30/06/12

Ambiente - A Quercus admite apresentar queixa à União Europeia contra Espanha por desviar indevidamente água do rio Tejo!




«Tejo cada vez mais poluído


A Quercus admite apresentar queixa à União Europeia contra Espanha por desviar indevidamente água do rio Tejo.


A associação ambientalista acusa as autoridades daquele país de não reporem a água, nem em quantidade e nem com a frequência que deveriam – explicou ao SOL Carla Graça, coordenadora para o grupo da água da Quercus.


«Há meses que em Espanha se fala no facto de o Governo estar a retirar água do Tejo para o Segura, devido à agricultura intensiva do país, que consome a maior parte dos recursos hídricos disponíveis», disse a responsável, referindo-se sobretudo à Andaluzia: «Se Espanha fez os transvases sem aviso prévio a Portugal, há uma violação das regras comunitárias». A Quercus vai agora estudar internamente se existe base jurídica para uma queixa à Comissão Europeia.


Mas a questão dos transvases não é a única a preocupar a associação. Também em estudo está a possibilidade de a Quercus alertar a UE por não haver realmente «uma gestão partilhada das bacias hidrográficas conjuntas» dos rios ibéricos.


Governo defende Espanha


No início da semana, o diário espanhol El País revelou que Espanha reduziu o caudal do Rio Tejo abaixo dos limites mínimos, invocando o estado de emergência por se verificar este ano a pior seca desde 1912.


Além disso, segundo o jornal, as águas estão totalmente poluídas e contaminadas. Bruxelas já deixou vários avisos a Espanha pela contaminação dos seus recursos naturais, incluindo o Tejo, ameaçando com multas de 20 a 50 milhões de euros ao ano.


Em Portugal, no entanto, o Ministério do Ambiente garante que não recebeu qualquer pedido de Espanha para reduzir o caudal, como é estipulado pela Convenção de Albufeira. «Não recebemos qualquer pedido oficial no sentido da redução do caudal no rio», assegurou ao SOL fonte do gabinete de Assunção Cristas. O Ministério do Ambiente alega que Espanha está a cumprir os caudais mínimos impostos por aquela Convenção que gere os rios ibéricos e que, por isso, não faz sentido existir qualquer pedido. «Até 24 de Junho, já entrou em Portugal 89% do volume mínimo acordado, que corresponde a 2.410 hm3», acrescenta o Executivo.


Mas a responsável da Quercus deixa um alerta: «Basta que Espanha não envie água para Portugal durante o tempo em que o caudal não é medido (duas vezes por mês, em Cedilho e Muge) para isso ter consequências catastróficas».


A situação está a preocupar cada vez mais os ambientalistas e movimentos cívicos. Com a diminuição dos caudais, «os agentes de contaminação, e determinadas bactérias, ficam mais concentrados», diz outra fonte da Quercus.


Além de as águas virem contaminadas de Espanha, Paulo Constantino, porta-voz do movimento cívico Protejo, acusa o Governo português de também não estar a tratar bem do problema de poluição do rio: «Até chegar ao Atlântico, desde a Beira Interior ao Ribatejo, existem várias estações de tratamento de águas que não tratam convenientemente os resíduos».


O responsável dá vários exemplos práticos das consequências nefastas da má qualidade da água: diminuição do número de sáveis, enguias e lampreias – três espécies que são fontes de rendimento de várias populações locais ao longo do Tejo. É o caso de Constância, Vila Nova da Barquinha ou Almourol «Aqui, aqueles peixes diminuem de ano para ano», diz Paulo Constantino.


Por isso, nos festivais gastronómicos dedicados a estas espécies, compram-se peixes no estrangeiro: «Os pescadores de Vila Nova da Barquinha já compraram lampreia do Canadá para o festival dedicado a este peixe, por não haver ali».


«É lamentável que Portugal aceite o que é imposto por Espanha», acusa o porta-voz do movimento cívico Protejo, adiantado que a diminuição da água a vir do país vizinho também tem graves consequências em Portugal – onde 44% do território está em seca extrema.


Vai faltar água para a agricultura


«Isto obriga o país a utilizar também a maior parte da água que tem armazenada na agricultura. Se a água não chega de Espanha, e com as temperaturas elevadas que começam a verificar-se, a tendência para faltar água para regadio só vai aumentar» – lembra, por seu lado, Carla Graça.


Daí que tanto a Quercus como o movimento Protejo defendam uma gestão partilhada efectiva das bacias conjuntas, «o que, até ao momento, não se verificou».


