28/02/11

Amarante - Programação de Março de 2011, do Cineclube de Amarante, no Cinema Teixeira de Pascoaes!

MARÇO 2011

«Cinema Teixeira de Pascoaes
6ªs Feiras às 21: 30

Em Março

Dia 4
Arrependimentos
Título original: Les Regrets
De:Cédric Kahn
Com:Yvan Attal, Valeria Bruni Tedeschi, Arly Jover
Género:Drama
Classificacao: M/12
Estreia nacional: 14 de Outubro de 2010
França, 2009, Cores, 104 min.

Mathieu Lievin (Yvan Attal) é um arquitecto na casa dos quarenta, solteiro e a viver em Paris. Devido à súbita doença e internamento de sua mãe, vê-se forçado a regressar à cidade onde cresceu. Aí, reencontra Maya (Valeria Bruni Tedeschi), uma ex-namorada dos tempos de juventude. Mas esta, acompanhada de um homem e de uma criança, finge não o reconhecer. Porém, horas depois, telefona-lhe e propõe-lhe um encontro. Mathieu compreende que aquele é um momento de mudança na sua vida, mas Maya, agora casada e mãe, pode não passar de uma paixão impossível. Um filme de Cédric Kahn ("O Tédio", "Sinais Vermelhos") que pretende questionar até que ponto a paixão e a vida de casal podem ser compatíveis.PÚBLICO

Dia 11
Que mais quero eu
Título original: Cosa Voglio di Più
De:Silvio Soldini
Com:Alba Rohrwacher, Pierfrancesco Favino, Giuseppe Battiston, Teresa Saponangelo, Gisella Burinato
Género:Drama
Classificação:M/12
Estreia nacional: 06 de Janeiro de 2011
Itália/Suiça, 2010, Cores, 120 min.

A viver nos subúrbios de Milão, Anna (Alba Rohrwacher) sempre fez o que dela era esperado. A sua vida diária resume-se ao trabalho de contabilista, a uma relação acomodada com Alessio (Giuseppe Battiston), aos amigos de sempre e familiares mais próximos. Quando, casualmente, se cruza com Domenico (Pierfrancesco Favino), que trabalha numa empresa de catering, redescobre o poder transformador do amor e do desejo. Mas Domenico é casado e tem dois filhos, e a relação entre eles acaba por se resumir a encontros fortuitos num motel. E, à medida que o tempo passa e os seus sentimentos evoluem, também a consciência de transgressão, responsabilidade e culpa adquire novas proporções...PÚBLICO

Dia 18
Vais conhecer o homem dos teus sonhos
Título original: You Will Meet a Tall Dark Stranger
De: Woody Allen
Com:Antonio Banderas, Josh Brolin, Anthony Hopkins, Gemma Jones, Freida Pinto, Lucy Punch, Naomi Watts
Género:Drama, Comédia
Classificacao: M/12
Estreia nacional: 20 de Janeiro de 2011
EUA/Espanha, 2010, Cores, 97 min.

Dois casais, duas gerações, as mesmas crises conjugais. De um lado, Alfie (Anthony Hopkins) e Helena (Gemma Jones) que, depois de 40 anos de casamento feliz, se divorciam. Ele quer voltar a sentir a adrenalina da juventude e viver a sua vida; ela, humilhada e deprimida, encontra apoio numa vidente e a convence que não tardará até encontrar um novo amor. Do outro lado estão a filha de ambos, Sally (Naomi Watts), e o marido, Roy (Josh Brolin), que, apesar das aparências, também se encontram em rota de colisão: ela tem uma paixão secreta pelo patrão (Antonio Banderas), ele não pára de pensar numa vizinha arrebatadoramente sensual (Freida Pinto)... O novo filme de Woody Allen é uma sátira sobre as ilusões e desilusões amorosas e de como é fácil cair no ridículo quando o que está em causa é o amor.

Dia 25
Um ano mais
Título original: Another Year
De: Mike Leigh
Com:Jim Broadbent, Lesley Manville, Ruth Sheen, Peter Wight, Oliver Maltman, David Bradley
Género:Drama, Comédia
Classificacao: M/12
Estreia nacional: 05 de Novembro de 2010
GB, 2010,Cores, 130 min.

