31/12/08

Educação em Portugal - "Perspectivas para 2009, a brincar, a brincar!"

Bom Ano 2009, com os melhores temas de 2008!


Mariza - "Rosa Branca" - (Official Vídeo)

Rita Redshoes - "Dream On Girl"


Ana Free - "In My Place"


Rui Reininho - "Bem Bom" - (As Doce)


Tiago Bettencourt - "Pó de Arroz" - (Tributo a Carlos Paião)


Donna Maria - "Vinho do Porto" - (Tributo a Carlos Paião)


Rui Veloso - "Cinderela" - (Tributo a Carlos Paião)


Paulo Gonzo e Lucia Moniz - "Leve Beijo Triste"

PER7UME - "Versos de Amor" - (Tributo a Carlos Paião)

"Pó De Arroz
Carlos Paiao

Composição: Carlos Paião

Pó de Arroz,
Na face das pequenas
Será beleza apenas, só
Uma corzinha com

Pó de arroz
Rosa é, mulher o pôs
E o homem vai nas cenas
É feia da outra vez

É como enfeitar um embrulho
Arroz com gorgulho talvez

(Refrão)
Pó de arroz
Do teu arrozal
Esse pó que é fatal
És a tal que me encanta com

Pó de Arroz
Não faz nenhum mal
É de arroz integral
Infernal, quando chegas com
Todo o teu arroz (bis)

Pó de Arroz
Tens hoje só pra mim
Pós de perlimpimpim
És um arroz doce sim

Pode ser
Um canto de sereia
Serei a tua teia
E tu serás meu algoz

Mas quando te vais alindar
Alindada vens dar no arroz"

Já nem os Socialistas Fundadores acreditam em Sócrates!

«Soares teme um país «ingovernável» em 2009

Mário Soares teme que Portugal possa ficar «ingovernável» em 2009, com um aumento do desemprego e os protestos que daí podem surgir. Em entrevista à Rádio Renascença, o antigo Presidente da República acha que o próximo ano vai ser «muito difícil, muito mais»

«Eu sei que o Primeiro-ministro deu a entender que as coisas vão melhorar em 2009. Sobre certo aspecto ele tem razão, mas o grande problema é o desemprego e a falência das grandes empresas e das pequenas empresas, pequenas e médias empresas. Isso parece-me a mim gravíssimo», afirmou Mário Soares numa entrevista à Rádio Renascença, na qual disse mesmo que Portugal pode ficar «ingovernável» devido aos protestos que podem surgir relacionados com o desemprego.
Segundo o antigo Presidente da República, o desemprego vai crescer devido a quebras nas exportações para países como a Espanha ou a Alemanha. «Isso vai ser grave. (...) Sendo um ano de eleições pode haver muita espécie de revoltas, que poderão surgir a propósito de tudo e de nada. (...) O país poderá ficar ingovernável a partir de determinado momento», sublinhou Mário Soares na antena da emissora católica.
A Rádio Renascença ouviu as preocupações de sete personalidades para o novo ano e o futuro, incluindo três presidentes da República. Além de Soares, foram entrevistados Jorge Sampaio e Ramalho Eanes. Todos eles manifestaram preocupações fortes com situação do país.
Jorge Sampaio pediu um mínimo de paz e entendimento institucionais, afirmando à RR que «não gostaria de ver um ambiente político que, apesar de haver tantas eleições para o ano, se degradasse ao nível da conflitualidade que não é significativa, que não é importante».
Quanto a Ramalho Eanes, espera que o desemprego não ultrapasse os 8,5% em 2009. «A nível nacional creio que temos de contar com o aumento do desemprego. Espero apenas que ele atinja apenas os 8,5% previstos pela OCDE e não atinja dois dígitos, pois a acontecer seria uma situação grave». SOL.» in http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Politica/Interior.aspx?content_id=121642
-------------------------------------------------------------------------------
Espero bem que o nosso Primeiro Ministro caia no País Real e deixe o seu Mundo de Ilusões, depois de políticos da sua área política alertarem o país para o que aí vem... Sócrates deve descer do Mundo Magalhães e trabalhar no Mundo Real! É que há pouco tempo, ouvíamos o Sr. Primeiro Ministro ufanante no seu tom emproado a referir que a crise passaria ao lado de Portugal, como se numa sociedade global como a nossa isso fosse possível... Mas enfim, no seu estilo propagandístico, tipo vendedor de banha da cobra, tudo se lhe permitiu, com a complacência de uma classe jornalística alinhada à esquerda. Imaginem só se fosse o PSD que estivesse no governo, basta fazer um recuo ao passado, um apelo à memória. Com o actual estado de coisas, haveria uma campanha de todos os lados contra o governo, mas como se trata de um governo dito de esquerda, que governa tão à direita, como nenhum partido de direita jamais conseguiria, tudo bem! Acho piada ao Dr. Jorge Sampaio vir apelar ao entendimento institucional; afinal não foi ele que como Presidente da República derrubou um governo... isto até seria hilariante se não fosse péssimo para nós!