Portugal e Espanha deviam por esta altura ter implementados os planos das bacias hidrográficas dos rios ibéricos para o período de 2012/2015. Mas ambos estão atrasados. Se em Espanha o plano está ainda em fase de consulta pública, em Portugal, as alegações terminaram em Março.


Em resposta ao SOL, esta quarta-feira, o gabinete da ministra da Agricultura e do Ambiente, assegurou, no entanto que «o diálogo e a articulação entre os dois países têm sido constantes».


sonia.balasteiro@sol.pt» in http://sol.sapo.pt/inicio/Sociedade/Interior.aspx?content_id=53260


(Rio Tejo poluído por plantas aquáticas)


(Praias do Rio Tejo)


(Barca no Tejo)

Monumentos de Portugal - A maior fortificação abaluartada do mundo, em Elvas, foi hoje classificada como Património Mundial, pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), revelou à Agência Lusa fonte do município!



«UNESCO classifica como Património Mundial fortificações de Elvas


A maior fortificação abaluartada do mundo, em  Elvas, foi hoje classificada como Património Mundial, pela Organização das  Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), revelou à Agência  Lusa fonte do município.


As fortificações de Elvas foram classificadas, na categoria de bens  culturais, ao início da tarde de hoje na 36. sessão do Comité do Património  Mundial, que está reunido até 06 de julho, em São Petersburgo, na Rússia.


O conjunto de fortificações de Elvas, cuja fundação remonta ao reinado  de D. Sancho II, é o maior do mundo na tipologia de fortificações abaluartadas  terrestres, possuindo um perímetro de oito a dez quilómetros e uma área  de 300 hectares.


As fortificações de Elvas constituíam o único monumento português entre  os 33 candidatos que fazem parte da lista de Património Mundial, elaborada  pela Unesco.


A fonte do município explicou à Lusa que foram classificadas todas  as fortificações da cidade, os dois fortes, o de Santa Luzia, do século  XVII, e o da Graça, do século XVIII, três fortins do século XIX, as três  muralhas medievais e a mudalha do século XVII, além do Aqueduto da Amoreira. Classificado como Património Nacional em 1910, o Forte da Graça, monumento  militar do século XVIII situado a dois quilómetros a norte da cidade de  Elvas, constitui um dos símbolos máximos das fortalezas abaluartadas em  zonas fronteiriças.


O Conselho Internacional dos Monumentos e Sítios (ICOMOS) já tinha  dado parecer "decisivo e favorável", tendo sido provado que as fortificações  da cidade alentejana "reúnem o valor universal excepcional, que é o principal  para que uma candidatura seja aprovada", segundo a vereadora da Cultura  do município de Elvas, Elsa Grilo.


Lusa» in http://sicnoticias.sapo.pt/vida/2012/06/30/unesco-classifica-como-patrimonio-mundial-fortificacoes-de-elvas

(Elvas - Forte da Graça - uma volta completa pelas muralhas)

Política de Defesa - Comandos Portugueses fazem 50 anos de serviço à pátria!



«Comandos celebram 50 anos


Estiveram no Afeganistão, onde foram elogiados pelo comando internacional. Chegaram a ser extintos, na década de 90. E as primeiras boinas vermelhas foram entregues aos homens que tiveram um papel difícil, mas fundamental, na guerra colonial portuguesa. São os comandos. Fazem esta sexta-feira 50 anos.» in http://sicnoticias.sapo.pt/pais/article1632873.ece


(Regimento dos Comandos foi criado em 1962, para a guerra colonial)


29/06/12

Desporto Atletismo - Patrícia Mamona conquistou hoje a medalha de prata do triplo-salto nos Campeonatos da Europa de Atletismo de Helsínquia, com um salto de 14,52 centímetros!

Patrícia Mamona é medalha de prata


«Patrícia Mamona é medalha de prata


Esta é a segunda medalha conquistada pela comitiva lusa nos Europeus de Atletismo que decorrem em Helsínquia.


Patrícia Mamona conquistou hoje a medalha de prata do triplo-salto nos Campeonatos da Europa de Atletismo de Helsínquia, com um salto de 14,52 centímetros.


A portuguesa só foi superada pela ucraniana Olga Saladuha, campeã mundial em título e europeia há dois anos.


Patrícia Mamona, de 23 anos, que já tem mínimos A para os Jogos Olímpicos, tinha como melhores registos no seu palmarés o oitavo lugar nos Europeus de Barcelona, em 2010, e o quarto lugar nas Universíadas do ano passado.