Tom (Jim Broadbent) e Gerri (Ruth Sheen) atingiram a maturidade do amor e da felicidade, vivendo uma existência simples e descomplexada - ou, pelo menos, assim parece. O mesmo, porém, não se pode dizer daqueles que os rodeiam: uma amiga (Lesley Manville) a passar por uma crise de meia-idade, um amigo (Peter Wight) alcoólico em busca de uma nova oportunidade no amor, o filho (Oliver Maltman) com a nova namorada, o irmão de Tom, Ronnie (David Bradley), em depressão após a morte da mulher. Ao sabor das estações do ano, eles vão oferecendo conforto a quem os procura, ao mesmo tempo que vão revelando um pouco mais sobre si próprios. O novo filme do realizador inglês Mike Leigh ("Nu", "Segredos e Mentiras", "Vera Drake") estreou a concurso na Selecção Oficial de Cannes de 2010 e acaba de ser nomeado para o Óscar de Melhor Argumento Original.PÚBLICO
 
Elsa Cerqueira
Cineclube de Amarante

Desporto Natação: FC PORTO DOLCE VITA REPETIU VITÓRIA NO TORNEIO DE VILA DO CONDE!

«FC PORTO DOLCE VITA REPETIU VITÓRIA NO TORNEIO DE VILA DO CONDE


O FC Porto Dolce Vita venceu, este sábado, o 17.º Torneio Cidade de Vila do Conde, somando 52 pontos, vencendo 15 das 20 provas disputadas e estabelecendo dois novos recordes da competição, por Marta Marinho e Sara Oliveira.

Nas classificações por estilos, os nadadores portistas venceram 6 das 8 possíveis: bruços femininos (Joana Carvalho, 1:50.64), bruços masculinos (Gil Pinto, 1:33.38), costas femininos (Marta Marinho, 1:34.08, recorde do torneio), livres masculinos (Paulo Santos, 1:17.79), mariposa femininos (Sara Oliveira, 1:30.22, recorde do torneio) e mariposa masculinos (Carlos Santos, 1:22.61).» in 
http://www.fcporto.pt/OutrasModalidades/Natacao/Noticias/noticianatacao_nattorneioviladoconde_280211_59473.asp

Agrupamento de Escolas de Celorico de Basto - CEF Empregados de Mesa, Actividade do Dia dos Namorados!

140211-1249


Turma CEF Empregados de Mesa, actividade do Dia dos Namorados!
---------------------------------------------------------------------------
O Meu Colega e Amigo Jaime Guimarães é sem dúvidas algumas, um Professor/Formador espectacular. Sempre com bom humor consegue cativar os alunos para as actividades que animam a Escola!
No ano passado, tive a oportunidade de acompanhar o seu trabalho como Director de Curso do CEF de Jardinagem, onde foi igualmente o grande timoneiro do sucesso, sempre relativo, que a equipa pedagógica conseguiu com um grupo de formandos cujos contextos sócio-familiares bastante difíceis.
Parabéns ao Jaime e aos alunos do CEF de Empregados de Mesa da Escola EB23/S de Celorico de Basto, do ano lectivo 2010/2011, a quem comprei um belo vaso, que dei à minha namorada e mulher, Cristina.

27/02/11

Brasil: Descendente de D. Pedro mostra imagens inéditas da família real Portuguesa no exílio!"

«Brasil: Descendente de D. Pedro mostra imagens inéditas da família real
27 de Fevereiro de 2011, 11:20


Um acervo guardado pelo tetraneto do imperador D. Pedro I, revela pela primeira vez numa exposição fotos da vida privada da família real no período de exílio e factos marcantes da história brasileira.
Um conjunto de 150 fotos que ficaram guardadas durante anos pelo herdeiro da família real, o príncipe D. João de Orleans e Bragança, 56 anos, mais conhecido como D. Joãozinho, foi tornado público pela primeira vez na exposição ‘Retratos do Império e do exílio’ no Instituto Moreira Salles, inaugurada no dia 22 no Rio de Janeiro.

