos, sem o Quartel de Artilharia, a Escola Primária, o Hospital, a Feira...


(Antigo Campo da Feira ainda sem a ponte atual... um terraço magnífico!)

23/02/16

F.C. do Porto Basquetebol - Presidente e plantel de basquetebol apadrinharam a entrega da Taça Hugo dos Santos ao Museu.



«PINTO DA COSTA: “REVEJO O FC PORTO NO ENTUSIASMO DESTA EQUIPA”

Presidente e plantel de basquetebol apadrinharam a entrega da Taça Hugo dos Santos ao Museu.

Quem a partir de agora visitar o Museu do FC Porto já pode admirar o mais recente troféu do palmarés do clube. A Taça Hugo dos Santos, conquistada na final frente ao Benfica​, foi esta terça-feira entregue pelo plantel azul e branco, numa cerimónia em que Jorge Nuno Pinto da Costa fez questão de marcar presença. “Passados 33 anos, o que me faz continuar a vibrar com as nossas vitórias é ver que as gerações passam, mas que o entusiasmo é mesmo. E a maneira como vocês festejaram este troféu demonstra bem que esta é uma equipa de autênticos Dragões”, afirmou o Presidente do FC Porto em declarações exclusivas ao www.fcporto.pt e ao Porto Canal.

A conquista da Taça Hugo dos Santos representa o regresso do basquetebol às grandes vitórias, na época em que voltou ao escalão principal. É o resultado do “trabalho, da seriedade, da competência e do entusiasmo” do grupo orientado por Moncho López, defende Pinto da Costa. “Esta vitória foi um exemplo flagrante disso mesmo. Além de terem feito um grande jogo, aquilo que mais me deixou satisfeito foi o entusiasmo com que a equipa festejou a vitória, a forma como reagiu sempre que esteve em desvantagem, mesmo num ambiente hostil e depois de terem aturado um barulho ensurdecedor em todo o jogo contra o FC Porto. E aquele silêncio, no fim, que mais parecia próprio de um funeral, foi o maior prémio que podiam ter tido. Revejo o FC Porto no entusiasmo desta equipa, na competência destas pessoas e auguro mais vitórias nesta modalidade que está a fazer um excelente trabalho”.

O Presidente do FC Porto afirmou ainda que a visita por parte do plantel ao Museu é “importante” para “sentir a grandeza do FC Porto” e, ao mesmo tempo, “verificar o reconhecimento pelo seu trabalho e o destaque que merecem as suas vitórias”. O treinador Moncho López não escondeu a ambição de “repetir esta cerimónia” nesta época. “É bom sentir que o basquetebol está representado em muitos espaços deste museu e é bonito que uma equipa como a nossa, que acaba de regressar ao primeiro escalão, tenha conquistado um dos títulos importantes da época e assim possa enriquecer este Museu com mais um troféu”.

O capitão André Bessa, “portista ferrenho desde pequeno”, confessou que a entrega do troféu ao presidente “é um momento inesquecível” da sua carreira. “Tem um significado especial, ninguém imaginaria que seria possível estarmos a ter os resultados que estamos a ter. É tudo fruto do nosso trabalho, da nossa ambição. Vamos continuar a trabalhar para conquistar os outros títulos que faltam”, prometeu o base do FC Porto.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/taca_hugo_dos_santos_no_museu.aspx

Amarante Ruas - Começam a aparecer por todas as ruas de Amarante, sinais de uma Primavera que se anuncia pujante...


(Em Amarante no Outeiro, na partilha com Fregim)

F.C. do Porto Bilhar - Vitória por 4-0 na quinta jornada da zona norte do Campeonato Nacional da 1.ª Divisão de bilhar às três tabelas.



«DRAGÕES VENCEM FAMALICENSE

Vitória por 4-0 na quinta jornada da zona norte do Campeonato Nacional da 1.ª Divisão de bilhar às três tabelas.

O FC Porto somou a quinta vitória consecutiva na zona norte do Campeonato Nacional da 1.ª Divisão de bilhar às três tabelas, ao bater o Famalicense por 4-0, na Academia de Bilhar do Dragão, na noite desta segunda-feira. Ao fim de cinco jornadas, os azuis e brancos comandam a classificação, com 15 pontos, mais quatro do que o Leça, que é segundo.

Os portistas venceram os quatro jogos: Alípio Jorge (40-27 frente a Carlos Veloso), Manuel Santos Oliveira (40-14 frente a Jorge Bastos), João Ferreira (40-29 frente a Adolfo Pereira) e Rui Manuel Costa (40-22 frente a Artur Figueiredo).

Na próxima jornada, o FC Porto recebe a Portuguesa de Leça, em partida que terá lugar na próxima segunda-feira, às 21h30.» in http://www.fcporto.pt/pt/noticias/Pages/bilhar_fcporto_famalicense_5aj_zonanorte.aspx
Pin It button on image hover