O melhor salto da atleta lusa foi logo o primeiro, aí acrescentando dez centímetros ao recorde nacional, que já lhe pertencia.


A vencedora, Olha Saladuha, saltou 14,99 metros, recorde pessoal e melhor marca mundial do ano.


Nos Europeus de Helsínquia esta é já a segunda medalha para Portugal, depois do bronze de Sara Moreira nos 5.000 metros.» in http://desporto.sapo.pt/atletismo/artigo/2012/06/29/patr_cia_mamona_medalha_de_pra.html

(Patrícia Mamona - RN Sub23 Triplo Salto:13,67m)



(Patricia Mamona 13,37m no triplo)


2011-07-31 - Campeonatos de Portugal 2011 (2Jorn) - Triplo Feminino

Campeonato Europeu 2012 - Alemanha 1 vs Itália 2 - Dois golos de Mario Balotelli permitiram à Itália vencer a Alemanha e garantir a presença na final do campeonato da Europa de futebol, no próximo domingo, contra a Espanha!




«Itália vence a Alemanha e está na final com a Espanha


Dois golos de Mario Balotelli permitiram à Itália vencer a Alemanha e garantir a presença na final do campeonato da Europa de futebol, no próximo domingo, contra a Espanha.  


A Itália qualificou-se hoje para a final do Europeu de futebol de 2012, ao vencer a Alemanha por 2-1, na segunda meia-final da prova, disputada no Estádio Nacional de Varsóvia, na Polónia.


Mario Balotelli marcou, aos 20 e 36 minutos, os dois tentos dos transalpinos, que venceram o Europeu em 1968 e perderam a final em 2000, enquanto Mesut Özil apontou o golo dos germânicos, aos 90+2, de grande penalidade.


Na final, marcada para domingo, em Kiev, na Ucrânia, a Itália vai defrontar a Espanha, que na primeira meia-final, quarta-feira, em Donetsk, eliminou Portugal nas grandes penalidades (4-2), após 120 minutos sem golos.» in http://visao.sapo.pt/italia-vence-a-alemanha-e-esta-na-final-com-a-espanha=f672642#ixzz1zDDVSQWl

2012.06.28 (19h45) - Germany 1-2 Italy (Euro 2012 - 1/2 Finals)

Música Pop/Rock - Gary Moore, foi um conceituado guitarrista de blues e hard rock com um som triste e depressivo, mas com muita técnica na guitarra elétrica!


Gary Moore - "Parisienne Walkways" - (Live HD)



Gary Moore - "Still Got The Blues" in (Montreux HQ Live 1990 - Legendado)




Gary Moore - "Crying in the Shadows" 



Gary Moore - "With Love" - (Remember)




«Gary Moore


Informação geral


Nome completo Robert William Gary Moore
Nascimento 4 de Abril de 1952
Local de nascimento Belfast,  Irlanda do Norte
 Reino Unido
Data de morte 6 de fevereiro de 2011 (58 anos)
Local de morte Estepona,  Andaluzia
 Espanha
Gêneros Blues rock, hard rock, heavy metal, blues, jazz fusion
Ocupação Guitarrista
Instrumentos Voz, guitarra
Modelos de instrumentos Fender Stratocaster, Gary Moore Signature Les Paul
Período em atividade 1969 – 2011
Outras ocupações Produtor
Afiliações Skid Row, Thin Lizzy, Colosseum II, Phil Lynott, Greg Lake, BBM
Página oficial Site Oficial
Robert William Gary Moore (Belfast, 4 de Abril de 1952 — Estepona, 6 de Fevereiro de 2011[1]), mais conhecido pelo nome artístico de Gary Moore, foi um conceituado guitarrista de blues e hard rock.


Índice  [esconder]