“Antes essas fotos estavam comigo na minha casa. Quando a família real foi para o exílio na França, D. Pedro II deixou 25 mil fotos para a Biblioteca Nacional, mas guardou com ele as fotos de família”, disse à Lusa D. João, um dos organizadores da exposição.
O acervo que o príncipe herdou e confiou em 2009, em regime de comodato, ao Instituto Moreira Salles para que fosse preservado e restaurado, soma quase 800 imagens de cerca de 80 fotógrafos.
Segundo o descendente real, este é um registo da rotina e do quotidiano sob um ângulo que pouco se conhece da família imperial.
“Tem uma característica de fotos mais de família, de pessoas, de momentos mais descontraídos. Eu tinha isso em casa como foto de família mesmo. Esta é a primeira vez que estão a ser expostas dessa forma”, contou.
Compõem a exposição retratos da família imperial brasileira ainda inéditos como do período do exílio após a proclamação da República (1889), além de importantes imagens associadas a eventos que marcaram o império, como as comemorações do fim da guerra do Paraguai e a abolição da escravatura.
Para D. João, há uma falta de conhecimento do período do fim do Império e começo da República no Brasil (1889) para quem as fotos tentam resgatar esse passado desconhecido para muitos.
“D. Pedro II foi imperador do Brasil durante 49 anos e a Princesa Isabel foi princesa regente e a primeira chefe de Estado mulher das Américas. Ela assinou a Lei do Ventre Livre (1871) e a Lei Áurea (1888) porque D. Pedro II estava a viajar naquele momento. E a família ainda viveu 33 anos de exílio na França, foi o maior tempo de exílio da história política brasileira”, afirmou D. João.
Os fotógrafos como Marc Ferrez e Revert Henry Klumb – professor de fotografia das princesas Isabel e Leopoldina – “gozaram da informalidade da família imperial para tirar retratos ímpares dentro da aristocracia do século XIX”, definiu o especialista em fotografia Pedro Vasquez.
Tanto Ferrez como Klumb mantiveram uma relação próxima com a família imperial e fotografaram momentos de privacidade no interior dos palácios, registando imagens menos formais e sem pose.

Também estão na mostra imagens de fotógrafos como Alberto Henschel, Joaquim Insley Pacheco, Luiz Terragno e Otto Hess.
“D. Pedro II foi o primeiro fotógrafo de origem brasileira e um dos primeiros colecionadores de fotos do mundo a reunir sistematicamente fotografias. Já a princesa Isabel era vista sempre como uma princesa carinhosa com as crianças”, contou Vasquez.

Aos 56 anos, o republicano João de Orleans e Bragança divide seu tempo entre o Rio de Janeiro e Paraty. É empresário e, nos momentos livres também fotógrafo e surfista, atua como articulador na coordenação de projetos ambientais.
Na maior tragédia do Brasil que ocorreu em janeiro na Região Serrana do Rio, onde morreram pelo menos mil pessoas, João, como prefere ser chamado, cancelou os seus compromissos para se dedicar à ajuda humanitária.» in http://noticias.sapo.pt/info/artigo/1132981.html

Desporto Basquetebol: Penafiel 74 vs F.C. do Porto Ferpinta 85 - Stempin acelerou a equipa azul e branca para a 15.ª vitória!

«Stempin acelerou a 15.ª vitória

O FC Porto Ferpinta somou, este sábado, a 15.ª vitória em 16 jogos da Liga, ao ganhar (74-85) em Penafiel, onde Greg Stempin esteve soberbo e se distinguiu como o MVP da partida, com 29 pontos, 13 ressaltos e 5 assistências.

Depois de um segundo período de menor acerto (21-17), os Dragões atingiram o intervalo em desvantagem (41-39), que seria revertida ainda no decurso do terceiro período e posteriormente alargada no quarto decisivo.

Além de Stempin, Julian Terrell (16), Nuno Marçal (14) e Carlos Andrade (13), que regressou à competição depois de uma paragem de quatro semanas, atingiram pontuações compostas por dois dígitos, numa equipa ainda privada de João Santos e com Miguel Miranda a somar menos de seis minutos de utilização, depois da entorse no pé direito sofrida na Supertaça Compal.

O FC Porto Ferpinta lidera a fase regular com um registo de 15 vitórias e 1 derrota.