Auto-Retrato, pelo Poeta Ângelo Ôchoa!






"Auto-Retrato

Olhos castanhos, gordo, agreste cara;
meio bronco nos pés; alta postura;
aspeito incerto, de alegria ou de tristura;
nariz dobrado a meio, feroz, torto;
ânimo vário, mas mais brando agora;
co'a idade inclinado a mover-se-lhe coração ferido;
p'los cafés matando os dias;
a sorrisos gentis nunca insensível, digo, a cândidas musas;
quase só p'lo confesso suportando padres;
eis Ochôa: Luas asas lhe deram desta a devaneio."

Com os Meus Votos Sinceros de um Ano de 2009 Pleno de Felicidade, para todo o Clã Ôchoa!

30/12/08

Cavaco Silva aprova Orçamento de 2009, sem mais... só silêncio perturbador!





















«Cavaco Silva aprova Orçamento de Estado (act.)

O Presidente da República, Cavaco Silva, acaba de promulgar o Orçamento de Estado (OE) para 2009, depois de ontem se ter referido a uma "quebra de lealdade entre os órgãos de soberania", a propósito do novo Estatuto dos Açores, avançou a "SIC Notícias".

Eudora Ribeiro

O documento entra em vigor no próximo dia 1 de Janeiro, apesar de ter sido alvo de fortes críticas da parte de economistas e antigos ministros das Finanças, que consideram o OE para 2009 desajustado face à actual conjuntura económica.
"Mesmo antes do agudizar da crise o OE para 2009 já não era realista. É necessário acabar com fantasias do défice de 3% em 2009 sem recurso a receitas extraordinárias", disse Luís Campos e Cunha, antigo ministro das Finanças de José Sócrates, ao Diário Económico.
Esta promulgação surge depois do Presidente da República ter ontem tecido fortes críticas à Assembleia da República, devido ao Estatuto Político Administrativo dos Açores, diploma que foi por duas vezes vetado por Cavaco Silva.
Na sua declaração ao país, o Presidente da República falou em "quebra de lealdade entre os órgãos de soberania", palavras que foram interpretadas pelos analistas políticos como um revés na cooperação estratégica entre São Bento e o Executivo de Sócrates.
O OE foi aprovado na Assembleia da República no passado dia 28 de Novembro, apenas com os votos da bancada socialista.
O documento prevê um crescimento económico de 0,6% para o próximo ano, sendo que a estimativa mais polémica é a de 7,60% para a taxa de desemprego.» in Diário Económico.
------------------------------------------------------------------------
Há coisas que realmente não se entendem! Depois daquela declaração crispada de ontem do Presidente Cavaco Silva, esperava-se algo mais antes da aprovação do Orçamento de Estado... Note-se que para além de ser um documento totalmente inexequível, como os números supracitados atestam, ainda contém portarias escondidas que remetem para a delegação de competências de professores avaliadores e isto, depois de os sindicatos e inúmeros professores terem apelado ao Presidente para ser sensível a esse aspecto sub-reptício deste documento, é com enorme desagrado que recebemos esta notícia, sem um comentário sequer de Sua Excelência. É caso para dizer que assim vai a nossa República e o Presidente vai nu e que bem prega Frei Tomás, olhai para o que ele diz...