1 Biografia
2 Discografia
3 Galeria
4 Ver também
5 Referências


[editar]Biografia


A vida de quem cresceu em meio às bombas do Exército Republicano Irlandês (IRA) e às brigas religiosas do pós-guerra refletia-se em seu som de guitarra: extremamente triste e sofrido, mas também visceral e técnico quando solicitado.
Ele iniciou a trajetória profissional aos 16 anos de idade, tendo Eric Clapton, Peter Green e Jimi Hendrix como ídolos, e participando das gravações de um álbum da banda de folk Dr. Strangely Stranger. Pouco depois, Moore estava no Thin Lizzy(banda irlandesa), onde conheceu seu fiel comparsa, Mr. Phil Lynott.
Apesar do fanatismo pelo blues, o jazz também fazia sua cabeça, tanto que foi o estilo melhor explorado em seu primeiro álbum-solo, Grinding Stone (1973), e em sua breve jornada com a segunda encarnação do Colosseum, batizada de Colosseum II.
No Thin Lizzy, ele colaborou tocando em shows no inicio da banda, e no álbum Black Rose (1979).
Fez a sua carreira a solo e obteve muito sucesso pela Europa e Japão, com destaque em duas fases distintas: a mais pesada de discos como "Corridors Of Power, Victims Of Future e Wild Frontier" na década de 80 e a mais blueseira e comercialmente rentável de álbuns como Still Got the Blues (1990).
Os seus temas mais conhecidos são Parisienne Walkways, Still Got the Blues, Over The Hills And Far Away (esta coverizada pela banda finlandess Nightwish, que deu o mesmo título ao álbum), Out In The Fields e Empty Rooms .
Foi encontrado morto devido a uma parada cardíaca, num quarto de hotel, no dia 6 de Fevereiro de 2011, em Estepona, Espanha, onde se encontrava a passar férias.[2][3][4]


[editar]Discografia


Skid Row (1970)
34 hours (1971)
Gary Moore-Brush Shiels-Noel (1971- lançado so 1990)
Grinding Stone (1973)
Back on the Streets (1979)
G-Force (1980)
Live at the Marquee (1981)
Gary Moore (1982)
Corridors of Power (1982)
Victims of the Future (1983)
Dirty Fingers (1984)
We Want Moore (1984)
Run for Cover (1985)
Rockin' Every Night - Live in Japan (1986)
Wild Frontier (1987)
After the War (1989)
Still Got the Blues (1990)
After Hours (1992)
Blues Alive (1993)
Around the Next Dream (1994)
Ballads & Blues 1982-1994 (1994)
Blues for Greeny (1995)
Dark Days in Paradise (1997)
Out in the Fields (1998)
Blood of Emeralds (1999)
A Different Beat (1999)
Back to the Blues (2001)
Best of the Blues (2002)
Have Some Moore - The Best Of (2002)
Live at Monsters of Rock (2003)
Parisienne Walkways: The Blues Collection (2003)
Power of the Blues (2004)
Old New Ballads Blues (2006)
The Platinum Collection (2006)
Close As You Get (2007)
Bad for You Baby (2008)
Guitar Mindtrip (2010)» in http://pt.wikipedia.org/wiki/Gary_Moore


"Parisienne Walkways Gary Moore


I remember Paris in '49.
The Champs Elysee, San Michelle,
And old Beaujolais wine.
And I recall that you were mine
In those Parisienne days.


Looking back at the photographs.
Those summer days spent outside corner cafes.
Oh, I could write you paragraphs,
About my old Parisienne days."

Desporto Futebol - Pedro Proença foi hoje nomeado para arbitrar a final do Euro2012 em futebol, que se disputa domingo entre a Espanha e a Itália, no Estádio Olímpico de Kiev, informou hoje a UEFA!

Pedro Proença nomeado para a final


«Pedro Proença nomeado para a final


O árbitro português soma assim a final do Europeu à final da Champions na mesma temporada.


Pedro Proença foi hoje nomeado para arbitrar a final do Euro2012 em futebol, que se disputa domingo entre a Espanha e a Itália, no Estádio Olímpico de Kiev, informou hoje a UEFA.


O árbitro português estava de prevenção juntamente com o inglês Howard Webb, quarto árbitro no jogo de quinta-feira entre a Itália e a Alemanha (2-1), e o italiano Nicola Rizzoli, fora das opções após o apuramento dos transalpinos.


Habitualmente, a UEFA retira de prova os árbitros dos países que se apuram para as meias-finais do torneio, o que não sucedeu com Pedro Proença e Nicola Rizzoli, naturais de dois países que discutiram a presença na final.


Como Portugal foi afastado pela Espanha, no desempate por grandes penalidades (4-2), o português voltou às opções da UEFA para o jogo decisivo.


Pedro Proença já dirigiu três jogos da fase final, o último entre a Itália e a Inglaterra, dos quartos de final, que os italianos venceram no desempate por grandes penalidades.


O árbitro lisboeta estreou-se nesta fase final a 14 de junho, na goleada por 4-0 da Espanha, campeã europeia e mundial, sobre a República da Irlanda, na segunda jornada do Grupo C. 


A 19 de julho, orientou o encontro entre a França e a Suécia, jogo da terceira e última jornada do Grupo D, que os escandinavos, já eliminados na altura, venceram por 2-0. 