FICHA DE JOGO

III Campeonato da LPB, 17.ª jornada
26 de Fevereiro de 2011
Pavilhão Municipal de Penafiel

PENAFIEL (74): Rui Mota (18), Mário Gonçalves (2), Jeremy Goode (15), António Monteiro (11) e José Almeida (9); Fábio Fernandes (5), Vladimir Teixeira (0), Andrais Thorton (14)
Treinador: Manuel Molinero

FC PORTO FERPINTA (85): José Costa (7), Nuno Marçal (14), João Soares (2), Greg Stempin (29) e Julian Terrell (16); Sean Ogirri (4), Miguel Miranda (0), Carlos Andrade (13), David Gomes (0)
Treinador: Moncho López

Ao intervalo: 41-39
Por períodos: 20-22, 21-17, 13-20 e 20-26
» in http://www.fcporto.pt/OutrasModalidades/Basquetebol/Noticias/noticiabasquetebol_basfcppenafielcro_260211_59452.asp

Amarante - Quinta da Aldeia, Gateira, Mancelos, primos Babo's deitados no feno... a digerir o repasto, no baptizado da Minha Irmã, Ana Maria!

Deitados no Feno
Fotografias do Tio Guilherme, sempre nos sítios menos comuns...

Liga Zon/Sagres: Olhanense 0 vs F.C. do Porto 3 - "Super Otamendi na vitória do FC Porto, rumo ao título!"

«Dragões resolveram em dois minutos

Vídeos do jogo


O FC Porto ultrapassou mais um obstáculo no caminho para o título, ao vencer no terreno do Olhanense por 3-0. Belluschi e Falcao resolveram o encontro na segunda parte, com golos espaçados por apenas dois minutos. Em cima do apito final, o colombiano ainda bisou, no regresso à Liga. Os Dragões bateram um adversário que estava invicto no seu terreno.

Quer na primeira quer na segunda parte, o encontro decorreu em sentido único. Os Dragões atacavam, enquanto a equipa da casa procurava defender e lançar esporádicos contra-ataques. Basta ver que a primeira defesa de Helton ocorreu aos 51 minutos.

Hulk foi o primeiro a ameaçar abrir o marcador, com dois remates, aos oito e 11 minutos. O primeiro rasou o poste, o segundo obrigou Ricardo Baptista a defesa apertada. O «Incrível» voltou a estar em destaque aos 35 minutos, quando apontou um livre «teleguiado», com a bola a descer subitamente ao chegar perto de Ricardo Baptista.

Não foi nessa ocasião que a bola entrou e a «muralha» montada pelos algarvios chegou a parecer inexpugnável. Aos 37 minutos, na sequência de um lance disputado entre Falcao e o guarda-redes da casa, a bola sobrou para o brasileiro, que viu um defesa desviá-la do caminho do golo.

Nada feito na primeira parte, com o teimoso nulo a manter-se. James e Fucile surgiram em campo no reatamento, reforçando a aposta dos Dragões em marcar o quanto antes. Falcao atirou ao poste, aos 51 minutos, e viu Carlos Fernandes evitar o tento inaugural em cima da linha, sete minutos depois. Podia ser caso para desespero, mas os Dragões nunca perderam a calma.

E foi à bomba que Belluschi, aos 68 minutos, deu justiça ao resultado: colaboração de James e Hulk, domínio de peito do argentino e remate de pé direito. Na jogada de ataque seguinte, novamente James a servir Falcao, que passou por dois defesas e finalizou com classe. Estava definido o vencedor do encontro, que o FC Porto geriu até ao apito final.

O 3-0 esteve sempre mais perto do que um eventual golo dos algarvios e «El Tigre» encerrou mesmo o marcador já nos descontos, aproveitando uma defesa incompleta, após mais um tiro de Hulk. O FC Porto continua invicto e já não perde para a Liga há um ano.