Educação em Portugal - "Mário Crespo aplica o Modelo de Avaliação à Ministra e esta não ficou bem no retrato!"
































«Num exercício de fina ironia, Mário Crespo "avalia" Maria de Lurdes Rodrigues com um merecido INSUFICIENTE

Avaliadora avaliada
JN, 29-12-2008, 00h00m

Porque a realidade excede os meus dotes ficcionais, esta Ficha de Avaliação da Doutora Maria de Lurdes Rodrigues, Ministra da Educação, assenta nos critérios seguidos pelo seu Ministério incluindo, a terminologia usada na avaliação de docentes, o número de alíneas e a bitola de classificação.
Níveis de Pontuação: Mínimo 3, máximo 10.

A - Preparação e execução de actividades.

A - 1 Correcção científico-pedagógica e didáctica da planificação.
Classificação obtida - Nível 3
(Não efectuou as reformas previstas no Programa do Governo por falta de trabalho preparatório. As cenas de pugilato, luta greco-romana e intimidação por arma de fogo simulada nas áreas que lhe foram confiadas vão originar um aumento significativo da despesa pública com a contratação à Blackwater (por ajuste directo) de um mercenário israelita por cada sala de aula e dois nas salas dependentes da DREN).

A - 2 Adequação de estratégias.
Classificação obtida - Nível 3
(Não definiu linhas de rumo nem planos de acção que permitissem concretizar a missão delineada, usando como benchmarking nacional os parâmetros seguidos no sistema educativo da Faixa de Gaza.)

A - 3 Adaptação da planificação e das estratégias.
Classificação obtida - Nível 3
(Não obteve eficácia aferível em três anos de actividade, consumindo no processo a maior parcela de verba pública atribuída a um Ministério. Insistiu em manter o organograma dos seus serviços (em particular da DREN) inspirado no modelo das Tentações de Santo Antão de Jeronimus Bosh).

A - 4 Diversidade, adequação e correcção científico-pedagógica das metodologias e recursos utilizados.
Classificação obtida - Nível 3
(A observação empírica dos resultados é indiciária de um inadequado e/ou incorrecto aproveitamento de recursos disponibilizados em sucessivos Orçamentos de Estado em tal monta que fazem o BPP parecer uma operação rentável. Adicionalmente, o seu Ministério atingiu tal desordem que faz a Assembleia Geral do Benfica parecer um retiro de monges Cartuxos).

B - Realização de actividades.
Classificação obtida - Nível 3
(A avaliação conclui que à incapacidade da avaliada na "promoção de clima favorável" se junta a insuficiência de valências de conhecimentos gerais essenciais, como o atesta a confusão que fez a 23 de Junho de 2005 pp. em entrevista televisionada, falhando na distinção entre "República" e "Governo da República". Isto deu novas dimensões ao Estatuto da Autonomia dos Açores e inspirou o Chefe do Estado a crescentes afrontas à vontade do Parlamento com graves e desgastantes consequências para o executivo.

Nas secções C e D da Ficha de Avaliação do Ministério da Educação, nos quatro subgrupos, a avaliada obteve oito classificações de Nível 3, pelo que, feita a média aritmética dos dezasseis parâmetros cotados lhe é atribuída a classificação geral de Insuficiente.

Recomenda-se que sejam propostas à Doutora Maria de Lurdes Rodrigues as seguintes opções: integrar o quadro de mobilidade especial até colocação em Baucau; frequentar um curso das Novas Oportunidades e/ou filiar-se no Movimento Esperança Portugal; aceitar o 12º lugar na lista de espera para o próximo Conselho de Administração da FLAD; frequentar o curso de formação do INA - Limites da Autonomia Regional; ser animadora de As Tardes de Maria de Lurdes na RTP África; integrar a quota ainda disponível para antigos executivos socialistas na Mota Engil, Iberdrola ou BCP.» in blogue PROmova.