O árbitro lisboeta tem cumprido a sua melhor época de sempre, num percurso que tinha sido coroado, até ao momento, com a final da Liga dos Campeões, ganha pelo Chelsea ao Bayern Munique, nas grandes penalidades.» in http://desporto.sapo.pt/futebol/euro_2012/artigo/2012/06/29/pedro_proen_a_nomeado_para_a_fin.html

(Euro 2012 | Arbitro Português Na Final)
--------------------------------------------------------------------------------------------------
Pedro Proença em grande: depois da final da Champions, está agora nomeado para a final do europeu 2012, a arbitragem portuguesa ao mais alto nível!

Desporto Futebol - O portista João Moutinho foi o motor da equipa portuguesa, como comprovam vários adjectivos usados pela imprensa: “brilhante”, “sublime”, “gigante”!




«“FEZ UM EUROPEU FORA DE SÉRIE”


João Moutinho foi um dos futebolistas mais em foco no Euro2012. Portugal foi afastado pela Espanha no desempate por penáltis e nada terá sido mais contraditório do que ver Moutinho falhar um deles. O portista foi o motor da equipa, como comprovam vários adjectivos usados pela imprensa: “brilhante”, “sublime”, “gigante”. O ex-internacional André considera que o médio “fez um Europeu fora de série”.


Em relação ao duelo ibérico das meias-finais, registem-se mais algumas citações: “o cérebro e o músculo”, “o primeiro a receber a bola da defesa e o primeiro a tentar tirá-la ao adversário”, “fantástico, o maior”, “super-João” e “noite assombrosa”. Mas, para além das palavras, analisemos os números: mais uma vez, Moutinho foi o português que mais correu em campo (14,616 km), a apenas 200 metros do recordista Xabi Alonso.


Os números impressionantes do número oito portista e da selecção estendem-se, naturalmente, a toda a competição. Em termos de distância percorrida, destacou-se claramente dos companheiros: cumpriu 59,512 quilómetros. Foi totalista, somando 480 minutos (mais uns pozinhos de tempo de compensação) em cinco partidas. Foi responsável por duas assistências (para golos de Ronaldo, frente à República Checa, e Pepe, no jogo com a Dinamarca) e dois remates.


A sua capacidade de passe está igualmente “gravada” nas estatísticas: foi o jogador português com mais passes efectuados (289), sendo 71 por cento deles certos (206). Efectuou seis cruzamentos, tantos quantos Nani, que joga na ala, o que demonstra a capacidade de aparecer em vários espaços do campo.


Com estes números como “cábula”, fomos pedir a António André que nos ajudasse a interpretá-los. O antigo internacional português, que actualmente está integrado no departamento de scouting do FC Porto, ocupava os mesmos espaços que João Moutinho e participou no Mundial 1986, pelo que conhece as dificuldades das grandes competições internacionais.


“Quanto a mim, foi o jogador mais importante na selecção nacional, fundamentalmente ontem, por aquilo que a Espanha joga no meio-campo. Foi o mais eficiente a sair com bola, a marcar e a ajudar os colegas. Fez um Europeu fora de série. Mostrou que tem estofo de campeão, orgulho, vontade, querer”, declarou ao www.fcporto.pt.


André admite que boa parte do trabalho do médio é invisível, mas quem sabe ver futebol percebe que ele “nunca sai do jogo”: “Sabe dobrar os laterais muito bem, até os centrais dobrou! É muito forte a iniciar e acabar as jogadas e sabe quando acalmar e acelerar o jogo. Foi uma peça-chave no relativo êxito de Portugal, porque a selecção queria era chegar à final. Mas a Espanha foi incapaz de fazer o jogo que pode e sabe e o João foi decisivo para eles não o conseguirem controlar”.» in http://www.fcporto.pt/Noticias/Futebol/noticiafutebol_futmoutinhoandre_280612_69420.asp 


(João Moutinho - A Máquina ||HD||)

28/06/12

Política Energética - A ERSE estima em 4,1 milhões de euros as compensações a pagar pela EDP a cerca de 100 mil clientes lesados por anomalias nos contadores!





«EDP vai indemnizar clientes em 4 milhões por causa dos contadores


A ERSE estima em 4,1 milhões de euros as compensações a pagar pela EDP a cerca de 100 mil clientes lesados por anomalias nos contadores.