Olhanense-FC Porto, 0-3
Liga 2010/11, 21.ª jornada
26 de Fevereiro de 2011
Estádio José Arcanjo, em Olhão

Árbitro: João Capela (AF Lisboa)
Assistentes: Tiago Rocha e Paulo Soares
Quarto árbitro: Eugénio Arêz

OLHANENSE: Ricardo Baptista; Suárez, Maurício, André Micael e Carlos Fernandes; Fernando Alexandre, Nuno Piloto e Ismaily; Jorge Gonçalves, Djalmir «cap.» e Paulo Sérgio
Substituições: Ismaily por Lulinha (69m), Djalmir por Yontcha (81m) e Jorge Gonçalves por Adilson (88m)
Não utilizados: Bruno Veríssimo, Cadu, Rui Duarte e Tiero
Treinador: Daúto Faquirá

FC PORTO: Helton «cap.»; Sapunaru, Rolando, Otamendi e Alvaro Pereira; Fernando, João Moutinho e Belluschi; Hulk, Falcao e Varela
Substituições: Varela por James (46m), Sapunaru por Fucile (46m) e Belluschi por Rúben Micael (76m)
Não utilizados: Beto, Maicon, Guarín e Mariano
Treinador: André Villas-Boas

Ao intervalo: 0-0
Marcadores: Belluschi (68m) e Falcao (70m e 92m)
Disciplina: cartão amarelo para Fernando Alexandre (35m), Hulk (63m), Maurício (79m) e Ruben Micael (91m)» in http://www.fcporto.pt/Noticias/Futebol/noticiafutebol_futolhanensefcpcro_260211_59444.asp

szólj hozzá: Olhanense 0-1 FC Porto
Valeu a pena assistir a este jogo, sempre jogado a grande velocidade e com um grande golo de Belluschi, de antologia...

Grande jogo de Futebol, com duas excelentes equipas, sendo os Dragões os primeiros a vencer em Olhão!

26/02/11

Desporto Hóquei Patins: Portosantense 3 vs F.C. do Porto Império Bonança 8 - Pedro Gil em grande forma faz um «hat-trick» e os dragões vencem mais um jogo do Campeonato Nacional!

«Dragões passam com distinção em Porto Santo (8-3)

No início de um ciclo de jogos decisivo na luta pelo título nacional, o FC Porto Império Bonança triunfou de forma categórica (8-3) em Porto Santo, num dos rinques mais difíceis da prova. Pedro Gil, autor de um «hat-trick», voltou a destacar-se como melhor marcador da partida.

Os madeirenses até abriram o marcador, logo no primeiro minuto, mas ao intervalo os azuis e brancos já venciam por 3-1, com tentos de Pedro Gil, Filipe Santos e Pedro Moreira. Na segunda parte, a vantagem foi alargada até aos 8-1, com Gil a completar o «hat-trick», Reinaldo Ventura a «bisar» e Emanuel Garcia a apontar o oitavo tento.

No próximo sábado, às 17h45, o FC Porto recebe o Benfica. Duas semanas depois, desloca-se ao terreno do Candelária.» in site F.C. do porto.

Cinema Português - "Cortejo comemorativo do VIII Centenário da Tomada de Lisboa (1947)"


O Cortejo Histórico de Lisboa em 1947 (CML) from Gonçalo Ramos Ferreira on Vimeo.
"O Cortejo Histórico de Lisboa em 1947 - (CML)"

"Cortejo comemorativo do VIII Centenário da Tomada de Lisboa (1947). Foi uma das primeiras filmagens a cores em Portugal, sendo produzido pela Câmara Municipal de Lisboa (CML).

Director - António Lopes Ribeiro
Direcção Artística - Leitão de Barros
Locução - Augusto da Silva" in http://vimeo.com/7764090

25/02/11

Desporto Hóquei Patins: F.C. do Porto Império Bonança 9 vs H.A. Cambra 3 - Pedro Gil marca uma mão cheia de golos, em mais uma vitória no Campeonato Nacional!

«Pedro Gil marca cinco na goleada (9-3) sobre o Cambra

Pedro Gil foi o homem em destaque na vitória do FC Porto Império Bonança sobre o Cambra, em jogo da 19.ª jornada do campeonato nacional. O espanhol apontou cinco tentos, sendo que três deles aconteceram de rajada, entre os 30 e os 37 minutos, definindo o vencedor da partida.

A primeira parte do FC Porto, que chegou à vantagem logo aos cinco minutos, por intermédio de Pedro Gil, foi bem conseguida. A equipa forasteira fechou-se na sua defesa e assistiu, muitas vezes, a trocas de bola efectuadas a poucos metros da sua baliza. Ao intervalo, o resultado (4-1) espelhava o domínio portista.