Sub-12: F.C. Porto em terceiro lugar no Torneio Redondela, onde derrotou o Benfica!




«Sub-12: F.C. Porto em terceiro lugar no Torneio Redondela


O F.C. Porto classificou-se no terceiro lugar do Torneio Redondela, prestigiada competição de futebol jovem que decorreu este fim-de-semana, em Pontevedra (Espanha). Os jovens azuis e brancos derrotaram o Benfica nas grandes penalidades (1-0), no jogo que lhes valeu um justo prémio para os seus desempenhos ao longo de toda a prova.


Na fase de grupos, o F.C. Porto começou por derrotar a selecção AFAC (2-0), goleando depois a equipa da casa, o Redondela, por 6-0. Num encontro de grau de dificuldade mais elevado, os jovens Dragões superaram o Sevilha por 3-1.


Chegados aos quartos-de-final, os portistas mediram forças com o Atlético de Madrid e triunfaram por 2-0, exibindo um nível de jogo muito interessante e que, infelizmente, não foi suficiente para os levar à merecida final, uma vez que acabaram injustamente derrotados (0-1) pelo Celta de Vigo, nas meias.


A atribuição dos terceiro e quarto lugares terminou com um nulo, mas a festa seria azul e branca. Merecidamente.» in site F.C. do Porto.

29/12/08

Quinta da Aldeia, Gateira, Mancelos, Amarante!



























































































Fotografias de Meados do Século XX (a maior parte de 1951), com a Minha Querida Avó ali ao centro, os Bois que o Caseiro Sr. Luís criava e que faziam furor nos visitantes e Minha Mãe a vindimar, qual Minhota!

Tiago Bettencourt - Um Músico em Novos Projectos!




Tiago Bettencourt & Mantha - "Pó de Arroz" - (Tributo a Carlos Paião)


Tiago Bettencourt & Mantha - "Canção Simples"

Tiago Bettencourt & Mantha - "O Jogo"

Tiago Bettencourt & Mantha - "Os Dois"


Tiago Bettencourt - "O lugar"

Tiago Bettencourt - "O lenço"

Tiago Bettencourt - "Só Nós Dois"

Tiago Bettencourt - "Jardim" - (ao vivo @ Fnac Santa Catarina)

Tiago Bettencourt & Dalila Carmo - "Road to Nowhere..."

Tiago Bettencourt & Dalila Carmo - "Karma Chameleon..."

Tiago Bettencourt & Dalila Carmo - "Because The Night"

TORANJA - "Laços"

TORANJA - "Só eu sei ver" - (Acustico)

Toranja - "Carta"

Toranja - "FIM" - (with lyrics)

TORANJA - "Fogo e Noite"

TORANJA- "Cenário"

«Tiago Bettencourt


Tiago de Albergaria Pinheiro Goulart e Bettencourt (Coimbra, 16 de Setembro de 1979) é um cantor português, foi o vocalista dos Toranja. Teve uma participação no programa da TVI Canta Por Mim como celebridade onde cantou ao lado de Dalila Carmo. Foram ambos, juntos, até à final onde se classificaram na segunda posição.


Vida Pessoal


Tiago Bettencourt nasceu na freguesia de Santa Cruz, em Coimbra, e foi viver para Lisboa. Filho de pai natural da Ilha de São Jorge e de mãe natural de Coimbra. Frequentou com o seu irmão, João, o Colégio D. Luísa Sigea, situado no Estoril. A sua mãe foi professora de Língua Portuguesa na Escola Salesiana do Estoril.


Os Toranja


Em 2003, lançam o seu primeiro álbum Esquissos. Deste, faz parte a famosa música Carta. Em 2005, Segundo é editado.