O valor foi hoje divulgado em comunicado pelo regulador energético. Em causa estão contadores incorrectamente reparametrizados e contadores com relógios imprecisos que empolaram o valor das facturas da luz com tarifa bi-horária. O primeiro caso lesou 84 mil clientes e o segundo cerca de 22.500 consumidores.


"As compensações financeiras são suportadas pelo operador da rede de distribuição" e "o pagamento das compensações é efectuado de forma automática através de crédito na factura de electricidade, sem necessidade de reclamação dos consumidores afectados", lê-se no comunicado da ERSE. "O pagamento das compensações devidas aos clientes deve ser efectuado na primeira factura a emitir após terem decorrido 30 dias sobre a data de publicação da Directiva da ERSE", informa também.


A ERSE decidiu entretanto "desencadear uma auditoria a realizar por uma entidade externa e independente para análise aprofundada das potenciais anomalias de todos os contadores multi-tarifa", sendo que "os resultados desta auditoria poderão vir a impor medidas adicionais".


Mexia desvaloriza


Questionado sobre o assunto, António Mexia, presidente executivo da EDP, disse hoje que "essa decisão [da ERSE] é totalmente compatível e está em linha com o que tínhamos anunciado".


À margem de uma apresentação sobre o novo edifício sede da EDP, Mexia considerou que "o problema está identificado e totalmente sanado", lembrando que a empresa responsável pelos contadores foi escolhida por concurso internacional e frisando que as anomalias aconteceram "numa pequena serie" dos aparelhos".» in http://economico.sapo.pt/noticias/edp-vai-indemnizar-clientes-em-4-milhoes-por-causa-dos-contadores_147419.html

(Erro nos contadores da EDP levou milhares de clientes a pagar mais pela eletricidade)

Desporto Atletismo - A portuguesa Sara Moreira conquistou hoje a primeira medalha de Portugal nos Europeus de Atletismo, em Helsínquia (Finlândia), ao alcançar o bronze na prova dos 5000 metros!

Sara Moreira de bronze nos 5000 metros


«Sara Moreira de bronze nos 5000 metros


A atleta portuguesa não conseguiu evitar a ultrapassagem da ucraniana Lyudmyla Kovalenko (2º) e da russa Olga Golovkina (1º) nos últimos metros.


A portuguesa Sara Moreira conquistou hoje a primeira medalha de Portugal nos Europeus de Atletismo, em Helsínquia (Finlândia), ao alcançar o bronze na prova dos 5000 metros.


A atleta lusa liderou durante grande parte da prova, mas deixou-se ultrapassar nos derradeiros metros, realizando o tempo de 15m12,05s.


Sara Moreira repete desta forma a prestação efetuada nos últimos Europeus, em Barcelona, onde fora igualmente terceira classificada.


Classificação:


1. Olga Golovkina (Rússia), 15m11,70s
2. Lyudmyla Kovalenko (Ucrânia), 15m12,03s
3. Sara Moreira (Portugal), 15m12,05s
4. Julia Bleasdale (Reino Unido), 15m12,77s
5. Roxana Bârca (Roménia), 15m13,40s
6. Nadia Ejjafini (Itália), 15m16,54s
7. Svetlana Kireyeva (Rússia), 15m19,55s
8. Almensh Belete (Bélgica), 15m22,15s
9. Elena Romagnolo (Itália), 15m24,38s
10. Judith Plá (Espanha), 15m27,62s» in http://desporto.sapo.pt/atletismo/artigo/2012/06/28/sara_moreira_de_bronze_nos_5000_.html


(Sara Moreira is all in)


(Sara Moreira: "Só faltou ouvir o hino")

Amarante - Início de Verão de 2012, exuberante em Fregim!

Fotografia0414


(Em Fregim, o Verão de 2012 começou assim... exuberante!)

Arquitetura - O arquiteto portuense Álvaro Siza Vieira vai ser distinguido com o Leão de Ouro pela sua carreira na Bienal Internacional de Arquitetura de Veneza, em Itália!

Siza Vieira

«Siza Vieira vence Leão de Ouro de carreira na Bienal de Veneza

O arquiteto portuense Álvaro Siza Vieira vai ser distinguido com o Leão de Ouro pela sua carreira na Bienal Internacional de Arquitetura de Veneza, em Itália. É a segunda vez que é premiado nesta bienal, depois de em 2002 ter recebido o Leão de Ouro de projeto.

"É difícil imaginar um arquiteto contemporâneo que tenha tido uma presença tão consistente dentro da profissão como Álvaro Siza", afirmou Paolo Baratta, da direção da bienal de arquitetura, num comunicado emitido hoje pela organização do certame.