No segundo tempo, o Cambra reagiu, apontando dois golos nos primeiros minutos e chegando ao 4-3. Apesar do esforço efectuado no sábado, na vitória em terreno alemão, sobre o Cronenberg, os Dragões arregaçaram as mangas e a qualidade técnica de Pedro Gil veio ao de cima, com três golos consecutivos. O encontro passou a estar resolvido e ainda houve tempo para o jovem Rafa jogar e marcar.

Destaque-se também a prestação de Reinaldo Ventura, que não fez parte do «cinco» inicial, visto que recupera de uma gripe. Mesmo começando no banco, o avançado fez quatro assistências para golo.

No final, o técnico Franklim Pais analisou o encontro: «Vínhamos de um encontro nas competições europeias, em que conseguimos o apuramento para a ‘final oito’. A nossa primeira parte foi de bom nível. Na segunda parte, desconcentrámo-nos e permitimos dois golos ao Cambra. No entanto, rectificámos a situação e impusemos um ritmo forte. Acabámos por realizar uma partida agradável. Respeitamos todos os adversários, mas hoje conseguimos dosear o esforço, depois da viagem à Alemanha. No sábado, temos outro jogo importante, em Porto Santo. É mais uma ‘final’, num terreno difícil, mas vamos lá com muita ambição».

FICHA DE JOGO

FC Porto Império Bonança-HA Cambra, 9-3

Campeonato nacional, 19.ª jornada
23 de Fevereiro de 2011
Pavilhão Dragão Caixa, no Porto
Assistência: 372 espectadores

Árbitros: Florindo Cardoso (Minho), João Rodrigues (Minho) e Cristina Costa (Porto)

FC PORTO: Edo Bosch (g.r.), Filipe Santos «cap.», Emanuel Garcia, Pedro Gil e Pedro Moreira
Jogaram ainda: Reinaldo Ventura, Gonçalo Suíssas, André Azevedo e Rafa
Treinador: Franklim Pais

HA Cambra: Mário Almeida (g.r.), António Pinto, Daniel Bastos, Ricardo Geitoeira «cap.» e Rui Silva
Jogaram ainda: Tiago Ferraz, Flávio Silva e Bruno Fernandes
Treinador: Rui Silva

Ao intervalo: 4-1
Marcadores: Pedro Gil (5m, 14m, 30m, 35m e 37m), Filipe Santos (11m), Gonçalo Suíssas (20m), André Pinto (21m e 30m), Daniel Bastos (28m), Rafa (38m) e Emanuel Garcia (46m)» in site F.C. do Porto.

24/02/11

Arte Urbana - "Edifícios de Lisboa transformam-se em Arte Urbana!"