Tiago Bettencourt & Mantha



Em 2006, os Toranja anunciam uma pausa prolongada, e Tiago Bettencourt parte para a o Canadá para gravar o seu primeiro álbum a solo, que deverá sair no fim de 2007. Este trabalho esta' a ser gravado nos estúdios Hotel2Tango, em Montreal, estúdio de onde saiu o bem sucedido Funeral dos Arcade Fire, com o credenciado musico e Produtor Howard Bilerman. O primeiro avanço deste álbum é Canção Simples que já pode ser escutado em algumas rádios nacionais, como a Antena 3.
A banda de apoio a Tiago Bettencourt, é composta por Pedro Gonçalves, (baixo e contrabaixo) e João Lencastre (Bateria), para além do próprio Tiago Bettencourt que, além de cantar, toca piano e guitarra. Esta banda dá-se pelo nome de MANTHA. No ano de 2007 lançam o primeiro álbum "O Jardim".
O álbum já saiu e teve um grande êxito na música "Canção Simples".» in Wikipédia.


"Canção simples
há qualquer coisa de leve na tua mão
qualquer coisa que aquece o coração
ha qualquer coisa quente quando estas
qualquer coisa que prende e nos desfaz

e fazes muito mais que um sol
fazes muito mais que um sol

a forma dos teus braços sobre os meus
os tempo dos meus olhos sobre os teus
mexo nos teus ombros para provar
tudo aquilo que pediste para mudar

fazes muito mais que um sol
fazes muito mais que um sol
fazes muito mais que um sol
fazes muito mais...

tens os raios fortes a queimar
todo o gelo foi o que construi
entras no meu sangue devagar
e eu transbordava dentro de ti

tens os raios brancos como o rio
sou eu que saio do escuro para te ver
tens os raios puros no luar
sou quem grita fogo para te ter

fazes muito mais que o sol
fazes muito mais que o sol
fazes muito mais que o sol
fazes muito mais...

quero ver as cores que tu vês
para saber a dança que tu és
quero ser o vento que te faz
quero ser o espaço onde estás

deixa ser tao leve a tua mao
para ser tao simples a cançao
deixa ser das flores o respirar
para ser mais facil te encontrar

fazes muito mais que o sol
fazes muito mais que o sol
fazes muito mais que o sol
fazes muito mais...

vem, quebrar o mundo, vem
saber se há depois
sentir que somos dois
mas que juntos somos mais...

quero ser razão para seres maior...
quero te oferecer o meu melhor...
quero ser razão para seres maior...
quero te oferecer o meu melhor...

e fazes muito mais que um sol
fazes muito mais que um sol..."

Mais informações sobre este extraordinário Musico Português, no seguinte link:
http://www.myspace.com/tiagobettencourt

Amarante - Serra do Marão, Alto de Espinho, Ansiães, houve Magia de Natal!











Os dias de Neve na Serra do Marão, continuam mágicos... como o Natal!

28/12/08

Dr. Pacheco Pereiro acerta novamente na "mouche"!

«A “EMPRESÁRIA ANGOLANA” QUE COMPROU UMA FATIA DUM BANCO PORTUGUÊS POR MUITOS MILHÕES





Dois títulos muito diferentes no mesmo dia para a mesma coisa, o do Diário de Notícias e o do Público. Dada a natureza da sua fortuna, num dos países mais pobres do mundo, a referência à qualidade de "filha" do Presidente é fundamental. "Empresária angolana" é uma contradição nos seus termos.
O interessante exercício de ver alguns jornais a fazerem verdadeiras manobras de equilibrismo para nos falarem da “empresária angolana” que comprou parte do BPI, sem nos dizerem que essa “empresária” é a filha do Presidente de Angola, diz-nos muito sobre o novo temor reverencial que por aí cresce: com os dirigentes angolanos é preciso muito cuidadinho. O facto é que para mim, que não sou dado a esses cuidadinhos, permanece um mistério como é possível que a filha de um Presidente que ganha umas centenas de dólares de salário oficial tenha tido uma ascensão fulgurante no mundo dos negócios, da recolha do lixo de Luanda, aos diamantes e numa míriade de empresas com boas relações portuguesas como os Espírito Santos e os Amorins. De onde vem este dinheiro?