Siza Vieira ocupa uma presença única na "galáxia da arquitetura", ainda que cheia de paradoxos e que só sai reforçada por uma certa marginalidade geográfica de Portugal na Europa, acrescentou a direção da bienal.

O arquiteto, Prémio Pritzker em 1992, "aparenta seguir numa direção oposta à do resto da profissão, mas parece estar sempre na frente, intocado e destemido com os desafios intelectuais e de trabalho que coloca a si mesmo", lê-se ainda na nota de imprensa.
Trabalho

Entre as suas obras arquitetónicas mais emblemáticas, destaque par a Casa de Chá e a piscina de Leça da Palmeira, o edifício do Museu de Serralves (Porto), o Pavilhão de Portugal (Lisboa), a igreja de Marco de Canavezes, a reconstrução de edifícios no Chiado (Lisboa) depois do incêndio de 1988, o Museu de Arte Contemporânea da Galiza (Espanha) e, mais recentemente, o Centro Cultural da Fundação Iberê Camargo (Brasil).

Álvaro Siza Vieira, de 79 anos, natural de Matosinhos, estudou na Escola Superior de Belas Artes do Porto. Receberá o seu segundo Leão de Ouro no primeiro dia da bienal, que decorre entre 29 de agosto e a 25 de novembro.

Entre outros galardões recebeu, em 1988, a Medalha de Ouro da Fundação Alvar Aalto, o Prémio Príncipe de Gales da Universidade de Harvard e o Prémio Europeu de Arquitetura da Comissão das Comunidades Europeias/Fundação Mies Van der Rohe.» in http://noticias.sapo.pt/nacional/artigo/siza-vieira-vence-leao-de-ouro-d_4135.html


(Entrevista com o arquiteto Álvaro Siza Vieira)

27/06/12

Campeonato da Europa 2012: Portugal 0 vs Espanha 0 (2-4 a.g.p.) - Espanha segue para a final e Portugal lutou até á exaustão contra esta super equipa!





«Portugal a Leste do Paraíso


Espanha "platinada" segue para a final de Kiev depois de um confronto Ibérico que teve de ser resolvido na marcação de grandes penalidades. Tudo começou e acabou nos postes.


A equipa de Portugal está fora do Euro2012 ao ser eliminada pela seleção espanhola na marcação das grandes penalidades depois de um empate a 0-0 no tempo regulamentar. 
Ao contrário da Batalha de Aljubarrota, em que os portugueses enfrentaram os espanhóis em inferioridade numérica, no Donbass Arena em Donetsk, foram 11 contra 11 na disputa por um lugar na final do Euro2012. Vicente Del Bosque surpreendeu ao apostar em Negredo no onze inicial enquanto Paulo Bento cumpriu a promessa de lançar Hugo Almeida.


E um dos maiores perigos ao defrontar a Espanha é permitir aos campeões da Europa e do Mundo ter posse de bola. Portugal entrou com a lição bem estudada, e esteve exemplar neste capítulo durante a primeira parte. O carrossel "catalão" do meio-campo pareceu encravado durante largos períodos do primeiro tempo, com Miguel Veloso, Pepe, João Moutinho e Raul Meireles a conseguirem anular a tendência dominante dos espanhóis.


Arbeloa deu o primeiro sinal de perigo aos 9’ minutos, com um remate por cima da baliza de Rui Patrício, seguido por Iniesta, aos 29’ minutos, com um remate muito bem colocado. Portugal respondeu aos 31’ minutos por intermédio de Cristiano Ronaldo, com um remate rasteiro de pé esquerdo a rasar o poste esquerdo de Casillas.


No final do primeiro tempo, o resultado 0-0 refletia o equilíbrio entre as equipas com a estatística de jogo dar uma ligeira vantagem à Espanha na posse de bola (57% contra 43% de Portugal) mas com mais remate para a seleção portuguesa, quatro contra três.


O segundo tempo começou sem alterações nas equipas. A Espanha, sempre fiel ao seu jogo, tentou aumentar a posse de bola mas sem conseguir chegar junto à baliza de Rui Patrício. Aos 54’ minutos, Vicente Del Bosque operou a primeira substituição do jogo lançando Fàbregas e tirando Álvaro Negredo.


E a entrada de Cesc Fàbregas deu outra dinâmica ao jogo da Espanha com a luta pela posse de bola a ser gradualmente ganha pelos espanhóis. Portugal ameaçou por várias vezes de contra-ataque com Hugo Almeida a desferir vários remates à baliza de Casillas.