«Edifícios de Lisboa transformam-se em Arte Urbana
24 de Fevereiro, 2011

Dois edifícios abandonados em Alcântara e outro na Avenida Almirante Reis ganham por estes dias novas cores e desenhos nas fachadas, nesta que é a terceira fase de um projecto de intervenção visual que decorre ao longo de um ano.
Dois artistas norte-americanos, Brad Downey e Momo, e um português, VIHLS, estão a dar cor às paredes de edifícios lisboetas, marcando assim a terceira fase do projecto Crono, que se iniciou em Junho do ano passado.
O artista plástico Alexandre Farto (VHILS), o curador e mentor do festival italiano FAME Ângelo Milano e o designer urbano Pedro Soares Neves decidiram «colocar Lisboa no roteiro das cidades que acolhem este tipo de manifestações» avançando assim com o Crono.
«Partilhamos a perspectiva de que Lisboa tem condições particulares para o desenvolvimento deste projecto, tanto pela sua escala, qualidades arquitectónicas, geográficas e urbanísticas, assim como características meteorológicas e de ambiência propícia ao desenvolvimento do que melhor se faz em termos mundiais no âmbito da prática da Arte Urbana», disse Pedro Soares Neves.
O projecto foi dividido em quatro períodos diferentes, «já que pretende capturar a ambiência das quatro estações do ano, desenvolvendo assim um diálogo com o factor tempo nas suas múltiplas dimensões, enfatizando a efemeridade das criações humanas, e em última análise da nossa própria existência, remetendo-a para uma busca pela qualidade na utilização do nosso tempo qualificado pela Arte».
A primeira fase do Crono - Primavera - decorreu em Junho de 2010 com a intervenção conjunta de Os Gemeos (Brasil), Blu (Itália) e Sam3 (Espanha) num prédio da Avenida Fontes Pereira de Melo, e de vários artistas portugueses na zona das Amoreiras.
O Outono trouxe a Portugal Ericailcane (Itália), Bastardilla (Colômbia) e Lucy (Reino Unido) que, em conjunto com os portugueses Mar e Ram, realizaram intervenções em prédios da Avenida Fontes Pereira de Melo e da Avenida da Liberdade e na Rua de Cascais, em Alcântara.
O Crono surgiu em parceria com a Câmara Municipal de Lisboa e a escolha dos edifícios «foi desenvolvida segundo critérios de adaptabilidade dos artistas, e de impacto urbano segundo uma lógica de acupuntura urbana onde com intervenções localizadas será possível desenvolver impactos a uma vasta escala urbana», explicou Pedro Soares Neves.
O projecto culmina com uma exposição final «que reunirá os registos do processo em forma de imagens (fotografias e vídeos) e de trabalhos dos artistas nacionais e internacionais envolvidos».
Apesar de a quarta e última fase do Crono - Verão - estar prevista para Julho próximo, o final do projecto acontecerá apenas «quando os edifícios forem de facto reabilitados e as respectivas intervenções destruídas no processo, em coerência com o seu carácter efémero».Lusa/SOL» in http://sol.sapo.pt/storage/ng1057234_435x200.jpg?type=big

Maria Gadu - "Uma Cantora de Voz Doce e Melódica que chega do Brasil"



Caetano Veloso & Maria Gadu - "Leãozinho"

Vanessa da Mata & Maria Gadú - "Longe Demais"

Cassia Eller e Maria Gadu - "Lanterna dos Afogados"

Maria Gadu - "Lanterna dos Afogados"

Maria Gadu - "Shimbalaiê"

Maria Gadú - "Baba"
Maria Gadú - Dona Cila

Maria Gadú - "Bela Flor" - (Ao Vivo na Rádio GNT)

Maria Gadu - "A história de Lily Braun"

Maria Gadú - "Sonhos Roubados"

Maria Gadú - "Quando você passa"

«

Maria Gadú

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Maria Gadú
Maria Gadú em um show em Credicard Hall.
Informação geral
Nome completoMayra Corrêa Aygadoux
Nascimento4 de Dezembro de 1986 (24 anos)
São PauloSP
 Brasil
GênerosMPBpopsambabossa novarockblues[1]
InstrumentosVocal e violão[1]
AfiliaçõesMilton NascimentoCaetano VelosoJoão Donato
Influência(s)Ana CarolinaMaria Bethânia,Adoniran BarbosaLenineMarisa MonteOs Paralamas do Sucesso[1]
Página oficialMariaGadu.com.br
Mayra Corrêa Aygadoux mais conhecida como Maria Gadú (São Paulo4 de dezembro de 1986) é uma cantoracompositora de canções e violonista brasileira de Música Popular. É uma cantora indicada ao Grammy Latino.

Índice

 [esconder]