É dinheiro não é? Fala por si, não fala? Então qual é o problema? O problema é a transmutação respeitosa da filha do Presidente, em “empresária angolana”, pelas artes do silêncio e do temor e o medo de fazer as perguntas que devem ser feitas.» in http://abrupto.blogspot.com/
------------------------------------------------------------------------------
Este Senhor José Eduardo dos Santos não é um grande amigo dos Socialistas Portugueses, mormente o Dr. Mário Soares? -Tudo boa gente... será esta a tal nova esquerda em que os princípios do marxismo foram esquecidos, sendo substituídos pelo capitalismo selvagem do rouba quem mais pode? -Estou confuso, deve ser coisa dos maçons portugueses e socialistas!

27/12/08

Basquetebol: F.C. Porto Ferpinta 119 vs Atlético 55 - Vitória gorda na Liga!

«F.C. Porto Ferpinta não deixou respirar o Atlético

O F.C. Porto Ferpinta somou este sábado a oitava vitória na Liga de Basquetebol, depois de ter derrotado o Atlético por 119-55, resultado que não deixa margem para dúvidas acerca da superioridade azul e branca em todos os vectores do encontro disputado em Matosinhos.
Com uma eficácia impressionante nos lançamentos de dois pontos (82 por cento), a equipa de Júlio Matos revelou um grande acerto logo desde os minutos iniciais, o que de resto é atestado pelo parcial de 31-10 registado no final do primeiro período.
Os visitantes ainda tentar argumentar, forçando um 26-22 no segundo período, mas não foram capazes sequer de travar a marcha da equipa de Júlio Matos, que teve oportunidade de rodar todo o banco e registar a resposta positiva de todos os atletas utilizados.
Christian Burns, com 22 pontos, foi o melhor marcador do F.C. Porto Ferpinta, ainda que Kevin Martin com 17 pontos e 11 ressaltos tenha conquistado o estatuto de MVP deste encontro.» in site F.C. Porto.

Quinta da Aldeia, Gateira, Mancelos, Amarante, nos anos 60!





























































Imagens da Quinta da Aldeia, na Gateira, Mancelos em Amarante a partir de meados do Século XX.

A minha Avó materna, a Dona Arminda da Gateira foi sem dúvida uma Senhora que me marcou indelévelmente. Todos sabemos hoje, embora poucos reconheçam, a importância dos avós na formação integral das crianças e adolescentes. Mas eu, de quatro avós, só conheci a Dona Arminda Babo da Gateira e que Senhora. Viúva desde muito nova, dado que o meu Avó Jaime Babo morreu de morte súbita pouco depois de se casar, muito novo, a Dona Arminda deixou a sua vida citadina da urbe Portuense, para vir tomar conta da Quinta da Gateira. Sozinha, num tempo em que as mulheres eram relegadas para 2.º plano, a dona Arminda tinha uma força que pedia meças a muitos homens! Geria a Quinta com muito equilíbrio e parcimónia, fazia colchas de croché para ajudar às despesas, geria o Lagar de Azeite, as mondas dos Pinhais e ainda conseguia arranjar tempo, para tratar impecavelmente do seu quintal e da Capela da Quinta. Assisti muitas vezes a comerciantes de frutas, de vinhos, de azeite, de pinheiros, entrarem como leões para negociar com ela e saírem de fininho, pois a Dona Arminda não gostava de ser enganada. A vida custava-lhe muito trabalho e ela não se intimidava com negociantes trauliteiros que lhe apareciam. Tinha tanto para dizer sobre a minha avó, mas por hora só me saiu isto, dado que ela me marcou tanto, que tudo o que diga sobre Ela, me soará sempre a pouco. Bem haja Dona Arminda Babo da Quinta da Aldeia, da Gateira em Mancelos!

The Priests - Um Estilo Divinal e próprio para o Natal!