Aos 89’ minutos, Bruno Alves intercepta de cabeça um livre de Xavi dando inicio a um contra-ataque muito perigoso com Portugal a ter superioridade numérica junta à baliza de Casillas. Raul Meireles desmarcou depois Cristiano Ronaldo na esquerda, mas o remate do capitão de Portugal saiu por cima.


Terminado o tempo regulamentar com o resultado empatado, o jogo teve de seguir para prolongamento com a Espanha a esgotar as três substituições. No primeiro tempo do prolongamento, a equipa espanhola apresentou-se mais perigosa, valendo mesmo a Portugal uma grande defesa de Rui Patrício aos 104’ minutos ao defender um remate de Iniesta.


E nos derradeiros 15 minutos de jogo não houve golos, apesar da seleção espanhola ter mostrado as suas credenciais de campeã do mundo e da Europa. Rui Patrício voltou a ser determinante, ao manter a baliza de Portugal inviolável, mas o jogo seguiu para grandes penalidades onde a Espanha foi mais feliz.


Espanha


Xabi Alonso X
Iniesta 0
Piqué 0
Sergio Ramos 0
Fàbregas 0


Portugal


Moutinho X
Pepe 0
Nani 0
Bruno Alves X» in http://desporto.sapo.pt/futebol/euro_2012/artigo/2012/06/27/portugal_cai_de_p_.html


2012.06.27 (19h45) - Portugal 0-0 (2-4) Spain (Euro 2012 - 1/2 Finals)

Crustáceos - O pescador canadiano Bobby Stoddard encontrou, na semana passada, uma lagosta azul, um acontecimento raro – há uma lagosta azul em cada dois milhões destes crustáceos – e que está a ser noticiado em todo o mundo!




«Canadá: pescador encontrou uma lagosta azul, agora quer vendê-la

O pescador canadiano Bobby Stoddard encontrou, na semana passada, uma lagosta azul, um 
acontecimento raro – há uma lagosta azul em cada dois milhões destes crustáceos – e que está a ser noticiado em todo o mundo.


Agora, Stoddard que rentabilizar este feito raro e vai vender a lagosta à maior proposta que tiver. Segundo explicou à CNN o pescador, esta é a primeira lagosta azul que vê em 31 anos como pescador profissional.


De acordo com um estudo da Universidade do Maine, este fenómeno, para além de raríssimo, resulta de um defeito genético, tendo já sido identificado noutras ocasiões. Segundo o The New York Times, a lagosta perde a cor caso seja cozinhada, pelo que se adivinha vida longa a esta lagosta.» in http://greensavers.sapo.pt/2012/06/19/canada-pescador-encontrou-uma-lagosta-azul-agora-quer-vende-la-com-video/


(Blue Lobster Turns Up in Ocean City, MD)

Acidentes - Duas pessoas morreram em Matarraque, perto de São Domingos de Rana, concelho de Cascais, devido à queda de uma aeronave de instrução!


Queda de aeronave faz dois mortos em Cascais (Renascença)


«Queda de aeronave faz dois mortos em Cascais


Aparelho caiu em zona urbana de Matarraque quando seguia para Tires.


Duas pessoas morreram em Matarraque, perto de São Domingos de Rana, concelho de Cascais, devido à queda de uma aeronave de instrução.


O aparelho, um "Cessna 152", da companhia Leávia, terá chocado contra uns cabos de alta tensão e caído em zona urbana, mas não causou vítimas colaterais. A aeronave ligeira despenhou-se na Rua da Saudade, em Matarraque, no quintal, entre duas habitações.


O alerta de acidente foi dado às 22h23. Os dois mortos são o instrutor e um aluno que estariam a caminho da pista de Tires.


O comandante Pedro Araújo, dos bombeiros da Parede, confirma à Renascença que nesta altura estão ainda a realizar-se operações de desencarceramento das vítimas mortais. Só depois vão ser investigadas as causas do acidente.


Já Maria José Pinto, moradora na zona do acidente, diz ter ouvido um grande estrondo: "Estava no jardim a regar e tentei perceber se era na minha casa porque parecia. Depois percebi que não havia nada dentro de casa e vim para a rua. Começam a aparecer pessoas e não havia consciência de ter caído um avião".» in http://rr.sapo.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=25&did=67805


(DOIS MORTOS EM QUEDA DE AERONAVE NO CONCELHO DE CASCAIS)
Pin It button on image hover