[editar]Biografia

Paulistana, foi introduzida à prática musical ainda na infância. Aos 7 anos de idade, já gravava músicas em fitas cassetes. Fez poucos meses de aulas de violão, longe do suficiente para ler partituras, mas o necessário para criar suas próprias canções. Fez desde os 13 anos shows em bares e festas de família em sua cidade de São Paulo. Mudou-se para o Rio de Janeiro no início de 2008, quando começou a tocar em bares da Barra da Tijuca e da Zona Sul. Sua carreira passou a ter ascensão ao despertar atenção de famosos ligados ao meio musical, como Caetano VelosoMilton NascimentoJoão Donato, dentre outros. Maria Gadú ganhou destaque ao interpretar "Ne me quitte pas", de Jacques Brel, para o diretor Jayme Monjardim, que estava em fase de pré-produção da minissérie Maysa - Quando Fala o CoraçãoMaysa Matarazzo, cantora e mãe do diretor, fez muito sucesso nas décadas de 1950 e 60 cantando, dentre outras, esta canção. A versão de Gadú, logo, foi incluída na trilha sonora da minissérie que estreara em janeiro 2009, na qual a cantora, ainda, fez uma participação especial como atriz.
No início de 2009, aos 22 anos de idade, Maria Gadú preparava seu primeiro álbum,[2] homônimo, lançado pelo selo SLAP, da gravadora Som Livre, e produzido por Rodrigo Vidal. Além disso, iniciou uma temporada de shows no Cinemathèque, no bairro de Botafogo, no Rio de Janeiro. Após o lançamento do álbum em meados de 2009, a cantora, rapidamente, foi ganhando espaço na mídia brasileira.[3] A canção "Shimbalaiê", sua primeira composição aos 10 anos de idade, foi incluída na trilha sonora de mais uma produção da TV Globo, desta vez em horário nobre, a novela Viver a VidaNe me quitte pas foi regravada e, junto com "A história de Lilly Braun", está na trilha sonora da minissérie Cinquentinha, de Aguinaldo Silva.
Gadú, participou de um show do cantor e compositor sueco-americano Eagle-Eye Cherry em São Paulo, no dia 21 de Janeiro de 2010, realizado na Via Funchal. O show foi registrado para o DVD ao vivo do cantor[4].
Maria Gadu conta sempre com seu parceiro Leandro Léo em seus shows, amigo íntimo de gadu canta com ela canções como: Linda Rosa, Laranja, como também "A falta que a falta faz", demonstrando sempre seu carinho por Gadú com demonstrações de amor em shows e vídeos.
Também participou do CD e do DVD do álbum N9ve da cantora e compositora de canções Ana Carolina cantando a música inédita "Mais que a mim"[5][6].
No dia 21/02/2010, Maria Gadu ganhou disco de ouro pela vendagem de mais de 50 mil cópias do seu 1º CD.
A trilha sonora do filme Sonhos Roubados tem a participação de Maria Gadú na faixa principal. A faixa homônima ao longa saiu na internet em Abril e foi lançada para promover o filme.[7]
Tambem em 2010, a cantora fez uma participação com Xuxa em seu XSPB 10, cantando a musica "O Leãozinho" de Caetano Veloso. No mesmo ano recebeu duas indicações ao Grammy Latino, nas categorias Melhor Artista Revelação e Melhor Album de Cantor/Compositor.

[editar]Discografia

[editar]Trilhas sonoras

[editar]2009

[editar]2010

[editar]2011

[editar]Ligações externas

Referências

  1. ↑ a b c Conheça Maria Gadú, cantora que caiu nas graças de Milton Nascimento e Caetano Veloso - O Globo Gustavo Leitão (24 de Maio de 2009). Página visitada em 2 de Janeiro de 2010.
  2.  Sidney Rezende - CD: "Maria Gadú" (Maria Gadú) - Um bom começo (publicado em 04/08/2009)
  3.  Maria Gadú. Veja São Paulo.
  4.  Folha Online (22/01/2010). Eagle-Eye Cherry e Maria Gadú cantam juntos em SP; veja trecho do show. Página visitada em 21 de Fevererio de 2010.
  5.  Destak.pt: "Estou sempre a pensar em música" (Entrevista)
  6.  Ana Carolina - Multishow Registro: Ana Car9lina + Um (CD, Album) at Discogs
  7.  http://getbox.wordpress.com/2010/04/14/maria-gadu-e-destaque-musical-no-filme-sonhos-roubados/» in Wikipédia.

"Lanterna Dos Afogados
Maria Gadú


Quando tá escuro e ninguém te ouve
Quando chega a noite e você pode chorar
Há uma luz no túnel dos desesperados
Há um cais de porto pra quem precisa chegar
Eu tô na lanterna dos afogados
Eu tô te esperando, vê se não vai demorar
Uma noite longa por uma vida curta
Mas já não me importa basta poder te ajudar
E são tantas marcas que já fazem parte
Do que sou agora mas ainda sei me virar
Eu tô na lanterna dos afogados
Eu tô te esperando vê se não vai demorar
Uma noite longa por uma vida curta
Mas já não me importa, basta poder te ajudar
Eu tô na lanterna dos afogados"