The Priests - "Ave Maria"

The Priests - "Pie Jesu"

The Priests - "O Holy Night"

«The Priests

Eugene O´Hagan, Martin O´Hagan e David Delargy, os três padres católicos mais famosos da Irlanda do Norte, são amigos há mais de 20 anos e cantam juntos desde a adolescência.
Decidiram formar o grupo "The Priests" e editaram recentemente o seu álbum de estreia, uma colecção de clássicos inspirados na religiosidade e espiritualidade gravado na Irlanda e no Vaticano.
Neste programa vai poder ouvir e ver "The Priests", num concerto memorável na Catedral de Armagh.» in http://tv1.rtp.pt/programas-rtp/index.php?p_id=24619&e_id=&c_id=1&dif=tv

"Ave Maria
The Priests

Composição: Franz Schubert

Ave Maria, gratia plena.
Maria, gratia plena
Maria, gratia plena
Ave, ave dominus,
dominus tecum.
Benedicta tu in mulieribus,
et benedictus
et benedictus fructus ventris
ventris tui, Jesus.
Ave Maria.

(Some versions add the following)

Sancta Maria,
ora pro nobis,
nobis peccatoribus,
nunc et in hora
mortis nostrae.
Amen"

Mais informações sobre este fantástico trio musical, no seguinte link:
http://www.thepriests.com/

26/12/08

Reflexões do Dr. Pacheco Pereira que deveriam fazer o nosso (des)governo reflectir seriamente!









«COISAS DA SÁBADO: AS FESTAS QUE JÁ NÃO SERÃO TÃO BOAS

“Temos agora boas razões para acreditar que a criação de emprego vai prosseguir nos próximos anos”, disse José Sócrates. (...) Em termos de crescimento económico do país, o primeiro-ministro disse também acreditar que o pior já passou. E o ano que agora finda, sustentou, fica marcado pela “recuperação” e por “resultados positivos para o país”.

De acordo com Sócrates, a economia portuguesa, com um crescimento a rondar os dois por cento, “prossegue de forma consistente uma trajectória segura de crescimento”, a que não é alheio o esforço de consolidação das contas públicas, que deixará este ano o défice orçamental abaixo dos três por cento.”.

Da mensagem de Natal de José Sócrates de 2007.
O principal problema de Portugal é que está cada vez mais pobre, mais endividado, cada vez mais vivendo ainda acima das suas possibilidades. Não é nada de novo, só que agora é muito pior, porque a torneira externa que fazia entrar o dinheiro emprestado está a fechar-se. A primeira página do Expresso, que relata as dificuldades da CGD em obter o dinheiro que pediu, mesmo com o aval do estado português, - repito, mesmo como aval do estado português - devia ser sonorizada na Internet com uma sirene do tempo da guerra, daquelas a anunciar que vinha fogo e morte do ar.

O problema anexo a este, é que a maioria das pessoas ainda não percebeu que é assim e continua a viver habitualmente. Até o Primeiro-ministro, sem pudor nenhum, lhes disse que o rendimento das famílias iria aumentar em 2009, então porque é que têm que ter preocupações? Mas, se olharem bem à sua volta, mesmo na cidade, mesmo em famílias onde a função pública parece blindar as pessoas da preocupação do emprego, os sinais do empobrecimento estão a crescer. No seu bairro, as pequenas lojas estão a fechar, no correio as cartas dos bancos estão a crescer, e cada vez é mais difícil empregar um filho. As contas e os impostos pesam cada vez mais. Em vez de ouro compra-se prata. O pensamento de que é preciso poupar no telemóvel apareceu como uma vaga preocupação. As casas estão cada vez mais inacessíveis e os bancos já não emprestam como no passado, por isso os filhos que deviam há muito ter saído de casa, continuam lá, sem futuro, eternos adolescentes. A saúde, se se quiser cuidados mínimos e a tempo, está caríssima no privado.
A vida, mesmo para quem sempre se pensou protegido, parece que parou numa mediocridade sem esperança. Aparentemente continua toda a gente a poder fazer tudo o que fazia antes, mas o custo de o fazer começa a ter outro peso. Como o pais tudo encalha. É só uma questão de tempo para começar a ir ao fundo.
(url)» in http://abrupto.blogspot.com/
Pin It button on image hover